Tuneis 1ª parte

577 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
577
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Typ A und Typ B ist keine offizielle Doka Bezeichnung Typ A – Für Ankerdurchdringungswinkel von ca. 45 grd Typ B – Für 90 Grad Ankerungen! Warum Ankerlochverstärkung: Ankerstab hat ein Sägezahnprofil. Durch das Einschieben und Herausziehen des Ankers würde die Schalhaut „zerraspelt“
  • DOKA Produktmanagement
  • DOKA Produktmanagement
  • DOKA Produktmanagement
  • DOKA Produktmanagement
  • Tuneis 1ª parte

    1. 1. Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de ArteCofragem para túneiswww.doka.com
    2. 2. Sistemas Inovadores Doka para … Especiais Sistema SL1 Contrafortes Universais Cimbre d2 / Staxo2 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    3. 3. Selecção do sistema para cofragem de TúnelPara túneis a céu abertoStaxo 100 / Staxo / d2 SL 1 Solução Especial Espessura da laje Staxo 100 SL 1 Solução Especial Nr. de ciclos3 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    4. 4. Selecção do sistema para cofragem de TúnelPara túneis mineiros o ra d rgu l La ne tú apoio ase de r utura b mo est SL1 co A ter em conta os gabaris e zonas de limpeza SL1 como estrutura base Cintas WU 16 como estrutura base Nr. de ciclos4 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    5. 5. Estrutura de cofragem muito simples…...consiste em apenas três produtos Painéis de Cofragem Viga H20 Cinta multi-uso5 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    6. 6. Painéis de cofragem diferentes superfícies e diferente durabilidade Nr. de betonagens em projectos de túnel paredes lajes Painéis texturados - 20 - 10 3 S eco 21 mm - 50 - 20 - 100 - 40Dokaplex 21 mm (tipo birch) X-Life - 200 - 100Superfície metálica > 200 > 200 6 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    7. 7. Cuidados especiais para uma longa durabilidadeProtecção contra o inchamento e esfarelamentoZonas de corte protegidas Protecção p/ancoragens Chanfros e uniões de painéis Os topos e as zonas com algum movimento devem ser protegidas7 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    8. 8. Cuidados especiais para uma longa durabilidadeAparafusar o contraplacado ca. 1mm  Parafuso para contraplacado de 4x16 com cabeça cónica (não esfarela) Compactação  não necessita de silicone  Evita o inchamento graças à função de compactação e da superfície Xlife.8 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    9. 9. Cuidados especiais para uma longa durabilidadeProtecção contra danos com o transporteProtecção dos topos com ripas de madeira9 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    10. 10. Estrutura de cofragem muito simples…...consiste em apenas três produtos Painéis de Cofragem Viga H20 Cinta multi-uso10 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    11. 11. Vigas H20…Para túneis mineiros Pressão de Afastamento Afastamento Momento Esforço betão das cintas das vigas flector transverso [kN/m²] [m] [mm] [%] [%] 50 1,50 290 82 99 70 1,50 210 83 101 90 1,50 160 81 99 100 1,00 220 55 100Afastamentos de 1,50m 100 1,50 200 42 100 mit H3011 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    12. 12. Vigas H20... para túneis a céu aberto Pressão do Afastamento Afastamento Momento Esforço betaõ das cintas das vigas flector [%] transverso [kN/m²] [m] [mm] [%] 50 2,50 240 70 101 60 2,0 250 56 101 70 2,0 210 55 99 Afastamentos de 2,00m / 2,50m12 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    13. 13. Estrutura de cofragem muito simples…...consiste em apenas três produtos Painéis de Cofragem Viga H20 Cinta multi-uso13 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    14. 14. Cintas multi-uso WS 10 ou 16 Cinta multi-uso Cinta multi-uso WS10 SL1 WU16 Momento flector: Momento flector: 11,54kNm 31,93kNm Esforço Esforço transverso: transverso: 84,8kN 122,6kN14 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    15. 15. Ancoragensutilização de ancoragens de 20,0 Redução de ancoragens em 40% As cintas multiuso SL-1 WU16 são compativeis com as ancoragens de 20,0. Ancoragens de 20,0 – RECOMENDÁVEL: Carga máxima para a descofragem simples: 150 kN. (DIN / EC) Exemplo: 60 ancoragens de 20,0 contra 100 ancoragens de15,0: 67 betonagens  2680 ancoragens poupadas. poupadas Vantagens adicionais: menos peças de estanquicidade menos mão de obra Tie rod 20,015 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    16. 16. Cinta multi-usos SL-1 WU16… para túnel mineiroAs cintas multiusos SL-1 WU16 optimiza a transferência de cargas no sistema SL1. Cinta multi-uso WS 10  Afastamento: 1,0m=> optimização da transferência de cargas a 60-70%Cinta multi-uso SL-1 WU16  Afastamento: 1,5m=> optimização da transferência de cargas a 100% O desenvolvimento de uma nova escora de eixos roscados foi necessária para que esta transferência de cargas fosse possivel, levando à criação da escora: SL1 T16 (160 kN)16 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    17. 17. Escora de eixos roscados SL-1 T16cofragem de parede  Descofragem com elementos hidraúlicos. Rápida eliminação da carga através da utilização da SAPATA DE DESCOFRAGEM retirar a cavilha e activação da função telescópica. retirar a cofragem através dos elementos hidraúlicos. Sapata de descofragem SL117 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    18. 18. Escora de eixos roscados SL-1 T16cofragem de laje. A utilização da escora SL1 T16 e a optimização das cargas permite maiores afastamentos entre as cintas  e assim ter uma zona de trabalho mais confortável18 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    19. 19. Na prática19 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    20. 20. Na prática20 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    21. 21. 21 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    22. 22. Soluções ligeiras Cimbre Staxo 100 / d222 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    23. 