SlideShare uma empresa Scribd logo

Estatistica .

Estatística

1 de 27
Baixar para ler offline
ESTATÍSTICA
Professor Elizeu
Ao pesquisarmos uma dada população
estatística, freqüentemente, não é possível
fazermos um levantamento de todos os
elementos que o compõem.
Nesse caso, procuramos obter dados diferentes de
uma parte da população estatística, que
denominaremos Amostra.
Distribuição de Freqüência
Fez-se uma pesquisa com 25 jovens de um bairro baiano,
a respeito do time de futebol para o qual torciam. O
resultado obtido aparece na lista seguinte:
Ipitanga Camaçari Ipitanga Vitória Ipitanga
Bahia Vitória Bahia Bahia Camaçari
Vitória Ipitanga Bahia Camaçari Bahia
Catuense Bahia Camaçari Vitória Bahia
Bahia Vitória Vitória Ipitanga Camaçari
Construindo uma tabela...
Time Freqüência
Ipitanga 5
Bahia 8
Vitória 6
Juazeiro 1
Camaçari 4
Catuense 1
Total ∑ƒ = 25
As freqüências
são os nos
de
elementos da
população ou
amostra
pesquisada que
correspondem à
faixa do
fenômeno
estudado.
Continuando . . .
Chamamos de freqüência relativa (ƒr), a
razão entre a freqüência correspondente (ƒ) e
o nº total de pesquisados (∑ƒ), ou seja:
ƒr =
ƒ
∑ƒ
É comum a
apresentação da
freqüência relativa em
porcentagem:
ƒp = (100 . ƒ1) %
Continuando . . .
Na situação que estamos examinando, a
porcentagem de torcedores do Ipitanga é:
ƒp = (100 . 0,2) = 20%

Recomendados

Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumulada
Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumuladaExercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumulada
Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumuladaDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Média Aritmetica
Exercícios Resolvidos: Média AritmeticaExercícios Resolvidos: Média Aritmetica
Exercícios Resolvidos: Média AritmeticaDiego Oliveira
 
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...wilkerfilipel
 
Exercícios Resolvidos: Média Geométrica
Exercícios Resolvidos: Média GeométricaExercícios Resolvidos: Média Geométrica
Exercícios Resolvidos: Média GeométricaDiego Oliveira
 
Estatistica Atualiz
Estatistica AtualizEstatistica Atualiz
Estatistica Atualizguest61a270
 
Medidas De TendêNcia Central
Medidas De TendêNcia CentralMedidas De TendêNcia Central
Medidas De TendêNcia Centralnaianeufu1
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

GráFico De Setores
GráFico De SetoresGráFico De Setores
GráFico De Setoresnaianeufu1
 
Estatística, Medidas de dispersão e medidas de posição
Estatística, Medidas de dispersão e medidas de posiçãoEstatística, Medidas de dispersão e medidas de posição
Estatística, Medidas de dispersão e medidas de posiçãonelsonpoer
 
Operacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimaisOperacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimaisEquipe_FAETEC
 
55557 9 medidas-de_separatrizes_-_quartis
55557 9 medidas-de_separatrizes_-_quartis55557 9 medidas-de_separatrizes_-_quartis
55557 9 medidas-de_separatrizes_-_quartisAlda Mbs
 
Aula de estatística - Professor Rodrigo Cordeiro
Aula de estatística - Professor Rodrigo CordeiroAula de estatística - Professor Rodrigo Cordeiro
Aula de estatística - Professor Rodrigo CordeiroInstituto Yes
 
Operações com números decimais
Operações com números decimaisOperações com números decimais
Operações com números decimaisCélio Sousa
 
Estatistica regular 14
Estatistica regular 14Estatistica regular 14
Estatistica regular 14J M
 
Matematica num decimais
Matematica num decimaisMatematica num decimais
Matematica num decimaisresolvidos
 
Distribuição de frequência
Distribuição de frequênciaDistribuição de frequência
Distribuição de frequênciaErik Rodrigo
 

Mais procurados (18)

