HISTÓRIA DA PLANTA
A raiz:
Do mundo não vejo nada,
Pois vivo sempre enterrada,

Mas não me entristeço, não,
Seguro a planta e a sustento
Suga...
O Caule

Sou tronco que levanta
E estende para os espaços
Braços, braços e braços

Colhendo a luz para a planta.
A Folha
Da planta sou o pulmão

Mas além de respirar,
Tenho uma grande função:
Roubo energia solar.
A Flor
Sou a mãe da vegetação
e me perfumo e me enfeito
para criar em meu peito

plantinhas que nascerão.
O fruto
Sou o cálice da flor,

Que inchou e ficou maduro
Pela força do calor
E guardo em mim, com amor,
As plantinhas do f...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1245693778 poema plantw

1.146 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.146
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
312
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1245693778 poema plantw

  1. 1. HISTÓRIA DA PLANTA
  2. 2. A raiz: Do mundo não vejo nada, Pois vivo sempre enterrada, Mas não me entristeço, não, Seguro a planta e a sustento Sugando água e alimento.
  3. 3. O Caule Sou tronco que levanta E estende para os espaços Braços, braços e braços Colhendo a luz para a planta.
  4. 4. A Folha Da planta sou o pulmão Mas além de respirar, Tenho uma grande função: Roubo energia solar.
  5. 5. A Flor Sou a mãe da vegetação e me perfumo e me enfeito para criar em meu peito plantinhas que nascerão.
  6. 6. O fruto Sou o cálice da flor, Que inchou e ficou maduro Pela força do calor E guardo em mim, com amor, As plantinhas do futuro. Ofélia e Narbal Fontes

×