SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
 Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos::
• Os métodos contraceptivos,
como jásabem, servempara
evitaragravidez não desejada
etambémas DST.
• Esses métodos estão divididos em
naturais, artificiais nãohormonais,
artificiais hormonais, econtracepção
cirúrgica.
Metodos artificiais nãoMetodos artificiais não
hormonaishormonais
*Preservativo*Preservativo
Preservativo ou Camisa de Vénus, é umPreservativo ou Camisa de Vénus, é um
invólucro de borracha que impede que osinvólucro de borracha que impede que os
espermatozóides penetrem na vagina Éespermatozóides penetrem na vagina É
feito de látex ou poliretano e geralmentefeito de látex ou poliretano e geralmente
vem já lubrificado, existindo em váriasvem já lubrificado, existindo em várias
cores e aromas. Tem um tamanho único, ecores e aromas. Tem um tamanho único, e
vendem-se em farmácias e supermercados.vendem-se em farmácias e supermercados.
 Modo de utilização:Modo de utilização:
• Deve-se colocar sobre o pénis
erecto, antes da penetração,
deixando um pequeno espaço na ponta
para recolher o esperma e este não
ir para o óvulo;
• Nunca deverá ser reutilizado;
• Retirar com o pénis ainda erecto.
 Vantagens:Vantagens:
• De fácil utilização, não precisa de
controlo médico, nem tem efeitos
secundários No entanto, pode diminuir a
sensibilidade dos orgãos genitais ,
especialmente masculinos.
 Eficácia e protecção contra osEficácia e protecção contra os
DST:DST:
• O preservativo e extremamente eficaz,
principalmente quando usado com creme
espermicidas ( matam os espermatozóides, e
é aplicado pela mulher ), muito úteis quando
existe alguma falha no preservativo.
• Reduz o risco de transmissão de SIDA/HIV
em aproximadamente 85%
• Reduz o risco de gonorreia nos homens em
aproximadamente 71%.
 Diafragma:Diafragma:
• Espécie de capinha de borracha ou
silicone, com um anel elástico à volta,
que se coloca no interior na vagina da
mulher, cobrindo o colo do útero
Actua como uma barreira, impedindo
que os espermatozóides alcancem o
oócito, e que se de a fecundação.
 Modo de utilização:Modo de utilização:
• Usa-se com cremes espermicidas,
postos dentro do diafragma. Consultar
o ginecologista para determinar a
medida necessária, e como colocar.
 Vantagens:Vantagens:
• Pode ser reutilizado, e se seguidas as
instruções de uso, pode durar ate 2
anos, não interferindo com o ciclo
menstrual.
• No entanto, provoca um odor fétido
e um corrimento vaginal.
DIU ( Dispositivo Intra Uterino )DIU ( Dispositivo Intra Uterino )
• Pequeno objecto flexível de plástico ou
metal, com diferentes formas,
inserido por um médico. Introduz-
-se no útero, dificultando o trajecto
dos espermatozóides até as trompas
de Falópio, impedindo assim a
nidificação no endométrio.
 Protecção contra os DST:Protecção contra os DST:
• O Diafragma não protege contra as
doenças sexualmente
transmissíveis!!
 Eficácia:
• A eficácia do diafragma não é muito
elevada, pois tem um índice de falha
de cerca de 10%.
 Modo de Aplicação:Modo de Aplicação:
• É aplicado por um ginecologista, no
útero, e dura entre 3 a 5 anos.
• Recomendado para adolescentes ou
mulheres que nunca tenham tido
filhos.
 Vantagens:Vantagens:
• Não interfere com o acto sexual,
mas provoca menstruações
abundantes, aumentando as dores.
• É um método bastante eficaz.
Protecção contra DST:Protecção contra DST:
• O DIU não protege das
infecções sexualmente
transmissíveis!
 Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
artificiais hormonais:artificiais hormonais:
• Os métodos contraceptivos hormonais
são:
 Pílula Oral
Injecção
 Implantes
 Pílula vaginal
 Anel vaginal
 contracepção de emergência (pílula)
 ANTICONCEPCIONAL ORALANTICONCEPCIONAL ORAL
(PÍLULA)(PÍLULA)
• Existem vários tipos de pílulas, com
diferentes combinações de hormonas,
de dosagens alta ou baixa, que servem
para evitar a ovulação da mulher. A sua
eficácia é de 98,5% para evitar a
gravidez, já que os espermatozóides
não encontram óvulos para fecundar.
Importante:Importante:
Os anticoncepcionais hormonais devem ser utilizadosOs anticoncepcionais hormonais devem ser utilizados
com indicação médica, pois podem trazer prejuízos àcom indicação médica, pois podem trazer prejuízos à
saúde se não forem usado correctamente.saúde se não forem usado correctamente.
Não devem ser usados por mulheres com mais de 35Não devem ser usados por mulheres com mais de 35
anos e fumadoras. São contra-indicados para quemanos e fumadoras. São contra-indicados para quem
teve trombose, neoplastia, diabetes, para mulheresteve trombose, neoplastia, diabetes, para mulheres
com hipertensão arterial, hepatites, com problemascom hipertensão arterial, hepatites, com problemas
cardiovasculares, entre outros.cardiovasculares, entre outros.
DDependendo do tipo de hormonas de que é feita, aependendo do tipo de hormonas de que é feita, a
pílula não deve ser utilizada por mulheres que estejampílula não deve ser utilizada por mulheres que estejam
a amamentar, pois reduz a quantidade de leite materno.a amamentar, pois reduz a quantidade de leite materno.
Nestes casos, existe uma única indicação, a minipípulaNestes casos, existe uma única indicação, a minipípula
, que só contém progesterona para uso contínuo., que só contém progesterona para uso contínuo.
 Como usar:Como usar:
Tomar diariamente, de preferência no mesmo horário,Tomar diariamente, de preferência no mesmo horário,
iniciando conforme a recomendação médica.iniciando conforme a recomendação médica.
Caso haja esquecimento: Se não tiver passado 12Caso haja esquecimento: Se não tiver passado 12
horas do horário: tomar o comprimido esquecidohoras do horário: tomar o comprimido esquecido
imediatamente e o próximo no horário previsto do dia.imediatamente e o próximo no horário previsto do dia.
Se o período de esquecimento ultrapassar 12 horas:Se o período de esquecimento ultrapassar 12 horas:
espere o horário normal e tome 2 pílulas: a esquecidaespere o horário normal e tome 2 pílulas: a esquecida
e a do dia. Continue a tomar as outras até o fim dae a do dia. Continue a tomar as outras até o fim da
embalagem e use preservativo em todas as relaçõesembalagem e use preservativo em todas as relações
sexuais até a menstruação aparecer. Caso osexuais até a menstruação aparecer. Caso o
esquecimento ultrapasse 2 ou 3 dias, tomar uma dasesquecimento ultrapasse 2 ou 3 dias, tomar uma das
esquecidas e a do dia normal e continue a tomar asesquecidas e a do dia normal e continue a tomar as
outras normalmente.outras normalmente.
Vantagens:Vantagens:
A mulher toma diariamente e não precisaA mulher toma diariamente e não precisa
utilizar métodos na hora da relação sexual.utilizar métodos na hora da relação sexual.
Quando suspenso o uso da pílula, os ováriosQuando suspenso o uso da pílula, os ovários
voltam à função normalmente.voltam à função normalmente.
Regula o ciclo menstrual, diminui o fluxoRegula o ciclo menstrual, diminui o fluxo
menstrual e alivia as cólicasmenstrual e alivia as cólicas
Desvantagens:Desvantagens:
Exige responsabilidade, pois deve ser tomadaExige responsabilidade, pois deve ser tomada
diariamente e sempre no mesmo horário. Se adiariamente e sempre no mesmo horário. Se a
mulher se esquecer de tomar o comprimidomulher se esquecer de tomar o comprimido
poderá engravidar.poderá engravidar.
Contra indicado para mulheres com mais deContra indicado para mulheres com mais de
35 anos e fumadoras.35 anos e fumadoras.
Não previne contra as DSTNão previne contra as DST
INJEÇÃO CONTRACEPTIVAINJEÇÃO CONTRACEPTIVA
• É uma injecção com alta dosagem de
hormonas, que tem efeito prolongado
contra a ovulação e que altera o muco
cervical e o estado das trompas. Como
impede a fecundação, tem eficácia de
cerca de 98,5% quando utilizada
correctamente.
Importante:Importante:
Devem ser utilizados sempre com prescrição e
acompanhamento médico e a sua aplicação com data mensal
pré-estabelecida.
Como todos os outros contraceptivos de hormonas
combinadas, não deve ser usada por mulheres com mais de 35
anos e fumantes. São também contra-indicadas para quem teve
trombose, neoplastias, diabetes insulino-dependentes, para
mulheres com hipertensão arterial, hepatites, problemas
cardiovasculares, glaucoma, entre outros.
Dependendo do tipo de hormonas que é feita, a injecção não
deve ser utilizada por mulheres que estejam amamentando,
pois reduz a quantidade de leite materno tal como a pílula.
Não são indicadas, principalmente durante os dois primeiros
anos após a monarca (primeira menstruação) e no climatérico
(menopausa), após 40 anos.
Como utilizar:Como utilizar:
• Existem 2 tipos:
 A Mensal, composta de 2 hormonas, que deve ser
aplicada uma vez por mês, entre o 7º e o 10º dia
após o início da menstruação de preferência no 8º
dia, observando-se a orientação médica
A Trimestral, que possui apenas um tipo de
hormonas e deve ser aplicada a cada três meses. A
primeira dose deve ser aplicada entre o 5º e o 7º
dia do início da menstruação e a partir do terceiro
trimestre deve ser repetida a dose, de preferência
no mesmo dia em que foi tomada anteriormente,
pois ela causa a suspensão da menstruação
(amenorreia).
Vantagens:Vantagens:
Não interfere nas relações sexuaisNão interfere nas relações sexuais
Não precisa ser usada no dia a dia.Não precisa ser usada no dia a dia.
Desvantagens:Desvantagens:
Exige os mesmos cuidados para o usoExige os mesmos cuidados para o uso
que a pílula anticoncepcional;que a pílula anticoncepcional;
Alguns tipos provocam sobrecargaAlguns tipos provocam sobrecarga
hormonal, portanto aumento dahormonal, portanto aumento da
circulação sanguínea, com risco decirculação sanguínea, com risco de
varizes, hipertensão, trombose evarizes, hipertensão, trombose e
problemas circulatórios;problemas circulatórios;
Não deve ser utilizada por fumadoresNão deve ser utilizada por fumadores
ou mulheres acima de 35 anos de idade.ou mulheres acima de 35 anos de idade.
IMPLANTE SUBCUTÂNEOIMPLANTE SUBCUTÂNEO
• O implante subcutâneo é um método
a base de hormonas artificiais, que
não permite que a mulher ovule,
desta forma não há gravidez. Ele é
introduzido por um médico(a) sob a
pele da mulher, e vai liberando
doses de hormonas diárias no
organismo por vários anos.  
Importante:Importante:
• Os anticoncepcionais hormonais devem ser utilizados
com indicação médica, pois podem trazer prejuízos à
saúde se usados indevidamente
•  Não devem ser usados por mulheres com mais de 35
anos e fumadoras são contra-indicados para quem
teve trombose, neoplastia, diabetes insulino-
dependentes, para mulheres com hipertensão arterial
hepatites, com problemas cardiovasculares, glaucoma,
entre outros.
• Não deve ser utilizado por mulheres que estejam
amamentando, pois reduz a quantidade de leite
materno.
VantagensVantagens::
• A mulher não precisa se preocupar com a
utilização de métodos no dia-a-dia.  
•  Quando suspenso o uso dessa pílula vaginal, os
ovários voltam à função normalmente.  
Desvantagens:
• É contra indicado para mulheres com mais de 35
anos e fumantes.
•    Não previne contra as DST..
•   Reduz o ciclo menstrual com o passar do tempo
e tende a anula-lo (a mulher deixa de
menstruar).  
• O seu uso não pode ser interrompido
instantaneamente, é necessário procurar um
médico para retirar o implante.  
Pílula VaginalPílula Vaginal
• A pílula vaginal é um método a base
de hormonas artificiais, que não
permite que a mulher “ovule”, desta
forma não há gravidez. Ela é utilizada
diariamente e deve ser introduzida na
vagina para ser absorvida pelo
organismo. Essa opção normalmente é
utilizada por pessoas que em
problemas no estômago ou com a pílula
anticoncepcional oral.  
•
Importante:Importante:
•  Os anticoncepcionais hormonais devem ser utilizados com 
indicação médica, pois podem trazer prejuízos à saúde se
usados indevidamente
•  Não devem ser usados por mulheres com mais de 35 anos
e fumadoras são contra-indicados para quem teve
trombose, neoplastias, diabetes insulino- dependentes,
para mulheres com hipertensão arterial, hepatites, com
problemas cardiovasculares, glaucoma, entre outros.
• Dependendo do tipo de hormonas que é feita, a pílula não
deve ser utilizada por mulheres que estejam a amamentar,
pois reduz a quantidade de leite materno.
• Como usar: introduzir um comprimido diariamente na
vagina.
• Vantagens:
A mulher não precisa se preocupar
com a utilização de métodos no
dia-a-dia.
Quando suspenso o uso dessa
pílula vaginal, os ovários voltam
à função normalmente.
• Desvantagens:
Exige disciplina, pois deve ser
introduzida na vagina diariamente,
sempre no mesmo horário. Se a
mulher esquecer de tomar o
comprimido poderá engravidar.
Contra indicado para mulheres com
mais de 35 anos e fumantes.
Não previne contra as DST.
Costuma ter um custo mais elevado do
que as pílulas anticoncepcionais
orais.
Anel Vaginal:Anel Vaginal:
O anel vaginal é um método a baseO anel vaginal é um método a base
de hormonas artificiais, que nãode hormonas artificiais, que não
permite que a mulher crie óvulos,permite que a mulher crie óvulos,
desta forma não há gravidez. Eladesta forma não há gravidez. Ela
deve ser introduzido uma vez pordeve ser introduzido uma vez por
mês na vagina, e vai soltando amês na vagina, e vai soltando a
carga hormonal que é absorvidacarga hormonal que é absorvida
diariamente pelo organismo. Nodiariamente pelo organismo. No
próximo uso (mês), coloca-se outropróximo uso (mês), coloca-se outro
anel vaginalanel vaginal..
ImportanteImportante::
Os anticoncepcionais hormonais  devem ser  utilizados  com 
indicação médica, pois podem trazer prejuízos à saúde se
usados indevidamente
•  Não devem ser usados por mulheres com mais de 35 anos e
fumadoras. são contra-indicados para quem teve trombose,
neoplastias, diabetes insulino- dependentes, hipertensão
arterial,  hepatites, problemas cardiovasculares, glaucoma,
entre outros.
•  Dependendo do tipo de hormonas que é feita, o “anel” não
deve ser utilizado por mulheres que estejam a amamentar,
pois reduz a quantidade de leite materno.
 Como Usar:   
 introduzir o “anel” na vagina no início do ciclo menstrual.
 