GráFico De Setores
GráFico De SetoresGráFico De Setores
GráFico De Setores
 
Aula 2 mat ef
Aula 2   mat efAula 2   mat ef
Aula 2 mat ef
 
Aula 4 medidas resumo - parte 2
Aula 4   medidas resumo - parte 2Aula 4   medidas resumo - parte 2
Aula 4 medidas resumo - parte 2
 
Aula 3 medidas resumo - parte 1
Aula 3   medidas resumo - parte 1Aula 3   medidas resumo - parte 1
Aula 3 medidas resumo - parte 1
 
Estatística, Medidas de dispersão e medidas de posição
Estatística, Medidas de dispersão e medidas de posiçãoEstatística, Medidas de dispersão e medidas de posição
Estatística, Medidas de dispersão e medidas de posição
 
Gabarito saerjinho 2º bimestre 2014
Gabarito saerjinho 2º bimestre 2014Gabarito saerjinho 2º bimestre 2014
Gabarito saerjinho 2º bimestre 2014
 
Exercicio resolvidos de estatistica 2
Exercicio resolvidos de estatistica 2Exercicio resolvidos de estatistica 2
Exercicio resolvidos de estatistica 2
 
Operacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimaisOperacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimais
 
55557 9 medidas-de_separatrizes_-_quartis
55557 9 medidas-de_separatrizes_-_quartis55557 9 medidas-de_separatrizes_-_quartis
55557 9 medidas-de_separatrizes_-_quartis
 
Aula de estatística - Professor Rodrigo Cordeiro
Aula de estatística - Professor Rodrigo CordeiroAula de estatística - Professor Rodrigo Cordeiro
Aula de estatística - Professor Rodrigo Cordeiro
 
Operações com números decimais
Operações com números decimaisOperações com números decimais
Operações com números decimais
 
Atividades 2- saerjinho 9 ano 2º bimestre. gabarito
Atividades   2- saerjinho 9 ano 2º bimestre. gabaritoAtividades   2- saerjinho 9 ano 2º bimestre. gabarito
Atividades 2- saerjinho 9 ano 2º bimestre. gabarito
 
Porcentagem
Porcentagem  Porcentagem
Porcentagem
 
Medidas estatísticas
Medidas estatísticasMedidas estatísticas
Medidas estatísticas
 
Estatistica regular 14
Estatistica regular 14Estatistica regular 14
Estatistica regular 14
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Matematica num decimais
Matematica num decimaisMatematica num decimais
Matematica num decimais
 
Distribuição de frequência
Distribuição de frequênciaDistribuição de frequência
Distribuição de frequência
 

Destaque (20)

Recuperação final 2015
Recuperação final 2015Recuperação final 2015
Recuperação final 2015
 
Recu paralela(iªunidade) (1)
Recu paralela(iªunidade) (1)Recu paralela(iªunidade) (1)
Recu paralela(iªunidade) (1)
 
Super super recu 3 ano
Super super recu 3 ano Super super recu 3 ano
Super super recu 3 ano
 
Polígonos regulares inscritos e circunscritos
Polígonos regulares inscritos e circunscritosPolígonos regulares inscritos e circunscritos
Polígonos regulares inscritos e circunscritos
 
Polinomios aula
Polinomios aulaPolinomios aula
Polinomios aula
 
Prismas
PrismasPrismas
Prismas
 
Listarecparal(3 ¬unidade)
Listarecparal(3 ¬unidade)Listarecparal(3 ¬unidade)
Listarecparal(3 ¬unidade)
 
Piramide medio
Piramide medioPiramide medio
Piramide medio
 
Equações algébricas
Equações algébricas   Equações algébricas
Equações algébricas
 
Lista de embriologia 2
Lista de embriologia 2Lista de embriologia 2
Lista de embriologia 2
 
Quadrilateros
QuadrilaterosQuadrilateros
Quadrilateros
 
Geometria espacial de posição
Geometria espacial de posiçãoGeometria espacial de posição
Geometria espacial de posição
 
