A Tecnologia Assistiva (TA) consiste em recursos que    proporcionam acessibilidade a pessoas com              necessidade...
CONCEITUAÇÃO   No Brasil, o Comitê de Ajudas Técnicas(CAT), propõe o seguinte    conceito para a Tecnologia              A...
TECNOLOGIA ASSISTIVA                                   Recursos        Podem variar de uma simples bengala a um complexo s...
TECNOLOGIA ASSISTIVA Deficiência Visual(DV):Deficiência visual é a perda ou redução    da capacidade visual em ambos os  ...
TECNOLOGIA ASSISTIVANão é difícil perceber que o deficiente visual enfrenta muitas dificuldades em nossa sociedade e, a pr...
TECNOLOGIA ASSISTIVA O deficiente visual precisa se tornar auto suficiente   para alimentar-se, vestir-se, executar as tar...
TECNOLOGIA ASSISTIVA   O desenvolvimento das habilidades necessárias para realização dasatividades cotidianas constitui um...
TECNOLOGIA ASSISTIVA  Sistema de Leitura ampliada      Ampliadores de Tela   É um software que amplia oconteúdo da página ...
TECNOLOGIA ASSISTIVA           ALFABETO EM BRAILLEO sistema Braille foi criado em 1825 pelo jovemfrancês Louis Braille (fo...
TECNOLOGIA ASSISTIVA           PAUTAS E PUNÇÕES O Braille escreve-se com pautas e punções, etambém em máquinas datilográfi...
TECNOLOGIA ASSISTIVA  MÁQUINA DE ESCREVER EM         BRAILLE    A evolução dos instrumentos utilizados para a escrita em B...
TECNOLOGIA ASSISTIVA Impressoras Braille   Seguem o mesmoconceito das impressoras  de impacto comuns e  podem ser ligadas ...
TECNOLOGIA ASSISTIVAScanner de mesa para cegos     Na década de 80, foi desenvolvido um software de   computador para Brai...
TECNOLOGIA ASSISTIVA      TERMINAL BRAILLE        (display Braille)Representa em uma ou duas linhas  caracteres correspond...
TECNOLOGIA ASSISTIVA             Braille faladoTrata-se de um minicomputador quedispõe de 7 teclas através das quais oapar...
TECNOLOGIA ASSISTIVA           SOROBAN  A origem do soroban é tão antiga quanto a história da humanidade. O certo é que se...
TECNOLOGIA ASSISTIVA                   DOSVOX   O DOSVOX é um sistema computacional,  baseado no uso intensivo de síntese ...
TECNOLOGIA ASSISTIVA            BENGALA DOBRÁVELA bengala é muito útil para o deficiente visual.Ela serve para ajudar a pe...
TECNOLOGIA ASSISTIVABENGALAS COM SENSORES   A Ultra Cane é a primeira bengala eletrônica que detectaobjetos ao nível dos p...
TECNOLOGIA ASSISTIVA                    CÃO-GUIAPara auxiliar quem precisa, existem os chamados‘cães-guias’. São animais m...
TECNOLOGIA ASSISTIVANovas tecnologias facilitarão a rotina dos deficientes visuais
TECNOLOGIA ASSISTIVAPesquisadores de Israel podem estar levandoa tecnologia da vida real para perto da ficçãocientífica e ...
TECNOLOGIA ASSISTIVA                                       Sensores     Estes aparelhos, desenvolvidos pelo oftalmologista...
TECNOLOGIA ASSISTIVA                            Celular que identifica pontos de ônibusAté o fim do ano estará disponível ...
TECNOLOGIA ASSISTIVAUm casal de deficientes visuais, Roger e Margaret, deu um passo em favor da acessibilidade e adaptou o...
TECNOLOGIA ASSISTIVA                                       Luvas falantesPara ajudar na localização e a identificação de o...
TECNOLOGIA ASSISTIVA Uma tecnologia assistiva desenvolvida recentemente por brasileiros é o    Livox, o primeiro sistema d...
Tecnologiaassistiva
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tecnologiaassistiva

1.416 visualizações

Publicada em

Vamos saber mais sobre Tecnologia Assistiva.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.416
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnologiaassistiva

  1. 1. A Tecnologia Assistiva (TA) consiste em recursos que proporcionam acessibilidade a pessoas com necessidades especiais.
