O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira

24.932 visualizações

Publicada em

AF Porto - 2013.

Publicada em: Esportes
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.932
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15.726
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
254
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira

  1. 1. O GUARDA-REDES NO FUTEBOL… Sérgio Ferreira Fevereiro, 2013 Terça-feira, 12 de Março de 13
  2. 2. SFO GUARDA-REDES1 Posição Específica Fut 7 Fut 11Intervenção Específica 2 Vantagens Usar as Mãos Jogador mais recuado Terça-feira, 12 de Março de 13
  3. 3. SFO GUARDA-REDES1 GR – Só tarefas defensivas??? Intervém nos demais momentos! COMO PROMOVER?? TREINO Contextos Colectivos Potenciar o Potencial Aumentando GRAUS DE VARIABILIDADE Terça-feira, 12 de Março de 13
  4. 4. SFO GUARDA-REDES1 GR – São Todos Iguais? Intervir de forma ajustada nos diferentes escalões!! Plasticidade (motora e emocional) Personalidade (tirar proveito) Treino Básico Participação nas diferentes Escalas da Equipa ESCOLAS INFANTIS Terça-feira, 12 de Março de 13
  5. 5. SFO GUARDA-REDES1 GR – São Todos Iguais? Intervir de forma ajustada nos diferentes escalões!! Convicção (tirar proveito) Maior orientação para o Jogar da Equipa Treino de “refinação” SENSIBILIDADE INICIADOS Terça-feira, 12 de Março de 13
  6. 6. SFO GUARDA-REDES1 GR – São Todos Iguais? Intervir de forma ajustada nos diferentes escalões!! Morfociclo Integração do e no Todo Treino de GR Eficiência - Eficácia Ajustamento dos demais colegas JUVENIS JUNIORES Terça-feira, 12 de Março de 13
  7. 7. SFO GUARDA-REDES1 Treinador GR – Que Intervenção? Macro | Meso | Micro Intervir nas PARTES DO TODO e no TODO de forma a não Reduzir e, assim, Empobrecer! Terça-feira, 12 de Março de 13
  8. 8. SFQUE GUARDA-REDES?…2 LINHAS ORIENTADORAS: IDEIA DE JOGO Realidade realidade Orienta o que somos, o que queremos e o que vamos ser! Orienta a nossa OPERACIONALIZAÇÃOTerça-feira, 12 de Março de 13
  9. 9. SFQUE GUARDA-REDES?…2 Ser Guarda-Redes: Ter Presença Assumir a posição Capacidade para desenvolver Técnica Concentração nas suas funções Terça-feira, 12 de Março de 13
  10. 10. SFQUE GUARDA-REDES?…2 Os meus Guarda-Redes: Antecipativos (vs reactivos) Comunicativos Capacidade técnica sobre a bola Capacidade para reconhecer os 4 momentos do jogo Terça-feira, 12 de Março de 13
  11. 11. SFQUE GUARDA-REDES?…2 … nos 4 momentos do Jogo Organiza ção Ofensiva Transiçã o Ataque- Organiza ção Defensiv Transiçã o Defesa- Terça-feira, 12 de Março de 13
  12. 12. SFQUE GUARDA-REDES?…2 … nos 4 momentos do Jogo ORGANIZAÇÃO OFENSIVA Ter Bola para marcar golo • Reconhecer o lado mais vazio • Equilíbrio Ofensivo • Reconhecer o “tempo” de jogo • Adequar timing de reposição da bola em jogo • Reconhecer o sentido da bola Terça-feira, 12 de Março de 13
  13. 13. SFQUE GUARDA-REDES?…2 … nos 4 momentos do Jogo ORGANIZAÇÃO DEFENSIVA Defender para Atacar • Atacar a bola (aérea + rasteira) • Fechar espaços • Antecipar trajectórias • Comunicar para evitar desorganização • Oscilar posicionamento (largura + profundidade) • Particularidade das bolas paradas Terça-feira, 12 de Março de 13
  14. 14. SFQUE GUARDA-REDES?…2 … nos 4 momentos do Jogo TRANSIÇÃO DEFENSIVA Recuperar bola após a sua perda • Ajustar posicionamento defensivo • Reconhecer zona e momento de perda de bola • Retirar espaço em profundidade • Comunicar para recuperação posicional colectiva Terça-feira, 12 de Março de 13
  15. 15. SFQUE GUARDA-REDES?…2 … nos 4 momentos do Jogo TRANSIÇÃO OFENSIVA Dar segurança à bola • Reconhecer e explorar a desorganização defensiva adversária • Reconhecer a predisposição dos colegas • Reconhecer circunstancias no momento do ganho de bola • Reconhecer o timing de jogo Terça-feira, 12 de Março de 13