Poliedros
PoliedrosPoliedros
Poliedros
 
Espacial posição
Espacial posiçãoEspacial posição
Espacial posição
 
Imunologia
ImunologiaImunologia
Imunologia
 
lista recu paralela 3° ano
lista recu paralela 3° ano lista recu paralela 3° ano
lista recu paralela 3° ano
 
Semelhança de triângulos
Semelhança de triângulosSemelhança de triângulos
Semelhança de triângulos
 
Lipídios
LipídiosLipídios
Lipídios
 
Pró enem 3 razão - proporção - regra de três simples e composta lista 01
Pró  enem 3 razão - proporção - regra de três simples e composta lista 01Pró  enem 3 razão - proporção - regra de três simples e composta lista 01
Pró enem 3 razão - proporção - regra de três simples e composta lista 01
 
UNEB
UNEBUNEB
UNEB
 

Semelhante a Estatistica .

Determinar frequências absoluta, relativa e relativa percentual
Determinar frequências absoluta, relativa e relativa percentualDeterminar frequências absoluta, relativa e relativa percentual
Determinar frequências absoluta, relativa e relativa percentualdean dundas
 
C7 exercicios
C7 exerciciosC7 exercicios
C7 exercicioskapika
 
Atps estatística pedro
Atps estatística pedroAtps estatística pedro
Atps estatística pedroPeter San
 
Extra de estatistica 28 10 2020
Extra de estatistica 28 10 2020Extra de estatistica 28 10 2020
Extra de estatistica 28 10 2020AfirmaMilitarCurso
 
Estatistica aplicada-2-ano-enfermagem-2-capitulo
Estatistica aplicada-2-ano-enfermagem-2-capituloEstatistica aplicada-2-ano-enfermagem-2-capitulo
Estatistica aplicada-2-ano-enfermagem-2-capituloJacirene Pereira Passarinho
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatísticaaldaalves
 
Gabriel estatistica - aula 2
Gabriel   estatistica - aula 2Gabriel   estatistica - aula 2
Gabriel estatistica - aula 2bioinformatica
 
Estatistica regular 13
Estatistica regular 13Estatistica regular 13
Estatistica regular 13J M
 
Distribuição de frequencia
Distribuição de frequenciaDistribuição de frequencia
Distribuição de frequenciaAsafe Salomao
 
Gab analise graficosporcentagens2011
Gab analise graficosporcentagens2011Gab analise graficosporcentagens2011
Gab analise graficosporcentagens2011Karine Paulo
 
Estatística 8.º ano
Estatística 8.º anoEstatística 8.º ano
Estatística 8.º anoaldaalves
 
Estatística 8.º ano
Estatística 8.º anoEstatística 8.º ano
Estatística 8.º anoaldaalves
 
Graficos medidas estatisticas_resol
Graficos medidas estatisticas_resolGraficos medidas estatisticas_resol
Graficos medidas estatisticas_resolsoniadomngues
 

Semelhante a Estatistica . (20)

Estatística.ppt
Estatística.pptEstatística.ppt
Estatística.ppt
 
Determinar frequencias
Determinar frequenciasDeterminar frequencias
Determinar frequencias
 
Determinar frequências absoluta, relativa e relativa percentual
Determinar frequências absoluta, relativa e relativa percentualDeterminar frequências absoluta, relativa e relativa percentual
Determinar frequências absoluta, relativa e relativa percentual
 
44735d01
44735d0144735d01
44735d01
 
C7 exercicios
C7 exerciciosC7 exercicios
C7 exercicios
 
Atps estatística pedro
Atps estatística pedroAtps estatística pedro
Atps estatística pedro
 
Tabelas e gráficos
Tabelas e gráficosTabelas e gráficos
Tabelas e gráficos
 
Extra de estatistica 28 10 2020
Extra de estatistica 28 10 2020Extra de estatistica 28 10 2020
Extra de estatistica 28 10 2020
 
Estatistica aplicada-2-ano-enfermagem-2-capitulo
Estatistica aplicada-2-ano-enfermagem-2-capituloEstatistica aplicada-2-ano-enfermagem-2-capitulo
Estatistica aplicada-2-ano-enfermagem-2-capitulo
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Gabriel estatistica - aula 2
Gabriel   estatistica - aula 2Gabriel   estatistica - aula 2
Gabriel estatistica - aula 2
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Estatistica regular 13
Estatistica regular 13Estatistica regular 13
Estatistica regular 13
 
