I curso professores e horários

693 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
693
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

I curso professores e horários

  1. 1. I CURSO ento Aperfeiçoam os s úsic de Jovenlhom e Ju De 22 a 25 dPROFESSORESJorge Roque> MAESTRO E DIRECTOR ARTÍSTICOAna Sofia Dias> FLAUTASPedro Miguel Pires> OBOÉ E CLARINETESAgostinho Lourinho> SAXOFONESNuno CarreiraJosé Cedoura> METAISJoaquim Medinas> PERCUSSÃOFilipa de Carvalho> CORO
  2. 2. I CURSO ento Aperfeiçoam o úsic de Jovens m> QUINTA-FEIRA22 DE JULHO09:00 ABERTURA09:30 INICIO DAS AULAS10:30 ENSAIO DA BANDA12:30 ALMOÇO14:00 AULAS17:00 ENSAIO DA BANDA19:00 JANTAR> SEXTA-FEIRA E SÁBADO23 E 24 DE JULHO09:00 INICIO DAS AULAS10:30 ENSAIO DA BANDA12:30 ALMOÇO14:00 AULAS17:00 ENSAIO DA BANDA19:00 JANTAR> DOMINGO25 DE JULHO09:00 AULAS12:00 ENSAIO GERAL DA BANDA13:00 ALMOÇO16:00 CONCERTO18:00 ENCERRAMENTO
  3. 3. I CURSO en REGULAMENTO Aperfeiçoam úsi de Jovens m 1. INSCRIÇÕES1.1 Com a ficha de inscrição, deve ser enviado um cheque ou vale de correio, emitido à ordem de Sociedade Filarmónica Maiorguense, para Sociedade Filarmónica Maiorguense, Rua dos Loureiros, nº5, Maiorga, 2460-000 Maiorga, no valor de 80 euros, assim como uma fotografia do inscrito. Sem estes requisitos as inscrições não serão consideradas.1.2 O número de vagas em cada naipe é limitado, sendo consideradas inscrições por ordem de chegada, com o número máximo de 120 músicos.1.3 Os participantes inscritos que não comparecerem não terão direito à devolução do pagamento efectuado.1.4 No caso de inscrições chegadas depois de atingido o número limite de vagas, a organização compromete-se a devolver o pagamento efectuado.1.5 A data limite para inscrição no Curso é de 30 de Junho de 2010 (data de correio).1.6 A desistência da frequência do curso, ou qualquer alteração à modalidade de inscrição, deverá ser comunicada à Sociedade Filarmónica Maiorguense até dia 10 de Julho. 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO2.1 O curso realiza-se nas instalações da Sociedade Filarmónica Maiorguense.2.2 O curso decorre de 22 a 25 de Julho de 2010 entre as 9:00 e as 19:00 horas.
  4. 4. 2.3 O curso irá ter um maestro, também com director artístico, uma professora para flautas, um professor para oboés e clarinetes, um professor para saxofones, dois para trompetes, trompas, trombones, bombardinos e tubas, um professor para percussão. Como novidade, vamos também ter uma professora para coro.2.4 Iremos ainda gravar um CD ao vivo no concerto final com a deslocação de um estúdio de gravação ao local do concerto.2.5 Dentro do horário definido, cada professor organizará a forma de trabalho da sua classe.2.6 Todos os participantes deverão trazer a sua própria estante (a organização não as fornecerá aos esquecidos!).2.7 A organização fornecerá a cada participante as partes para as peças em conjunto.2.8 Caso toque outro instrumento que não esteja referido anteriormente, contacte-nos.2.9 Os alunos irão ter de almoçar, jantar e alguns pernoitarão. As aulas irão decorrer em várias salas da Sociedade bem como numa outra associação. 3. OUTRAS INFORMAÇÕES3.1 Vamos ter a presença de um Luthier (Domingos Caeiro), para fazer uma exposição de instrumentos e dar uma aula de bem preservar os mesmos.3.2 No dia do concerto, cada professor vai fazer uma audição com os seus respectivos alunos. No
  5. 5. concerto com a banda, vão haver obras combanda e coro, dois solistas tocarão à frente dabanda, etc.
