Anatomia - Sistema Muscular

1.921 visualizações

Publicada em

Slides para auxílio de alunos de Medicina e Enfermagem

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.921
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
97
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anatomia - Sistema Muscular

  1. 1. SistemaSistema MuscularMuscular IntroduçãoIntrodução - Os ossos e as articulações fornecem a estrutura e o suporte do corpo humano mas, por si só, NÃO CONSEGUEM MOVER o corpo. - O movimento depende do SISTEMA MUSCULAR e, é conseguido pela contração e relaxamento dos músculos. - O Corpo Humano possui aproximadamente 640 músculos distribuídos por todo o corpo. Representam em peso, a parte mais importante do nosso corpo - cerca de 50% do peso do corpo é formado por músculos.
  2. 2.  Sistema locomotorSistema locomotor  Sistema esqueléticoSistema esquelético →→ Sustentação.Sustentação.  Sistema articularSistema articular →→ PermitePermite movimentos, masmovimentos, mas não se move por sinão se move por si só.só.  Sistema muscularSistema muscular →→ Componente ativo,Componente ativo, permite grandespermite grandes movimentos.movimentos. ImportânciaImportância SistemaSistema MuscularMuscularSistemaSistema MuscularMuscular
  3. 3. SistemaSistema MuscularMuscular 1. MOVIMENTO DO CORPO O movimento depende do funcionamento integrado de ossos, articulações e músculos (esqueléticos). 2. MOVIMENTO DE SUBSTÂNCIAS DENTRO DO ORGANISMO A contração do músculo cardíaco gera o movimento do sangue através do coração e dos vasos sanguíneos. Função:Função:
  4. 4. 3. ESTABILIDADE DAS POSIÇÕES DO CORPO E REGULAÇÃO DO VOLUME DOS ÓRGÃOS As contrações do músculo mantêm o corpo em posições estáveis, como ficar de pé ou sentado. Do mesmo modo, as contrações dos músculos (lisos) podem impedir o refluxo do conteúdo de um órgão oco; o armazenamento temporário de urina na bexiga é possível porque existem músculos que fecham a via de saída. 4. PRODUÇÃO DE CALOR Quando o músculo (esquelético) se contrai para realizar trabalho há libertação de calor. Grande parte do calor libertado pelo músculo é usada para manter a temperatura corporal. Função:Função: SistemaSistema MuscularMuscular
  5. 5. CONTRATILIDADE - Capacidade dos músculos para se contraírem. Quando um músculo se contrai, ele gera movimento nas estruturas a que está ligado ou pode causar um aumento da pressão dentro de órgãos ou de vasos. ELASTICIDADE – Capacidade de músculos retomarem a sua forma original após terem sido esticados. EXTENSIBILIDADE - Capacidade dos músculos de serem esticados para além forma normal. EXCITABILIDADE – Capacidade dos músculos de responderem a estímulos. PROPRIEDADES DOS MÚSCULOS SistemaSistema MuscularMuscular
  6. 6. Os músculos são geralmente divididos em dois grupos: • Voluntários - Músculos que nós controlamos conscientemente (contraímos através da ação do sistema nervoso); • Involuntários - Músculos que trabalham independentemente da nossa vontade. Em determinadas circunstâncias alguns músculos involuntários podem ser voluntariamente controlados. SistemaSistema MuscularMuscular
  7. 7. “Os músculos são os motores que permitem as alavancas do esqueleto moverem-se ou mudar de posição”. SistemaSistema MuscularMuscular
  8. 8. Tecido muscular esquelético – encontra-se fixo aos ossos e movimenta o esqueleto, é estriado, apresentando alternadamente faixas claras e escuras ao microscópio e, é voluntário – contrai-se e relaxa- se por controle consciente. Tecido muscular liso – encontra-se nas paredes das estruturas internas ocas, como os vasos sanguíneos, o estômago e os intestinos. Não apresenta estrias e é involuntário – os seus movimentos são independentes do nosso comando consciente. Tecido muscular cardíaco – forma a maior parte da parede do coração; é estriado mas com estrias muito mais afastadas entre si que no tecido muscular esquelético; é involuntário – o coração bate segundo determinado ritmo, independente da nossa vontade. Classificação segundo o tipo de células do tecido: Tipos de TECIDOTipos de TECIDO MuscularMuscular
  9. 9. Tipos deTipos de TECIDOTECIDO MuscularMuscular
  10. 10. A massa de tecido muscular esquelético, é constituída por milhares de fibras musculares organizadas em fascículos e pequenas quantidades de vasos sanguíneos e terminações nervosas. Cada fibra muscular é uma célula única, alongada e cilíndrica, contendo muitos núcleos localizados na periferia da célula. Cada fibra tem um padrão bandas claras e escuras em toda a sua extensão (músculo estriado). Esta aparência é provocada pela sobreposição de filamentos de duas grandes moléculas proteicas que se entrelaçam: a actina e miosina. SistemaSistema MuscularMuscular
  11. 11. OS MÚSCULOS ESTRIADOS SÃO PROTEGIDOS POR UMA LÂMINA DELGADA DENOMINADA PERIMÍSIO (tecido conjuntivo). CADA FIBRA MUSCULAR PEQUENA É PROTEGIDA POR UM ENVOLTÓRIO DENOMINADO ENDOMÍSIO (tecido conjuntivo).
