34184413 12442512-doencas-cardiovasculares

601 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
601
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
278
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Nesta técnica é inserido um catéter na virilha ou no braço do paciente (consoante o local a observar) que é empurrado até chegar aos vasos a observar. O catéter serve para transportar e libertar no local uma tintura de contraste que permite observar os vasos sanguíneos quando se faz uma radiografia posterior.
    Pode no entanto induzir problemas secundários se o doente for alérgico ao meio de contraste, ou eventualmente provocar problemas cardíacos se passar por artérias já obstruídas.
  • Quer a angina de peito quer o enfarte do miocárdio são devidos à obstrução das artérias coronárias (que irrigam o miocárdio). A angina de peito é provocada por uma obstrução parcial que permite a passagem de algum sangue, embora insuficiente e o enfarte é provocado pela obstrução total, em que não há passagem de sangue. Daí a morte celular (ou necrose).
  • É inserido um catéter com um balão e uma rede metálica através da axila e empurrado até chegar à artéria em causa.
    Uma vez chegado ao destino o balão é insuflado, alargando a parede da artéria. A placa esclerótica fica comprimida e a rede metálica expande.
    O balão é desinsuflado novamente e o catéter retirado. A rede permanece no local expandida permitindo um maior fluxo de sangue através da artéria.
  • 34184413 12442512-doencas-cardiovasculares

    1. 1. 1 DoençasDoenças CardiovascularesCardiovasculares Causas Doenças Factores de Risco Prevenção
    2. 2. 2 O que provoca as doenças cardiovasculares?
    3. 3. 3 Devem-se essencialmente à acumulação de gorduras na parede das artérias = Aterosclerose Formação da placa aterosclerótica Normal
    4. 4. 4 Artéria coronária humana parcialmente obstruída Lúmen da artéria Depósitos de colesterol
    5. 5. 5 Formação de coágulos Muitas vezes as placas tornam-se instáveis e levam ao rompimento das paredes. A migração de plaquetas forma coágulos sanguíneos que ajudam à obstrução da artéria.
    6. 6. 6 Formação de coágulosFormação de coágulos
    7. 7. 7 Artéria carótida obstruída Através de uma técnica especial de contraste (angiograma), é possível visualizar o fluxo sanguíneo no interior das artérias.
    8. 8. 8 da obstrução das artérias Consequências
    9. 9. 9 Se o fornecimento de O2 for insuficiente para as necessidades dos tecidos pode ocorrer: Se o fornecimento de O2 for insuficiente para as necessidades dos tecidos pode ocorrer: Morte celularMorte celular (necrose)(necrose) (ex: Enfarte do miocárdio) Dores fortesDores fortes (ex: Angina de peito)
    10. 10. 10
    11. 11. 11 Algumas doençasAlgumas doenças cardiovascularescardiovasculares Dependendo das artérias obstruídas, assim vão variando os sintomas das doenças
    12. 12. 12 Tratamento Angioplastia, Factores de Risco, Prevenção
    13. 13. 13 Angioplastia comAngioplastia com stentstent Permite o alargamento da parede das artérias
    14. 14. 14 Artéria coronária antes da intervenção Artéria coronária após a intervenção Artéria bloqueada Stent expandido
    15. 15. 15 Factores de riscoFactores de risco Hipertensão arterial Colesterol elevado Má alimentação Tabaco Stress Vida sedentária Diabetes Obesidade Idade Sexo Hereditariedade
    16. 16. 16 Implicam grande percentagem de açúcares, sais e gorduras em circulação, aumentando o risco da ocorrência de depósitos na parede das artérias. Implicam grande percentagem de açúcares, sais e gorduras em circulação, aumentando o risco da ocorrência de depósitos na parede das artérias. Hipertensão arterial Colesterol elevado Diabetes Má alimentação
    17. 17. 17 Não existindo consumo de gorduras, aumenta o risco de se depositarem nas artérias. Não existindo consumo de gorduras, aumenta o risco de se depositarem nas artérias. Obesidade Vida sedentária Stress Tabagismo São situações que implicam um esforço acrescido por parte do coração, aumentando o risco de ocorrência de isquemias e arritmias. São situações que implicam um esforço acrescido por parte do coração, aumentando o risco de ocorrência de isquemias e arritmias.
    18. 18. 18 À medida que a idade avança, aumenta o risco, pois o número de placas depositadas é maior. À medida que a idade avança, aumenta o risco, pois o número de placas depositadas é maior. Idade Sexo Hereditariedade Indivíduos do sexo masculino e mulheres após a menopausa são mais propensos a ter problemas. Indivíduos do sexo masculino e mulheres após a menopausa são mais propensos a ter problemas. Pode determinar uma maior propensão para a ocorrência de doenças cardiovasculares. Pode determinar uma maior propensão para a ocorrência de doenças cardiovasculares.
    19. 19. 19 PrevençãoPrevenção Fazer exercício físico regularmente Cuidar a alimentação Mudar o estilo de vida
    20. 20. 20 A chave para um coração saudável está nas nossas mãos.

    ×