VantagensVantagens || DesvantagensDesvantagens::
• A mulher introduz na
vagina e não precisa
utilizar métodos na hora
da relação sexual. Como
é colocada na vagina
não causa mal estar,
nem vómitos ou
náuseas.
• Quando suspenso o uso
desse anel vaginal, os
ovários voltam à função
normalmente.
• Regula o ciclo
menstrual, diminui o
fluxo menstrual e alivia
as cólicas.
É contra indicado para
mulheres com mais
de 35 anos e
fumadoras.
• Não previne contra
as DST/AIDS.
• Costuma ter um
custo mais elevado
do que as pílulas
anticoncepcionais
orais.
Contracepção de EmergênciaContracepção de Emergência ouou
Pílula do dia seguinte:Pílula do dia seguinte:
• O que é Contracepção de Emergência?
É um método contraceptivo PARA SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA
que pode ser usado até 5 dias depois que a relação sexual ter
acontecido e houve risco de gravidez. Quanto mais rápido é o
uso maior a eficácia.
Recomendado para casos com problemas com o método de uso
regular (falha do preservativo, expulsão do DIU, deslocamento
do Diafragma e.t.c), e eventual relação sem protecção. É feito a
base de doses fortes de hormonas que impedem a ovulação e
a mobilidade dos espermatozóides no útero, impedindo a
fecundação e, consequentemente, a gravidez.
Ele pode ser usado na forma de dose pronta (com melhor eficácia
média, contra a gravidez de 99,9%) ou através de doses
combinadas (método YUSPE) a partir de pílulas
anticoncepcionais orais (com eficácia média contra a gravidez
de 96,8%).
Importante:Importante:
Não é um método para ser usado com frequência, só emNão é um método para ser usado com frequência, só em
situações de emergência, pois usado regularmente ou comsituações de emergência, pois usado regularmente ou com
repetição pode desregular o ciclo menstrual e facilitar umarepetição pode desregular o ciclo menstrual e facilitar uma
gravidez. Quando tomado regularmente tende a falhar mais quegravidez. Quando tomado regularmente tende a falhar mais que
os outros contraceptivos de uso regular.os outros contraceptivos de uso regular.
Deve ser utilizado quando houve falha do preservativo femininoDeve ser utilizado quando houve falha do preservativo feminino
ou masculino, relação sexual com o diafragma deslocado ouou masculino, relação sexual com o diafragma deslocado ou
relação sem uso de qualquer método contraceptivo. Quanto maisrelação sem uso de qualquer método contraceptivo. Quanto mais
cedo for tomada maior sua eficácia contra a gravidez.cedo for tomada maior sua eficácia contra a gravidez.
O efeito após 5 dias é mínimo, seu maior efeito é nas primeiras 72O efeito após 5 dias é mínimo, seu maior efeito é nas primeiras 72
horas depois da relação sexual.horas depois da relação sexual.
Não funciona para as relações sexuais mantidas depois que forNão funciona para as relações sexuais mantidas depois que for
tomada (só protege das anteriores).tomada (só protege das anteriores).
A contracepção de emergência não é abortiva, por isso nãoA contracepção de emergência não é abortiva, por isso não
causa sangramentos.causa sangramentos.
    Como utilizar a pílula do dia Como utilizar a pílula do dia 
seguinteseguinte::
• Tomar até 5 dias (120 horas) no 
máximo após a relação sexual, depois 
desse período, ela pouco funciona. 
•  Se ainda não tiver passado os 4 dias, 
de preferência deve ser usada a dose 
pronta, de 1 ou a de 2 comprimidos, 
que é distribuída gratuitamente em 
postos de saúde de algumas cidades 
ou vendida em farmácias.
Vantagens | DesvantagensVantagens | Desvantagens::
•   O único método contraceptivo que
pode ser utilizado pela mulher após
a relação sexual.
•   No caso de falha do método, não
causa efeitos transversais no feto.
•   Não é abortiva, previne o aborto
• Previne a Gravidez Não-Planejada
como mais uma opção
contraceptiva.
• Os comprimidos possuem alta
concentração de hormonas e só
devem ser utilizadas em casos de
emergência.
• Em mulheres que amamentam, pode
diminuir a quantidade do leite
materno.
• Os comprimidos podem causar
efeitos transversais leves como:
náuseas, vómitos, tontura,
desconforto nos seios e dor de
cabeça. (Para  minimizar as
náuseas tome os comprimidos após
comer algum alimento)
• A menstruação pode adiantar ou
atrasar alguns dias.
• O uso repetido ou frequente,
desregula o ciclo menstrual e
facilita a gravidez mais do que os
outros métodos.
• Medicamentos, como barbitúricos e
alguns antibióticos, podem reduzir
a eficácia deste método.
• Não previne contra as DST.
O Penso contraceptivo:O Penso contraceptivo:
• O penso contraceptivo é um contraceptivo
que é um autocolante. Tem a mesma
eficácia da pílula e o mesmo modo de
actuação, é aplicado em cima da pele e não
tem a inconveniência dos habituais
esquecimentos. É um adesivo que liberta
hormonas através da pele. Estas entram na
corrente sanguínea, impedindo a ovulação.
Como se usa:Como se usa:
• Coloca-se durante três semanas consecutivas e, tal
como na pílula, descansa-se na quarta semana,
quando se dará a hemorragia de privação. Pode ser
colocado e retirado quando se quiser; quando se
retira termina a protecção contraceptiva e pode
haver uma hemorragia. Este adesivo pode ser
colocado nas nádegas, no abdómen, no dorso
superior ou no antebraço. Quanto aos efeitos
secundários, são os mesmos que a pílula apresenta.
Só pode ser adquirido mediante prescrição médica.
Método contraceptivo de longa duração Método contraceptivo de longa duração 
que utiliza apenas um progestativo que utiliza apenas um progestativo 
(hormona, semelhante à progesterona ).(hormona, semelhante à progesterona ).
• Trata-se de um bastonete / implante que tem
uma colocação mesmo por baixo da pele
(implante intradérmico) e que vai libertando
gradualmente e de forma contínua uma
substância que se chama Etonogestrel. Este
método contraceptivo, se for inserido no
primeiro dia do ciclo, dá uma elevada eficácia
contraceptiva desde as primeiras 24 horas e
prolonga-se durante 3 anos. Tal como outros
métodos hormonais progestativos, provocam
alterações do ciclo menstrual e ao fim de algum
tempo - cerca de 6 meses a um ano- a mulher
pode deixar de menstruar. Entretanto, se se
remover o implante, a normalização do ciclo
surge quase de imediato, tal como a fertilidade.
Doenças SexualmenteDoenças Sexualmente
Trasmissiveis ( DST )Trasmissiveis ( DST )
• Doença sexualmente transmissível (ou
DST) é a designação pela qual é
conhecida uma categoria de patologias
antigamente conhecidas como doenças
venéreas. São doenças infecciosas que
se transmitem essencialmente pelo
contacto sexual. O uso de preservativo é
a medida mais eficiente para prevenir a
contaminação e travar a sua
disseminação.
SidaSida
• A Síndrome da imunodeficiência adquirida, conhecida
nos países de língua oficial portuguesa pelo acrónimo
SIDA é o conjunto de sintomas e infecções em
seres humanos resultantes do dano específico do
sistema imunológico ocasionado pelo
Vírus da imunodeficiência humana (VIH, ou HIV
segundo a terminologia anglo-saxónica). O alvo principal
é os linfócitos TCD4, fundamentais para a coordenação
das defesas do organismo. Assim que o número destes
linfócitos diminui abaixo de certo nível, o colapso do
sistema imune é possível, abrindo caminho a
doenças oportunistas e tumores que podem matar o
doente. Existem tratamentos para a SIDA/AIDS e o HIV
que diminuem a progressão viral, mas não há nenhuma
cura conhecida.
Fim*Fim*
• Esperamos que tenham gostado do
trabalho e não se esqueçam: Usem
sempre precaução!
Trabalho feito por:
-Izaura Carvalho nº10
-Mónica Santos nº19
-Rita Moura nº20
-Teresa Viegas nº24
-Marta Domingos nº