Distribuição de frequencia
Distribuição de frequenciaDistribuição de frequencia
Distribuição de frequencia
 
Estatistica
EstatisticaEstatistica
Estatistica
 
Gab analise graficosporcentagens2011
Gab analise graficosporcentagens2011Gab analise graficosporcentagens2011
Gab analise graficosporcentagens2011
 
Estdescr
EstdescrEstdescr
Estdescr
 
Estatística 8.º ano
Estatística 8.º anoEstatística 8.º ano
Estatística 8.º ano
 
Estatística 8.º ano
Estatística 8.º anoEstatística 8.º ano
Estatística 8.º ano
 
Graficos medidas estatisticas_resol
Graficos medidas estatisticas_resolGraficos medidas estatisticas_resol
Graficos medidas estatisticas_resol
 

Mais de ELIZEU GODOY JR

Relações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retânguloRelações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retânguloELIZEU GODOY JR
 
Pontos notáveis no triângulo
Pontos notáveis no triânguloPontos notáveis no triângulo
Pontos notáveis no triânguloELIZEU GODOY JR
 

Mais de ELIZEU GODOY JR (6)

Funcoes trigonometricas
Funcoes trigonometricasFuncoes trigonometricas
Funcoes trigonometricas
 
Matrizes e determinantes
Matrizes e determinantesMatrizes e determinantes
Matrizes e determinantes
 
Relações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retânguloRelações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retângulo
 
Conguencia de triangulos.
Conguencia de triangulos.Conguencia de triangulos.
Conguencia de triangulos.
 
Pontos notáveis no triângulo
Pontos notáveis no triânguloPontos notáveis no triângulo
Pontos notáveis no triângulo
 
Triângulo
TriânguloTriângulo
Triângulo
 

Último

ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 

Estatistica .

