O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

[Relatório de Monitoramento] Repercussão do filme "Axé - Canto do povo de um lugar" nas mídias sociais

3.319 visualizações

Publicada em

Relatório de monitoramento feito por Pedro Meirelles, Roberta Cardoso e Lara Telles acerca da repercussão do documentário "Axé - Canto do povo de um lugar" nas mídias sociais no fim de semana de seu lançamento.

Publicada em: Mídias sociais

[Relatório de Monitoramento] Repercussão do filme "Axé - Canto do povo de um lugar" nas mídias sociais

  1. 1. Por Pedro Meirelles e Roberta Cardoso em parceria com RELATÓRIO DE MONITORAMENTO REPERCUSSÃO DO FILME AXÉ - CANTO DO POVO DE UM LUGAR NAS MÍDIAS SOCIAIS
  2. 2. Por Pedro Meirelles e Roberta Cardoso em parceria com RELATÓRIO DE MONITORAMENTO REPERCUSSÃO DO FILME AXÉ - CANTO DO POVO DE UM LUGAR NAS MÍDIAS SOCIAISFAÇA O DOWNLOAD PARA VISUALIZAR EM ALTA QUALIDADE
  3. 3. • SOBRE O FILME • OBJETIVOS • METODOLOGIA • PÚBLICO • ESPECTADORES • NAS REDES • CONSIDERAÇÕES FINAIS • FICHA TÉCNICA
  4. 4. A denominada axé music fez parte da vida de milhões de brasileiros principalmente nas décadas de 1990 e 2000.
  5. 5. Embora alguns trabalhos acadêmicos e livros de bastidores tenham se esforçado para registrar na história o fenômeno baiano, ainda havia uma lacuna midiática importante a ser preenchida.
  6. 6. Esse trabalho teria que dar conta de documentar toda a jornada - da ascensão ao declínio - da música dançante que extrapolou o Carnaval de Salvador e conquistou todo o Brasil.
  7. 7. É onde entra “Axé: Canto do Povo de um Lugar”
  8. 8. TRAILERSINOPSE “Para reviver os elementos que determinaram a história do mais globalizado movimento musical do Brasil, todas as estrelas da música baiana estão em AXÉ, Canto do Povo de um Lugar. Os pioneiros, a evolução do ritmo, o impulso criativo de seus compositores, as danças, músicas e a incrível originalidade da Axé Music, criaram um filme que carrega o que um documentário pode ter de melhor e o que há de mais emocionante em um musical.”
  9. 9. Dirigido por Chico Kertész, o filme estreou na 40ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, na seção Competição Novos Diretores. Neste momento, apenas alguns poucos espectadores tiveram a oportunidade de assistir ao documentário entre os dias 20 e 31 de outubro de 2016.
  10. 10. O grande público teve acesso ao filme apenas no dia 19 de janeiro de 2017, quando estreou oficialmente com sessões em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal e Bahia. Com a maior exposição, veio também o maior burburinho.
  11. 11. e aí surgiu a curiosidade: o que as pessoas então falando sobre o documentário nas mídias sociais?
  12. 12. Nosso objetivo principal neste trabalho, portanto, é analisar como se deu a repercussão do filme Axé - O Canto do Povo de um lugar nas mídias sociais no final de semana da sua estreia oficial. A partir disso pretendemos ajudar a identificar quais cidades possuem uma maior demanda para a exibição do filme de acordo com os pedidos do público. Para além disso, encontramos também os emissores com maior “poder de divulgação” que podem ajudar numa propaganda boca- a-boca do documentário.
  13. 13. Coletamos 1.777 menções sobre o filme no Twitter, Instagram e Facebook entre os dias 19 de janeiro de 2017 e 22 de janeiro de 2017, das quais 988 foram consideradas válidas* e classificadas para posterior análise. *Foram consideradas válidas mensagens de usuários que tratavam de alguma maneira sobre o documentário. Para mais informações sobre a metodologia, acesse: insightee.com.br/blog/tag/relatorio-axe Para coleta no Twitter, utilizamos a ferramenta TAGS - Twitter Archiving Google Sheet. Foram coletados todos os tweets públicos que continham as palavras “axé” e “filme” ou “documentário”. Para coleta no Instagram, utilizamos a ferramenta Netlytic. Foram coletados todas as publicações (e seus respectivos comentários) que continham as hashtags: #axéofilme, #axeofilme e #eunoaxeofilme. Para coleta no Facebook, utilizamos a ferramenta Netvizz. Foram coletados todos os comentários feitos na página oficial do filme ou em publicações de outras páginas que tenham a marcado em posts durante o período.