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Métodos contraceptivos(barreiras)
Métodos contraceptivos(barreiras)Métodos contraceptivos(barreiras)
Métodos contraceptivos(barreiras)ap3bmachado
 
MéTodos Contraceptivos
MéTodos  ContraceptivosMéTodos  Contraceptivos
MéTodos Contraceptivostiafer96
 
Métodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaMétodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaesas8e
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivosRazvan Balaci
 
Métodos Físicos
Métodos FísicosMétodos Físicos
Métodos FísicosDarkWolf
 
Métodos Cotraceptivos.PPT
Métodos Cotraceptivos.PPTMétodos Cotraceptivos.PPT
Métodos Cotraceptivos.PPTclara.abegao
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivosgiaaesaof
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivosAulas Biologia
 
Métodos Contraceptivos Hormonais ou Químicos
Métodos Contraceptivos Hormonais ou QuímicosMétodos Contraceptivos Hormonais ou Químicos
Métodos Contraceptivos Hormonais ou QuímicosInês Lucas
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivospetehunttoons
 
Métodos Contraceptivos Hormonais
Métodos Contraceptivos HormonaisMétodos Contraceptivos Hormonais
Métodos Contraceptivos HormonaisMMBento
 
Metodos contraceptivos barreira
Metodos contraceptivos barreiraMetodos contraceptivos barreira
Metodos contraceptivos barreiragracindabento
 

Mais procurados (18)

Métodos contraceptivos(barreiras)
Métodos contraceptivos(barreiras)Métodos contraceptivos(barreiras)
Métodos contraceptivos(barreiras)
 
MéTodos Contraceptivos
MéTodos  ContraceptivosMéTodos  Contraceptivos
MéTodos Contraceptivos
 
Os métodos contraceptivos
Os métodos contraceptivosOs métodos contraceptivos
Os métodos contraceptivos
 
Métodos contraceptivos.6.4ºbim
Métodos contraceptivos.6.4ºbimMétodos contraceptivos.6.4ºbim
Métodos contraceptivos.6.4ºbim
 
Métodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaMétodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilula
 
Metodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos speMetodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos spe
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
ContracepçãO Geral
ContracepçãO   GeralContracepçãO   Geral
ContracepçãO Geral
 
Contraceptivos
ContraceptivosContraceptivos
Contraceptivos
 
Métodos Físicos
Métodos FísicosMétodos Físicos
Métodos Físicos
 
Métodos Cotraceptivos.PPT
Métodos Cotraceptivos.PPTMétodos Cotraceptivos.PPT
Métodos Cotraceptivos.PPT
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Métodos Contraceptivos Hormonais ou Químicos
Métodos Contraceptivos Hormonais ou QuímicosMétodos Contraceptivos Hormonais ou Químicos
Métodos Contraceptivos Hormonais ou Químicos
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Métodos Contraceptivos Hormonais
Métodos Contraceptivos HormonaisMétodos Contraceptivos Hormonais
Métodos Contraceptivos Hormonais
 
Metodos contraceptivos barreira
Metodos contraceptivos barreiraMetodos contraceptivos barreira
Metodos contraceptivos barreira
 

Destaque

Asexualidadenaescola 091027070207-phpapp01
Asexualidadenaescola 091027070207-phpapp01Asexualidadenaescola 091027070207-phpapp01
Asexualidadenaescola 091027070207-phpapp01Pelo Siro
 
Guia rapazes actualizado2010
Guia rapazes actualizado2010Guia rapazes actualizado2010
Guia rapazes actualizado2010Pelo Siro
 
Guia sex raparigas_apres
Guia sex raparigas_apresGuia sex raparigas_apres
Guia sex raparigas_apresPelo Siro
 
Apresentao1 100503143622-phpapp01
Apresentao1 100503143622-phpapp01Apresentao1 100503143622-phpapp01
Apresentao1 100503143622-phpapp01Pelo Siro
 
Educação para a saúde e sexualidade
Educação para a saúde e sexualidadeEducação para a saúde e sexualidade
Educação para a saúde e sexualidadeblog9e
 
Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01
Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01
Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01Pelo Siro
 
Metodoscontraceptivos 111227125504-phpapp01
Metodoscontraceptivos 111227125504-phpapp01Metodoscontraceptivos 111227125504-phpapp01
Metodoscontraceptivos 111227125504-phpapp01Pelo Siro
 
Metodoscontraceptivos 120915103103-phpapp02
Metodoscontraceptivos 120915103103-phpapp02Metodoscontraceptivos 120915103103-phpapp02
Metodoscontraceptivos 120915103103-phpapp02Pelo Siro
 
Educaosexualparatodos 120507091742-phpapp02
Educaosexualparatodos 120507091742-phpapp02Educaosexualparatodos 120507091742-phpapp02
Educaosexualparatodos 120507091742-phpapp02Pelo Siro
 
Metodos contracetivos e_dst
Metodos contracetivos e_dstMetodos contracetivos e_dst
Metodos contracetivos e_dstPelo Siro
 
175032864 educacao-sexual
175032864 educacao-sexual175032864 educacao-sexual
175032864 educacao-sexualPelo Siro
 
Transmissodavida 2contedosparaoteste-091104030402-phpapp02
Transmissodavida 2contedosparaoteste-091104030402-phpapp02Transmissodavida 2contedosparaoteste-091104030402-phpapp02
Transmissodavida 2contedosparaoteste-091104030402-phpapp02Pelo Siro
 
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01Pelo Siro
 
Andrcludiorui 120207111311-phpapp02
Andrcludiorui 120207111311-phpapp02Andrcludiorui 120207111311-phpapp02
Andrcludiorui 120207111311-phpapp02Pelo Siro
 
Mtodoscontraceptivos7c 110628063301-phpapp02
Mtodoscontraceptivos7c 110628063301-phpapp02Mtodoscontraceptivos7c 110628063301-phpapp02
Mtodoscontraceptivos7c 110628063301-phpapp02Pelo Siro
 
Mtodos contraceptivos-1199534859604562-3
Mtodos contraceptivos-1199534859604562-3Mtodos contraceptivos-1199534859604562-3
Mtodos contraceptivos-1199534859604562-3Pelo Siro
 
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01Pelo Siro
 
5 mtodos-contracep-1233068264563111-3
5 mtodos-contracep-1233068264563111-35 mtodos-contracep-1233068264563111-3
5 mtodos-contracep-1233068264563111-3Pelo Siro
 
Apresentaaofinal 121011034715-phpapp02
Apresentaaofinal 121011034715-phpapp02Apresentaaofinal 121011034715-phpapp02
Apresentaaofinal 121011034715-phpapp02Pelo Siro
 

Destaque (20)