  6. 6. Jorge Roque MAESTRO E DIRECTOR ARTISTICO Nasceu em Dortmund (Alemanha), Tendo iniciado osseus estudos musicais aos 8 anos de idade, na SociedadeFilarmónica União Arrentelense, com o professor AntónioBatista, onde mais tarde leccionou e colaborou com abanda até ao Ano de 2000. Em 1984, ingressou no Conservatório Nacional deMúsica de Lisboa, no curso de Clarinete, onde estudoucom o professor Vladimir Stayonov até 1989. Concluiu ocurso de Clarinete em 1994 com o professor ManuelJerónimo. Foi membro da Orquestra do Conservatóriodurante 4 anos. Também foi membro da Orquestra deClarinetes José Canongia do Conservatório durante 3anos. Em 1988, como solista ganhou o 1º prémio doconcurso de jovens músicos do conselho do Seixal. Em1989, participou no 1º concurso Nacional de Clarinetesem Setúbal. Em 1989, ingressou nos quadrospermanentes da Banda da Armada Portuguesa, ondeactualmente desempenha funções de 1º Sargento e foimembro fundador do Quarteto de Clarinetes daMarinha (Clariarte). Em 1990, obteve o 3º prémio da Juventude MusicalPortuguesa. Frequentou cursos de aperfeiçoamento comos professores António Saiote, Manuel Jerónimo, LuísGomes e Rui Martins. Em 1994, frequentou um estágio com a Orquestrade Sopros de Jovens Músicos em Aveiro com o maestroJan Cober (holandês) Também em 1994 e 1995, frequentou estágioscom a Orchestre D’Harmonie des Jeunes de L’UnionEuropeenne, em Portugal e Luxemburgo respectivamente. Foi fundador e Maestro da Orquestra deClarinetes da SFUA (Arrentela) desde 1994 até 1996.Foi membro do Meteoros Ensemble.
  7. 7. Foi membro fundador do Ensemble ClarineteSonate da Cruz Vermelha Portuguesa – Núcleo do Seixalem 1994 e 1995. Foi Maestro da Banda da SociedadeRecreativa e Musical de Carcavelos em 1994 e 1995.Foi fundador e Maestro da Big-Band SFUA (Arrentela)desde 1999 até 2002. É Maestro da Banda Filarmónicade Odemira desde Setembro de 1997, tendo sido desdesempre destacado pelo seu trabalho como Maestro eProfessor na imprensa local e regional. Em Maio e Junho do ano de 2000, participou no1º Festival de Bandas do Litoral Alentejano que reuniu350 músicos dirigidos pelos maestros das Bandasparticipantes. Em Maio de 2006, dirigiu a Banda de Odemirano 1º Concurso Internacional de Bandas Civis em VilaFranca de Xira, obtendo uma notável prestação esalientando-se o facto de a banda ser muito jovem. Em 2006 e 2007, frequentou cursos depedagogia musical com o professor Yos Wuytack e coma professora Graça Boal Pinheiro respectivamente. Em Setembro de 2008, participou como professorde clarinete, Director Musical e Maestro do IV Curso deAperfeiçoamento de Jovens Músicos da Federação deBandas do Distrito de Beja, estando presentes 86 músicosoriundos de oito bandas do referido Distrito. É Maestro da Banda Filarmónica Maiorguense(Maiorga / Alcobaça), desde Outubro de 2009.
  8. 8. Ana Sofia Dias CURSO: FLAUTAS Iniciou os seus estudos musicais aos 11 anos, naAcademia de Música de S. João da Madeira, na classedo Professor Maurício Noites e dois anos depois, com oProfessor Rui Paulo Sousa, concluindo com este o 4º graude Flauta Transversal. Em 1997, ingressou na EscolaProfissional de Música de Espinho, no Curso de PráticaOrquestral, na classe do Professor Jorge CorreiaSalgado, concluindo com este, o respectivo curso. Foialuna, também, das Professoras Rosana Rodrigues eAngelina Rodriguez. Fez parte das Orquestras de Sopros e Clássica daEscola Profissional de Música de Espinho, com osMaestros Kevin Wauldron e Cesário Costa. Com este,participou no Festival Internacional de Jovens, em Marçode 1999, em Espanha. Participou num Estágio de Música Contemporânea como Maestro Elie Octors. Foi seleccionada em 1997, para aOrquestra de Jovens do Concelho de Sta. Maria daFeira, onde trabalhou com os Maestros Osvaldo Ferreira,Paulo Martins, Ivo Cruz e Sokhiev Tugan e também ondeveio tocar a solo. Participou em Masterclasses de flautaorientadas pelos Professores Felix Renggli, JuanFrancisco Cayuelas, Patrick Gallois, Ana Maria Ribeiro,Maria Fedotova, Rien de Reede, Thies Roorda, entreoutros. Leccionou na Escola Metropolitana de Música deLisboa e no Conservatório de Música Metropolitano deLisboa e na Escola de Música de Argoncilhe. Em 2002,ingressou na Banda da Armada. Terminou em 2005, aLicenciatura em Instrumentista de Orquestra naAcademia Nacional Superior de Orquestra com aProfessora Anabela Malarranha. Lecciona noConservatório de Música de Reguengos de Monsaraz eno Conservatório Regional do Baixo Alentejo.