  2. 2. CONCEITUAÇÃO No Brasil, o Comitê de Ajudas Técnicas(CAT), propõe o seguinte conceito para a Tecnologia Assistiva: “Tecnologia Assistiva é uma área do conhecimento, decaracterística interdisciplinar, que engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias,práticas e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à atividade e participação de pessoas com deficiência, incapacidades oumobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social".
  3. 3. TECNOLOGIA ASSISTIVA Recursos Podem variar de uma simples bengala a um complexo sistema computadorizado. Estão incluídos brinquedos e roupas adaptadas,computadores, softwares e hardwares especiais, que contemplam questões deacessibilidade, dispositivos para adequação da postura sentada, recursos para mobilidade manual e elétrica, equipamentos de comunicação alternativa,chaves e acionadores especiais, aparelhos de escuta assistida, auxílios visuais,materiais protéticos e milhares de outros itens confeccionados ou disponíveis comercialmente. Serviços São aqueles prestados profissionalmente à pessoa com deficiência visando selecionar, obter ou usar um instrumento de tecnologia Assistiva. Comoexemplo, podemos citar avaliações, experimentação e treinamento de novos equipamentos.
  4. 4. TECNOLOGIA ASSISTIVA Deficiência Visual(DV):Deficiência visual é a perda ou redução da capacidade visual em ambos os olhos, com carácter definitivo, não sendo susceptível de ser melhorada ou corrigida com o uso de lentes e/outratamento clínico ou cirúrgico. Dentre os deficientes visuais, podemos ainda distinguir os portadores de cegueira e os de visão subnormal.
  5. 5. TECNOLOGIA ASSISTIVANão é difícil perceber que o deficiente visual enfrenta muitas dificuldades em nossa sociedade e, a principal delas, é o preconceito. Além disso, é importante que ele tenha em sua educação o aprendizado do alfabeto Braille, Orientação e Mobilidade necessários para que ele exerça a sua cidadania.
  6. 6. TECNOLOGIA ASSISTIVA O deficiente visual precisa se tornar auto suficiente para alimentar-se, vestir-se, executar as tarefas rotineiras do lar, conviver adequadamente e participar em sua comunidade.São muitas as barreiras: calçadas esburacadas, locaispúblicos sem rampas, falta de sinalização, acesso ao transporte público, poucos livros em Braille entre outras que dificultam a vida do deficiente visual.
  7. 7. TECNOLOGIA ASSISTIVA O desenvolvimento das habilidades necessárias para realização dasatividades cotidianas constitui um dos aspectos mais importantes para a vida de um deficiente visual.
  8. 8. TECNOLOGIA ASSISTIVA Sistema de Leitura ampliada Ampliadores de Tela É um software que amplia oconteúdo da página para facilitar a leitura. Para alguns casos da visão subnormal, pode ser utilizada uma ampliação da tela do computador ou um monitor de vídeo com dimensões maiores.
  9. 9. TECNOLOGIA ASSISTIVA ALFABETO EM BRAILLEO sistema Braille foi criado em 1825 pelo jovemfrancês Louis Braille (foto), nascido em 4 dejaneiro (Dia Mundial do Braille) de 1809. É umcódigo universal que permite às pessoas cegasbeneficiar-se da escrita e da leitura, dando-lhesacesso ao conhecimento, favorecendo suainclusão na sociedade e o pleno exercício dacidadania. Baseado na combinação de seis pontosdispostos em duas colunas e três linhas, o sistemaBraille compõe 63 caracteres diferentes, querepresentam as letras do alfabeto, os números,sinais de pontuação e acentuação, a simbologiacientífica, musicográfica, fonética e informática.O sistema Braille adapta-se perfeitamente àleitura tátil, pois os seis pontos em relevo podemser percebidos pela parte mais sensível do dedocom apenas um toque.
  10. 10. TECNOLOGIA ASSISTIVA PAUTAS E PUNÇÕES O Braille escreve-se com pautas e punções, etambém em máquinas datilográficas especiais. A reglete (ou pauta) e o punção foram os primeiros instrumentos utilizados para escrever em Braille. A reglete é um pequeno artefato articulado com orifícios na parte superior e reentrâncias na parte inferior. O punção é um tipo de caneta que permite perfurar os pontos em uma folha de papel.
