Fundamentos da Computação pra Sistemas de Informação

630 visualizações

Publicada em

Apresentação do GT 1 - PESSOAS

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
630
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
72
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fundamentos da Computação pra Sistemas de Informação

  1. 1. Fundamentos da Computação para Sistemas de Informação GT 1 – PESSOAS ALVARO ANDREY FRANCISCO PABLO PROF. DR. ROGÉRIO PATRÍCIO CHAGAS DO NASCIMENTO
  2. 2. O que é ?
  3. 3. São: ● Os processos de estudo das técnicas computacionais ● As suas metodologias e instrumentos computacionais ● A otimização dos processos e desenvolve soluções baseadas no uso do processamento digital ● Estudo dos algoritimos ● Implementação de Software ● Comunicação
  4. 4. Um pouco de História da Computação O ábaco, cuja invenção é atribuída a habitantes da Mesopotâmia; a Máquina de Turing foi criada graças a gramática de Sânscrito usando 3959 regras A invenção do logaritmo na índia.
  5. 5. A Graduação em Ciências da Computação
  6. 6. Cabe ao Bacharel em Ciência da Computação ● Atuar com o desenvolvimento de grandes sistemas computacionais ● Especificar e desenvolver projetos de software e análise de sistemas de forma plena.
  7. 7. Atuar na Gerência da área de T.I. de grandes empresas.
  8. 8. Desenvolver sistemas e aplicativos móveis.
  9. 9. Ser analista de mídias sociais e atuar diretamente na segurança de dados e da informação.
  10. 10. Gerenciar ou especificar grandes base de dados e complexas redes de computadores Bancos de Dados, Estrutura de Dados e Rede de Computados
  11. 11. Pode ainda ser empreendedor e montar sua própria empresa de software
  12. 12. Atuar como consultor ou docente em instituições de ensino ● Ser flexível para trabalhar de forma cooperativa e coordenada com profissionais de outras áreas, visando desenvolver soluções computacionais específicas de cada mercado.
  13. 13. Mercado de Trabalho O campo de atuação do profissional bacharel em Ciência da Computação é bem amplo.
  14. 14. Instituições que possuem Cursos de sistema de informação (SI) em Sergipe UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE – UFS UNIVERSIDADE TIRADENTES – UNIT INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃOM CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFS FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE ARACAJU CENTRO UNIVERSITARIO UNISEB – UNISEB (A DISTÂNCIA) UNIVERSIDADE SALVADOR - UNIFACS (A DISTÂNCIA) UNIVERSIDADE ESTACIO DE SÁ – UNESA(A DISTÂNCIA)
  15. 15. Avaliando Cursos de SI Instituições avaliadas: ●UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE – UFS ●UNIVERSIDADE TIRADENTES – UNIT ●INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃOM CIÊNCIA E TECNOLOGIA - IFS ●UNIVERSIDADE ESTACIO DE SÁ – UNESA(A DISTÂNCIA)
  16. 16. Grade curricular - UFS 1º Período: Programação Imperativa, Fundamentos da computação para SI, Calculo 1, Fundamentos da Álgebra para Computação e Introdução a Administração. 2º Período Programação Orientada a Objetos, Vetores e Geometria Analítica, Fundamentos da Matemática, Organizações, Métodos e Sistemas Administrativos e Inglês Instrumental. 3º Período: Estrutura de Dados para SI 1, Teoria da Computação, Teoria Geral dos Sistemas, Estatística Aplicada, Sociologia das Organizações e Introdução à Metodologia Científica. 4º Período: Linguagem de Programação para SI, Estrutura de Dados para SI II, Informática, Ética e Sociedade, Gestão de Informação. 5º Período: Linguagens Formais e Tradutores, Sistemas Operacionais, Banco de Dados, Engenharia de Software para SI 1, Iniciação Empresarial. 6º Período: Sistemas de Informação, Inteligência Artificial, Redes de Computadores I, Engenharia de Software para SI II. 7º Período: Qualidade de Software, Segurança, Controle e Auditoria de Dados, Interface Humano Computador, Segurança e Gerencia de Redes de Computadores, Sistemas Distribuídos. 8º Período: Gerência de Projetos, Estágio Supervisionado em SI, Trabalho de Conclusão de Curso em SI I. 9º Periodo: Trabalho de Conclusão de Curso em SI II, Sistemas de Apoio à Decisão.