23. Cimbre Staxo 100 / d2Para secções circulares em túneis a céu aberto Principais características  Raramente é possível criar zonas de passagem  Apenas para as estruturas de laje Vantagens maior quantidade de material alugável montagem facilitada componentes mais leves Desvantagens Movimentação não optimizada Dificuldade no posicionamento exacto problemas com variações de inclinação23 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    24. 24. Cimbre Staxo 100 / d2... Na prática24 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    25. 25. Cimbre Staxo 100 / d2... Na prática25 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    26. 26. Cimbre Staxo 100 / d2Para secções circulares em túneis a céu aberto26 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    27. 27. Cimbre Staxo 100 / d2Para secções circulares em túneis a céu aberto27 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    28. 28. Cimbre Staxo 100 / d2Para secções circulares em túneis a céu aberto28 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    29. 29. Cimbre Staxo 100 / d2Para secções circulares em túneis a céu aberto29 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    30. 30. Contrafortes universaisPara secções circulares em túneis a céu aberto Contrafortes Universais30 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    31. 31. Contrafortes universaisPara secções circulares em túneis a céu aberto Principais características  É possível criar zonas de passagem  Para as estruturas de laje e parede Vantagens maior quantidade de material alugável maior capacidade de garga (250kN) movimentação optimizada Desvantagens necessita de muito contraventamento Necessita de utilizar perfis de distribuição31 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    32. 32. Contrafortes universais... Na prática32 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    33. 33. Contrafortes universais... Na prática33 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    34. 34. Contrafortes universais... Na prática34 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    35. 35. Contrafortes universais... Na prática35 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    36. 36. Contrafortes universais... Na prática36 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    37. 37. Cimbre SL-1 Cimbre SL-137 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    38. 38. Cimbre SL-1 Principais características Económico e versátil • sistema alugável • composto por poucas peças • montagem rápida e simples • contraventamento através de varões esticadores • compatível com outros sistemas da Doka A - Viga SL1 B - Apoios C - Contraventamentos D - Diagonais E - Base de transladação F - Torres G - Ligações38 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    39. 39. Cimbre SL-1 Principais características Económico e versátil Múltiplas aplicações • fácil e eficiente adaptação a qualquer forma e carga39 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    40. 40. Cimbre SL-1 Principais características Económico e versátil Múltiplas aplicações Grande capacidade de carga • capacidade de carga até aos 410 kN40 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    41. 41. Cimbre SL-1 Principais características Económico e versátil Múltiplas aplicações Grande capacidade de carga Fácil movimentação • Movimento possível através de equipamento hidráulico • Simples aplicação de meios para a movimentação • Permite a rotação em 360º41 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    42. 42. Cimbre SL-1Filme do sistema42 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    43. 43. Cimbre SL-1Exemplos de aplicação43 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    44. 44. Cimbre SL-1Exemplos de aplicação44 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    45. 45. Cimbre SL-1Exemplos de aplicação45 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    46. 46. Cimbre SL-1Exemplos de aplicação46 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    47. 47. Cimbre SL-147 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    48. 48. Cimbre SL-148 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    49. 49. Cimbre SL-149 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    50. 50. Soluções Especiais Soluções especiais50 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    51. 51. Soluções especiais Longos períodos de construção Exigências técnicas Formas especiais e exigências técnicas51 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    52. 52. Soluções especiais: passo a passoCaso prático Cofragem viajante para betonagem de uma só vez de um troço com 24,00m de comprimento e 7,00m de largura. A estrutura estava apoiada em duas treliças interiores,.apoiadas em dois pés, um a meio e outro na extremidade. A cofragem lateral estava suspensa em dois perfis transversais à estrutura que permitiam desviá-la na horizontal, permitindo a montagem do ferro a a limpeza da cofragem. Toda a cofragem interior estava apoiada nas treliças. Os painéis de cofragem eram Auto Estrada A8 – Innkreis, Austria standard em solução TOP 5052 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    53. 53. 53 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    54. 54. 54 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    55. 55. 55 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    56. 56. 56 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    57. 57. 57 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    58. 58. 58 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    59. 59. 59 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    60. 60. Soluções especiais: passo a passoFilme60 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    61. 61. Soluções especiais61 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    62. 62. Soluções especiais62 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    63. 63. 63 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte
    64. 64. A escolha certa… A vários desafios Túneis Tabuleiros Trepantes64 - Product Management, Peter John, 15 e 22 de Maio de 2009, Tecnologia da cofragem inovadora para Obras de Arte

    ×