37583177 dst-sida

340 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
64
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • José Machado e Paula Gomes
  • 37583177 dst-sida

    1. 1. SIDA A Grande Epidemia do séc. XX
    2. 2. O que é a SIDA? SIDA são as iniciais de uma doença denominada Sindroma de ImunoDeficiência Adquirida.
    3. 3. Síndroma - significa um conjunto de sintomas/manifestações que caracterizam uma dada doença. ImunoDeficiência – refere-se a um enfraquecimento do sistema imunológico Adquirida – porque resulta da acção de um vírus adquirido (VIH) pelo doente durante a sua vida. O que querem dizer todas estas palavras? Sindroma de ImunoDeficiência Adquirida.
    4. 4. Em 1981, um organismo dos EUA responsável pelo controlo e vigilância das doenças, descreve pela primeira vez uma nova síndrome de causa desconhecida, em que existia uma falha no sistema imunitário. Em 1982, a OMS aceita o termo “sida” para identificar esta nova síndrome. Em 1983, investigadores do Instituto Pasteur em Paris e do Instituto Nacional do cancro dos EUA descobrem que a sida se deve aos efeitos provocados pelo VIH no organismo humano. Em Portugal diagnosticou-se o primeiro caso em 1983. Quando apareceu a sida?
    5. 5. O Vírus da SIDA - HIV Actua a nível das células do sistema imunológico impedindo o seu normal funcionamento. Este vírus torna os indivíduos, por ele, infectados incapazes de se defenderem dos inúmeros agentes agressores.
    6. 6. Modo de actuação do vírus da SIDA 1ºcaso (mais frequente) •O HIV permanece inactivo no interior do linfócito T. •A infecção pode surgir mais tarde. •O indivíduo, sem estar doente, pode transmitir a doença. 2º caso •O HIV multiplica-se e infecta mais linfócitos T. •O sistema imunitário fica deficiente. • O indivíduo tem SIDA. Todo o sujeito contaminado fica seropositivo. Nem todo o sujeito contaminado apresenta, de imediato, deficiência imunitária.
    7. 7. Principais vias de transmissão Via Sexual Via Sanguínea Via Materno-Infantil
    8. 8. A SIDA transmite-se Partilhando seringas Partilhando objectos pessoais cortantes Relações homo e heterossexuais devido à existência de HIV no esperma e líquido vaginal Da mãe para o filho durante a gravidez, parto ou pelo leite materno
    9. 9. A SIDA não é transmitida pela maior parte dos actos diários Aperto de mão Tosse ou espirro Loiça e talheres Picadas de insectos Conversa Beijos Roupa Casas de banho
    10. 10. Diferença entre estar infectado pelo VIH e ter SIDA O sistema imunitário de uma pessoa infectada pelo VIH produz anticorpos contra esse vírus.Quando esses anticorpos são detectados diz-se que uma pessoa é SEROPOSITIVA Uma pessoa seropositiva pode não ter quaisquer sinais ou sintomas da doença, aparentando um estado saudável durante um período que pode atingir vários anos. No entanto, essa pessoa está infectada e, porque o vírus está presente no organismo, pode, durante esse tempo,infectar outras pessoas.
    11. 11. 11 A SIDA só aparece muito mais tarde e relaciona-se com a degradação progressiva do sistema imunitário. A doença SIDA – fase última de uma infecção que pode ter vários anos de evolução – só é diagnosticada quando aparecem doenças oportunistas ou quando determinadas análises clínicas estão alteradas. Com a utilização correcta dos novos medicamentos que retardam a multiplicação do vírus e de medicamentos que previnem as doenças oportunistas, pode retardar- se o aparecimento da SIDA por mais anos
    12. 12. É uma doença mortal que evolui durante anos, passando por diferentes fases.
    13. 13. SIDA “finta” heterossexuais •COMPORTAMENTO - TROCA DE SERINGAS DIMINUI NÚMERO DE CASOS ENTRE TOXICODEPENDENTES; •INFECÇÃO COM VIH AUMENTA ENTRE OS JOVENS E OS DIVORCIADOS NA FAIXA DOS 30 AOS 40 ANOS. Este crescimento mostra como está errada a associação inicial da imagem social da SIDA a grupos de risco e não a comportamentos.
    14. 14. PREVENIR VALE MAIS QUE REMEDIAR! Até agora não existe vacina ou tratamento capaz de curar a SIDA; só a prevenção pode impedir o aparecimento de novos casos.
    15. 15. A inteligência é a melhor arma para contrariar a epidemia do século XX/XXI.

    ×