  17. 17. Grade curricular - UNIT 1º Período: Lógica Matemática, Introdução a Informática, Metodologia Cientifica, Introdução a Programação, Teoria Econômica, Práticas Investigativas I, Calculo 1. 2º Período: Álgebra das Matrizes, Fundamentos da Administração, Práticas Extensionistas 1, Programação Orientada a Objetos 1, Calculo 2, Padrões Web, Fundamentos Antropológicos e Sociológicos. 3º Período: Organização de Processos, Engenharia de Software 1, Práticas Investigativas 2, Estatística Computacional, Estrutura de dados 1, Filosofia e Cidadania. 4º Período: Engenharia de Software 2, Práticas Extensionistas 2, Empreendedorismo, Organização e Arquitetura de Computadores, Estruturas de dados 2, Banco de dados 1. 5º Período: Banco de dados 2, Sistemas Operacionais, Engenharia de Software 3, Programação Web 1. 6º Período: Projeto de Arquitetura de Aplicações, Redes de Computadores 1, Programação web 2, Contabilidade Geral. 7º Período: Governança em TI, Projeto 1, Pesquisa Operacional Para Informática. Gerência de Projetos, Optativa 1. 8º Período: Tópicos Especiais em Informática, Estagio Supervisionado em Informática, Projeto 2.
  18. 18. Grade curricular - IFS 1º Período: Técnicas de programação, Lógica Matemática, Fundamentos de Calculo, Teoria Geral da Administração, Introdução a informática, Português Instrumental, Inglês Instrumental. 2º Período: Estrutura de Dados 1, Álgebra Linear, Fundamentos de Sistemas de Informação, Banco de dados 1, Engenharia de Software, Metodologia Científica, Linguagem de Programação. 3º Período: Estrutura de Dados 2, Programação Orientada a Objeto, Teoria Geral dos Sistemas, Calculo 1, Banco de dados 2, Arquitetura e Organização de Computadores. 4º Período: Programação Web 1, Analise Orientada a Objeto, Sistema de Apoio a Decisão, Redes de Computadores, Ferramentas e Aplicações Gráficas, Calculo 2. 5º Probabilidade e Estatística Programação Web 2, Gestão da Informação e dos Sistemas de informação, Qualidade de Software, Sistemas Operacionais, Gerência de Projetos. 6º Período: Projeto e Análise de Algoritmo, Arquitetura de Sistemas de Informação, Auditoria e Segurança em Informática, Avaliação de Sistemas, Programação Web 3, Optativa 1. 7º Período: Computação Inteligente, Empreendedorismo, Interface Homem Computador, Governança em TI, Optativa 2, Optativa 3, Humanidade e Cidadania. 8º Período: Trabalho de Conclusão de Curso, Informática, Ética e Sociedade, Legislação em Informática, Estágio, Atividades Complementares.
