Fisiologia renal modificado

985 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
985
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fisiologia renal modificado

  1. 1. Fisiologia Renal
  2. 2. - Regulação do volume sanguíneo: quando o volume diminui, a P.A também diminui. O corpo não consegue manter o fluxo; - Manutenção do equilíbrio iônico: Sódio, Potássio e Cálcio serão regulados; - Regulação do PH: se o fluido extracelular está ácido demais, os rins removem H+ e conservam bicarbonato; - Excreção de resíduos: Produtos finais do metabolismo (creatinina – metabolismo muscular) e substâncias estranhas (drogas e toxinas).
  3. 3. A água e os solutos vão do plasma para dentro dos rins. Nos túbulos renais a composição do fluido sofre alteração; Os fluidos deixam os rins e vão para um tubo oco (ureter), que ligam o rim até a bexiga; A bexiga se enche de urina, contrai e expulsa a urina.
  4. 4. NÉFRON Unidade funcional renal 1.200.000 néfrons em cada rim Glomérulo + túbulo que desemboca nos tubos coletores de urina. Unidade independente
  5. 5. • O sangue arterial chega no néfron e nos glomérulos (rede de capilares); • GLOMÉRULOS são o local onde o fluido do plasma é filtrado para dentro do túbulo; • O glomérulo é envolto por uma cápsula, conhecida como CÁPSULA DE BOWMAN; • Da cápsula de Bowman, o líquido filtrado segue para o túbulo proximal e depois para a Alça de Henle. O fluido que deixa a alça entra no túbulo distal.
  6. 6. COMO O RIM FILTRA O SANGUE??? MECANISMOS
  7. 7. Mecanismos Filtração Glomerular → Filtração de grande quantidade de líquido; Reabsorção Tubular → Reabsorção de água e certos solutos; Secreção Tubular → Secreção de substâncias do sangue para os túbulos.
  8. 8. O Glomérulo
  9. 9. FILTRAÇÃO GLOMERULAR A filtração de plasma no túbulo renal é o primeiro passo para a formação da urina; Água, glicose, uréia, creatinina, subst tóxicas; Pressão: faz com que o líquido passe pelo endotélio. Embora a pressão diminua ao longo dos capilares, ela permanece alta (55 mmHg); Uma média de 180 litros é filtrado para dentro da cápsula por dia.
  10. 10. REABSORÇÃO TUBULAR Água + glicose + aminoácidos 99% da água filtrada – somente 1,5 litro é eliminado pelo urina A maior parte da reabsorção ocorre no túbulo proximal. Diferença de concentração: do líquido extracelular e intracelular; Transporte no néfron é mediado por proteínas da membrana que podem ficar saturadas. Ex: excreção de glicose.
  11. 11. SECREÇÃO Oposto à reabsorção. Capilares > túbulos Ativo ou passivo H+ / K+ / Amônia – metabólitos produzidos pelo corpo; Hormônios (ADH) Qtd de solutos Dieta Ác./Básico Fluxo do FG
  12. 12. Final Filtrado glomerular > reabsorvido > secretado Tubo ou ducto coletor > pelve renal > uretér > bexiga > uretra. O líquido que “cai” na pelve renal é a urina propriamente dita

×