protocolo cirúrgico são recomendados os seguintes procedimentos:• Todos os instrumentos deverão estar rigorosamente estere...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Implante provisorio-imediato pag2

462 visualizações

Publicada em

O implante Provisório Imediato IPI é utilizado para reabilitação temporária do paciente, com pequena adaptação de sua prótese através da cápsula o’ring (no caso de prótese total) ou da cápsula cimentada (no caso de prótese parcial).

O implante imediato IPI é auto atarrachante e inserido no ato cirúrgico dos implantes definitivos, promovendo a retenção da prótese do paciente durante o tempo de osseointegração dos implantes definitivos, permitindo ajuste de inclinação em até 20º.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
462
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Implante provisorio-imediato pag2

  1. 1. protocolo cirúrgico são recomendados os seguintes procedimentos:• Todos os instrumentos deverão estar rigorosamente esterelizados e utilizados em campo cirúrgico estéril. Deverão ser verificados a integridade do lacre e identificação do produto com atenção para data de validade do mesmo.• Perfuração com Broca Ø1,5mm, com irrigação externa.• O implante é retirado da embalagem interna através da tampa de polipropileno onde está preso na parte superior, e levado, sem toque na peça, para inserção inicial na loja cirúrgica.• A inserção final é feita com chave catraca ou chave contra-ângulo, com torque até 40N.cm.• A critério do cirurgião, pode-se angular a haste transmucosa até 20o após inserção do implante.• Em seguida à inserção do implante, é feita a captura da cápsula de retenção na prótese do paciente. Nesta etapa, o paciente mantém a oclusão até secagem do acrílico protético (ou do material de cimentação, no caso do implante provisório imediato cimentado).• O implante, esterilizado por raios gama, deve ser retirado da embalagem tripla, imediatamente antes da sua introdução cirúrgica.• No caso do implante provisório tipo O´ring, o paciente, a critério do cirurgião, deve higienizar a prótese, sem retirá-la, durante 2 a 3 dias. Após esse prazo, a higienização cuidadosa e manuseio cauteloso de retirada e colocação da prótese durante o tempo de permanência do implante é um fator importante para o sucesso do mesmo. O mesmo cuidado de higienização é importante para o implante provisório imediato cimentado.EFEITOS ADVERSOSSe a técnica cirúrgica utilizada não for adequadamente planejada e corretamenteexecutada, o resultado final da aplicação do produto pode não ter êxito, havendoconsequentemente a perda do implante e possível reabsorção óssea. O processocirúrgico pode trazer efeitos como dormência temporária e, em casos raros, dor-mência permanente em regiões da mândibula e mesmo da região maxilar. Efeitosde curta duração como edema, hematoma, deiscência e aumento de sensibilidadetêm sido relatados em alguns casos.ESTERILIZAÇÃOO implante IPI é esterilizado por raios gama e sua validade estéril é garantida por4 (quatro) anos desde que a embalagem tripla e lacrada não seja aberta ou violada.Antes da aplicação do implante, deverão ser verificados a integridade do lacre eidentificação do produto com atenção para a data de validade do mesmo. Não uti-lizar o implante caso a validade esteja vencida ou a embalagem violada. O produtoé de uso único não podendo, portanto, ser reprocessado. A PECLAB adverte quenão se responsabiliza por re-esterilização feita pelo profissional.IDENTIFICAÇÃO E ARMAZENAMENTO DO PRODUTOO implante PECLAB é identificado conforme normas da ANVISA e deverá constarno prontuário do paciente a etiqueta de identificação fornecida na embalagem doproduto. O armazenamento do implante deverá ser feito em sua embalagemoriginal, em local e temperatura ambientes. Caso ocorra a necessidade de descartedo implante, após seu uso cirúrgico, o profissional deverá seguir as normas vigentespara descarte de produto contaminado. Reg. ANVISA Nº: vide rótulo Resp. Técnico: Paulo Edson Cardoso CREA 4 a R-6154/D Rua Euclásio, 96 Santa Efigênia - Belo Horizonte / MG CEP 30260-220 - SAC (31) 3481 3749 www.peclab.com.br peclab@peclab.com.br PecLab Ltda. CNPJ 00907882/0001-73

×