  19. 19. Grade curricular - UNESA 1º Período: Fundamentos de Sistemas de Informação, Introdução à Programação, Língua portuguesa, Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional, Tecnologias Web. 2º Período: Estrutura de Dados, Inovação Tecnológica e Empreendedorismo, Matemática Aplicada a Computação, Organização e Arquitetura de Computadores, Processo de Desenvolvimento de Software. 3º Período: Engenharia de Usabilidade e Interfaces, Gestão de Projetos, Linguagem de Programação, Modelagem de Dados, Requisitos de Sistemas. 4º Período: Algoritmos Avançados, Modelagem de Sistemas, Probabilidade e Estatística, Qualidade de Software, Redes de Computadores. 5º Período: Arquitetura de Sistemas, Implementação de Banco de dados, Medidas de Esforço para Desenvolvimento de Software, Sistemas Operacionais. 6º Período: Auditoria de Sistemas, Desenvolvimento de Software, Padrões de Projeto de Software, Programação para Dispositivos Móveis, Projeto em Sistemas de Informação. 7º Período: Arquitetura De Sistemas Distribuídos, Eletiva, Governança em Tecnologia da Informação, Inteligência Impresarial, Negócios Eletrônicos, Projeto de TCC em Sistemas de Informação, Seminários Integrados em Sistemas de Informação, Testes de Software. 8º Período: Gestão de Segurança da Informação, Informática e Sociedade, Inteligência Artificial, TCC em Sistemas de informação, Tópicos Especiais em Sistemas de informação.
  20. 20. Carga horaria ●UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE – UFS 3210 Horas ●UNIVERSIDADE TIRADENTES – UNIT 3320 Horas ●INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃOM CIÊNCIA E TECNOLOGIA – IFS 3000 Horas ●UNIVERSIDADE ESTACIO DE SÁ – UNESA(A DISTÂNCIA) 3586 Horas
  21. 21. Classificação dos cursos pelo MEC O MEC avalia os cursos a partir de três indicadores: • Conceito Preliminar do Curso (CPC): Considera a titulação do corpo docente, o desempenho dos alunos, as instalações físicas, a infraestrutura e os recursos didático- pedagógicos. As notas variam de 1 a 5. Os conceitos 1 e 2 são insatisfatórios. • Conceito do Curso (CC): É atribuído a partir de uma avaliação presencial do MEC, e pode confirmar ou sugerir a modificação do CPC. • Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade): É uma avaliação dos conhecimentos e competências dos estudantes relacionadas às diretrizes curriculares de determinado curso de graduação
  22. 22. Enade, CPC e CC dos cursos Avaliados Enade CPC CC Universidade Federal de Sergipe – UFS 4 4 4 Universidade Tiradentes – UNIT 5 5 4 Instituto Federal de Educação, Ciêncai e Tecnologia de Sergipe – IFS - - 3 Universidade Estácio de Sá - Unesa 2 -
  23. 23. Melhores cursos de SI do Brasil Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS CC: 5 CPC: 5 Enade: 5 Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG CC: 5 CPC: 5 Enade: 5
  24. 24. Objetivos Específicos Possibilitar uma formação interdisciplinar, que proporcione ao graduando uma sólida form ação básica em: ●Linguagens de Programação, ● Matemática, ● Hardware, ● Engenharia de Software, ● Banco de Dados, ● Redes de Computadores ● Computação Inteligente, ● Computação Teórica e Algoritmos, ● Computação Distribuída,
  25. 25. Habilidades e
  26. 26. Como profissão?