  12. 12. “O SARCÔMERO É A UNIDADE CONTRÁTIL BÁSICA DO MÚSCULO”. SistemaSistema MuscularMuscular
  13. 13. MECÂNICA DE CONTRAÇÃO “A ação responsável pela contração do músculo ocorre dentro do sarcômero, com as pontes cruzadas dos filamentos de miosina, puxam, soltam e reconectam-se aos locais específicos no filamento de actina”.
  14. 14. SISTEMA NERVOSO E O CONTROLE DA ATIVIDADE MUSCULAR UNIDADE MOTORA = UNIDADE BÁSICA NEUROMUSCULAR 250 milhões de fibras musculares para 420 mil nervos motores. OLHO = 1 motoneurônio enerva 10 fibras musculares QUADRÍCEPS = 1 motoneurônio enerva 150 fibras musculares Neurônio com célula muscular – placa motora
  15. 15. Cada músculo possui o seu nervo motor, o qual divide-se em várias fibras para poder controlar todas as células do músculo, através da placa motora. O sistema muscular é capaz de efetuar imensa variedade de movimento, sendo todas essas contrações musculares controladas e coordenadas pelo cérebro. Além disso não podemos esquecer de salientar da importância dos músculos na postura. SistemaSistema MuscularMuscular
  16. 16. SistemaSistema MuscularMuscular
  17. 17. Este músculo se contrai para flexionar o braço Este músculo se contrai para estender o braço Osso Articulação Ação combinada Os músculos costumam funcionar em duplas: enquanto um se contrai o outro relaxa
  18. 18. Mecânica Muscular • Fixação em 2 apoios diferentes • Encurtamento do ventre • Origem • Inserção
  19. 19. SistemaSistema MuscularMuscular
  20. 20. SistemaSistema MuscularMuscular
  21. 21. FORMAS DOS MÚSCULOS SistemaSistema MuscularMuscular
  22. 22. SistemaSistema MuscularMuscular
  23. 23. SistemaSistema MuscularMuscular
  24. 24. Platisma Trapézio Orbicular da boca Zigomático Frontal Aponeurose epicrânica Orbicular dos olhos Temporal Bucinador Masseter Esternocleido- mastóideo
  25. 25. Frontal
  26. 26. SistemaSistema MuscularMuscular
  27. 27. Platisma Trapézio Zigomático Frontal Aponeurose epicrânica Orbicular dos olhos Temporal Bucinador Masseter Esternocleido- mastóideo Orbicular da boca
  28. 28. SistemaSistema MuscularMuscular
  29. 29. SistemaSistema MuscularMuscular
  30. 30. SistemaSistema MuscularMuscular
  31. 31. SistemaSistema Muscular – músculos do dorsoMuscular – músculos do dorso SuperficiaisSuperficiais
  32. 32. SistemaSistema Muscular – músculos do abdômenMuscular – músculos do abdômen
  33. 33. Peitoral maior Linha alba Reto abdominal Aponeurose do oblíquo externo Oblíquo externo Oblíquo interno Abdominal transverso Serrato anterior SistemaSistema Muscular – músculos do abdômenMuscular – músculos do abdômen
  34. 34. SistemaSistema Muscular – músculos do abdômenMuscular – músculos do abdômen
  35. 35. SistemaSistema Muscular – músculos da pelveMuscular – músculos da pelve
  36. 36. Músculos que movimentam o ombro e do braço: - Serrátil anterior: vai da costelas até a escápula. Ação: abaixa os ombros e os braços movem-se para frente. - Peitoral maior: liga o úmero com a clavícula. Ação: move o braço em direção à parte anterior do tórax; - Deltóide: vai da clavícula e escápula em direção ao úmero, forma a parte arredondada do ombro. Ação: estende o braço, levantando- o para a posição horizontal; -Trapézio: vai das vértebras torácicas até a escápula. Ação: encolhe os ombros. -Latíssimo do dorso: abaixa os ombros e traciona o braço posteriormente. Vai da linha média do dorso até a região posterior do úmero. Ação: abaixa os ombros e traciona o braço posteriormente, como ocorre quando nadamos. Os músculos peitoral maior e o latíssimo do dorso fixam o úmero ao esqueleto axial. - Músculos do manguito rotador: quatro músculos que fixam o úmero à escápula, atuando na rotação do braço – subescapular (s), infra-espinal (ie), redondo menor (rme) e redondo maior (rma). Vista anterior do braço direito e tronco