Asexualidadenaescola 091027070207-phpapp01
Asexualidadenaescola 091027070207-phpapp01Asexualidadenaescola 091027070207-phpapp01
Asexualidadenaescola 091027070207-phpapp01
 
Guia rapazes actualizado2010
Guia rapazes actualizado2010Guia rapazes actualizado2010
Guia rapazes actualizado2010
 
Guia sex raparigas_apres
Guia sex raparigas_apresGuia sex raparigas_apres
Guia sex raparigas_apres
 
Apresentao1 100503143622-phpapp01
Apresentao1 100503143622-phpapp01Apresentao1 100503143622-phpapp01
Apresentao1 100503143622-phpapp01
 
Educação para a saúde e sexualidade
Educação para a saúde e sexualidadeEducação para a saúde e sexualidade
Educação para a saúde e sexualidade
 
Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01
Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01
Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01
 
Metodoscontraceptivos 111227125504-phpapp01
Metodoscontraceptivos 111227125504-phpapp01Metodoscontraceptivos 111227125504-phpapp01
Metodoscontraceptivos 111227125504-phpapp01
 
Metodoscontraceptivos 120915103103-phpapp02
Metodoscontraceptivos 120915103103-phpapp02Metodoscontraceptivos 120915103103-phpapp02
Metodoscontraceptivos 120915103103-phpapp02
 
Educaosexualparatodos 120507091742-phpapp02
Educaosexualparatodos 120507091742-phpapp02Educaosexualparatodos 120507091742-phpapp02
Educaosexualparatodos 120507091742-phpapp02
 
Metodos contracetivos e_dst
Metodos contracetivos e_dstMetodos contracetivos e_dst
Metodos contracetivos e_dst
 
175032864 educacao-sexual
175032864 educacao-sexual175032864 educacao-sexual
175032864 educacao-sexual
 
Transmissodavida 2contedosparaoteste-091104030402-phpapp02
Transmissodavida 2contedosparaoteste-091104030402-phpapp02Transmissodavida 2contedosparaoteste-091104030402-phpapp02
Transmissodavida 2contedosparaoteste-091104030402-phpapp02
 
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
 
Andrcludiorui 120207111311-phpapp02
Andrcludiorui 120207111311-phpapp02Andrcludiorui 120207111311-phpapp02
Andrcludiorui 120207111311-phpapp02
 
Mtodoscontraceptivos7c 110628063301-phpapp02
Mtodoscontraceptivos7c 110628063301-phpapp02Mtodoscontraceptivos7c 110628063301-phpapp02
Mtodoscontraceptivos7c 110628063301-phpapp02
 
Mtodos contraceptivos-1199534859604562-3
Mtodos contraceptivos-1199534859604562-3Mtodos contraceptivos-1199534859604562-3
Mtodos contraceptivos-1199534859604562-3
 
229
229229
229
 
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
Cn9metodosanticoncepcionais 101122031931-phpapp01
 
5 mtodos-contracep-1233068264563111-3
5 mtodos-contracep-1233068264563111-35 mtodos-contracep-1233068264563111-3
5 mtodos-contracep-1233068264563111-3
 
Apresentaaofinal 121011034715-phpapp02
Apresentaaofinal 121011034715-phpapp02Apresentaaofinal 121011034715-phpapp02
Apresentaaofinal 121011034715-phpapp02
 

Semelhante a Métodos contraceptivos: prevenção de gravidez e DST

Rita martins metodos_contraceptivos_16_21_22_24
Rita martins metodos_contraceptivos_16_21_22_24Rita martins metodos_contraceptivos_16_21_22_24
Rita martins metodos_contraceptivos_16_21_22_24Cláudia Bonifácio
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivoswagneripo
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivoswagneripo
 
Metodos Químicos
Metodos QuímicosMetodos Químicos
Metodos QuímicosDarkWolf
 
Métodos contraceptivos químicos
Métodos contraceptivos   químicosMétodos contraceptivos   químicos
Métodos contraceptivos químicosap3bmachado
 
Métodos Contraceptivos Pilula
Métodos  Contraceptivos PilulaMétodos  Contraceptivos Pilula
Métodos Contraceptivos Pilulaesas8e
 
MéTodos Contraceptivos Pilula
MéTodos Contraceptivos PilulaMéTodos Contraceptivos Pilula
MéTodos Contraceptivos Pilulaesas8e
 
Métodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaMétodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaesas8e
 
Métodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaMétodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaguesta85e86
 
Métodos contaceptivos
Métodos contaceptivosMétodos contaceptivos
Métodos contaceptivosURCA
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosPeses Ourique
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosBetania Alpoim
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivosEduarda P.
 
Contracepção
ContracepçãoContracepção
Contracepçãoana mendes
 
biologia 12º - Metodos contracetivos
biologia 12º - Metodos contracetivosbiologia 12º - Metodos contracetivos
biologia 12º - Metodos contracetivosDaniela Filipa Sousa
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosHelena Rocha
 

Semelhante a Métodos contraceptivos: prevenção de gravidez e DST (20)

Rita martins metodos_contraceptivos_16_21_22_24
Rita martins metodos_contraceptivos_16_21_22_24Rita martins metodos_contraceptivos_16_21_22_24
Rita martins metodos_contraceptivos_16_21_22_24
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Apresentaçao importante
Apresentaçao importanteApresentaçao importante
Apresentaçao importante
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Metodos Químicos
Metodos QuímicosMetodos Químicos
Metodos Químicos
 
Métodos contraceptivos químicos
Métodos contraceptivos   químicosMétodos contraceptivos   químicos
Métodos contraceptivos químicos
 
Métodos Contraceptivos Pilula
Métodos  Contraceptivos PilulaMétodos  Contraceptivos Pilula
Métodos Contraceptivos Pilula
 
MéTodos Contraceptivos Pilula
MéTodos Contraceptivos PilulaMéTodos Contraceptivos Pilula
MéTodos Contraceptivos Pilula
 
Métodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaMétodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilula
 
Métodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilulaMétodos contraceptivos pilula
Métodos contraceptivos pilula
 
Métodos contaceptivos
Métodos contaceptivosMétodos contaceptivos
Métodos contaceptivos
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos Contraceptivos
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos Contraceptivos
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Trab Higiene Contrac 97 2003
Trab Higiene Contrac   97 2003Trab Higiene Contrac   97 2003
Trab Higiene Contrac 97 2003
 
Contracepção
ContracepçãoContracepção
Contracepção
 
biologia 12º - Metodos contracetivos
biologia 12º - Metodos contracetivosbiologia 12º - Metodos contracetivos
biologia 12º - Metodos contracetivos
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos Contraceptivos
 

Mais de Pelo Siro

Mais de Pelo Siro (20)

1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas1195593414 substancias quimicas
1195593414 substancias quimicas
 
11955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 111955889 121.derrames 1
11955889 121.derrames 1
 
1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros1196259117 primeiros socorros
1196259117 primeiros socorros
 
1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais1199995673 riscos profissionais
1199995673 riscos profissionais
 
119625756 motsser2
119625756 motsser2119625756 motsser2
119625756 motsser2
 
119999888 revisoes
119999888 revisoes119999888 revisoes
119999888 revisoes
 
119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos119558341 123.avaliacao de_riscos
119558341 123.avaliacao de_riscos
 