  27. 27. Gestor de Negócios ●Perfil novo e em ascensão no mercado; ●Necessita de uma boa visão geral ●Saber lidar com os clientes e a equipe de trabalho (conciliador) ●Inovador
  28. 28. Analista de Sistemas ●“Resolvedor de Problemas” ●Desenvolve projeto de sistemas, mapeia processos, modela banco de dados, com objetivo de implementar sistemas de acordo com as regras do negócio
  29. 29. Analista de Sistemas ●4 grandes áreas de análise: ●Desenvolvimento de Software ●Administração de banco de dados ●Administração de redes ●Analista de Suporte
  30. 30. Engenheiro da Computação ●Profissional habilitado a integrar softwares a equipamentos de diversos fins: ●Sistemas de rastreamento de veículos ●Sistemas de irrigação (na área da agricultura) ●Automação industrial, residencial ●Robótica
  31. 31. Principais empregadores ●Automobilística ●Informática ●Farmacêutica ●Telecomunicações ●Eletrônica Digital, ●Engenharia de Software, ●Organização do Hardware ●Inteligência Artificial. Conhecimentos aprofundados
  32. 32. Papel do Arquiteto de Software ●Liderar e coordenar as atividades e os artefatos técnicos no decorrer do projeto. ●Estabelece a estrutura geral de cada visão de arquitetura
  33. 33. O que o Arquiteto de Software faz? ● Prover suporte ao reuso ●Serve de base à estimação de custos e gerência do projeto ●Serve de base para análise da consistência e dependência ●Determina atributos de qualidade do sistema ●Define os requisitos funcionais e requisitos não funcionais do software
  34. 34. Gerente de Projetos ● Grande responsável pelo sucesso final de um projeto, pois é o responsável pela totalização do projeto. ●Porém necessita de uma boa certificação (que gera um custo), além de um bom Inglês
  35. 35. Características Fundamentais ● Liderança ●Saber construir uma equipe, ●Saber atribuir funções, ●Coaching, ●Gerenciamento de Conflitos
  36. 36. Cientista da Computação ●Formação básica composta essencialmente por lógica e matemática pura, necessário ter habilidade com ciências exatas; ●Profissional com formação ampla, o que traz versatilidade
  37. 37. O que um Cientista da Computação faz? ●Analisa e desenvolve estruturas e soluções computacionais ●Implementa redes de computadores ●Desenvolve sistemas operacionais, e as ferramentas de desenvolvimento ●Sistemas de gerência de banco de dados ●Compiladores.
  38. 38. Sociedade Brasileira de Computação (SBC)
  39. 39. O que é a SBC e quem a compõe? ●É uma associação científica; ●Incentiva e desenvolve pesquisa científica na área de Computação; ●Tem sede em Porto Alegre (RS), porém tem atuação em âmbito nacional; ●É composta por diversos profissionais ligados à Computação. Ex.: pesquisadores, professores, estudantes; ●Tem contribuído de forma singular para a criação de conhecimentos e tecnologia genuinamente brasileiros;
  40. 40. Benefícios do associado à SBC Ao associar-se a SBC, você poderá contar com diversos benefícios, são eles: ●Desconto em inscrições nos mais de 40 eventos promovidos anualmente pela SBC; ●Desconto para compra de publicações da SBC e de livros da Editora Campus-Elsevier; ●Acesso sem restrições à Biblioteca Digital, repositório de artigos publicados nos eventos promovidos pela SBC; ●Acesso às listas de discussão mantidas pela SBC e aos estudos realizados pela SBC.
  41. 41. O Seminário Grandes Desafios de Pesquisa em Computação no Brasil, organizado pela SBC, foi uma iniciativa pioneira em Computação no país, no sentido de planejar e direcionar a pesquisa em Computação para um período de 10 anos (de 2006 a 2016). A ideia surgiu seguindo exemplos de outros lugares do mundo em que alguns grandes desafios norteassem a pesquisa, não apenas nessas áreas mas que ajudassem as agências de fomento a terem novas ideias e novas direções ajudando assim a comunidade científica.
  42. 42. Foram realizados nestes anos 3 Seminários, o 1º foi realizado em São Paulo em maio de 2006, reuniu durante os dois dias 26 pesquisadores brasileiros da área de computação. E nesta ocasião foram definidas 5 grandes áreas nas quais se teria necessidade de pesquisa multidisciplinar que vão desde a interação Humano-Computador (interface e acessibilidade) até a necessidade de cuidar de grandes volumes de dados.
