9º ano Brasil República

4.634 visualizações

Publicada em

Entendeno o nosso processo democrático com suas múltiplas facetas.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.634
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
405
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
113
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

9º ano Brasil República

  1. 1. PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA DO BRASIL
  2. 3. <ul><li>INTRODUÇÃO </li></ul><ul><li>Proclamação ou golpe republicano? </li></ul><ul><ul><li>“ O povo assistiu bestializado a chegada da república” </li></ul></ul><ul><ul><li>“ O Brasil não tem povo, tem público” </li></ul></ul><ul><li>Os diversos significados da nossa república. </li></ul><ul><ul><li>Cafeicultores: Federalismo – Norte Americano </li></ul></ul><ul><ul><li>Classe média: Jacobinismo – Francês </li></ul></ul><ul><ul><li>Militares: Positivismo – Francês </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  3. 4. <ul><li>FASES </li></ul><ul><li>República da Espada: 1889 a 1894 </li></ul><ul><ul><li>Governo Provisório; 1889 a 1891 </li></ul></ul><ul><ul><li>Governo Constitucional; 1891 a 1894 </li></ul></ul><ul><li>República das Oligarquias:1894 a 1930 </li></ul><ul><ul><li>Estruturação oligárquica: 1894 a 1910 </li></ul></ul><ul><ul><li>Primeiros Abalos: 1911 a 1918 </li></ul></ul><ul><ul><li>Declínio: 1919 a 1930 </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  4. 5. <ul><li>REPÚBLICA DA ESPADA: 1889 A 1894 </li></ul><ul><li>Governo Provisório; 1889 a 1891 (Medidas) </li></ul><ul><li>Decreto do regime republicano e transformação das antigas províncias em Estados </li></ul><ul><li>Fim das instituições monárquicas (poder moderador, senado vitalício, voto censitário, Conselho de Estado) </li></ul><ul><li>A grande naturalização </li></ul><ul><li>Separação da Igreja do Estado </li></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  5. 6. <ul><li>Governo Provisório; 1889 a 1891 </li></ul><ul><li>O “Encilhamento” de Rui Barbosa. </li></ul><ul><ul><li>Objetivo: incentivar a indústria e pagar os salários dos operários. </li></ul></ul><ul><ul><li>Método: grande emissão de dinheiro por parte dos bancos </li></ul></ul><ul><ul><li>Resultado: onda especulativa, empresas fantasmas e inflação generalizada. </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  6. 7. <ul><li>A Constituição de 1891. </li></ul><ul><ul><li>inspirada no modelo norte-americano: república – representativa – federalista e presidencialista. </li></ul></ul><ul><ul><li>Divisão em 20 estados e 1 distrito federal (antigo município neutro) </li></ul></ul><ul><ul><li>Tripartição do poder (executivo – legislativo – judiciário) </li></ul></ul><ul><ul><li>Voto aberto aos homens maiores de 21 anos de idade e alfabetizados </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  7. 8. <ul><li>Eleição e Renúncia de Deodoro </li></ul><ul><ul><li>Apesar da oposição do congresso Deodoro é eleito devido a pressão dos militares </li></ul></ul><ul><ul><li>Civis (federalistas) x Militares (Centralistas) </li></ul></ul><ul><ul><li>Hostilização de Deodoro pelo Congresso </li></ul></ul><ul><ul><li>Deodoro decretou o fechamento do Congresso </li></ul></ul><ul><ul><li>Ameaçado por protestos resolve renunciar. </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  8. 9. <ul><li>Assume Floriano Peixoto (1891 – 1894) </li></ul><ul><ul><li>Destituiu os elementos ligados a Deodoro e reabriu o Congresso. </li></ul></ul><ul><ul><li>Estimulou a industrialização com a facilitação do crédito para importação de máquinas e concedeu financiamentos aos industriais. </li></ul></ul><ul><ul><li>O controle da emissão monetária lhe valeu a simpatia das camadas urbanas </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  9. 10. <ul><ul><li>Autoritarismo: acusado de continuísmo por não convocar novas eleições, recebe a alcunha de “Marechal de Ferro” </li></ul></ul><ul><ul><li>Revoltas: Manifesto dos 13 generais – Revolta da Armada e Revolução Federalista. </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  10. 11. <ul><li>REP. DAS OLIGARQUIAS. </li></ul><ul><li>OLIGARQUIA = Governo de poucos. </li></ul><ul><li>Período em que o Brasil foi controlado por cafeicultores da região sudeste, especialmente de SP e MG. </li></ul><ul><li>I FASE: 1894 a 1910 – CONSOLIDAÇÃO DAS OLIGARQUIAS NO PODER: </li></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  11. 