  14. 14. • Mulheres - 51,9% • Homens - 48,1% Adulto (de 30 a 49 anos) Jovem (de 20 a 29 anos) Adolescente (até 19 anos) 50+ 0.7% 0.9% 26.2% 72.3% 0 50 100 150 Bahia Ceará São Paulo Pernambuco Rio de Janeiro Minas Gerais Rio Grande do Norte Sergipe Alagoas
  15. 15. Para analisar como as pessoas falaram sobre o filme, criamos três categorias*: curiosos, espectadores e entusiastas. *Foram desconsideradas postagens de artistas/famosos, imprensa e usuários que apenas divulgavam a estreia do filme. 50% 30%Curiosos são aqueles que ainda não assisti- ram ao filme, mas de- monstraram interesse/ intenção. Espectadores são os usuários que já assistiram ao filme e comentaram sobre ele nas mídias sociais. Entusiastas são os espectadores que já assistiram e recomendaram a outras pessoas que também assistam. 69,7% 19,5% 9,6%
  16. 16. Para analisar como as pessoas falaram sobre o filme, criamos três categorias*: curiosos, espectadores e entusiastas. *Foram desconsideradas postagens de artistas/famosos, imprensa e usuários que apenas divulgavam a estreia do filme. 50% 30%Curiosos são aqueles que ainda não assisti- ram ao filme, mas de- monstraram interesse/ intenção. Espectadores são os usuários que já assistiram ao filme e comentaram sobre ele nas mídias sociais. Entusiastas são os espectadores que já assistiram e recomendaram a outras pessoas que também assistam. 69,7% 19,5% 9,6% Curiosos Espectadores Entusiastas
  17. 17. A predominância dos Curiosos revela, para além da ansiedade das pessoas em assistirem ao documentário, um fator importante: a (má) distribuição do filme. Em seu final de semana de estreia, a obra foi exibida apenas nas cidades de: São Paulo (SP), Santos (SP), Salvador (BA), Juazeiro (BA), Camaçari (BA), Rio de Janeiro (RJ), São Gonçalo (RJ), Niterói (RJ), Belo Horizonte (MG), Juiz de Fora (MG), Brasília (DF). No Nordeste, região onde a axé music teve mais força durante décadas, apenas o público baiano pôde usufruir do registro. Mas e o restante?
  18. 18. 0 20 40 60 80 100 Fortaleza Recife Natal Aracaju Maceió São Luis Vitória Porto Alegre Feira de Santana Manaus João Pessoa Florianópolis Onde as pessoas querem que o filme passe?
  19. 19. 0 20 40 60 80 100 Fortaleza Recife Natal Aracaju Maceió São Luis Vitória Porto Alegre Feira de Santana Manaus João Pessoa Florianópolis Onde as pessoas querem que o filme passe? Fortaleza pediu em peso pelo filme e conseguiu o que queria. Na segunda semana de exibição, a página oficial divulgou que o filme havia chegado à capital do Ceará.
  20. 20. 0 20 40 60 80 100 Fortaleza Recife Natal Aracaju Maceió São Luis Vitória Porto Alegre Feira de Santana Manaus João Pessoa Florianópolis Onde as pessoas querem que o filme passe? Fortaleza pediu em peso pelo filme e conseguiu o que queria. Na segunda semana de exibição, a página oficial divulgou que o filme havia chegado à capital do Ceará.
  21. 21. 0 20 40 60 80 100 Fortaleza Recife Natal Aracaju Maceió São Luis Vitória Porto Alegre Feira de Santana Manaus João Pessoa Florianópolis Onde as pessoas querem que o filme passe? Recife também não ficou muito para trás e os pernambucanos conseguiram levar o filme para a cidade na segunda semana de exibição após a estreia.
  22. 22. 0 20 40 60 80 100 Fortaleza Recife Natal Aracaju Maceió São Luis Vitória Porto Alegre Feira de Santana Manaus João Pessoa Florianópolis Recife também não ficou muito para trás e os pernambucanos conseguiram levar o filme para a cidade na segunda semana de exibição após a estreia.
  23. 23. 0 20 40 60 80 100 Fortaleza Recife Natal Aracaju Maceió São Luis Vitória Porto Alegre Feira de Santana Manaus João Pessoa Florianópolis O restante do top 5, no entanto - Natal, Aracaju e Maceió - ainda estão na torcida para que o documentário chegue a mais cidades do Nordeste, um dos maiores pedidos (e reclamações) do público.
