Trabalho de neuronatomia funcional

1.144 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.144
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de neuronatomia funcional

  1. 1. IBMR INSTUTO BRASILEIRO DE MEDICINA E REABILITAÇÃO Trabalho de Neuroanatomia Funcional Breve resumoAluna: Patrícia Costa1106128BiomedicinaProfessor: Antônio
  2. 2. Funções EncefálicasAs funções, no nível encefálico inferior, são as atividades doorganismo que se dão no nível subconsciente. São atividadescontroladas por áreas do encéfalo como bulbo, ponte, hipotálamo,tálamo, cerebelo, gânglios da base. Por exemplo: controle dapressão arterial; controle respiratório; controle do equilíbrio;movimentos coordenados para girar a cabeça, todo o corpo e osolhos; salivação; padrões emocionais (raiva, excitação, dor, prazer,atividade sexual etc.).As funções, no nível encefálico superior (córtex cerebral), sãoaquelas relacionadas às atividades intelectuais. O córtex cerebral éprincipalmente uma ampla área de armazenamento deinformações. A perda de uma região do córtex cerebral causaráuma enorme perda de informações, desaparecendo também algunsmecanismos necessários para o processamento dessasinformações. Consequentemente, a perda total do córtex cerebralresulta num tipo de vida "vegetativa".Sistema Nervoso CentralÉ constituído por órgãos que estão dentro da caixa craniana e nointerior do canal vertebral: o encéfalo e medula espinhal.
  3. 3. Todos os órgãos do sistema nervoso central estão revestidos portrês membranas chamadas meninges:A mais interna - pia-máterA intermediária - aracnóideA mais externa - dura-máterEntre a aracnóide e a pia-máter encontramos um líquido queprotege os órgãos do SNC (sistema nervoso central), que é o líquorou líquido cefalorraquidiano.EncéfaloO encéfalo é todo o material nervoso situado dentro do crânio. Éformado por cérebro, diencéfalo, cerebelo, mesencéfalo, ponte ebulbo. Chamamos tronco cerebral o conjunto formado demesencéfalo, ponte e bulbo.CérebroO cérebro ou telencéfalo é o maior órgão do encéfalo. As atividadesdo cérebro podem ser somáticas e psíquicas. As primeiras
  4. 4. controlam a estabilidade (equilíbrio interno) e a atividade doorganismo de maneira consciente e de maneira inconsciente. Já asatividades psíquicas compreendem as emoções, a personalidade ecomportamentos.O cérebro pode ser compreendido pela Fisiologia e pela Psicologia,de uma maneira ou perspectiva que une estas ciências. Porexemplo, as doenças mentais têm repercussões físicas, e doençasfísicas alteram o equilíbrio emocional.Externamente, o cérebro apresenta numerosos sulcos, reentrânciase saliências que, são denominadas circunvoluções cerebrais, queaumentam a área cerebral. A estrutura do cérebro mostra umazona mais periférica de substância cinzenta chamada córtexcerebral, e uma camada interna de substância branca.Para aproximadamente 10 bilhões de células nervosas existemperto de 1 trilhão de células gliais (células da neuróglia ). Cadacélula nervosa é capaz de se ligar a pelo menos 30 outras célulasnervosas, originando uma rede cujos elementos complexos podemregistrar 100 milhões de informações em apenas um segundo.O cérebro apresenta duas áreas: a massa cinzenta e a massabranca. A massa cinzenta (ou substância cinzenta) é constituídapelos corpos celulares dos neurônios. Os prolongamentos dos
  5. 5. neurônios, que se ligam ao resto do sistema nervoso, são brancos,porque são envolvidos por uma capa da substância chamadamielina. A massa branca (ou substância branca) é composta porprolongamentos neurais.O cérebro é separado em metades, os hemisférios cerebraisesquerdo e direito. Nas funções elementares, como a motora e asensitiva, ocorre o chamado contralateral, isto é, o hemisférioesquerdo coordena o lado direito do corpo, e vice-versa. Os doishemisférios, porém, não são exatamente iguais. Há uma certadominância do hemisfério esquerdo sobre o direito. Os hemisfériossão unidos por uma estrutura fibrosa que é o corpo caloso.No cérebro estão localizados os centros nervosos superiores, denumerosas funções, que servem à integração do ser humano aomeio, entre as quais se encontram:função da memóriafunção da inteligênciafunção sexualfunção da motilidade voluntáriafunção da linguagem falada e escritafunção do psiquismo
  6. 6. função da visãofunção do olfatofunção da audiçãoEsses diversos centros nervosos cerebrais têm hoje a sualocalização precisamente determinada dentro da massa cerebral.DiencéfaloÉ a parte intermediária do encéfalo, onde estão localizados oscentros nervosos que controlam grande parte da vida somática evegetativa. No diencéfalo encontramos o tálamo e o hipotálamo,responsáveis por funções como controle do metabolismo, centroda fome e do apetite, centro do sono, medo, regulação térmica,dor, etc. No hipotálamo encontramos a hipófise.MesencéfaloÉ o conjunto de formações é constituído pelos pedúnculoscerebrais, os tubérculos quadrigêmeos e o aqueduto de Sylvius.Os pedúnculos cerebrais são duas formações tubulares de tecido
