Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC            Um caminho sem volta
CAIANESSATEIA
Ou...Você consegue viver sem?
Todos têm direito  A inclusão digital começa na escola. Se assim não for,  teremos uma formação de “analfabetos digitais”....
A incorporação das novas tecnologias de comunicaçãonas instituições de ensino consta na Lei n° 9394/96 dasDiretrizes e Bas...
O mundo mudou?
Mudanças socias
Adolescentes na redeUm estudo divulgado pela McAfee em novembro de 2010, revela que 83% dos adolescentesbrasileiros utiliz...
Mercado de trabalho
Relações afetivas
Linguagem
Crimes cibernéticosO Projeto de Lei (PL 84/99) para tipificar os crimes na internet no Brasil tem dividido a opinião dasoc...
Rotinas
E a escola?
Escola Municipal Santa Terezinha                                        Canela – RS                                       ...
VídeoPedido de casamento pela internet
Nosso pedido é de que façamos um feliz casamento entreEnsino/Aprendizagem & Tecnologia. E que nós, integrantes do NTE – Ca...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Inclusão: Um caminho sem volta

1.472 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.472
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
775
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inclusão: Um caminho sem volta

  1. 1. Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC Um caminho sem volta
  2. 2. CAIANESSATEIA
  3. 3. Ou...Você consegue viver sem?
  4. 4. Todos têm direito A inclusão digital começa na escola. Se assim não for, teremos uma formação de “analfabetos digitais”.Um incluído digitalmente não é aquele que apenas utiliza essa novalinguagem, que é o mundo digital, para trocar e-mails, mas aquele queusufrui desse suporte para melhorar as suas condições de vida.
  5. 5. A incorporação das novas tecnologias de comunicaçãonas instituições de ensino consta na Lei n° 9394/96 dasDiretrizes e Bases da Educação Nacional, que trata dasquestões explícitas e implícitas sobre tecnologia, comodo domínio dos princípios científicos e tecnológicosque presidem a produção moderna (art.35); oincentivo ao trabalho de pesquisa e investigaçãocientífica, visando ao desenvolvimento da ciência eda tecnologia (art.43); a determinação de umaeducação profissional, integrada às diferentesformas de educação, ao trabalho, à ciência e àtecnologia (art.39) .
  6. 6. O mundo mudou?
  7. 7. Mudanças socias
  8. 8. Adolescentes na redeUm estudo divulgado pela McAfee em novembro de 2010, revela que 83% dos adolescentesbrasileiros utilizam as redes sociais e 82% trocam mensagens instantâneas com amigos virtuais.Realizado com adolescentes na faixa dos 13 aos 17 anos, o levantamento aponta ainda que amaioria dos jovens compartilha informações pessoais com desconhecidos.http://www.metagov.com.br/blog/item/135-mais-de-80-dos-adolescentes-usam-redes-sociais-no-brasil (em 14/08/11)
  9. 9. Mercado de trabalho
  10. 10. Relações afetivas
  11. 11. Linguagem
  12. 12. Crimes cibernéticosO Projeto de Lei (PL 84/99) para tipificar os crimes na internet no Brasil tem dividido a opinião dasociedade e provocado uma série de polêmicas.http://olhardigital.uol.com.br/negocios/digital_news/noticias/lei_para_punir_crimes_na_internet_deputados_sugerem_seminario_sobre_o_tema (14/08/11)
  13. 13. Rotinas
  14. 14. E a escola?
  15. 15. Escola Municipal Santa Terezinha Canela – RS Projeto UCA“...minha questão não é acabar com escola, é mudá-la completamente, éradicalmente fazer que nasça dela um novo ser tão atual quanto atecnologia. Eu continuo lutando no sentido de pôr a escola à altura doseu tempo. E pôr a escola à altura do seu tempo não é soterrá-la, masrefazê-la”. Paulo Freire 1996
  16. 16. VídeoPedido de casamento pela internet
  17. 17. Nosso pedido é de que façamos um feliz casamento entreEnsino/Aprendizagem & Tecnologia. E que nós, integrantes do NTE – Caxias,possamos fomentar essa relação. Provavelmente será conflituosa, (todassão!!!) mas será desafiadora, poderá eliminar rotinas, e quiçá, trazer umpouco mais de encantamento aos nossos jovens e crianças, sobretudo paraaqueles que são muito especiais. Vamos arriscar?

×