  24. 24. 0 20 40 60 80 100 Fortaleza Recife Natal Aracaju Maceió São Luis Vitória Porto Alegre Feira de Santana Manaus João Pessoa Florianópolis O restante do top 5, no entanto - Natal, Aracaju e Maceió - ainda estão na torcida para que o documentário chegue a mais cidades do Nordeste, um dos maiores pedidos (e reclamações) do público.
  25. 25. Mas quem assistiu… Como avaliou o filme? Positivo (83,1%) Neutro (16,1%) Negativo (0,8%) Os usuários que assistiram e opinaram sobre o filme nas mídias sociais gostaram bastante do que viram. O sentimento positivo foi predominante na conversa online.
  26. 26. #1 Vida/Nostalgia Um dos aspectos mais apreciados do filme foi a sua relação direta com um sentimento de nostalgia de usuários que correram atrás do trio durante anos. Vários comentários elogiavam o documentário em forma de agradecimento por trazer à tona tantas lembranças boas.
  27. 27. #2 História O feito de produzir uma obra que retratasse por completo (na medida do possível) a história da axé music também foi bastante celebrado pelos usuários. Esses comentários também agradeciam pela importância da obra, que deixa um marco na história da música brasileira.
  28. 28. #3 Baianidade Os baianos que assistiram ao filme também ficaram muito orgulhosos de poderem ver a história desse fenômeno cultural que nasceu na Bahia e foi exportado para o mundo inteiro.
  29. 29. #4 Indústria Outro aspecto também pontuado foi o esforço do documentário em trazer os bastidores da indústria, criando uma narrativa que apresentasse como o mercado extorquiu o negócio.
  30. 30. Mas quem assistiu… Como avaliou o filme? Positivo (83,1%) Neutro (16,1%) Negativo (0,8%) No sentimento neutro estão usuários que apenas comentaram terem assistido ao filme, sem expressar nenhuma opinião explícita sobre o documentário.
  31. 31. Mas quem assistiu… Como avaliou o filme? Positivo (83,1%) Neutro (16,1%) Negativo (0,8%) Embora tenha sido muito bem recebido pelo público, a crítica mais comum feita ao filme tem sido em direção à negligência com alguns artistas considerados importantes para a axé music: Márcia Freire, Margareth Menezes e Gilmelândia.
  32. 32. Quais personagens mais se destacaram? 1. Daniela Mercury foi a maior promotora independente do filme. Esteve em estreias e sessões, publicou diversas vezes nas mídias sociais e o público reagiu a essa agitação. 2. Saulo Fernandes pode ser considerado um “protagonista” do filme. Seu papel na história foi importante para que o público lembrasse dele depois de assistir. 3. Claudia Leitte, embora tenha uma participação pequena no documentário, possui fãs fiéis que divulgaram bastante o filme. 4. Ivete Sangalo foi lembrada pelo público por ter sido - segundo eles - “vilanizada” na história. Talvez por isso não tenha promovido muito o documentário. 5. Luiz Caldas é considerado por muitos “o pai do axé” e teve também um papel importantíssimo na obra. Do início ao fim, ele foi relembrado.
  33. 33. Blogs/Portais PRINCIPAIS EMISSORES Usuários Comuns Artistas https://twitter.com/UOL 874915 https://twitter.com/em_com 385062 https://twitter.com/GrupoMetropole 223973 https://twitter.com/papelpop 175021 https://twitter.com/BillboardBrasil 130882 https://www.instagram.com/niarameireles 63649 https://www.instagram.com/andremagalgagliano 35775 https://twitter.com/jornalistavitor 33916 https://twitter.com/phelipecruz 28378 https://twitter.com/ApoioClaudiaL 23404https://twitter.com/danielamercury 723839 https://www.instagram.com/saulooficial 656475 https://www.instagram.com/gilgilmelandia 115880 https://twitter.com/Rua15Saulo 82508 https://twitter.com/_RicardoChaves 44000 *Aqui foram considerados apenas usuários do Instagram e Twitter.
  34. 34. Pontos positivos: onipresença carnavalesca, documentação histórica. Pontos negativos: ausência de um debate sobre o teor das danças e letras. Pontos positivos: olhar crítico sob a indústria gananciosa. Pontos negativos: extensão do filme com tantas entrevistas. Pontos positivos: construção de história linear para a ascensão e declínio da axé music, o registro das imagens e depoimentos que formam a narrativa do filme. Resenhas Críticas