  16. 16. SFQUE GUARDA-REDES?…2 Em suma: INTERVENÇÃO SOBRE OS 4 MOMENTOS Agilidade técnica sobre a bola e espaços Predisposição mental para antecipar em vez de reagir Destreza e reconhecimento para jogar colectivamente Reconhecimento e Sensibilidade Colectiva Terça-feira, 12 de Março de 13
  17. 17. SFQUE GUARDA-REDES?…2 Em suma: INTERVENÇÃO SOBRE OS 4 MOMENTOS Agilidade técnica sobre a bola e espaços Predisposição mental para antecipar em vez de reagir Destreza e reconhecimento para jogar colectivamente Reconhecimento e Sensibilidade Colectiva Terça-feira, 12 de Março de 13
  18. 18. SFQUE GUARDA-REDES?…2 Em suma: INTERVENÇÃO SOBRE OS 4 MOMENTOS Agilidade técnica sobre a bola e espaços Predisposição mental para antecipar em vez de reagir Destreza e reconhecimento para jogar colectivamente Reconhecimento e Sensibilidade Colectiva O GUARDA-REDES REDUZ-SE ÀS TAREFAS DEFENSIVAS?? Terça-feira, 12 de Março de 13
  19. 19. SFCOMO TREINAR?3 Treinando a jogar (MUITO) e a jogar (MUITO) no treino…! Suportado em 3 Princípios Metodológicos orientados por um Supra-Princípio PRINCÍPIO DA ESPECIFICIDADE PROPENSÕES ALTERNÂNCIA HORIZONTAL PROGRESSÃO COMPLEXA Terça-feira, 12 de Março de 13
  20. 20. SFCOMO TREINAR?3 O meu Morfociclo ALTERNÂNCIA HORIZONTAL EM ESPECIFICIDADE Doming o JOGO Segunda Recuper ação Terça Tensão Contrac ção Muscula r Quarta Duração Contrac ção Muscula r Quinta Recuper ação Sexta Velocida de de Contrac ção Muscula r Sábado Predisp osição para jogo Domingo Activaçã o da Predispo sição JOGO Período Aquisitivo Terça-feira, 12 de Março de 13
  21. 21. SFCOMO TREINAR?3 Princípios das Propensões Configuração do contexto de treino – exacerbando (principio, sub- principio, sub-sub-principio) o que quero treinar em contexto de jogo!! Sem esquecer a natureza inquebrantável do Jogo!! O QUE QUERO TREINAR?? Terça-feira, 12 de Março de 13
  22. 22. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: (4 x 4 x GR) GR O que promovemos neste contexto aquisitivo? Principio ou comportamento? Terça-feira, 12 de Março de 13
  23. 23. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: (3 x 2 + GR) GR GR Neste contexto aquisitivo o que promovemos? Terça-feira, 12 de Março de 13
  24. 24. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: (“Meínho” 3 x 3 + 2 Apoios) GR GR Principio? Comportamento? Terça-feira, 12 de Março de 13
  25. 25. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: (4 + GR x 4 + GR com 2 Balizas) GR GR Gr só participa em tarefas defensivas? Então o que promover? Terça-feira, 12 de Março de 13
  26. 26. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: (Org. Def. (6 + 2 Apoios) + GR VS Ofensiva (8)) GR GR GR O que promovemos ? Terça-feira, 12 de Março de 13
  27. 27. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: (Jogo de Posição 9+Gr x 9 +GR) GR Que relações? GR Terça-feira, 12 de Março de 13
  28. 28. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: (Treino Holandês) GR Que princípios? Que aquisição? GR GR Terça-feira, 12 de Março de 13
  29. 29. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: (3 Equipas – apoios para transição – após ganho de bola) GR Que exacerbação? GR GR Terça-feira, 12 de Março de 13
  30. 30. SFCOMO TREINAR?3 Contextos propícios de aquisição: jogar o jogo em diferentes escalas para adquirir o nosso Jogar 3 x 3 5 x 5 5+ GR x 5 7 x 7 9 x 9 11x11 Jogar, jogar, jogar… para um Jogar!Treinar a jogar e jogar a treinar… Muito!! Terça-feira, 12 de Março de 13
  31. 31. Obrigado pela vossa atenção!!! Terça-feira, 12 de Março de 13

×