2146
21462146
2146
 
2079
20792079
2079
 
2080
20802080
2080
 
2064
20642064
2064
 
2061
20612061
2061
 
2060
20602060
2060
 
2032
20322032
2032
 
2031
20312031
2031
 
2019
20192019
2019
 
2018
20182018
2018
 
2017
20172017
2017
 
2015
20152015
2015
 
2014
20142014
2014
 

Métodos contraceptivos: prevenção de gravidez e DST

  • 1.  Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos:: • Os métodos contraceptivos, como jásabem, servempara evitaragravidez não desejada etambémas DST. • Esses métodos estão divididos em naturais, artificiais nãohormonais, artificiais hormonais, econtracepção cirúrgica.
  • 2. Metodos artificiais nãoMetodos artificiais não hormonaishormonais *Preservativo*Preservativo Preservativo ou Camisa de Vénus, é umPreservativo ou Camisa de Vénus, é um invólucro de borracha que impede que osinvólucro de borracha que impede que os espermatozóides penetrem na vagina Éespermatozóides penetrem na vagina É feito de látex ou poliretano e geralmentefeito de látex ou poliretano e geralmente vem já lubrificado, existindo em váriasvem já lubrificado, existindo em várias cores e aromas. Tem um tamanho único, ecores e aromas. Tem um tamanho único, e vendem-se em farmácias e supermercados.vendem-se em farmácias e supermercados.
  • 3.  Modo de utilização:Modo de utilização: • Deve-se colocar sobre o pénis erecto, antes da penetração, deixando um pequeno espaço na ponta para recolher o esperma e este não ir para o óvulo; • Nunca deverá ser reutilizado; • Retirar com o pénis ainda erecto.
  • 4.  Vantagens:Vantagens: • De fácil utilização, não precisa de controlo médico, nem tem efeitos secundários No entanto, pode diminuir a sensibilidade dos orgãos genitais , especialmente masculinos.
  • 5.  Eficácia e protecção contra osEficácia e protecção contra os DST:DST: • O preservativo e extremamente eficaz, principalmente quando usado com creme espermicidas ( matam os espermatozóides, e é aplicado pela mulher ), muito úteis quando existe alguma falha no preservativo. • Reduz o risco de transmissão de SIDA/HIV em aproximadamente 85% • Reduz o risco de gonorreia nos homens em aproximadamente 71%.
  • 6.  Diafragma:Diafragma: • Espécie de capinha de borracha ou silicone, com um anel elástico à volta, que se coloca no interior na vagina da mulher, cobrindo o colo do útero Actua como uma barreira, impedindo que os espermatozóides alcancem o oócito, e que se de a fecundação.
  • 7.  Modo de utilização:Modo de utilização: • Usa-se com cremes espermicidas, postos dentro do diafragma. Consultar o ginecologista para determinar a medida necessária, e como colocar.
  • 8.  Vantagens:Vantagens: • Pode ser reutilizado, e se seguidas as instruções de uso, pode durar ate 2 anos, não interferindo com o ciclo menstrual. • No entanto, provoca um odor fétido e um corrimento vaginal.
  • 9. DIU ( Dispositivo Intra Uterino )DIU ( Dispositivo Intra Uterino ) • Pequeno objecto flexível de plástico ou metal, com diferentes formas, inserido por um médico. Introduz- -se no útero, dificultando o trajecto dos espermatozóides até as trompas de Falópio, impedindo assim a nidificação no endométrio.
  • 10.  Protecção contra os DST:Protecção contra os DST: • O Diafragma não protege contra as doenças sexualmente transmissíveis!!  Eficácia: • A eficácia do diafragma não é muito elevada, pois tem um índice de falha de cerca de 10%.
  • 11.  Modo de Aplicação:Modo de Aplicação: • É aplicado por um ginecologista, no útero, e dura entre 3 a 5 anos. • Recomendado para adolescentes ou mulheres que nunca tenham tido filhos.
  • 12.  Vantagens:Vantagens: • Não interfere com o acto sexual, mas provoca menstruações abundantes, aumentando as dores. • É um método bastante eficaz.
  • 13. Protecção contra DST:Protecção contra DST: • O DIU não protege das infecções sexualmente transmissíveis!
  • 14.  Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos artificiais hormonais:artificiais hormonais: • Os métodos contraceptivos hormonais são:  Pílula Oral Injecção  Implantes  Pílula vaginal  Anel vaginal  contracepção de emergência (pílula)
  • 15.  ANTICONCEPCIONAL ORALANTICONCEPCIONAL ORAL (PÍLULA)(PÍLULA) • Existem vários tipos de pílulas, com diferentes combinações de hormonas, de dosagens alta ou baixa, que servem para evitar a ovulação da mulher. A sua eficácia é de 98,5% para evitar a gravidez, já que os espermatozóides não encontram óvulos para fecundar.
  • 16. Importante:Importante: Os anticoncepcionais hormonais devem ser utilizadosOs anticoncepcionais hormonais devem ser utilizados com indicação médica, pois podem trazer prejuízos àcom indicação médica, pois podem trazer prejuízos à saúde se não forem usado correctamente.saúde se não forem usado correctamente. Não devem ser usados por mulheres com mais de 35Não devem ser usados por mulheres com mais de 35 anos e fumadoras. São contra-indicados para quemanos e fumadoras. São contra-indicados para quem teve trombose, neoplastia, diabetes, para mulheresteve trombose, neoplastia, diabetes, para mulheres com hipertensão arterial, hepatites, com problemascom hipertensão arterial, hepatites, com problemas cardiovasculares, entre outros.cardiovasculares, entre outros. DDependendo do tipo de hormonas de que é feita, aependendo do tipo de hormonas de que é feita, a pílula não deve ser utilizada por mulheres que estejampílula não deve ser utilizada por mulheres que estejam a amamentar, pois reduz a quantidade de leite materno.a amamentar, pois reduz a quantidade de leite materno. Nestes casos, existe uma única indicação, a minipípulaNestes casos, existe uma única indicação, a minipípula , que só contém progesterona para uso contínuo., que só contém progesterona para uso contínuo.
  • 17.  Como usar:Como usar: Tomar diariamente, de preferência no mesmo horário,Tomar diariamente, de preferência no mesmo horário, iniciando conforme a recomendação médica.iniciando conforme a recomendação médica. Caso haja esquecimento: Se não tiver passado 12Caso haja esquecimento: Se não tiver passado 12 horas do horário: tomar o comprimido esquecidohoras do horário: tomar o comprimido esquecido imediatamente e o próximo no horário previsto do dia.imediatamente e o próximo no horário previsto do dia. Se o período de esquecimento ultrapassar 12 horas:Se o período de esquecimento ultrapassar 12 horas: espere o horário normal e tome 2 pílulas: a esquecidaespere o horário normal e tome 2 pílulas: a esquecida e a do dia. Continue a tomar as outras até o fim dae a do dia. Continue a tomar as outras até o fim da embalagem e use preservativo em todas as relaçõesembalagem e use preservativo em todas as relações sexuais até a menstruação aparecer. Caso osexuais até a menstruação aparecer. Caso o esquecimento ultrapasse 2 ou 3 dias, tomar uma dasesquecimento ultrapasse 2 ou 3 dias, tomar uma das esquecidas e a do dia normal e continue a tomar asesquecidas e a do dia normal e continue a tomar as outras normalmente.outras normalmente.
