ALGUNS DOS PERIGOS MAIS HABITUAIS SÃO:
• Visionamento de material impróprio
• Incitamento à violência e ao ódio
• Violação...
Conteúdos: Pornografia, Racismo, Violência, Droga, Jogos, Informação incorreta e
perigosa.
Contactos: Correio eletrónico n...
CUIDADOS A TER
Nem sempre é tarefa fácil distinguir entre aquilo que é, ou não, perigoso/ilegal. Dos
riscos que “saltam à ...
Perigos da Internet
Perigos da Internet
Perigos da Internet
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Perigos da Internet

179 visualizações

Publicada em

By Patrícia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Perigos da Internet

  1. 1. ALGUNS DOS PERIGOS MAIS HABITUAIS SÃO: • Visionamento de material impróprio • Incitamento à violência e ao ódio • Violação da privacidade • Violação da lei • Encontros “online” com pessoas menos recomendáveis • Drogas
  2. 2. Conteúdos: Pornografia, Racismo, Violência, Droga, Jogos, Informação incorreta e perigosa. Contactos: Correio eletrónico não desejado [spam] e conversação com estranhos em salas de conversa. Comércio: Invasão da privacidade através da publicidade não desejada e falta de transparência entre a publicidade e o conteúdo
  3. 3. CUIDADOS A TER Nem sempre é tarefa fácil distinguir entre aquilo que é, ou não, perigoso/ilegal. Dos riscos que “saltam à vista”, a pornografia é, desde logo, o mais conhecido. O acesso é fácil e os materiais abundam. Mais grave, a pornografia infantil é, infelizmente, outro dos problemas da net, embora o acesso não seja tão fácil como para a primeira. Não faltam também os sites de conteúdo racista, xenófobo, ou de puro incitamento à violência. No entanto, por vezes o perigo pode vir de uma conversa aparentemente inocente tida num programa de conversa à distância, o “chat”. Por todas estas razões convém que crianças e adolescentes sejam orientados na sua “navegação” e que, na medida do possível, aprendam a lidar com as situações que se lhes deparem.

×