  • 2. Ao pesquisarmos uma dada população estatística, freqüentemente, não é possível fazermos um levantamento de todos os elementos que o compõem. Nesse caso, procuramos obter dados diferentes de uma parte da população estatística, que denominaremos Amostra.
  • 3. Distribuição de Freqüência Fez-se uma pesquisa com 25 jovens de um bairro baiano, a respeito do time de futebol para o qual torciam. O resultado obtido aparece na lista seguinte: Ipitanga Camaçari Ipitanga Vitória Ipitanga Bahia Vitória Bahia Bahia Camaçari Vitória Ipitanga Bahia Camaçari Bahia Catuense Bahia Camaçari Vitória Bahia Bahia Vitória Vitória Ipitanga Camaçari
  • 4. Construindo uma tabela... Time Freqüência Ipitanga 5 Bahia 8 Vitória 6 Juazeiro 1 Camaçari 4 Catuense 1 Total ∑ƒ = 25 As freqüências são os nos de elementos da população ou amostra pesquisada que correspondem à faixa do fenômeno estudado.
  • 5. Continuando . . . Chamamos de freqüência relativa (ƒr), a razão entre a freqüência correspondente (ƒ) e o nº total de pesquisados (∑ƒ), ou seja: ƒr = ƒ ∑ƒ É comum a apresentação da freqüência relativa em porcentagem: ƒp = (100 . ƒ1) %
  • 6. Continuando . . . Na situação que estamos examinando, a porcentagem de torcedores do Ipitanga é: ƒp = (100 . 0,2) = 20%
  • 7. Construindo uma nova tabela Time Freqüênci a (ƒ) Freqüência (ƒr) Porcentage m Ipitanga 5 5/25 = 0,20 20% Bahia 8 8/25 = 0,32 32% Vitória 6 6/25 = 0,24 24% Juazeiro 1 1/25 = 0,04 4% Camaçari 4 4/25 = 0,16 16% Catuense 1 1/25 = 0,04 4% Total ∑ƒ = 25 1 100%
  • 8. Construindo uma nova tabela Obs.: São sempre válidos os seguintes resultados: ∑ ƒ Total ∑ƒ = 25 1 100% Somatório da Freqüência ∑ƒr ∑ ƒSomatório da Freqüência Relativa Somatório da Freqüência Relativa em Porcentagem
  • 9. Gráfico de Barras ou de Colunas No gráfico de barras, colocamos as freqüências num eixo horizontal usando retângulos de mesma largura, cujos comprimentos são proporcionais às freqüências. Gráfico de Barras 5 8 6 1 4 1 0 2 4 6 8 10 Palmeiras Santos São Paulo Times Freqüência Catuense Camaçari Juazeiro Vitória Bahia Ipitanga
  • 10. Gráfico de Barras ou de Colunas Gráfico de Colunas 5 8 6 1 4 1 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Palmeiras Corinthhians Santos Juventude São Paulo Portuguesa Times Freqüência Ipitanga Bahia Vitória Juazeiro Camaçari Catuense
  • 11. Gráfico de Setores Nos gráficos de setores, desenhamos um círculo e o dividimos em setores que tenham áreas proporcionais às porcentagens (ou freqüências). Gráfic o de Setores Palmeir as 20% Cor inthhians 32% Santos 24% Juventude 4% SãoPaulo 16% Por tuguesa 4% Bahia: 32% de 360° é 115,2° Vitória: 24% de 360° é 86,4° Camaçari: 16% de 360° é 57,6° Ipitanga: 20% de 360° é 72,0° Juazeiro: 4% de 360° é 14,4° Catuense: 4% de 360° é 14,4°
  • 12. Média Chamamos de média (M) de uma distribuição a média aritmética dos valores dados. Exemplo: Numa pesquisa foram obtidos os resultados que constam na lista abaixo: 1 2 3 4 5 6 7 8 1 + 2 + 3 + 4 + 5 + 6 + 7 + 8 M = 8 = 4,5
  • 13. Consideremos uma pesquisa na qual foram obtidos os resultados que constam na lista abaixo: 1 1 1 2 2 3 3 4 5 6 6 7 7 7 7 7 8 8 8 9 9 Mediana Chamamos de mediana (Md) de uma distribuição o valor que ocupa o posição central quando todos os valores são colocados em ordem. Exemplo: 21 observações 10 observações de um lado 10 observações do outro ladoMd
  • 14. Obs.: Se o nº dos valores da lista for par, a mediana será a média aritmética dos dois valores centrais quando todos eles são colocados em ordem. Exemplo: Consideraremos uma pesquisa na qual foram obtidos os resultados que constam na seguinte lista: 1 2 3 4 5 6 7 8 Mediana 4 observações do outro lado 4 observações de um lado Temos: 4+5 Md = 2 = 4,5
  • 15. Moda “O mais freqüente” Exemplo 1: 1 2 3 3 3 4 5 6 Moda = 3 Exemplo 2: 1 2 2 2 3 3 4 4 4 Moda = 2 e 4 Exemplo 3: 1 2 3 4 Moda = Não existe (estado amodal)