  11. 11. TECNOLOGIA ASSISTIVA MÁQUINA DE ESCREVER EM BRAILLE A evolução dos instrumentos utilizados para a escrita em Brailleresultou na máquina de escrever emBraille. Semelhante a uma máquina de escrever comum, a máquina Braille tem um teclado com apenas seis teclas e uma barra de espaço. Como única função, produz as células em relevo sobre o papel.
  12. 12. TECNOLOGIA ASSISTIVA Impressoras Braille Seguem o mesmoconceito das impressoras de impacto comuns e podem ser ligadas ao computador através dasportas paralelas e seriais.
  13. 13. TECNOLOGIA ASSISTIVAScanner de mesa para cegos Na década de 80, foi desenvolvido um software de computador para Braille. Recursos adicionais incluemsoftware de reconhecimento de voz, teclados especiais paracomputador e scanners ópticos. Esses dispositivos são capazes de processar e traduzir documentos para o Braille.
  14. 14. TECNOLOGIA ASSISTIVA TERMINAL BRAILLE (display Braille)Representa em uma ou duas linhas caracteres correspondentes às informações exibidas em ummonitor. Através da movimentação vertical em celas, dispostas emuma placa, os caracteres Braille são produzidos;
  15. 15. TECNOLOGIA ASSISTIVA Braille faladoTrata-se de um minicomputador quedispõe de 7 teclas através das quais oaparelho pode ser operado, para ediçãode textos a serem impressos no sistemacomum ou em Braille. O Braille falado,quando conectado a ummicrocomputador pode ser utilizadocomo sintetizador de voz, transferir oureceber arquivos, funcionando aindacomo uma agenda eletrônica,calculadora ou cronômetro.
  16. 16. TECNOLOGIA ASSISTIVA SOROBAN A origem do soroban é tão antiga quanto a história da humanidade. O certo é que se originou da tábua de calcular, o mais antigo dos ábacos, diante da necessidade da humanidade de negociar. o Soroban é utilizado no Japão, em vez de uma calculadora, por diversos profissionais. Depois de dominada a técnica Shuzan, seu uso pode ser tão rápido quanto o de uma calculadora. Toda criançajaponesa estuda seu uso dos 5 aos 8 anos. Pessoas com deficiência visual que passam por ensino especializado a utilizam em todo o mundo.
  17. 17. TECNOLOGIA ASSISTIVA DOSVOX O DOSVOX é um sistema computacional, baseado no uso intensivo de síntese de voz, desenvolvido pelo Núcleo de Computação Eletrônica(NCE) da Universidade Federal doRio de janeiro(UFRJ), que se destina a facilitar o acesso de deficientes visuais a microcomputadores. Através de seu uso é possível observar um aumento muito significativo no índice de independência e motivação das pessoas com deficiência visual, tanto no estudo, trabalho ou interação com outras pessoas. Com o Dosvox, o deficiente visual pode acessar a internet.
  18. 18. TECNOLOGIA ASSISTIVA BENGALA DOBRÁVELA bengala é muito útil para o deficiente visual.Ela serve para ajudar a pessoa a se locomover emambientes desconhecidos ou em ruas e calçadas.Faz com que a pessoa "perceba" os obstáculosque estão à sua volta. Existem muitos modelosde bengalas. A mais comum é a dobrável. Abengala dobrável é dividida nas seguintes partes:Luva, Gomos, Ponteira e o elástico. A luva servepara a pessoa segurar a bengala. Os gomosconstituem o corpo da bengala. Eles são unidospor meio de um elástico. O elástico fica preso naluva e na ponteira. A ponteira é a parte que ficaem contato com o chão. Quando a bengala nãoestá em uso, basta ir puxando os gomos, que elase dobra. Quando vai usar, basta soltar que elase abre rapidamente.
  19. 19. TECNOLOGIA ASSISTIVABENGALAS COM SENSORES A Ultra Cane é a primeira bengala eletrônica que detectaobjetos ao nível dos pés, pernas,tronco e cabeça. Faz com que apessoa "perceba" os obstáculos que estão à sua volta.