  35. 35. Pontos positivos: construção de história linear para a ascensão da axé music, resgate de imagens históricas e pesquisa bem fundamentada. Pontos negativos: má dimensão da história de Margareth Menezes. Pontos positivos: pesquisa histórica, construção compreensiva da ascensão da indústria, fundamentação do debate sobre os gêneros musicais, depoimentos dos artistas. Pontos negativos: extensão da obra (justificável). Pontos positivos: papel informativo. Pontos negativos: vícios de documentários (exaustão de entrevistas, critérios de autoridade), falta de contradições, ausência da posição do autor. Resenhas Críticas
  36. 36. • Através do monitoramento podemos perceber uma movimentação de fã-clubes (Saulo Fernandes, Claudia Leitte, etc.) com o intuito de assistir e divulgar o filme nas mídias sociais. Esse pode ser um bom direcionamento para parcerias por parte da produtora, uma vez que esses e os tradicionais foliões são os principais públicos da obra. • Outra observação importante a se pontuar é o interesse do público em produtos personalizados do filme, principalmente camisas. Uma postagem de Saulo Fernandes anunciando a estreia do filme com a imagem de uma bolsa gerou várias perguntas sobre onde adquirir o produto. • Ao analisarmos os tipos de conteúdo por mídia, percebemos que o Instagram foi a plataforma onde o público mais expressou sua opinião e - consequentemente - divulgou o documentário para amigos e conhecidos. No Facebook, a página serviu principalmente como canal de “atendimento”, onde as pessoas perguntavam sobre a exibição do filme em suas cidades. No Twitter, a predominância foi de compartilhamentos de notícias e resenhas.
  37. 37. • Essa compreensão do público e da diferença de conversação entre as plataformas pode auxiliar na produção de conteúdo da página oficial do filme - principal canal de contato entre espectadores e o produto. Os aspectos do filme mais comentados nas conversações podem servir de fonte para fomentar a conversa, por exemplo. • Ainda que a exibição dos filmes não dependa apenas da produtora, para além de uma movimentação para que o filme chegue às cidades mais requisitadas, ter essa consciência pode criar uma agitação virtual para que atores importantes percebam o quanto o público de uma cidade específica gostaria de assistir ao filme. • Este relatório partiu principalmente de um desejo pessoal e profissional de acompanhar a repercussão do filme nas mídias sociais, não tendo uma intenção nem visão de negócio muita abrangente. No entanto, acreditamos que com as poucas informações que trazemos aqui, reforçar para a importância de utilizar o monitoramento de mídias sociais como instrumento estratégico.
  38. 38. Lara Telles Já trabalhou como criativa na Trilha Propaganda, Bend Propaganda e Anova Agência Digita. Atualmente é uma jovem empreendedora com a Molotov, onde atua em diversas áreas: de planejamento à direção de arte. Graduanda em Publicidade e Propaganda pela Universidade Tiradentes. • lara@molotov.me / https://www.linkedin.com/in/lara-telles-a53549102/ Roberta Cardoso Graduanda em Sociologia pela UNOPAR, com seis anos de experiência em comunicação digital e sólidos conhecimentos em análise de performance e inteligência nos meios digitais. Há 2 anos, faz parte do grupo In Press, onde planeja, monitora, executa e analisa pesquisas conduzidas no ambiente digital. • robertacardosodesouza@gmail.com / https://br.linkedin.com/in/betacardos0 Pedro Meirelles Assistente de pesquisa e conteúdo no Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados. Já trabalhou com monitoramento no time de relacionamento da E.life, atendendo o portfólio de marcas da Coca-Cola. Autor do blog insightee, onde compartilha conhecimento sobre as mídias sociais. • pedrorcmeirelles@gmail.com / https://br.linkedin.com/in/meirellespedro

×