Memória DescritivaEste projecto destinou‐se à criação de umcartaz sobre o 33º Festival internacinoal decinema do Porto, Fa...
A utilização da imagem da ponte teve ideia de«puxar» para a cidade do Porto.A cor do lettring, puxou a cor do olho castanh...
Ficha técnicaResultado finalImagens‐ Ponte da Arrábida do Porto;‐ Fotografias das caras da minha autoria;Cor‐ 10/ 100 / 100 ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Memoria descritiva cartaz

3.173 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Memoria descritiva cartaz

  1. 1. Memória DescritivaEste projecto destinou‐se à criação de umcartaz sobre o 33º Festival internacinoal decinema do Porto, FantasPorto.Inicialmente tinha uma ideia, na qual apósvárias tentativas da mesma dei conta que nãoiria resultar, tentando usar de outras formasutilizar a mesma ideia, continuando a nãoresultar. À terceira tentativa, decidi peloterceiro estudo, dando mais pormenores efinalizando‐o.Utilizei o programa Corel x6, com asobreposição de fotografias tiradas por mim aquatro caras com cor de olhos diferentes, umaimagem da Ponte da Arrábida do Porto(promenor).A escolha das fotografias de cara deixando sóa íris foi para fazer o paralelismo com afantasia, «puxando» os azuis e os verdes parao mesmo, utilizando também o castanho apuxar para o vermelho dando a ideia de terror.
  2. 2. A utilização da imagem da ponte teve ideia de«puxar» para a cidade do Porto.A cor do lettring, puxou a cor do olho castanhodando ênfase ao terror. Tendo em conta o tipode lettring, depois de várias pesquisas, deacordo com a variedade de lettring que tenhono computador (cerca de 1000) escolhi aqueleque daria mais ares de terror, onde o próprionome o indica, casper.Inspirei‐me essêncialmente na fantasia puxandoo terror, mas não execessivo.A maior dificuldade que tive na sua realização foia junção das imagens consoante as ideias q meocorriam e a localização do texto, deixando umaparte do cartaz própriamente para o mesmo.Este projecto parecia‐me fácil no inicio, mas àmedida que o ia realizando deparei‐me que nãoera tão fácil quanto isso; Gostei de o realizar maspoderia ter gostado mais se tivesse maisexperiência no tratamento de imagem.Foi um trabalho que na minha opinião nãoresultou como o desejado.
  3. 3. Ficha técnicaResultado finalImagens‐ Ponte da Arrábida do Porto;‐ Fotografias das caras da minha autoria;Cor‐ 10/ 100 / 100 / 47‐ 0 / 0 / 0 / 0Lettring‐ Casper‐ Biko

×