12. <ul><li>I FASE: 1894 a 1910 – POLÍTICA </li></ul><ul><ul><li>A POLÍTICA DO “CAFÉ-COM-LEITE”: consistia na alternância de presidentes escolhidos por SP e MG (controle a nível federal) </li></ul></ul><ul><ul><li>As oligarquias menos expressivas apoiavam o acordo em troca de cargos ou ministérios, como por exemplo o RS, BA, RJ, entre outros. </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  12. 13. <ul><li>POLÍTICA DOS GOVERNADORES: acordo firmado entre o presidente (a partir do governo de Campos Sales 1898 – 1902) e os governadores estaduais que previa o apoio mútuo e a não interferência de ambos em seus governos . Assim, o presidente conseguia os votos dos estados para a continuidade de seus projetos e em troca, não interferia em disputas de poder local das oligarquias. </li></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  13. 14. R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930 <ul><li>CORONELISMO: Coronel era o nome pelo qual os latifundiários eram conhecidos. Usavam seu prestígio pessoal para arregimentar votos em troca dos quais obtinham financiamentos do governo ou obras infra-estruturais como barganha política. Quanto maior o “curral eleitoral” (número de eleitores que o coronel podia controlar) do coronel, maior o seu poder. </li></ul>
  14. 15. R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930 Café com leite – Nível Federal Política dos Governadores – Nível Estadual Coronelismo – Nível Municipal FUNCIONAMENTO DA ESTRUTURA POLÍTICA NA REPÚBLICA VELHA
  15. 16. <ul><li>I FASE: 1894 a 1910 – ECONOMIA </li></ul><ul><li>Defesa do setor agro-exportador por meio de medidas como: “Socialização das perdas” </li></ul><ul><ul><li>Empréstimos </li></ul></ul><ul><ul><li>Desvalorização da moeda </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento dos impostos </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  16. 17. <ul><li>Ex. 1 - Funding Loan (1898): C. Sales </li></ul><ul><ul><li>O que foi? Renegociação da dívida brasileira com os ingleses (Casa Rothichild) </li></ul></ul><ul><ul><li>Exigências: Corte dos gastos públicos, controle da inflação e obtenção do superávit primário. </li></ul></ul><ul><ul><li>Medidas: </li></ul></ul><ul><ul><li>Realização de um novo empréstimo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Moratória da dívida: Suspensão de juros por 3 anos e 13 anos para início do pagamento e 63 anos para a quitação integral. </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  17. 18. <ul><li>Ex. 1 - Funding Loan (1898): C. Sales </li></ul><ul><ul><li>Garantias: receitas da alfândega do RJ e demais se necessário, receitas da Estrada de Ferro Central do Brasil e do serviço de abastecimento de água do RJ. </li></ul></ul><ul><ul><li>Compromisso de retirada do meio circulante e queima de moeda, visando a valorização monetária. </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  18. 19. <ul><li>Ex. 1 - Funding Loan (1898): C. Sales </li></ul><ul><ul><li>Para cumprir o “funding loan” Campos Sales promoveu o saneamento financeiro com a restrição do crédito – paralisação da emissão de moeda – criação de novos impostos e congelamento de salários . </li></ul></ul><ul><ul><li>Resultado: redução do poder de compra da classe trabalhadora assalariada e manutenção dos privilégios dos grandes proprietários . </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  19. 20. <ul><li>Ex. 2 - Convênio de Taubaté (1906): R. Alves </li></ul><ul><ul><ul><li>O que foi? Plano de Valorização artificial do café; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Eixo produtivo: SP + RJ + MG </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Problema: superprodução do café. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Como? O Governo contraia empréstimos para comprar esse excedente. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Objetivo: Diminuir a oferta do produto, seu preço mantinha-se estável. </li></ul></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  20. 21. <ul><li>Ex. 2 - Convênio de Taubaté (1906): R. Alves </li></ul><ul><ul><li>Desestímulo a produção fora do eixo produtivo: Cobrava-se novos impostos para equilibrar as contas do governo e honrar compromissos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Pressão pela desvalorização da moeda. </li></ul></ul><ul><ul><li>Fixação do preço da saca de café. </li></ul></ul>R EPÚBLICA V ELHA de1889 - 1930
  21. 22. <ul><li>RESUMO PARA PROVA SOBRE O PRIMEIRO CAPÍTULO DA REPÚBLICA DO BRASIL </li></ul>História do Brasil

×