  7. 7. nervoso que unem a protuberância dos hemisférios cerebrais. Suafunção parece ser apenas uma via de passagem dos estímulosnervosos, principalmente os relacionados à motricidade e àsensibilidade.Os tubérculos quadrigêmeos são quatro pequenas saliênciaslocalizadas na parte posterior da protuberância e são também viasde passagem dos estímulos nervosos.Ponte ou ProtuberânciaÉ uma formação nervosa situada logo acima do bulbo, do qual estáseparada por um sulco. É zona de passagem para os estímulosnervosos que vão para outras partes do encéfalo. Dada as suascorrelações com o bulbo, a maioria dos autores atribui a ela asmesmas funções atribuídas ao bulbo.BulboÉ a parte mais inferior do encéfalo, estando situada na terminaçãocefálica da medula espinhal. É zona de passagem obrigatória dosestímulos que vêm do encéfalo.
  8. 8. Possui funções próprias que também são atribuídas àprotuberância: centro de reflexos de espirro, tosse, vômito,mastigação, sucção, fonação, movimentos das pálpebras,respiratório, cárdio-moderador, cárdio-acelerador, vasoconstritor,vasodilatador, etc.CerebeloÉ a parte do encéfalo, situada atrás da protuberância e do bulbo,separada do cérebro pela chamada "tenda do cerebelo", que é umprolongamento ou folheto das meninges.A sua parte mais interna, de substância cinzenta, tem um aspectoarborizado.Esta estrutura do encéfalo está associada com a regulação dafunção muscular e com o equilíbrio corporal.Medula Espinhal ou Medula Nervosa ou RáquisÉ a porção do Sistema Nervoso Central situada dentro do canalvertebral, desde o bulbo até a altura da segunda vértebra lombar.Neste trajeto de 45 cm, a medula dá origem a numerosas raízesnervosas que formam os nervos raquianos. A medula ocupa, destemodo, diversas porções do segmento corporal das vértebras,podendo ser dividida então em medula cervical, medula torácica e
  9. 9. medula lombar. Na altura da segunda vértebra lombar, a medulatermina, emitindo um filamento. O conjunto deste filamento comas raízes nervosas dos nervos raquidianos tem um aspecto de fiosde cabelo que se dispõem paralelamente e que recebe o nome de"cauda eqüina".Quando fazemos um corte transversal na medula, encontramos umaspecto particular: zonas periféricas de substância branca e umazona central, em forma de H, de substância cinzenta: o "H"medular.TÁLAMO E HIPOTÁLAMO TÁLAMO Todas as mensagens sensoriais, com exceção dasprovenientes dos receptores do olfato, passam pelo tálamo antesde atingir o córtex cerebral. O tálamo é o retransmissor de impulsosnervosos para o córtex cerebral. Acredita-se que ele também sejaresponsável pela regulação dos estados de consciência, de alerta ede atenção e também das emoções que acompanham a percepçãosensorial.HIPOTÁLAMO Responsável pela homeostase, ou seja, o ajuste doorganismo às variações externas, como temperatura corporal,pressão arterial, sede, fome, impulsos sexuais etc Liga o sistemanervoso ao sistema endócrino (glândulas), produtor de hormônios.Medula espinhal Funciona como intermediária de estímulos queascendem e descendem do cérebro. Dela partem os 31 pares denervos raquidianos que trazem informações e levam respostas atodo o organismo. Na medula, encontram-se os centros motores
  10. 10. das respostas automáticas involuntária.SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO Nervo sensitivo ou aferente Nervomotor ou eferente Nervo misto SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO Dividido em: sistema nervososimpático e sistema nervoso parassimpático.Telencéfalo Ele compreende os dois hemisférios cerebrais que sãoseparados pela fissura longitudinal. Nele chegam todos ossinais que vêm do corpo pelo tronco encefálico e diencéfalo.É dividido em 5 lobos: lobo parietal, lobo occipital, lobofrontal, lobo da ínsula e lobo temporal.Lobo Occipital É o mais posterior, ocupa uma porção pequena do cérebroe é responsável pela visão.Lobo Parietal Está localizado posteriormente ao sulco central. Esse loboprocessa todos os sinais relacionados ao espaço corporal.Lobo Temporal
  11. 11. Está localizado na lateral do cérebro, ele faz com queexistam as informações auditivas, visuais e participa darepresentação da identidade pessoal.Lobo Frontal Corresponde a toda a porção do córtex anterior ao sulcocentral. Nele se localizam as áreas do córtex que organizamo comportamento.Lobo da Ínsula É uma dobra interna do córtex responsável por monitorar oestado funcional do corpo gerando informações que sãousadas pelo lobo frontal para ajustar o comportamento aonosso estado interno.BibliografiaLivro Neuroanatomia Funcional-Angelo Machado2°Edição- Atheneu

×