  37. 37. Músculos que movimentam o ombro e do braço: - Serrátil anterior: vai da costelas até a escápula. Ação: abaixa os ombros e os braços movem-se para frente. - Peitoral maior: liga o úmero com a clavícula. Ação: move o braço em direção à parte anterior do tórax; - Deltóide: vai da clavícula e escápula em direção ao úmero, forma a parte arredondada do ombro. Ação: estende o braço, levantando-o para a posição horizontal; -Trapézio: vai das vértebras torácicas até a escápula. Ação: encolhe os ombros. -Latíssimo do dorso: abaixa os ombros e traciona o braço posteriormente. Vai da linha média do dorso até a região posterior do úmero. Ação: abaixa os ombros e traciona o braço posteriormente, como ocorre quando nadamos. Os músculos peitoral maior e o latíssimo do dorso fixam o úmero ao esqueleto axial. - Músculos do manguito rotador: quatro músculos que fixam o úmero à escápula, atuando na rotação do braço – subescapular (s), infra- espinal (ie), redondo menor (rme) e redondo maior (rma). Vista posterior do braço direito e tronco
  38. 38. Vista anterior do braço direito e tórax Músculos que movimentam o antebraço: - Tríceps braquial: situado ao longo da face posterior do úmero, estende o antebraço, suporta o peso do corpo quando andamos de muleta. - Bíceps braquial: situado ao longo da face anterior do braço, flexiona o braço, juntamente com o músculo braquial e o braquiorradial.
  39. 39. Vista posterior do braço direito e tórax Músculos que movimentam o antebraço: - Tríceps braquial: situado ao longo da face posterior do úmero, estende o antebraço, suporta o peso do corpo quando andamos de muleta. - Bíceps braquial: situado ao longo da face anterior do braço, flexiona o braço, juntamente com o músculo braquial e o braquiorradial.
  40. 40. SistemaSistema Muscular – músculos do dorsoMuscular – músculos do dorso
  41. 41. Músculos que movimentam a mão e os dedos: - Mais de vinte músculos movem a mão e os dedos, de modo a permitir a realização de movimentos delicados. Esses músculos estão, geralmente, localizados ao longo do antebraço e consistem de músculos flexores e extensores. - Os músculos flexores estão localizados na face anterior, e os extensores na face posterior do antebraço. Face posterior do braço Face anterior do braço
  42. 42. Músculos que movimentam a coxa: - Os músculos que movimentam a coxa estão fixados na cintura pélvica e no fêmur. A contração desses músculos movem a articulação do quadril. - Glúteos: m. glúteo máximo, m. glúteo médio e m. glúteo mínimo. Os músculos glúteos produzem abdução da coxa (elevam para o lado) e extensão. - Iliopsoas: localizado na face anterior da raiz do membro inferior. Sua contração produz flexão da coxa (antagonista do m. glúteo máximo) - Adutores: m. adutor longo, m. adutor curto, m. adutor magno e m. grácil. Aduzem as coxas, pressionando- as entre si. Iliopsoas Adutor longo Adutor magno Vista posterior da perna esquerda Vista anterior da perna esquerda
  43. 43. Músculos que movimentam a perna: estão localizados na coxa. - Grupo Quadríceps femoral: quatro músculos localizados nas faces anterior e lateral da coxa, todos se inserindo na tuberosidade da tíbia através do ligamento (tendão) da patela. Produzem extensão da perna. São eles: - M. vasto lateral - M. vasto intermédio - M. vasto medial -M. reto femoral - Músculo sartório: o mais longo do corpo, passa sobre o quadríceps em direção oblíqua, permite rodar (‘cruzar’) a perna. sartório Vista anterior da perna direita
  44. 44. Músculos que movimentam a perna: estão localizados na coxa. - Músculos da região posterior da coxa (do jarrete): se estendem do ísquio (parte do osso do quadril) em direção à tíbia, fletindo a perna (antagonistas do quadríceps femoral) e estendendo a coxa. São: -M. bíceps femoral -M. semimembranáceo -M. semitendíneo Fossa poplítea Vista posterior da perna direita
