 O crescimento e o desenvolvimento das plantas são
fortemente influenciados por estímulos como:
 a luz;
 a gravidade;
...
1) Quais serão os principais estímulos que
actuam em A e em B?
2) Qual a resposta da planta a esses estímulos?
 Tropismos: movimentos das plantas na
direcção de um estímulo ambiental, ou na
direcção oposta (movimentos orientados).
P...
 Muitas vezes os movimentos das plantas passam
despercebidos por serem lentos ou não directamente
observáveis.
 Esses mo...
 As respostas das plantas relativamente à luz serviram de base a
investigações que permitiram evidenciar a existência e a...
 A primeira porção da plântula que
emerge do solo é o coleóptilo, …
… invólucro em forma de dedo de luva
que protege as p...
 Charles Darwin (século XIX), conhecido especialmente por ter
desenvolvido a teoria da evolução por selecção natural, ded...
 Darwin observou que:
I- Além das plântulas intactas (A), também se encurvavam para a luz lateral aquelas
que tinham a pa...
 Darwin concluiu que:
 Quando as plântulas estão livremente expostas a
uma iluminação lateral, uma mensagem deve ser
tra...
 Na sequência das experiências de Darwin, outros investigadores
procuraram explicações da curvatura de plantas em crescim...
 Em 1910, Boysen-Jensen evidencia a natureza química do
sinal proveniente do ápice e que causa o encurvamento da
plântula...
 Em 1919, Páal constatou que se o ápice do coleóptilo for
colocado ligeiramente de lado na secção do coleóptilo
decapitad...
 Em 1928, Went colocou diversos ápices de coleóptilos sobre um bloco de gelose,
durante horas.
 Com uma porção desse blo...
 O ápice do coleóptilo controla o crescimento e a
resposta da plântula à luz.
 O controlo é efectuado por intermédio de ...
 Subsequentemente à descoberta das auxinas, outras hormonas foram identificadas.
 Actualmente consideram-se 5 grupos de ...
 As fito-hormonas actuam em quantidades muito
pequenas e muitas vezes interagem umas com as
outras.
 Dessa interacção re...
 Síntese em laboratório de substâncias quimicamente
idênticas às diversas hormonas vegetais e, portanto, com
os mesmos ef...
 A aplicação de hormonas sintéticas veio
revolucionar todo o panorama económico
relacionado com a produção de vegetais ut...
 Um dos casos mais conhecidos de
aplicação indevida de fito-hormonas
sintéticas diz respeito à utilização de
desfolhantes...
 Após investigações, concluiu-se que durante a
produção de um dos agentes utilizados como
desfolhante se produziam também...
Os progressos tecnológicos devem
ser cuidadosamente investigados
antes da sua aplicação.
Hormonas vegetais %2890 min%29
Hormonas vegetais %2890 min%29
Hormonas vegetais %2890 min%29
Hormonas vegetais %2890 min%29
Hormonas vegetais %2890 min%29
Hormonas vegetais %2890 min%29
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hormonas vegetais %2890 min%29

900 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
900
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
120
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hormonas vegetais %2890 min%29

