PERIGOS DA ELETRICIDADE:
CHOQUE ELÉTRICO
1.1 EFEITOS DA CORRENTE ELÉTRICA
A) TETANIZAÇÃO
B) PARADA RESPIRATÓRIA
C) QUEIMADURAS
D) FIBRILAÇÃO VENTRICULAR
1.2 ZONAS ...
TETANIZAÇÃO
Contração muscular produzida pelo impulso
elétrico;
Perigo: o indivíduo ficar “agarrado” durante
o tempo em qu...
PARADA RESPIRATÓRIA
Contração dos músculos ligados à
respiração;
A permanência da corrente leva o indivíduo
a perda de con...
QUEIMADURA
Calor produzido pela corrente por efeito
Joule;
Mais intensos nos pontos de entrada e saída;
Mais graves quanto...
FIBRILAÇÃO VENTRICULAR
O CORAÇÃO: músculo cardíaco (miocardio) que
contrai-se por impulsos elétricos provenientes do
nódul...
ZONAS DE EFEITO
IMPEDÂNCIA DO CORPO HUMANO
Varia de pessoa para pessoa, na mesma pessoa
de acordo com condições fisiológicas e ambientais....
PROTEÇÃO CONTRA CHOQUES
ELÉTRICOS
PROTEÇÃO
CONTRA
TIPO PASSIVA ATIVA
Contados
diretos e
indiretos
Extra baixa tensão
Conta...
PROTEÇÃO CONTRA CHOQUES
ELÉTRICOS
PROTEÇÃO
CONTRA
TIPO PASSIVA ATIVA
Contados
diretos e
indiretos
Extra baixa tensão
Conta...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Choque elétrico márcio de almeida - apresentação power point

3.028 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.028
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
690
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Choque elétrico márcio de almeida - apresentação power point

  1. 1. PERIGOS DA ELETRICIDADE: CHOQUE ELÉTRICO
  2. 2. 1.1 EFEITOS DA CORRENTE ELÉTRICA A) TETANIZAÇÃO B) PARADA RESPIRATÓRIA C) QUEIMADURAS D) FIBRILAÇÃO VENTRICULAR 1.2 ZONAS DE EFEITO DA CORRENTE 1.3 IMPEDÂNCIA DO CORPO HUMANO 1.4 PROTEÇÃO CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS
  3. 3. TETANIZAÇÃO Contração muscular produzida pelo impulso elétrico; Perigo: o indivíduo ficar “agarrado” durante o tempo em que perdurar a ddp; Valores elevados de corrente provocam a repulsão;
  4. 4. PARADA RESPIRATÓRIA Contração dos músculos ligados à respiração; A permanência da corrente leva o indivíduo a perda de consciência e morte por sufocamento; A intervenção deve ser rápida (3 a 4 min), com respiração artificial para evitar lesões irreversíveis.
  5. 5. QUEIMADURA Calor produzido pela corrente por efeito Joule; Mais intensos nos pontos de entrada e saída; Mais graves quanto maior a corrente e o tempo de permanência; As queimaduras internas podem romper as artérias;
  6. 6. FIBRILAÇÃO VENTRICULAR O CORAÇÃO: músculo cardíaco (miocardio) que contrai-se por impulsos elétricos provenientes do nódulo sino-atrial Fibrilação: contração desordenada das fibras devido a interferência de corrente externa. Este fenômeno geralmente é fatal. Intervenção: desfibrilador; Período vulnerável : 10 a 20% do ciclo.
  7. 7. ZONAS DE EFEITO
  8. 8. IMPEDÂNCIA DO CORPO HUMANO Varia de pessoa para pessoa, na mesma pessoa de acordo com condições fisiológicas e ambientais. mão - pé: 1000 a 1500 Ohms Valores médios: mão - mão: 1000 a 1500 Ohms mão - tórax: 450 a 750 Ohms Estado da pele Tipo de contato Pressão de contatoSuperfície de contato Duração do contato Natureza da corrente Taxa de álcool no sangueTensão de contato
  9. 9. PROTEÇÃO CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS PROTEÇÃO CONTRA TIPO PASSIVA ATIVA Contados diretos e indiretos Extra baixa tensão Contatos diretos Completa Isolação de partes vivas; Barreiras; Invólucros Parcial Obstáculos Colocação fora de alcance Complementar Uso de dispositivo DR de alta sensibilidade Contatos Indiretos Sem proteção de condutor Equipamentos com isolação complementar; Locais não condutores; Separação elétrica; Com condutor de proteção Aterramento e instalação adequada
  10. 10. PROTEÇÃO CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS PROTEÇÃO CONTRA TIPO PASSIVA ATIVA Contados diretos e indiretos Extra baixa tensão Contatos diretos Completa Isolação de partes vivas; Barreiras; Invólucros Parcial Obstáculos Colocação fora de alcance Complementar Uso de dispositivo DR de alta sensibilidade Contatos Indiretos Sem proteção de condutor Equipamentos com isolação complementar; Locais não condutores; Separação elétrica; Com condutor de proteção Aterramento e instalação adequada

×