A digestão

2.089 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.089
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
122
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
88
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A digestão

  1. 1. A digestão
  2. 2. Digestão – transformação mecânica e química que os alimentos sofrem ao longo do tubo digestivo. Água Substâncias Simples Absorvidas ao longo do Sais minerais tubo digestivo Vitaminas (excepto B12) Objectivo da Digestão: Transformar moléculas complexas (macromoléculas) em moléculas mais simples (micromoléculas) Proteínas Polipéptideos; péptideos e aminiácidos Glícidos Açúcares simples (glicose, frutose, galactose) Lípidos Ácidos gordos e glicerol
  3. 3. Digestão Estão presentes substâncias químicas , denominadas enzimas, que estão no suco digestivo O que são enzimas?  São substâncias que regulam a velocidade de reacção.  São específicas do seu substrato (substância sob a qual actua). Não sofrem alteração durante a reacção.  Actuam em pequenas quantidades. Exemplo: Sacarase actua sobre a sacarose; Protease actua sobre os prótidos.
  4. 4. Digestão na Boca  Digestão mecânica – mastigação, divisão do alimento em porções mais pequenas com a ajuda dos dentes e da língua.  Digestão química – insalivação, acção enzimática da saliva sobre os alimentos. Amido + Água Amilase Salivar Maltose O alimento sujeito à mastigação e insalivação forma uma massa homogénea denominada de Bolo Alimentar.
  5. 5. Deglutição Fenómeno que permite a passagem do bolo alimentar para o estômago através da faringe e do esófago. Ao longo do esófago, o bolo alimentar é empurrado até ao estômago pelos movimentos peristálticos (contracção e relaxamento dos músculos do esófago).
  6. 6. Digestão no Estômago  Fenómenos mecânicos – parede elástica e muscular do estômago contrai-se periodicamente. Ajudam a misturar o bolo alimentar com o suco gástrico, dando origem ao quimo.  Fenómenos químicos – acção dos constituintes do suco gástrico. Suco gástrico:  Pépsina - enzima que actua sobre as proteínas. Proteínas + Água Pepsina Péptidos  Ácido Clorídrico -permite meio ácido favorável à acção da enzima; -mata as bactérias presentes nos alimentos; -torna inactiva a acção da amilase salivar.  Muco – substância que lubrifica e protege a parede do estômago, da acção do ácido clorídrico e da pepsina.
  7. 7. Digestão no Intestino Delgado É no intestino delgado que ocorre a maior parte das transformações químicas dos nutrientes. Que substâncias actuam no intestino delgado?  Bílis;  Suco pancreático  Suco intestinal
  8. 8. Digestão no Intestino Delgado (cont.) A acção da Bílis Contribui para que o meio seja favorável à digestão dos lípidos. Emulsiona as gorduras. Divide-as em pequenas gotas. Facilita a acção enzimática.
  9. 9. Digestão no Intestino Delgado (cont.) A acção do Suco Pancreático Produzido: no pâncreas. Lançado: no duodeno. Contém várias enzimas: protéases; amiláse pancreática; lipase pancreática Proteínas + Água Protéases Péptidos + Água Protéase Protéase Amilase pancreática Amilase Pancreática Amido + Água Lípase Pancreática Lípidos + Água Lípase pancreática Péptidos Aminoácidos Maltose Ácido gordo + Glicerol
  10. 10. Digestão no Intestino Delgado (cont.) A acção do Suco Intestinal Produzido: no intestino delgado. Lançado: no duodeno. Contém várias enzimas: lactáse; máltase; sacárase; peptidades Lactáse Lactose + Água Maltáse Maltose+ Água Peptidases Péptidos + Água Lactáse Maltase Peptidases Glicose + Galactose Glicose + Glicose Aminoácidos O intestino apresenta outras enzimas, além destas.
  11. 11. Produtos resultantes da digestão:  Aminoácidos;  Glicose;  Frutose;  Galactose;  Ácidos gordos;  Glicerol; Micromoléculas Juntam-se com as vitaminas, sais minerais, celulose (fibras), formando o quilo.
  12. 12. Resumo da digestão:

×