  1. 1.  O crescimento e o desenvolvimento das plantas são fortemente influenciados por estímulos como:  a luz;  a gravidade;  o contacto com outras plantas;  o contacto com qualquer objecto.  Como resposta a esses estímulos, determinados órgãos executam movimentos variados.
  2. 2. 1) Quais serão os principais estímulos que actuam em A e em B? 2) Qual a resposta da planta a esses estímulos?
  3. 3.  Tropismos: movimentos das plantas na direcção de um estímulo ambiental, ou na direcção oposta (movimentos orientados). Positivo: em direcção ao estímulo Negativo: na direcção contrária  Nastias ou movimentos násticos: movimentos não direccionados relativamente ao estímulo
  4. 4.  Muitas vezes os movimentos das plantas passam despercebidos por serem lentos ou não directamente observáveis.  Esses movimentos têm sido objecto de numerosas investigações…
  5. 5.  As respostas das plantas relativamente à luz serviram de base a investigações que permitiram evidenciar a existência e a função de hormonas vegetais ou fito-hormonas.  Nas primeiras investigações foram utilizadas plântulas de gramíneas (aveia, trigo…), após a germinação das respectivas sementes durante alguns dias.
  6. 6.  A primeira porção da plântula que emerge do solo é o coleóptilo, … … invólucro em forma de dedo de luva que protege as primeiras folhas.  Os coleóptilos das gramíneas são sensíveis à luz.  Quando os germinadores são iluminados com luz uniforme crescem verticalmente, mas … … se são iluminados lateralmente, os coleóptilos em crescimento curvam-se na direcção da luz.
  7. 7.  Charles Darwin (século XIX), conhecido especialmente por ter desenvolvido a teoria da evolução por selecção natural, dedicou-se posteriormente ao estudo de plantas.  Com o seu filho Francis, efectuou diversas experiências sobre o crescimento de plantas à luz.
  8. 8.  Darwin observou que: I- Além das plântulas intactas (A), também se encurvavam para a luz lateral aquelas que tinham a parte superior do coleóptilo (ápice) coberta por material trasparente (D); II- As plântulas a que foi removido o ápice (B) ou aquelas em que o ápice tinha sido recoberto por material opaco (C) não efectuavam qualquer curvatura quando expostas à luz lateral.
  9. 9.  Darwin concluiu que:  Quando as plântulas estão livremente expostas a uma iluminação lateral, uma mensagem deve ser transmitida do ápice para a parte inferior do coleóptilo, causando a curvatura desta zona.
  10. 10.  Na sequência das experiências de Darwin, outros investigadores procuraram explicações da curvatura de plantas em crescimento relativamente à luz.
  11. 11.  Em 1910, Boysen-Jensen evidencia a natureza química do sinal proveniente do ápice e que causa o encurvamento da plântula em relação à luz lateral ao recolocar o ápice cortado sobre a secção do coleóptilo decapitado, com uma lâmina de gelose (gelatina) intercalada entre eles.
  12. 12.  Em 1919, Páal constatou que se o ápice do coleóptilo for colocado ligeiramente de lado na secção do coleóptilo decapitado, ocorre uma curvatura da plântula, mesmo que esteja a ser iluminada por luz uniforme.
  13. 13.  Em 1928, Went colocou diversos ápices de coleóptilos sobre um bloco de gelose, durante horas.  Com uma porção desse bloco de gelose, assente apenas em metade da secção de um coleóptilo decapitado, verificou que mesmo com luz uniforme ocorria a curvatura para o lado oposto ao que tinha o bloco, como se fosse em direcção a uma fonte luminosa lateral.  Went admitiu que no ápice dos coleóptilos se produz uma hormona, a qual se difunde para o bloco de gelose e, posteriormente, deste para a secção cortada desses coleóptilos.
  14. 14.  O ápice do coleóptilo controla o crescimento e a resposta da plântula à luz.  O controlo é efectuado por intermédio de uma hormona elaborada no ápice do coleóptilo, a qual, por difusão, atinge uma zona inferior  O encurvamento resulta de um crescimento desigual das células. As mais afastadas da luz recebem maior quantidade de hormona e ficam mais longas, crescem, curvando-se em relação à luz lateral.  À hormona em causa Went chamou AUXINA (do grego auxeín = crescer)
  15. 15.  Subsequentemente à descoberta das auxinas, outras hormonas foram identificadas.  Actualmente consideram-se 5 grupos de fito-hormonas.  Para simples consulta, está apresentado em baixo o quadro relativo a algumas acções desses 5 tipos de hormonas vegetais.
  16. 16.  As fito-hormonas actuam em quantidades muito pequenas e muitas vezes interagem umas com as outras.  Dessa interacção resultam respostas das células- alvo, que desencadeiam o crescimento e o desenvolvimento das plantas.  Após terem actuado, as hormonas são degradadas.
  17. 17.  Síntese em laboratório de substâncias quimicamente idênticas às diversas hormonas vegetais e, portanto, com os mesmos efeitos que elas.  Estas hormonas sintéticas são chamadas reguladores de crescimento e utilizam-se, actualmente, em diversos sectores ligados à produção, armazenamento e distribuição de alimentos de natureza vegetal.  Os reguladores de crescimento são aplicados no sentido de maior produtividade e maiores lucros.
  18. 18.  A aplicação de hormonas sintéticas veio revolucionar todo o panorama económico relacionado com a produção de vegetais utilizados na alimentação e na ornamentação.  No entanto, muitas vezes ocorrem graves problemas, quer ecológicos quer na saúde humana:  durante a produção dessas substâncias;  durante a sua aplicação (quando mal orientada e excessiva).
  19. 19.  Um dos casos mais conhecidos de aplicação indevida de fito-hormonas sintéticas diz respeito à utilização de desfolhantes em larga escala durante a guerra do Vietname.  Vários produtos foram utilizados na pulverização das florestas no sentido de diminuir a densidade da folhagem.  Para além do grave problema ecológico provocado pela perda de floresta tropical, surgiram mais tarde problemas graves na saúde das populações nativas e em membros das forças armadas dos EUA que tinham estado expostos a esses produtos.
  20. 20.  Após investigações, concluiu-se que durante a produção de um dos agentes utilizados como desfolhante se produziam também dioxinas,… …substâncias altamente cancerígenas.  Daí o aparecimento de doenças como a leucemia e outros tipos de cancro, além do nascimento de muitas crianças com deficiências graves.  O uso desses produtos foi proibido desde 1977.
  21. 21. Os progressos tecnológicos devem ser cuidadosamente investigados antes da sua aplicação.

×