MÉTODOS CONTRACEPTIVOS HORMONAIS
Viva a sua sexualidade de forma saudável e segura
 Elevada eficácia e segurança
 Comodidade
 Não interferem com a relação
sexual
 Não diminuem a fertilidade
 Menor pro...
DIFERENTES MÉTODOS CONTRACEPTIVOS HORMONAIS
Orais: Pílula Combinada e Progestativa
Injectáveis
Anel Vaginal
Adesivos
Impla...
TAXA DE EFICÁCIA DOS DIFERENTES
MÉTODOS CONTRACEPTIVOS HORMONAIS
MÉTODOS CONTRACEPTIVOS ORAIS: PÍLULA COMBINADA
E PROGESTATIVA
 Podem ser utilizados desde a
adolescência até à menopausa
 São reversíveis
 Diminuem ou eliminam as cólicas e outras
d...
DESVANTAGENS DE AMBOS
 Não protegem contra as DST’s
 São de toma diária, e devem ser tomados de preferência no mesmo
hor...
COMO TOMAR A PÍLULA CORRECTAMENTE?
E O QUE FAZER QUANDO SE ESQUECER DE TOMAR A PÍLULA ?
MÉTODOS CONTRACEPTIVOS INJECTÁVEIS
 É discreto e prático na sua
utilização, uma vez que não
interfere na relação sexual e
não obriga à toma diária,
como suc...
MÉTODO CONTRACEPTIVO: ANEL VAGINAL
 Comparativamente aos
contraceptivos orais, a
utilização deste método
diminui o perigo de
esquecimento de tomas, já
que s...
ADESIVOS
 A humidade não afecta o adesivo
permitindo assim levar uma vida
normal: tomar banho, fazer
exercício físico, etc.
 Os p...
IMPLANTES SUBCUTÂNEOS
 São eficazes
 São seguros
 São discretos
 Representam uma boa
alternativa à esterilização,
pois são métodos reversíve...
S.I.U. E D.I.U.
 Para além do seu grau de
eficácia, é um método
reversível e de longa duração
 Não protege contra as DST's
 A colocação...
CONTRACEPÇÃO DE EMERGÊNCIA
 Opção de emergência para
relação não programada e
eventual
 A contracepção de
emergência pode contribuir
para diminuir ...
SEJA RESPONSÁVEL. APOSTE NUMA
BOA PREVENÇÃO!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01

344 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodoscontraceptivos 110118061120-phpapp01