  9. 9. Pedro Miguel Pires CURSO: OBOÉ E CLARINETES Pedro Miguel Ferreira Pires começou por aprendermúsica aos 5 anos de idade na Banda Musical de Tavira. Aos 8 anos tomou o primeiro contacto com o clarinete,tendo como professor o maestro António Manuel LopesBatista. Aos 11 anos entrou para o ConservatórioRegional do Algarve Maria Campina (CRAMC).Participou e participa em várias masterclasses declarinete em todo o país e no estrangeiro, e tambémfrequentou um curso de regentes de Orquestra noâmbito do 1º Workshop de Orquestra e direcção deOrquestra, promovido pelo CRAMC, orientado pelomaestro Luís Clemente. Em 2001 recebeu um reconhecimento do Presidente daCâmara Municipal, Engº Macário Correia, peloentusiasmo e dedicação em prol da música na cidade deTavira. No ano de 2006 termina o 8º grau de clarineteno CRAMC tendo como professora Jennifer Brown, eganha o 1º Prémio do Concurso de Musica de Câmaradesta mesma instituição. Foi professor de clarinete na Banda Musical de Tavirae na Sociedade Filarmónica Incrível Almadense, econcertino da Orquestra de Sopros do Algarve noconcerto de estreia desta mesma orquestra em Portimão.Actualmente, frequenta a licenciatura em clarinete naEscola Superior de Música de Lisboa, na classe dosprofessores Manuel Jerónimo e Paulo Gaspar. É membroda OCLA “Orquestra de Clarinetes de Almada”, onde seapresenta como solista, membro da Orquestra SinfónicaJuvenil de Lisboa, professor de clarinete na Banda daAssociação Cultural de Vila Real de Santo António, e émembro fundador da orquestra ligeira PhilharmonicJazz. No passado ano de 2008 ingressou na Banda daArmada Portuguesa.
  10. 10. Agostinho Lourinho CURSO: SAXOFONES Agostinho Manuel Gonçalves Lourinho iniciou os seusestudos musicais aos dez anos, na Sociedade FilarmónicaUnião Musical Amarelejense, onde pertenceu durantedez anos executando Sax. Soprano e Sax. Tenor. Dirijiu a mesma Banda em diversas ocasiões, sempreque lhe era solicitado. Em 1995 concorreu à Escola Profissional de Música deÉvora, onde foi admitido. Iniciou então a sua carreira eos seus estudos musicais mais aprofundadamente. Durante a sua formação de ensino estudou váriasdisciplinas e intrumentos, tais como: Formação Musical,Formação Auditiva, História da Música, Composição,Orquestra de Sopros, Música de Câmara, InstrumentoPrincipal (Saxofone) e Prática de Teclado. Iniciou os seus estudos musicais na escola comoexecutante de Violino e Saxofone, onde trabalhou comos Srs. Professores Nicolay Lalov e Armindo Luís,respectivamente. Trabalhou ainda com os professoresdas diversas áreas Musicais. Em 1998 concluiu o Curso Básico de Instrumento, com14 valores a Violino e 17 a Saxofone. No seguinte anolectivo iniciou o Curso de Instrumento (Saxofone) etambém a Práticas de Teclado (Piano). Toda a sua formação na Escola Profissional realizouvárias actividades, realizou várias audições, a solo e emconjunto, trabalhou na Orquestra Clássica e naOrquestra de Sopros da Escola, enquanto executante deViolino e Saxofone, respectivamente, realizando váriosconcertos por todo o país e estrangeiro, nomeadamenteEspanha e França. Fez parte também do quarteto de Saxofones daEscola, onde também realizou vários concertos de Músicade Câmara por todo o país e onde esteve presente, em1999, no Concurso Nacional “Prémio Jovens Músicos”,executando Sax. Barítono.