  20. 20. TECNOLOGIA ASSISTIVA CÃO-GUIAPara auxiliar quem precisa, existem os chamados‘cães-guias’. São animais muito bem adestrados, que conduzem seus donos – pessoas com problemas de visão e evitam acidentes causados por diversos motivos. No Brasil quase não observamos deficientes visuais com cão-guia, porém nas Regiões do Sul e Sudeste temos notícias da presença de alguns destes belos animais usados como auxílio da mobilidade dos deficientes. Os cães utilizados para serem guias de deficientes visuais são geralmente pastoresalemães, labradores e golden retrievers. Segundo a legislação federal, ambos tem o direito de ingressar e permanecer nos locais e veículos públicos e privados de uso coletivo. Quem desrespeitar tentando impedir ou dificultar, segundo a constituição, pode ser multado.
  21. 21. TECNOLOGIA ASSISTIVANovas tecnologias facilitarão a rotina dos deficientes visuais
  22. 22. TECNOLOGIA ASSISTIVAPesquisadores de Israel podem estar levandoa tecnologia da vida real para perto da ficçãocientífica e revolucionando a medicina. Elesapresentaram um dispositivo surpreendenteque pode usar o som para formular imagensno córtex visual das pessoas cegas. Oaparelho é bastante similar ao usado por umpersonagem em Star Trek: The NextGeneration. O “Dispositivo de substituiçãosensorial”, foi criado por pesquisadores daUniversidade Hebraica de Jerusalém,liderados pelo Dr. Amir Amedi, e usa umalgoritmo para traduzir dados visuais emsom. Basta apenas um pouco de treinamentopara que os usuários possam aprender ainterpretar esses sons para mostrar-lhesforma, localização, posição dos objetos epessoas e até mesmo ler palavras escritas.
  23. 23. TECNOLOGIA ASSISTIVA Sensores Estes aparelhos, desenvolvidos pelo oftalmologista e professor de faculdade de medicina, Leonardo Gontijo, têm o propósito de possibilitar invisuais amovimentarem-se sozinhos sem auxílio da bengala. Os sensores são presos aos joelhos, peito e cintura que vibram ao detectar objetos a 1,5m de distância, aumentando a intensidade com a proximidade. Os sensores ainda não se encontram disponíveis paravenda nem existe uma estimativa para o preço, pois ainda se encontra em fase de testes.
  24. 24. TECNOLOGIA ASSISTIVA Celular que identifica pontos de ônibusAté o fim do ano estará disponível aplicativo no celular que ajuda os deficientes visuais a localizar o ponto de ônibus e a linha mais próxima de onde estão. Com poucos cliques no aparelho, eles sãoinformados, via comando de voz, da linha, dos horários dos ônibus e do caminho para seguir até o ponto, semelhante a um GPS. Há pelo menos quatro meses, três deficientes visuais do Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos Florivaldo Vargas (Ismac) testam o sistema.
  25. 25. TECNOLOGIA ASSISTIVAUm casal de deficientes visuais, Roger e Margaret, deu um passo em favor da acessibilidade e adaptou osistema portátil Android para que ele seja mais acessível aos cegos. A adaptação recebeu o nome deGeorgie, em homenagem ao cão guia de Margaret, e possui recursos de leitura de tela e aplicativos queajudam em tarefas básicas como pegar ônibus, ler textos e localizar endereços. O diferencial do telefone éque ele se baseia quase por completo no uso de comandos de voz. O sistema está sendo vendido no ReinoUnido em aparelhos como o Samsung XCover e Galaxy Ace 2 por US$ 460, mas uma versão do sistemapode ser comprada pelo Google Play por US$230.
  26. 26. TECNOLOGIA ASSISTIVA Luvas falantesPara ajudar na localização e a identificação de objetos uma equipa de cientistas americanostrabalha há uns anos numa luva que pode reconhecer diversos produtos e que identifica em alta voz o objeto com que entra em contato. Cada objeto foi previamente marcado e associado a um ficheiro áudio com o seu nome.
  27. 27. TECNOLOGIA ASSISTIVA Uma tecnologia assistiva desenvolvida recentemente por brasileiros é o Livox, o primeiro sistema de comunicação alternativa para tabletstotalmente em português. A ideia é do analista de sistemas Carlos Pereirae de sua esposa Aline, que buscavam um dispositivo capaz de melhorar a comunicação com a filha, que tem dificuldades de fala.

×