  1. 1. MÉTODOS CONTRACEPTIVOS HORMONAIS Viva a sua sexualidade de forma saudável e segura
  2. 2.  Elevada eficácia e segurança  Comodidade  Não interferem com a relação sexual  Não diminuem a fertilidade  Menor probabilidade de desenvolver cancro do ovário, do endométrio e da mama  Menos dores menstruais  Diminuição do fluxo menstrual  Melhoria da pele (acne)  Ajuda a parar o crescimento excessivo de pêlos no corpo  Não previnem contra as DST’s  Risco de aparecimento de doenças do aparelho circulatório  No caso da pílula, esta tem que ser tomada diariamente  Náuseas  Ganho de peso  Aumento de volume dos seios  Corrimento vaginal  Diminuição do apetite sexual  Dores de cabeça  Os contraceptivos injectáveis e implantes podem provocar irregularidades menstruais VANTAGENS DESVANTAGENS
  3. 3. DIFERENTES MÉTODOS CONTRACEPTIVOS HORMONAIS Orais: Pílula Combinada e Progestativa Injectáveis Anel Vaginal Adesivos Implantes subcutâneos S.I.U. e D.I.U.
  4. 4. TAXA DE EFICÁCIA DOS DIFERENTES MÉTODOS CONTRACEPTIVOS HORMONAIS
  5. 5. MÉTODOS CONTRACEPTIVOS ORAIS: PÍLULA COMBINADA E PROGESTATIVA
  6. 6.  Podem ser utilizados desde a adolescência até à menopausa  São reversíveis  Diminuem ou eliminam as cólicas e outras dores menstruais  Regulam a menstruação  O sangramento menstrual torna-se menos abundante e tem menor duração  Reduzem o risco da formação de quistos nos ovários entre 80 a 90%  Protegem contra a Doença Inflamatória Pélvica (DIP)  Previnem o aparecimento de cancro no endométrio e nos ovários  Diminuem a incidência de doença mamária benigna  Reduzem o risco de desenvolvimento de miomas (tumores benignos do útero)  Diminuem o risco de anemia por deficiência de ferro  São eficazes  São seguras  São preferentemente indicadas para mulheres que se encontram no período de amamentação, uma vez que não afectam a qualidade do leite materno  São reversíveis  Podem ser utilizadas por mulheres que apresentam contra-indicações ao uso de estrogéneos  Protegem contra o aparecimento da Doença Inflamatória Pélvica (DIP)  Não leva a grandes alterações no peso corporal  Diminuição de náuseas, vómitos e dores de cabeça Vantagens da pílula combinada Vantagens da Mini-pilula
  7. 7. DESVANTAGENS DE AMBOS  Não protegem contra as DST’s  São de toma diária, e devem ser tomados de preferência no mesmo horário, para evitar esquecimentos  Não são aconselháveis a pessoas distraídas e/ou com problemas de memória  Podem levar ao aparecimento de irregularidades no ciclo menstrual, como sangramentos intermenstruais nos primeiros meses de utilização
  8. 8. COMO TOMAR A PÍLULA CORRECTAMENTE? E O QUE FAZER QUANDO SE ESQUECER DE TOMAR A PÍLULA ?
  9. 9. MÉTODOS CONTRACEPTIVOS INJECTÁVEIS
  10. 10.  É discreto e prático na sua utilização, uma vez que não interfere na relação sexual e não obriga à toma diária, como sucede com os métodos de contracepção orais  Pode melhorar a qualidade do aleitamento  Os riscos de desenvolver a Doença Inflamatória Pélvica, a gravidez ectópica ou o carcinoma do endométrio, são menores  Reduz as perdas de sangue  Não protege contra as DST’s  O método de contracepção hormonal injectável pode provocar irregularidades no ciclo menstrual  O retorno aos níveis de fertilidade é lento Vantagens Desvantagens
  11. 11. MÉTODO CONTRACEPTIVO: ANEL VAGINAL
  12. 12.  Comparativamente aos contraceptivos orais, a utilização deste método diminui o perigo de esquecimento de tomas, já que só deverá ser trocado uma vez por mês.  Alguns medicamentos podem diminuir o efeito do contraceptivo. É o caso de medicamentos para o tratamento da epilepsia, tuberculose, infecções por HIV e Hipertensão.  Não é normal acontecerem efeitos secundários, mas poderá causar náuseas, vómitos ou hemorragia vaginal Vantagens Desvantagens
  13. 13. ADESIVOS
  14. 14.  A humidade não afecta o adesivo permitindo assim levar uma vida normal: tomar banho, fazer exercício físico, etc.  Os perigos de esquecimento de tomas são minimizados, uma vez que as trocas são semanais  É de fácil utilização  Ao contrário da pílula, as hormonas não necessitam de ser absorvidas pelo aparelho digestivo, permitindo que a eficácia deste método não seja posta em causa, em caso de vómitos ou diarreia  Normalmente torna as hemorragias regulares, mais curtas e menos dolorosas  É um método reversível  Não protege contras as DST’s  Podem provocar : - sensibilidade mamária - dores de cabeça - irritação da pele no local de aplicação - náuseas - doenças do aparelho respiratório - dores menstruais e abdominais Vantagens Desvantagens
  15. 15. IMPLANTES SUBCUTÂNEOS
  16. 16.  São eficazes  São seguros  São discretos  Representam uma boa alternativa à esterilização, pois são métodos reversíveis de longa duração e exigem intervenção médica para a interrupção do uso  Eliminam o risco de esquecimento  Indicados para mulheres com história de anemia, de menstruações abundantes e para as que não podem ou não querem usar estrogénios  Não protegem contra as DST’s  Necessidade de um pequeno procedimento cirúrgico com uso de anestésico local para inserção e remoção do implante  O implante pode ser sentido através de uma palpação digital  Pode ocasionar irregularidades do ciclo menstrual, ganho de peso e possibilidade de quistos nos ovários  Pode provocar aumento da sensibilidade mamária e infecção no local do implante Vantagens Desvantagens
  17. 17. S.I.U. E D.I.U.
  18. 18.  Para além do seu grau de eficácia, é um método reversível e de longa duração  Não protege contra as DST's  A colocação do DIU e do SIU têm de ser feitas por um profissional de saúde  Aumento do fluxo menstrual (para o caso dos DIU não hormonais)  Dor pélvica  Corrimento vaginal Vantagens Desvantagens
  19. 19. CONTRACEPÇÃO DE EMERGÊNCIA
  20. 20.  Opção de emergência para relação não programada e eventual  A contracepção de emergência pode contribuir para diminuir a mortalidade consequentes da prática do aborto  Apresentam boa eficácia  As elevadas doses hormonais podem ter consequências negativas na saúde da mulher  Não protegem contra DST’s  Possibilidade de sangramentos intermenstruais  As relações sexuais desprotegidas devem ser interrompidas até se optar por outro método contraceptivo Vantagens Desvantagens
  21. 21. SEJA RESPONSÁVEL. APOSTE NUMA BOA PREVENÇÃO!

×