161

227 visualizações

Publicada em

História

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
227
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
89
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

161

  1. 1. As provas científicas são conclusivas EUROPEAN COMMISSION FEBRUARY 2009 Alterações climáticas
  2. 2. • O “clima” refere-se às condições atmosféricas a longo prazo, o “tempo” varia constantemente • As alterações climáticas são naturais: p. ex., depois da última era glaciar (há 11 500 anos), as temperaturas globais eram 5°C mais baixas do que actualmente • MAS agora registamos subidas de temperatura a uma velocidade sem precedentes • Os cientistas acreditam que as actividades do homem são responsáveis por esse facto
  3. 3. Factos das alterações climáticas • As temperaturas na Europa subiram 1°C desde 1850 • Uma subida de mais 1,2°C poderá representar uma alteração ambiental irreversível, em larga escala e potencialmente catastrófica
  4. 4. Factos das alterações climáticas • Os eventos meteorológicos extremos – tempestades, cheias, seca e vagas de calor – tornam-se cada vez mais frequentes e mais graves • 90% dos desastres naturais na Europa desde 1980 devem- se ao tempo e ao clima
  5. 5. Factos das alterações climáticas • Os glaciares europeus perderam dois terços da sua massa desde 1850 – uma tendência em aceleração • O gelo polar está a derreter e os níveis do mar estão a subir ao dobro do ritmo de há 50 anos • A vida de milhões de pessoas em todo o globo está ameaçada pela escassez de água, pela fome e pela pobreza
  6. 6. Source: http://maps.grida.no/go/graphic/satellite-observations-in-arctic-sea-ice-1979-and-2003 HugoAhlenius,UNEP/GRID-Arendal
  7. 7. Qual é a causa? • O Homem está a emitir mais “gases com efeito de estufa” para a atmosfera • A atmosfera funciona como as paredes de vidro de uma estufa • Os gases de estufa naturais ajudam a reter o calor – sem eles, as temperaturas seriam 30°C mais baixas • Mas as emissões de gases com efeito de estufa produzidos pelo Homem atingiram os 70% desde 1970, o que significa uma maior retenção de calor
  8. 8. Gases com efeito de estufa dióxido de carbono (CO2) – queima de carvão, petróleo e gás para produção de energia, transporte e aquecimento óxido nitroso (N2O) – aterros, agricultura e pecuária metano (CH4) hidrofluorocarbonetos (HFC) perfluorocarbonetos (PFC) hexafluoreto de enxofre (SF6) – utilizados em frigoríficos, aparelhos de ar condicionado e até sapatos
  9. 9. Onde estão as provas? A principal autoridade científica em matéria de alterações climáticas é o Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas (PIAC) das Nações Unidas. – Coordena as conclusões de 2500 peritos de todo o globo – 4.º Relatório de Avaliação (RA4) publicado em Novembro de 2007 – O RA4 é o resultado de 6 anos de investigação e análise – Abordagem científica cuidada e rigorosa das suas conclusões – Vencedor do Prémio Nobel da Paz em 2007
  10. 10. Conclusões do 4.º Relatório de Avaliação • Provas conclusivas de que o aquecimento global resulta da acção do Homem • Se a temperatura subir mais de 2°C, os efeitos podem ser repentinos e irreversíveis • Ainda temos tempo para abrandar as alterações climáticas ou para nos adaptarmos às mesmas • Já existem muitas tecnologias úteis e viáveis do ponto de vista económico • … mas impõe-se uma acção urgente imediata!
  11. 11. O que estão os governos a fazer? • Os governos trabalham em conjunto no âmbito da convenção-quadro sobre alterações climáticas da Nações Unidas • O actual acordo, o Protocolo de Quioto, estabelece limites de emissões para os países desenvolvidos • Estão em curso negociações para um acompanhamento – a acordar em Dezembro de 2009 em Copenhaga
  12. 12. A União Europeia é pioneira no combate às alterações climáticas Os países da UE estabeleceram metas para 2020 no sentido de: – Reduzir as emissões em 20% (ou 30% se globalmente acordado) – Aumentar a eficiência energética em 20% – Gerar 20% de energia a partir de fontes renováveis A UE está a pressionar o estabelecimento de um novo pacto global ambicioso para reduzir as emissões
  13. 13. O que pode fazer? As acções simples de todos os dias podem desempenhar um papel preponderante no combate às alterações climáticas Por isso… – Recicle – Reduza o consumo de água quente tomando um duche em vez de um banho de imersão (quatro vezes menos energia) – Plante uma árvore, na escola, no seu jardim ou no seu bairro
  14. 14. O que pode fazer? • Utilize os transportes públicos, ande de bicicleta ou a pé • Não deixe os aparelhos em modo de espera (stand-by) – utilize a função on/off (ligar/desligar) do equipamento • Não deixe o carregador do telemóvel na tomada quando não estiver a carregar o telemóvel
  15. 15. www.climatechange.eu.com

×