  43. 43. Mais dois seminários foram realizados após o primeiro. O objetivo geral do Segundo Seminário Grandes Desafios de Pesquisa em Computação no Brasil, realizado em Manaus em março de 2009, foi fortalecer a pesquisa em torno dos desafios para a próxima década, focando na integração com a indústria de TIC, detalhando desafios existentes ou propondo novos desafios. O 3º Seminário tem como objetivo identificar os grandes desafios reais na área de Tecnologia da Informação e Comunicação do setor e de grandes instituições públicas brasileiras. O 3º Seminário foi dividido em 2 fases, sendo a Fase 1 realizada em São Paulo em 2013 e a Fase 2, aconteceu nos dias 18 e 19 de setembro 2014 na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
  44. 44. Regulamentação da Profissão
  45. 45. Regulamentação da Profissão Há tempos fala-se em regulamentação da profissão na área de informática, antes mesmo da criação da SBC em 1978, sendo sempre motivo de discussão, onde opiniões divergem entre quem é a favor e quem é contra. Por estar ligada diretamente a estes profissionais, a SBC não poderia estar de fora desta discussão. Então levando em consideração os debates ocorridos ao logo dos anos, nos diversos encontros de sua comunidade científica, a SBC consolidou sua posição institucional em relação a esta questão pela foi formulação dos seguintes princípios:
  46. 46. 1. Exercício da profissão de Informática deve ser livre e independer de diploma ou comprovação formal. 2. Nenhum conselho de profissão pode criar impedimento ou restrição ao princípio acima. 3. A área deve ser Auto-Regulada. A SBC propõe a constituição de um Conselho Nacional de Auto-Regulação, a ser formado por um conjunto de entidades que representem a Sociedade Civil com a finalidade de definir, manter um Código de ética e aplicá-lo no setor de Informática, visando a proteção da Sociedade e defesa da Área do ponto de vista ético e político.
  47. 47. Vantagens x Desvantagens da Regulamentação Vantagens ● Possibilidade de estabelecer um piso salarial; ● Serviços prestados seriam de melhor qualidade; ● Intervenção do Conselho afim de evitar abusos e absurdos cometidos por maus profissionais; ● Estabelecimento de uma ética profissional; ● Estabelecimento de normas técnicas; ● A profissão não seria controlada por conselhos de classes estranhos. Desvantagens ● Criação de uma reserva de Mercado; ● Posse de um Diploma Vs. Posse do Conhecimento; ● Aumento no valor dos produtos e/ou serviços oferecidos; ● Pagamento de taxa regulares para se manter regularizado; ● Dinâmica da área não permitir caracterizar as atribuições do profissional.
  48. 48. Referências bibliográficas ● https://pt.wikipedia.org/wiki/Ci%C3%AAncia_da_computa%C3%A7%C3%A3o ● http://computacao.ufs.br/pagina/ci-ncia-computa-4530.html ● http://portal.fei.edu.br/pt- BR/ensino/graduacao/ciencia_da_computacao/Paginas/ciencia_da_computacao.aspx ● https://pt.wikipedia.org/wiki/Rede_de_computadores ● https://pt.wikipedia.org/wiki/Banco_de_dados ● https://pt.wikipedia.org/wiki/Seguran%C3%A7a_da_informa%C3%A7%C3%A3o ● http://www.unisinos.br/especializacao/desenvolvimento-de-aplicacoes-para-dispositivos- moveis/ead/sao-leopoldo ● http://www.camtuc.ufpa.br/ndae/index.php/projeto-e-desenvolvimento-de-sistemas- computacionais ● https://www.ucl.br/graduacao/tecnologo-em-analise-e-desenvolvimento-de-sistemas/
  49. 49. Referências bibliográficas ● http://www.info.ufrn.br/~leonardo/fhc/RegulamentacaoPresentation.pdf ● http://www.webartigos.com/artigos/regulamentacao-profissional-na-area-de- informatica/98413/ ● http://www.sbc.org.br/relacoes-profissionais-2/123-regulamentacao-da- profissao ● http://homepages.dcc.ufmg.br/~bigonha/Sbc/plsbc.html ● http://www.sbc.org.br/institucional-3/finalidade-sbc ● http://www.sbc.org.br/institucional-3/diretoria/plano-acao ● http://www.sbc.org.br/eventos ● http://www.sbc.org.br/index.php?option=com_jdownloads&Itemid=195&task=fini sh&cid=530&catid=50

×