Introdução à Fisiologia Humana

1.583 visualizações

Publicada em

AULA 1 DE FISIOLOGIA HUMANA

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.583
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
216
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução à Fisiologia Humana

  1. 1. Fisiologia Humana I 1. INTRODUÇÃO Profa. Adriana Azevedo Enfermagem 3o sem/2014 FMU
  2. 2. Fisiologia Humana “physi”= natureza e “logos”= estudo  É o estudo das funções vitais do corpo humano, lógica de funcionamento do corpo.
  3. 3. Níveis de Organização Moléculas – Células – Tecidos – Órgãos – Sistemas Orgânicos – Organismos 1. Homeostase = equilíbrio dinâmico; 2. Integração dos sistemas orgânicos = gerar respostas; 3. Coordenação e comuncação celular = sensores trazem informações do meio ambiente para as células; 4. Movimento de substância através da membrana celular = comunicação entre meio intra e extracelular;
  4. 4. Níveis de Organização Moléculas – Células – Tecidos – Órgãos – Sistemas Orgânicos – Organismos 5. Divisão do corpo e da célula compartimentos = membranas separam áreas distintas com funções distintas; 6. Fluxo de energia = entrada contínua de energia para síntese e quebra de moléculas; 7. Príncipios de equilibrio de massas = entrada e saída devem ser iguais para manter nível constante.
  5. 5. 10 Sistemas Fisiológicos Orgânicos 1. Circulatório: Coração, vasos sanguíneos e sangue = Transporta materiais para todas as células. 2. Nervoso: Encéfalo e Medula Espinal = Coordena as funções corporais por meio de estímulos elétricos e moléculas reguladoras.
  6. 6. 10 Sistemas Fisiológicos Orgânicos 3. Endócriono: Glândulas = Coordena as funções corporais por meio de liberação de moléculas reguladoras no sangue.
  7. 7. 10 Sistemas Fisiológicos Orgânicos 4. Imunológico: Timo, Baço e Linfonodos = Coordena a defesa e imunidade do corpo. 5. Tegumentar: Pele = Envoltório de proteção que separa Meio Interno de Meio Externo (ambiente).
  8. 8. 10 Sistemas Fisiológicos Orgânicos 6. Musculoesquelético: Músculos, Ossos e Articulações = Sustentação e movimentação do corpo. 7. Reprodutivo: Ovários, Útero e Testículos = manutenção das características sexuais e reprodução.
  9. 9. 10 Sistemas Fisiológicos Orgânicos 8. Respiratório: Pulmão e Vias aéreas = Troca de gases com o meio externo. 9. Urinário: Rins e Bexiga = Mantém água e solutos do meio interno em equilibrio, elimina resíduos.
  10. 10. 10 Sistemas Fisiológicos Orgânicos 10. Digestório: Trato gastrointestinal, Fígado, Pâncreas Vesícula Biliar = Capta alimentos e água do meio externo e elimina resíduos.
  11. 11. Processos Fisiológicos
  12. 12. HOMEOSTASE “Homeo”= similar, mesmo “satsis”= condição, estado  É um processo vital do corpo que dá suporte para TODOS os outros sistemas fisiológicos.  Capacidade de manter o meio interno em uma constância dinâmica, apesar do meio externo estar sempre mudando.  Seu desequilíbrio resulta de estado patológico!
  13. 13. Fisiologia dos Líquidos Corporais Meio Interno Meio Externo
  14. 14. Líquidos Corporais A Homeostasia tem como principal objetivo manter o VOLUME e a COMPOSIÇÃO dos Líquidos Corporais.
  15. 15. Fisiologia dos Líquidos Corporais
  16. 16. Controle da Homeostase  A Homeostase está sempre sendo perturbada.  As perturbações podem originar-se do AMBIENTE (calor ou frio intenso, falta de oxigênio, etc), ou  do MEIO INTERNO (nível de glicose alto, aumento da pressão arterial, etc)  As repostas das células servem para restaurar o balanço do meio interno.
  17. 17. Controle da Homeostase  Falhas INTERNAS dos processos fisiológicos normais (doenças auto-imunes = produção de anticorpos contra os próprios tecidos e tumores = crescimento celular anormal) ou,  Falhas por fontes EXTERNAS (infecção = invasão de corpos estranhos – bactérias e vírus, exposição a substâncias químicas e traumas) Podem perturbar a HOMEOSTASE corporal. = Patologias.
  18. 18. Regulação Controlada  Para evitar o problema de falha na Homeostase, o corpo tem sistemas de regulação!  Os Sistemas de Regulação são controlados pelo Sistema Nervoso e pelo Sistema Endócrino.  Ambos realizam este controle por meio de mecanismos de feed-back (ou retroalimentação em português).
  19. 19. Regulação Controlada  Existem 3 componentes básicos que formam o sistema de feed-back:  RECEPTOR, CENTRO DE CONTROLE e EFETOR.
  20. 20. Sistema de Regulação RECEPTOR Centro de INTEGRAÇÃO EFETOR Via Aferente Via Eferente ESTÍMULO RESPOSTAFEEDBACK
  21. 21. Sistema de Feedback  O ESTÍMULO pode ser qualquer coisa que perturbe a Homeostase.  O corpo possui vários tipos de RECEPTORES que funcionam como sensores para perceber estes estímulos e mandar a informação para um CENTRO REGULADOR.
  22. 22. Sistema de Feedback  No CENTRO REGULADOR a informação será avaliada (ex. Se a alteração é um aumento ou diminuição de alguma coisa) e um comando alcançará o órgão EFETOR.  O EFETOR é responsável por dar uma RESPOSTA a esta alteração.
  23. 23. Sistema de Feedback  A RESPOSTA é percebido pelo receptor e pelo centro controlador no formato de FEEDBACK, assim estes componentes tem com saber se estão sendo eficientes, ou se a resposta NÃO é mais necessária.
  24. 24. Tipos de Feedback  NEGATIVO: quando a RESPOSTA é oposta ao ESTÍMULO, fazendo com que o estímulo diminua.  POSITIVO: quando a RESPOSTA é a favor aos ESTÍMULO, fazendo com que o estímulo aumente cada vez mais.
  25. 25. Feedback Negativo e Positivo
  26. 26. Feedback Negativo e Positivo
  27. 27. Compensação Mecanismo de Compensação tentam restaurar a Homeostase após desequilíbrios causados por estímulos internos ou externos. Compensação bem sucedida = restauração da homeostase. Falha na Compensação = doença.

×