  • 16. Mediana Nº de Pontos Freqüência 0 7 2 10 4 12 6 11 8 7 10 2 Total 49 Exemplo: Determine a mediana da distribuição da freqüência dada pela tabela abaixo: Solução: Neste caso, em que há 49 valores, a posição central é a 25ª, observando as freqüências, percebemos que: 7 + 10 < 25 e 7 + 10 + 12 > 25; logo, temos: Md = 4.
  • 17. Desvio Consideraremos a distribuição cujos resultados constam na lista seguinte: 4 6 7 8 10 Sabemos que a média desta distribuição é: 4 + 6 + 7 + 8 + 10 M = 5 = 7 Chamamos de desvio de cada valor a diferença entre esse valor e a média da distribuição. Assim: •o desvio do valor 4 é 4 - 7 = - 3; •o desvio do valor 6 é 6 – 7 = - 1; •o desvio do valor 7 é 7 – 7 = 0; •o desvio do valor 8 é 8 – 7 = 1; •o desvio do valor 10 é 10 – 7 = 3.
  • 18. Desvio Médio Chamamos de desvio médio (DM) de uma distribuição a média aritmética dos módulos dos desvios. No exemplo analisado, o desvio médio: DM = | -3 | + | -1 | + | 0 | + | 1 | + | 3 | 5 =1,6 Generalizando, tendo-se uma distribuição cujos resultados constam na lista abaixo: x1 x2 xn E cuja média é M, define-se como desvio médio dessa distribuição a expressão: DM = | x1 – M| + | x2 – M| + . . . + |xn – M| n
  • 19. Variância Chamamos de variância (V) de uma distribuição a média aritmética dos quadrados dos desvios. No exemplo em questão, a variância é: V = (-3)2 + (-1)2 + (0)2 + 12 + 32 5 = 4 Generalizando, tendo-se uma distribuição cujos resultados constam na lista seguinte: x1 x2 xn e cuja média é M, define-se com variância dessa distribuição a expressão: V = (x1 – M)2 + (x2 – M)2 + . . . + (xn – M)2 n
  • 20. Desvio - Padrão Chamamos de desvio-padrão (DP) de uma distribuição a raiz quadrada da variância: DP = Vv No nosso exemplo, o desvio-padrão é: DP = Vv = V4 = 2
  • 21. Questão UFBA - 2006  As tabelas a seguir apresentam as distribuições de freqüência do número de crianças por domicílio, nos dois prédios de um condomínio, cada prédio com 20 apartamentos. Prédio A Número de crianças 0 1 2 3 4 5 Freqüência 3 8 5 4 0 0 Prédio B Número de crianças 0 1 2 3 4 5 Freqüência 4 6 5 3 0 2 Com base nesses dados, é correto afirmar: (01) A média do número de crianças, no prédio B, é igual a 1,75. Resolução 20 )2x5()0x4()3x3()5x2()6x1()4x0( M +++++ = 20 10091060 M +++++ = 75,1ou 20 35 M =
  • 22. (02) Sendo a média do número de crianças, no prédio A, igual a 1,5, o desvio-padrão dessa distribuição é igual a . 20 19 Questão UFBA - 2006 Resolução 20 004).25,2(5).25,0(8).25,0(3).25,2( Va +++++ = 20 925,1275,6 Va +++ = 20 19 Va = 20 19 vaDP == 20 0.)5,15(0.)5,14(4.)5,13(5.)5,12(8.)5,11(3.)5,10( Va 222222 −+−+−+−+−+− =
  • 23. (04) As mediana das distribuições de freqüência, nos prédios A e B, são iguais a 1 e 1,5, respectivamente. Questão UFBA - 2006 Resolução medianaA = 0 0 0 1 1 1 1 1 1 1 1 2 2 2 2 2 3 3 3 3 → MA = 1 1 + 1 = 1 2 medianaB = 0 0 0 0 1 1 1 1 1 1 2 2 2 2 2 3 3 3 5 5 → MB = 1,5 1 + 2 = 1,5 2
  • 24. (08) Apenas uma das distribuições de freqüência é simétrica. Questão UFBA - 2006 Resolução Não existe simetria
  • 25. (16) Em mais da metade dos apartamentos do condomínio, o número de crianças é menor que 2. Questão UFBA - 2006 Resolução 8 + 3 = 11 → Como são 40 apartamentos, 21 é mais da metade + 4 + 6 = 10 21 apto
  • 26. (32) Escolhendo-se ao acaso um apartamento do condomínio, a probabilidade de residirem mais que duas crianças nesse apartamento é maior que . Questão UFBA - 2006 4 1 Resolução P = n(A) = 4+ 3 +2 n(v) 40 9 40 = = 0,225 0,225 > 0,25 ( f )
  • 27. (64) A distribuição de freqüência acumulada do número de crianças por domicílio, no prédio B, pode ser representada pelo gráfico a seguir. Questão UFBA - 2006 Resolução 20 16 12 8 4 0 1 2 3 4 5 Freqüência acumulada no de crianças