Fig. 1.1 - Fragmentação Continental    Acima, o panorama da fragmentação continental, fenômeno que levou ao desapareciment...
Fig. 1.2 - Interpretação geofísica do interior do globo                                                       Manto       ...
Fig. 1.5 - Corte equatorial da Terra      Observar o funcionamento interior do planeta e as consequências no exterior:    ...
34
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ilust part01

232 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
232
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ilust part01

  1. 1. Fig. 1.1 - Fragmentação Continental Acima, o panorama da fragmentação continental, fenômeno que levou ao desaparecimentode toda fauna e flora existente àquela época, inclusive os dinossauros. Abaixo, vemos em detalhe, o panorama atual do fundo rochoso do oceano atlântico onde se observa o resultado do grande abalo sísmico ocorrido no globo 31
  2. 2. Fig. 1.2 - Interpretação geofísica do interior do globo Manto superior Profundidades parcial- Região amostrada mente dissolvidas Hidrosfera e crosta Olvina piroxênios Sólido granada Óxidos Zona de transição Líquido Ligas de ferro H Perovskite Sólido assemblage Manto Núcleo Núcleo 1.000 mi 0 inferior exterior interior 1.000 km 0 Observar que o núcleo está dividido em duas partes, uma interna sólida e a externa líquida, recoberto pelo manto em estado sólido. Estas suposições são contraditórias com as evidên- cias dos mapeamentos da superfície.Fig. 1.3 - Interpretação figurativa da atuação da gravidade Gravidade Gravidade Manto fluido Núcleo fluido Fig. 1.4 - A estrutura estática da Terra Gravidade Gravidade Geologicamente, a estrutura da Terra é muito simples: As partes em preto representam a força da gravidade ao centro o núcleo motor, cercado pelo manto, atuando sobre as várias capas estéricas, comprimindo o seguido pela litosfera, hidrosfera e atmosfera. núcleo, criando a energia interna da Terra, mantendo Observar que a Terra é totalmente fluida, exceto a litosfera. em estado fluido tanto o manto como o núcleo. S O F M E N T A T R Núcleo A Motor A M Fluido O Litosfera Fluido 32
  3. 3. Fig. 1.5 - Corte equatorial da Terra Observar o funcionamento interior do planeta e as consequências no exterior: zonas sismicamente ativas limitando áreas sismicamente quietas. Manto e correntes Rift Rift convectivas Núcleo Fig. 1.6 - Movimentos convectivos do manto da Terra (**) Tais movimentos explicam o(*) funcionamento dos astros inclusive a Terra. O núcleo fluido e pulsante é a usina de força que aquece o manto, uma capa esférica fluida, aquecida de baixo para cima, fato que provoca correntes convectivas no mesmo. As correntes radiais positivas provocam os vulcões (*) e outros tipos de montanhas. As (*) correntes negativas provocam as bacias de sedimentação (**). (**) 33
  4. 4. 34

×