  • 18. Vantagens:Vantagens: A mulher toma diariamente e não precisaA mulher toma diariamente e não precisa utilizar métodos na hora da relação sexual.utilizar métodos na hora da relação sexual. Quando suspenso o uso da pílula, os ováriosQuando suspenso o uso da pílula, os ovários voltam à função normalmente.voltam à função normalmente. Regula o ciclo menstrual, diminui o fluxoRegula o ciclo menstrual, diminui o fluxo menstrual e alivia as cólicasmenstrual e alivia as cólicas Desvantagens:Desvantagens: Exige responsabilidade, pois deve ser tomadaExige responsabilidade, pois deve ser tomada diariamente e sempre no mesmo horário. Se adiariamente e sempre no mesmo horário. Se a mulher se esquecer de tomar o comprimidomulher se esquecer de tomar o comprimido poderá engravidar.poderá engravidar. Contra indicado para mulheres com mais deContra indicado para mulheres com mais de 35 anos e fumadoras.35 anos e fumadoras. Não previne contra as DSTNão previne contra as DST
  • 19. INJEÇÃO CONTRACEPTIVAINJEÇÃO CONTRACEPTIVA • É uma injecção com alta dosagem de hormonas, que tem efeito prolongado contra a ovulação e que altera o muco cervical e o estado das trompas. Como impede a fecundação, tem eficácia de cerca de 98,5% quando utilizada correctamente.
  • 20. Importante:Importante: Devem ser utilizados sempre com prescrição e acompanhamento médico e a sua aplicação com data mensal pré-estabelecida. Como todos os outros contraceptivos de hormonas combinadas, não deve ser usada por mulheres com mais de 35 anos e fumantes. São também contra-indicadas para quem teve trombose, neoplastias, diabetes insulino-dependentes, para mulheres com hipertensão arterial, hepatites, problemas cardiovasculares, glaucoma, entre outros. Dependendo do tipo de hormonas que é feita, a injecção não deve ser utilizada por mulheres que estejam amamentando, pois reduz a quantidade de leite materno tal como a pílula. Não são indicadas, principalmente durante os dois primeiros anos após a monarca (primeira menstruação) e no climatérico (menopausa), após 40 anos.
  • 21. Como utilizar:Como utilizar: • Existem 2 tipos:  A Mensal, composta de 2 hormonas, que deve ser aplicada uma vez por mês, entre o 7º e o 10º dia após o início da menstruação de preferência no 8º dia, observando-se a orientação médica A Trimestral, que possui apenas um tipo de hormonas e deve ser aplicada a cada três meses. A primeira dose deve ser aplicada entre o 5º e o 7º dia do início da menstruação e a partir do terceiro trimestre deve ser repetida a dose, de preferência no mesmo dia em que foi tomada anteriormente, pois ela causa a suspensão da menstruação (amenorreia).
  • 22. Vantagens:Vantagens: Não interfere nas relações sexuaisNão interfere nas relações sexuais Não precisa ser usada no dia a dia.Não precisa ser usada no dia a dia. Desvantagens:Desvantagens: Exige os mesmos cuidados para o usoExige os mesmos cuidados para o uso que a pílula anticoncepcional;que a pílula anticoncepcional; Alguns tipos provocam sobrecargaAlguns tipos provocam sobrecarga hormonal, portanto aumento dahormonal, portanto aumento da circulação sanguínea, com risco decirculação sanguínea, com risco de varizes, hipertensão, trombose evarizes, hipertensão, trombose e problemas circulatórios;problemas circulatórios; Não deve ser utilizada por fumadoresNão deve ser utilizada por fumadores ou mulheres acima de 35 anos de idade.ou mulheres acima de 35 anos de idade.
  • 23. IMPLANTE SUBCUTÂNEOIMPLANTE SUBCUTÂNEO • O implante subcutâneo é um método a base de hormonas artificiais, que não permite que a mulher ovule, desta forma não há gravidez. Ele é introduzido por um médico(a) sob a pele da mulher, e vai liberando doses de hormonas diárias no organismo por vários anos.  
  • 24. Importante:Importante: • Os anticoncepcionais hormonais devem ser utilizados com indicação médica, pois podem trazer prejuízos à saúde se usados indevidamente •  Não devem ser usados por mulheres com mais de 35 anos e fumadoras são contra-indicados para quem teve trombose, neoplastia, diabetes insulino- dependentes, para mulheres com hipertensão arterial hepatites, com problemas cardiovasculares, glaucoma, entre outros. • Não deve ser utilizado por mulheres que estejam amamentando, pois reduz a quantidade de leite materno.
  • 25. VantagensVantagens:: • A mulher não precisa se preocupar com a utilização de métodos no dia-a-dia.   •  Quando suspenso o uso dessa pílula vaginal, os ovários voltam à função normalmente.   Desvantagens: • É contra indicado para mulheres com mais de 35 anos e fumantes. •    Não previne contra as DST.. •   Reduz o ciclo menstrual com o passar do tempo e tende a anula-lo (a mulher deixa de menstruar).   • O seu uso não pode ser interrompido instantaneamente, é necessário procurar um médico para retirar o implante.  
  • 26. Pílula VaginalPílula Vaginal • A pílula vaginal é um método a base de hormonas artificiais, que não permite que a mulher “ovule”, desta forma não há gravidez. Ela é utilizada diariamente e deve ser introduzida na vagina para ser absorvida pelo organismo. Essa opção normalmente é utilizada por pessoas que em problemas no estômago ou com a pílula anticoncepcional oral.   •
  • 27. Importante:Importante: •  Os anticoncepcionais hormonais devem ser utilizados com  indicação médica, pois podem trazer prejuízos à saúde se usados indevidamente •  Não devem ser usados por mulheres com mais de 35 anos e fumadoras são contra-indicados para quem teve trombose, neoplastias, diabetes insulino- dependentes, para mulheres com hipertensão arterial, hepatites, com problemas cardiovasculares, glaucoma, entre outros. • Dependendo do tipo de hormonas que é feita, a pílula não deve ser utilizada por mulheres que estejam a amamentar, pois reduz a quantidade de leite materno. • Como usar: introduzir um comprimido diariamente na vagina.
  • 28. • Vantagens: A mulher não precisa se preocupar com a utilização de métodos no dia-a-dia. Quando suspenso o uso dessa pílula vaginal, os ovários voltam à função normalmente. • Desvantagens: Exige disciplina, pois deve ser introduzida na vagina diariamente, sempre no mesmo horário. Se a mulher esquecer de tomar o comprimido poderá engravidar. Contra indicado para mulheres com mais de 35 anos e fumantes. Não previne contra as DST. Costuma ter um custo mais elevado do que as pílulas anticoncepcionais orais.
  • 29. Anel Vaginal:Anel Vaginal: O anel vaginal é um método a baseO anel vaginal é um método a base de hormonas artificiais, que nãode hormonas artificiais, que não permite que a mulher crie óvulos,permite que a mulher crie óvulos, desta forma não há gravidez. Eladesta forma não há gravidez. Ela deve ser introduzido uma vez pordeve ser introduzido uma vez por mês na vagina, e vai soltando amês na vagina, e vai soltando a carga hormonal que é absorvidacarga hormonal que é absorvida diariamente pelo organismo. Nodiariamente pelo organismo. No próximo uso (mês), coloca-se outropróximo uso (mês), coloca-se outro anel vaginalanel vaginal..
  • 30. ImportanteImportante:: Os anticoncepcionais hormonais  devem ser  utilizados  com  indicação médica, pois podem trazer prejuízos à saúde se usados indevidamente •  Não devem ser usados por mulheres com mais de 35 anos e fumadoras. são contra-indicados para quem teve trombose, neoplastias, diabetes insulino- dependentes, hipertensão arterial,  hepatites, problemas cardiovasculares, glaucoma, entre outros. •  Dependendo do tipo de hormonas que é feita, o “anel” não deve ser utilizado por mulheres que estejam a amamentar, pois reduz a quantidade de leite materno.  Como Usar:     introduzir o “anel” na vagina no início do ciclo menstrual.  