  45. 45. Músculos que movimentam o pé: localizados nas faces anterior, lateral e posterior da perna. - Músculo tibial anterior: face anterior do pé, provoca dorsi-flexão. - Músculo fibular longo: encontrado na face lateral, everte (gira para fora) o pé, mantém o arco e auxilia a flexão plantar. - Músculos gastrocnêmio e sóleo formam o músculo tríceps da perna (panturrilha), estão inseridos no calcâneo por um tendão único, o tendão do calcâneo (de Aquiles), sua contração determina flexão plantar. Vista anterior da perna direita
  46. 46. Músculos que movimentam o pé: estão localizados nas faces anterior, lateral e posterior da perna. -Músculo tibial anterior: face anterior do pé, provoca dorsi-flexão. -Músculo fibular longo: encontrado na face lateral, everte (gira para fora) o pé, mantém o arco e auxilia a flexão plantar. - Músculos gastrocnêmio e sóleo formam o músculo tríceps da perna (panturrilha), estão inseridos no calcâneo por um tendão único, o tendão do calcâneo (de Aquiles), sua contração determina flexão plantar. Vista posterior da perna direita
  47. 47. FLUXO SANGUÍNEO REGIONAL O sangue chega aos músculos através das ARTÉRIAS que se dividem em REDES CAPILARES no tecido conectivo que cerca as fibras musculares. Durante o esforço, os capilares abrem-se, permitindo uma maior irrigação sanguínea e durante o repouso permanecem fechados. A quantidade de sangue requerida pelos músculos esqueléticos dependerá do nível de atividade. Durante um esforço máximo haverá um requerimento 100 vezes maior de sangue local em relação à situação de repouso.
  48. 48. Distúrbios do Sistema Muscular O Podemos encontrar funcionamento anormal da função muscular originadas por lesões ou doenças. O Há 3 componentes da Unidade Motora que podem estar comprometidos: 1. Neurônio Motor 2. Junção Neuromuscular (JNM) 3. Fibra muscular (célula)
  49. 49. O Doença autoimune que causa lesão crônica e progressiva da Junção Neuromuscular = JNM. O Essa patologia é caracterizada pela destruição do receptores de Acetilcolina (Ach) da JNM por meio dos próprios anticorpos do doente. O Os músculos tornam-se cada vez mais fracos e fadigam-se facilmente. Miastenia Grave
  50. 50. O Doença Hereditária que destrói o músculo (degeneração progressiva das fibras musculares). O A forma mais comum é a Distrofia muscular de Duchenne. O O gene mutante causador da doença está no cromossomo sexual X, como os homens possuem apenas um gene X, encontramos a síndrome com a maioria da frequência em meninos. Distrofia Muscular
  51. 51. O Espasmo – contração involuntária abruta de um músculo individual, quando dolorosa é chamada cãibra. O Tique - tremor espasmódico involuntário de músculos que em geral estão sob controle voluntário (ex.: pálpebras e músculos faciais). O Tremor – contração involuntária e rítmica, sem objetivo, que produz sacudidelas. O Fasciculação – abalo involuntário e rápido de toda a unidade motora, visível sob a pele. O Fibrilação – contração espontânea de uma só fibra muscular, não visível sob a pele, que pode ser registrada por eletromiografia. Podem sinalizar a destruição de neurônios motores. Contrações Anormais:
  52. 52. O Hipertonia – aumento do tônus muscular, rigidez. O Hipotonia – redução ou perda do tônus muscular, em geral por lesão do neurônio motor. O Mialgia – dor nos músculos ou a ele associada. O Mioma – tumor constituído de tecido muscular. O Miomalácia – amolecimento de um músculo. O Miosite – Inflamação das fibras musculares. O Miotonia – aumento da excitabilidade ou contratilidade muscular, com capacidade diminuída de relaxamento (Ex.: Espasmo tônico do músculo). Terminologia Médica:

×