  11. 11. Trabalhou ainda com a Orquestra de Saxofones doPorto, dirigida pelo Sr. Professor Francisco Ferreira. No ano lectivo de 2000/2001 conclui o Curso deIntrumento, nível III (10º,11º e 12º de escolaridade), emSaxofone (instrumento principal). Para prosseguir os estudos musicais, concorreu à EscolaSuperior de Música de Lisboa, onde foi admitido, aoprestar provas de Instrumento (Saxofone), Formaçãomusical, História da Música e Análise do ano lectivo2001/2002. Concluído o Iº e IIº anos, encontra-se actualmentematriculado no IIIª ano de Bacharelato. Tem estudado durante a sua formação váriasdisciplinas, tais como: Instrumento (Saxofone), Música deCâmara, Formação Auditiva, Coro, Análise,Organologia, Estética Musical, Reportório Geral, Leituraà primeira vista e Música Contemporânea. Actualmente encontra-se a ter aulas de Saxofone como Professor José Massarrão. Tem trabalhado em diversasáreas com vários professores, tais como: Vasco Azevedoe Luís Tinoco (Análise), José Bettencourt (Organologia eEstética Musical), Alberto Roque (Orquestra de Sopros),Christopher Bochamann (Música Contemporânea), entreoutros. Tem realizado, igualmente, vários concertos eaudições. No ano de 2002 concorreu à Banda da Marinha, ondeficou classificado em 1ºlugar, em Saxofone, com 18valores. Ingressou na mesma Banda em Maio de 2004,onde é executante de Saxofone Tenor e onde temrealizado concertos por todo o país. È regente da Banda da Sociedade Filarmónica UniãoMusical Amarelejense desde Maio de 2005.
  12. 12. Nuno Carreira CURSO: METAIS Iniciou os seus estudos musicais na SociedadeFilarmónica Vestiariense (Vestiaria – Alcobaça) aos 11anos de idade. Em 1992 ingressa no ConservatórioRegional de Tomar, onde trabalhou com os professoresFernando Faria e Hugo Assunção. Prossegue os seusestudos na Escola Profissional de Música de Almada, naclasse do professor Emídio Coutinho. Mais tardefrequenta a Escola Superior de Música de Lisboa, ondeconclui a Licenciatura sob a orientação do professorIsmael Santos. Participou em masterclass com Joseph Alessi, BennySluchin, David Taylor, Peter Bassano, John Peterson eHugo Assunção. Tem colaborado em diversas orquestras, tais como aOrquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica Portuguesa,Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra doAlgarve, Orquestra Sinfonietta de Lisboa, OrquestraFilarmonia das Beiras, Orquestra Coral Sinfónico eOrquestra de Camara de Cascais e Oeiras, sob a batutade prestigiados maestro como Mikhail Pletnev, MichaelZilm, Muhai Tang, Lawrence Foster, Vasco Pearce deAzevedo, entre outros. Na area do jazz tem actuado em diversos ensemblescomo a Big Band dos alunos do Hot Clube de Portugal,Reunion Big Jazz Band e Orquestra de Jazz Humanitária(Palmela). Leccionou a classe de trombone no ConservatórioRegional de Ourém e Fatima. É membro fundador do grupo Metálicus Ensemble,sendo igualmente membro do grupo de dixieland SouthRiver Jazz Band. Actualmente é professor no Conservatório Regional deCascais, Conservatório Regional de Palmela, Academiade Música de Alcobaça, Academia de Música de Óbidose em diversas Escolas de Música no distrito de Leiria.