  • 31. VantagensVantagens || DesvantagensDesvantagens:: • A mulher introduz na vagina e não precisa utilizar métodos na hora da relação sexual. Como é colocada na vagina não causa mal estar, nem vómitos ou náuseas. • Quando suspenso o uso desse anel vaginal, os ovários voltam à função normalmente. • Regula o ciclo menstrual, diminui o fluxo menstrual e alivia as cólicas. É contra indicado para mulheres com mais de 35 anos e fumadoras. • Não previne contra as DST/AIDS. • Costuma ter um custo mais elevado do que as pílulas anticoncepcionais orais.
  • 32. Contracepção de EmergênciaContracepção de Emergência ouou Pílula do dia seguinte:Pílula do dia seguinte: • O que é Contracepção de Emergência? É um método contraceptivo PARA SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA que pode ser usado até 5 dias depois que a relação sexual ter acontecido e houve risco de gravidez. Quanto mais rápido é o uso maior a eficácia. Recomendado para casos com problemas com o método de uso regular (falha do preservativo, expulsão do DIU, deslocamento do Diafragma e.t.c), e eventual relação sem protecção. É feito a base de doses fortes de hormonas que impedem a ovulação e a mobilidade dos espermatozóides no útero, impedindo a fecundação e, consequentemente, a gravidez. Ele pode ser usado na forma de dose pronta (com melhor eficácia média, contra a gravidez de 99,9%) ou através de doses combinadas (método YUSPE) a partir de pílulas anticoncepcionais orais (com eficácia média contra a gravidez de 96,8%).
  • 33. Importante:Importante: Não é um método para ser usado com frequência, só emNão é um método para ser usado com frequência, só em situações de emergência, pois usado regularmente ou comsituações de emergência, pois usado regularmente ou com repetição pode desregular o ciclo menstrual e facilitar umarepetição pode desregular o ciclo menstrual e facilitar uma gravidez. Quando tomado regularmente tende a falhar mais quegravidez. Quando tomado regularmente tende a falhar mais que os outros contraceptivos de uso regular.os outros contraceptivos de uso regular. Deve ser utilizado quando houve falha do preservativo femininoDeve ser utilizado quando houve falha do preservativo feminino ou masculino, relação sexual com o diafragma deslocado ouou masculino, relação sexual com o diafragma deslocado ou relação sem uso de qualquer método contraceptivo. Quanto maisrelação sem uso de qualquer método contraceptivo. Quanto mais cedo for tomada maior sua eficácia contra a gravidez.cedo for tomada maior sua eficácia contra a gravidez. O efeito após 5 dias é mínimo, seu maior efeito é nas primeiras 72O efeito após 5 dias é mínimo, seu maior efeito é nas primeiras 72 horas depois da relação sexual.horas depois da relação sexual. Não funciona para as relações sexuais mantidas depois que forNão funciona para as relações sexuais mantidas depois que for tomada (só protege das anteriores).tomada (só protege das anteriores). A contracepção de emergência não é abortiva, por isso nãoA contracepção de emergência não é abortiva, por isso não causa sangramentos.causa sangramentos.
  • 35. Vantagens | DesvantagensVantagens | Desvantagens:: •   O único método contraceptivo que pode ser utilizado pela mulher após a relação sexual. •   No caso de falha do método, não causa efeitos transversais no feto. •   Não é abortiva, previne o aborto • Previne a Gravidez Não-Planejada como mais uma opção contraceptiva. • Os comprimidos possuem alta concentração de hormonas e só devem ser utilizadas em casos de emergência. • Em mulheres que amamentam, pode diminuir a quantidade do leite materno. • Os comprimidos podem causar efeitos transversais leves como: náuseas, vómitos, tontura, desconforto nos seios e dor de cabeça. (Para  minimizar as náuseas tome os comprimidos após comer algum alimento) • A menstruação pode adiantar ou atrasar alguns dias. • O uso repetido ou frequente, desregula o ciclo menstrual e facilita a gravidez mais do que os outros métodos. • Medicamentos, como barbitúricos e alguns antibióticos, podem reduzir a eficácia deste método. • Não previne contra as DST.
  • 36. O Penso contraceptivo:O Penso contraceptivo: • O penso contraceptivo é um contraceptivo que é um autocolante. Tem a mesma eficácia da pílula e o mesmo modo de actuação, é aplicado em cima da pele e não tem a inconveniência dos habituais esquecimentos. É um adesivo que liberta hormonas através da pele. Estas entram na corrente sanguínea, impedindo a ovulação.
  • 37. Como se usa:Como se usa: • Coloca-se durante três semanas consecutivas e, tal como na pílula, descansa-se na quarta semana, quando se dará a hemorragia de privação. Pode ser colocado e retirado quando se quiser; quando se retira termina a protecção contraceptiva e pode haver uma hemorragia. Este adesivo pode ser colocado nas nádegas, no abdómen, no dorso superior ou no antebraço. Quanto aos efeitos secundários, são os mesmos que a pílula apresenta. Só pode ser adquirido mediante prescrição médica.
  • 38. Método contraceptivo de longa duração Método contraceptivo de longa duração  que utiliza apenas um progestativo que utiliza apenas um progestativo  (hormona, semelhante à progesterona ).(hormona, semelhante à progesterona ). • Trata-se de um bastonete / implante que tem uma colocação mesmo por baixo da pele (implante intradérmico) e que vai libertando gradualmente e de forma contínua uma substância que se chama Etonogestrel. Este método contraceptivo, se for inserido no primeiro dia do ciclo, dá uma elevada eficácia contraceptiva desde as primeiras 24 horas e prolonga-se durante 3 anos. Tal como outros métodos hormonais progestativos, provocam alterações do ciclo menstrual e ao fim de algum tempo - cerca de 6 meses a um ano- a mulher pode deixar de menstruar. Entretanto, se se remover o implante, a normalização do ciclo surge quase de imediato, tal como a fertilidade.
  • 39. Doenças SexualmenteDoenças Sexualmente Trasmissiveis ( DST )Trasmissiveis ( DST ) • Doença sexualmente transmissível (ou DST) é a designação pela qual é conhecida uma categoria de patologias antigamente conhecidas como doenças venéreas. São doenças infecciosas que se transmitem essencialmente pelo contacto sexual. O uso de preservativo é a medida mais eficiente para prevenir a contaminação e travar a sua disseminação.
  • 40. SidaSida • A Síndrome da imunodeficiência adquirida, conhecida nos países de língua oficial portuguesa pelo acrónimo SIDA é o conjunto de sintomas e infecções em seres humanos resultantes do dano específico do sistema imunológico ocasionado pelo Vírus da imunodeficiência humana (VIH, ou HIV segundo a terminologia anglo-saxónica). O alvo principal é os linfócitos TCD4, fundamentais para a coordenação das defesas do organismo. Assim que o número destes linfócitos diminui abaixo de certo nível, o colapso do sistema imune é possível, abrindo caminho a doenças oportunistas e tumores que podem matar o doente. Existem tratamentos para a SIDA/AIDS e o HIV que diminuem a progressão viral, mas não há nenhuma cura conhecida.
  • 41. Fim*Fim* • Esperamos que tenham gostado do trabalho e não se esqueçam: Usem sempre precaução! Trabalho feito por: -Izaura Carvalho nº10 -Mónica Santos nº19 -Rita Moura nº20 -Teresa Viegas nº24 -Marta Domingos nº