Acuidade visual

3.811 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.811
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
111
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acuidade visual

  1. 1. Março - 2013
  2. 2. O QUE É VISÃO ?O QUE É VISÃO ?
  3. 3. A VISÃOA VISÃOÉ a capacidade que o indivíduo tem deperceber o universo que o cerca. Oitenta porcento da relação do ser humano com o mundose dá por meio do sentido da visão. Para que osentido da visão seja aproveitado de maneiraplena, é fundamental que toda a via sensorialvisual esteja perfeita(os dois olhos, os nervosópticos, as vias ópticas cerebrais e o córtex visualoccipital).
  4. 4. ACUIDADE VISUALACUIDADE VISUALA acuidade visual (AV) é o grau deaptidão do olho para identificar detalhesespaciais, ou seja, a capacidade deperceber a forma e o contorno dosobjetos.
  5. 5. SINAIS E SINTOMAS A SEREM OBSERVADOSSINAIS E SINTOMAS A SEREM OBSERVADOSDURANTE A AVALIAÇÃO DA ACUIDADE VISUAL.DURANTE A AVALIAÇÃO DA ACUIDADE VISUAL.É importante observar e registrar se durante a medidada acuidade visual o examinado apresenta algum sinal ousintoma ocular, tais como:Lacrimejamento;Inclinação persistente de cabeça;Piscar contínuo dos olhos;Estrabismo (olho vesgo);Cefaléia (dor de cabeça);Testa franzida ou olhos semi-cerrados, entre outros.Este sinal ou sintoma deverá ser anotado comoobservação na ficha de resultado da triagem.
  6. 6. Técnica da Medida da Acuidade VisualTécnica da Medida da Acuidade VisualA forma mais simples de diagnosticar alimitação da visão é medir a acuidade visual coma Escala de Sinais de Snellen.A escala utiliza sinais em forma de Letra E,organizados de maneira padronizada, de tamanhosprogressivamente menores, chamados optotipos.Em cada linha, na lateral esquerda databela, existe um número decimal, quecorresponde à medida da acuidade visual.
  7. 7. MATERIAL A SER UTILIZADO PARAMATERIAL A SER UTILIZADO PARAREALIZAR A TÉCNICAREALIZAR A TÉCNICAEscala de Sinais de Snellen;Objeto para apontar osoptotipos (lápis preto)CadeiraMetro ou fita métrica;Metro ou fita métrica;Fita adesiva ou Giz;Impresso para anotaçãodos resultados.
  8. 8. ESCALA DE SNELLENESCALA DE SNELLEN
  9. 9. PROCEDIMENTOS PARA APROCEDIMENTOS PARA AREALIZAÇÃOREALIZAÇÃODA TÉCNICADA TÉCNICA Preparo do local: deve ser calmo, bem iluminado e semofuscamento. A luz deve vir por trás ou dos lados da pessoa quevai ser submetida ao teste. Deve-se evitar que a luz incidadiretamente sobre a Escala de Sinais de Snellen; A Escala de Sinais de Snellen deve ser colocada numa parede auma distância de cinco metros da pessoa a ser examinada; O profissional responsável pela triagem deve fazer uma marca nopiso com giz ou fita adesiva, colocando a cadeira de exame deforma que as pernas traseiras desta coincidam com a linhademarcada; Deve-se verificar, ainda, se as linhas de optotiposcorrespondentes 0,8 a 1,0 estão situadas ao nível dos olhos doexaminado;
  10. 10. CRITÉRIOS PARA ENCAMINHAMENTOCRITÉRIOS PARA ENCAMINHAMENTOAO OFTALMOLOGISTAAO OFTALMOLOGISTA1° - Critério de encaminhamento prioritário:Caso algum examinado no momento da triagemapresente ou relate algum dos problemas listados abaixo,deverá ter prioridade no encaminhamento aooftalmologista:a) Acuidade visual inferior a 0,1 linhas;b)Quadro agudo (olho vermelho, dor, secreção abundante,dentre outros sinais e sintomas);c) Trauma ocular recente.
  11. 11. CRITÉRIOS PARA ENCAMINHAMENTOCRITÉRIOS PARA ENCAMINHAMENTOAO OFTALMOLOGISTAAO OFTALMOLOGISTA2°- Critérios para encaminhamento regular:a) Acuidade visual inferior ou igual a 0,7b) c) Estrabismo (olho torto ou vesgo);d) Paciente com mais de 40 anos de idade, com queixade baixa acuidade visual para perto(ex: não consegue ler, não consegue enfiar linha naagulha);e) Paciente diabético;f) História de glaucoma na família;g) Outros sintomas oculares (prurido, lacrimejamentoocasional, cefaléia).
  12. 12. PRÁTICA
  13. 13. Escola: Escola Municipal Ana Luzia da Conceição Ano/turma/turno: 1°ano/ A/ Manhã Ano letivo: 2013Nome do Examinador/Professor(a) : Maria da Paz Nº de Alunos matriculados na turma: 35Nome doAlunoIdade Data daTriagemAcuidade VisualBinocularEncaminhadopara consultaUsa óculosSIM NÃO SIM NÃOAna CarolinaBarros07 18.04.12 XLeandroCarvalho Filho06 18.04.12 XAna Maria daSilva08 18.04.12 XJosé Ronaldodos Santos07 18.04.12 X
  14. 14. Contatos :Av. Princesa Isabel, 464,Centro ( Prédio do CME )Telefone: 3218-5406EMAIL :saudenaescolajp@gmail.comassessoria.dgc@hotmail.comFacebook/Programa Saúde naEscola João Pessoa
  15. 15. CONTATOS :CONTATOS :SAÚDESAÚDEJane Morais: 8718-3405Jane Morais: 8718-3405Edgar Tito:8766-2623Edgar Tito:8766-2623Cris Poletto :8808-7228Cris Poletto :8808-7228EDUCAÇÃOEDUCAÇÃORosania Lucena: 8809-2053Rosania Lucena: 8809-2053Kátia Cilene: 8857-3400Kátia Cilene: 8857-3400
  16. 16. Escolas estaduais:Escolas estaduais:Adriana Freire/Irani – 8710 0802Adriana Freire/Irani – 8710 0802Fone: 3218 5163Fone: 3218 5163Email : nuapprimeiragre@hotmail.comEmail : nuapprimeiragre@hotmail.com
  17. 17. Obrigada !!!Obrigada !!!“ Você pode conseguirqualquer coisa quequeira na vida, se vocêajudar o suficienteoutras pessoas aconseguirem o que elasquerem."Zig Zigla

×