  13. 13. José Cedoura CURSO: METAIS Iniciou os seus estudos musicais em 1992 na Escola deMúsica Luís António Maldonado Rodrigues (TorresVedras), na classe do Professor Ricardo Carvalho.Ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa, naclasse de Trompete no ano de 1998. Tem participadoem vários Cursos e Master Class orientados por J.A.Carneiro, Allen Vizzutti, Philip Smith (Orquestra Sinfónicade Nova Iorque), Rod Franck (Orquestra Sinfónica deLondres), António Quítalo (Orquestra SinfónicaPortuguesa), Jorge Almeida (Orquestra SinfónicaPortuguesa), Thomas Stevens, John Wallace, John Miller eFriedemann Immer. Foi solista com as Orquestras Círculo de Música deCâmara, Clássica do Algarve, Orquestra da Póvoa deVarzim e Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras,interpretando obras de Vivaldi, Purcell e SérgioAzevedo. Em 2002 concluiu a licenciatura em trompete,na classe dos Professores Stephen Mason, José AugustoCarneiro e David Burt. Paralelamente com a sua actividade de instrumentista,desempenha funções docentes, sendo responsável pelasclasses de Trompete dos Conservatórios de Caldas daRainha, de Sintra, Luís António Maldonado Rodrigues(Torres Vedras) e funções de Produtor e Director Técnicoda Escola Superior de Música de Lisboa. É fundador dogrupo Antiquos Ensemble (trompete barroco), MetálicusEnsemble, sendo igualmente membro do Quinteto deMetais com percussão “Bubba Brass”. Actualmente encontra-se a fazer o mestrado em ArtesMusicais, vertente de Música de Câmara naUniversidade Nova de Lisboa, Departamento de CiênciasMusicais.
  14. 14. Joaquim Medinas CURSO: PERCUSSÃO Joaquim Manuel Carrapato Medinas, nascido a 11 deJaneiro de 1976 em Reguengos de Monsaraz, iniciou osseus estudos musicais na Sociedade FilarmónicaHarmonia Reguenguense e prosseguiu depois os estudosde percussão na Escola Profissional de Música de Évora. Em 1996 ingressou na Banda da Armada Portuguesa.Já trabalhou com a Orquestra Metropolitana de Lisboae com a Orquestra Sinfónica Portuguesa. Já trabalhou,como percussionista, na orquestração de algumas peçasde teatro com a Companhia de Teatro de Almada e deÉvora. É professor de percussão desde 1998, tendo já dadoaulas em várias Filarmónicas e Escolas de Música, taiscomo, Alandroal, Amareleja, Lavre, Oeiras e Parede,actualmente, dá aulas em Alcochete, Serpa e Janes.Realizou vários Workshops e Cursos de Percussão, emSerpa, Moura, Odemira.
  15. 15. Filipa de Carvalho CURSO: CORO Iniciou os seus estudos musicais com nove anos deidade, nas classes de piano da Escola de Música“Sinfonia”. Frequentou o curso Profissional de Percussãoda Escola Profissional de Música de Espinho. Durante omesmo tempo participou em todos os Semináriosorientados pelos Professores Miguel Bernat, George-ElieOctors, JimChapin, Fritz Hauser, Mário Teixeira e Angel-Omar Frette. Participou como músico convidado, naqualidade de percussionista, nos três estágios da“Orquestra Sopros do Oeste”. É licenciada emProfessores de Educação Musical do Ensino Básico pelaEscola Superior de Educação de Coimbra e frequentouainda a acção de formação “Músicos de Fraldas V” como Professor Paulo Lameiro. Desde 1997 faz parte da Banda da SociedadeFilarmónica Maceirense, tocando instrumentos da áreada Percussão. Pertenceu à tuna Mista da Escola Superiorde Educação de Coimbra “K&Batuna”, ao GrupoEtnográfico Folclore da Associação Académica deCoimbra, GEFAC e ao grupo coral Aeminium, comoContralto. Participou em peças de Teatro como músicoconvidado, nas áreas de Percussão e Voz, “Arlecchino”de Dário Fo com encenação de Neide Venaziano e“Zé”, texto de Fernando Marques, a partir de Woyzeckde Georg Buchner, com encenação de Marco AntónioRodrigues. Desde Setembro de 2006 é Professora na Escola deMúsica da Sociedade Filarmónica Maiorguense,leccionando as disciplinas de expressão musical,Formação Musical e de Percussão. Deu várias formaçõesna área da Música/Percussão em Montemor-o-Velho.Tem exercido funções de Professora em infantários eescolas de 1º, 2º e 3º ciclos. Neste momento é professorade música na escola D. Miguel de Almeida em Abrantes
  16. 16. I CURSO to FOTO rf içoamenFICHA DE ApJeove ns músicos INSCRIÇÃO e e dINSTRUMENTO:NOME:ENDEREÇO:CÓDIGO POSTAL: LOCALIDADE: -E-MAIL: IDADE: ANOSESCOLA DE MÚSICA FREQUENTADA:PROFESSOR: GRAU/ANO:BANDA:QUE OUTROS CURSOS DE MÚSICA FREQUENTOU?QUE OBRAS PRETENDE TRABALHAR?OBSERVAÇÕES:
  17. 17. APOIOS

×