AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE
TECIDO CARIADO UTILIZANDO LASER DE ER: YAG
DIRIGIDO POR CONTROLE DE FEEDBACK DE
FLUO...
INTRODUÇÃO
• a laser oferece uma alternativa atrativa em
relação à instrumentação convencional para
remoção da cárie.
Abla...
INTRODUÇÃO
Ablação ocorre:
• Ausência de vibração;
• Experiência de dor é frequentemente mínima.
Total ausência de feedbac...
INTRODUÇÃO
• Er,Cr:YSGG laser, estão, atualmente, entre os lasers
mais populares para remoção de tecido dental
cariado.
En...
INTRODUÇÃO
• Embora a Temperatura de ablação seja inferior à
temperatura de fusão e vaporização da hidroxiapatita
(fusão: ...
INTRODUÇÃO
• Luz Laser Er:YAG
Absorvida pela água,
Rápida vaporização da água da dentina
Explosivo deslocamento da estrutu...
INTRODUÇÃO
• Laser sobre o tecido Som de estalido
• No tecido cariado, onde o conteúdo de água é
superior, o som de estali...
INTRODUÇÃO
• A radiação de Er:YAG penetra cerca de 100 mm na
dentina , promovendo mínima difusão térmica no
dente.
Dentina...
INTRODUÇÃO
• A frente térmica precede a ablação
• Desidratação e paralização da ablação
• Refrigeração insuficiente ao uti...
INTRODUÇÃO
• Métodos comuns para determinar a extensão da remoção
da cárie, incuem:
• Quando exposto a um certo compriment...
INTRODUÇÃO
• Detecção da fluorescência oferece a vantagem de
provê uma alta resolução, consiste de forma não
invasiva para...
INTRODUÇÃO
Micro tomografia computadorizada oferece uma
alternativa não-invasiva, que permite visualização
tridimensional ...
OBJETIVO
• O objetivo desta pesquisa foi determinar se a
detecção por fluorescência pode ser utilizada de
maneira viável p...
MATERIAIS E MÉTODOS
 Dentes vitais recém-extraídos com lesões de cárie na
dentina proximal.
Clínica de Cirurgia Oral no ...
MATERIAIS E MÉTODOS
• Dentes adequados foram imediatamente lavados,
removendo-se restos de tecido periodontal;
• Cada dent...
MATERIAIS E MÉTODOS
• A KaVoKey Laser 3TM Er: YAG laser com uma peça de mão
KaVoTM 2060 projetada especificamente para rem...
MATERIAIS E MÉTODOS
27 dentes foram
aleatoriamente
designados para
tratamento em
várias configurações
de controle de
feedb...
MATERIAIS E MÉTODOS
• Os dentes foram examinados antes e após a ablação.
• 450 projeções sagitais foram reunidas em 0,48 e...
MATERIAIS E MÉTODOS
Fig. 2 - Histograma
de valores em
escala de cinza
obtido através do
programa
NReconTM(Skyscan,
Kontich...
MATERIAIS E MÉTODOS
• Controle: Remoção completa da dentina cariada foi
realizada em um dente durante a operação do laser ...
MATERIAIS E MÉTODOS
Além disso, como controle adicional, um dente hígido foi submetida a ablação
com uma cavidade dentro d...
RESULTADOS
• Através das imagens de escala de cinza dos dentes
obtidos, por micro-CT, limites claros eram perceptíveis
ent...
RESULTADOS
• Ao nível 6, em quatro dos cinco casos a remoção da
dentina infectada estava completa (fig. 3)
Fig. 3 - (A) im...
RESULTADOS
RESULTADOS
• A valores de controle de feedback superior a 8, foi
observada remoção incompleta da dentina infectada
(Fig. 4...
RESULTADOS
• A eficiência de ablação variou com a cor do tecido
encontrado:
•
• Lesões progredindo rapidamente, onde a
den...
DISCUSSÃO
• Uma visão contemporânea é que nem sempre é
necessário, ou desejável, remover completamente a
dentina desminera...
DISCUSSÃO
Os resultados deste estudo sugerem que o limite
para remoção completa do tecido encontra-se
em um valor de feedb...
DISCUSSÃO
• Assim, as cáries restantes podem não refletir a
incapacidade de feedback de fluorescência, mas pode
identifica...
DISCUSSÃO
• Estudos histológicos anteriores envolvendo dentina
cariada humana, tratada com a KaVo Key Laser 3TM,
sob o con...
DISCUSSÃO
• É interessante notar que a KaVo DIAGNOdentTM tem
melhor especificidade, mas sensibilidade relativamente
pobre ...
DISCUSSÃO
• A espessura de dentina residual após a remoção da
cárie é de grande interesse para os dentistas que
desejam ev...
DISCUSSÃO
• As diferenças nas taxas de ablação observadas, estavam
presumivelmente relacionadas com o teor de água e de
mi...
DISCUSSÃO’
Estudos envolvendo ablação a laser de cárie de
dentina, muitas vezes não conseguem definir
claramente os critér...
DISCUSSÃO
Embora as taxas de ablação sejam
muito mais rápidas na dentina do
que no esmalte devido a diferenças
no teor de ...
DISCUSSÃO
• Micro-CT demonstrou ser uma técnica útil para
determinar a eficácia da remoção do tecido cariado,
com radiopac...
CONCLUSÕES
O sistema de controle de realimentação para a
fluorescência utilizando KaVo Key Laser 3TM,
juntamente com a peç...
REFERÊNCIAS
REFERÊNCIAS
Sessão Científica Bolsista Paula Casais - 2014.1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sessão Científica Bolsista Paula Casais - 2014.1

281 visualizações

Publicada em

Artigo Consultado: Evaluating the efficiency of caries removal using an Er:YAG laser driven by fluorescence feedback control.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • It is thus advisable to use handexcavating
    instruments to remove most of the carious
    dentine, thereby preventing heat damage and expediting
    cavity preparation.
  • Conduction of this
    heat can lead to cracking and melting of dentine, with pain
    and possible pulp damage.
  • Furthermore, a significant
    limitation of fluorescence detection is that it is unable to
    provide information about the depth of demineralisation or of
    lesion severity.12
  • A aprovação ética
    foi obtido a partir do University of Otago para este projecto
  • para conferir propriedades antibacterianas, para o armazenamento a longo prazo em 48º C.
  • Quando os valores se situarem abaixo de um nível pré-selecionados, oferecendo assim controle de feedback.
  • Para melhorar a visualização de mudanças sutis, as imagens obtidas foram colourised usando o software de análise de imagem (Imagem J) atribuindo cores contrastantes ao valores da escala de cinza de limiares de interesse.

  • Tecido que permanecia infectado e dentina parcialmente desmineralizada foi facilmente detectável.

  • Note-se que alguns
    o esmalte foi removido para proporcionar o acesso a profundidades de
    a lesão.
  • A um valor de 7, em três dos cinco casos a remoção da dentina infectada estava completa, mas para os outros dois dentes de uma quantidade muito pequena de tecido permaneceu desmineralizada, evidente em apenas três secções transversais de cada um desses dentes. A um valor de 8, a maior parte dos dentes mostraram evidência de tecido desmineralizada remanescente, com apenas um dos cinco dentes que têm eficaz (completa) a remoção da dentina infectada (Tabela 1)
  • Remoção incompleta do tecido desmineralizado para ambas as lesões.
  • Há alguma evidência de que vedação
    lesões cariosas off prende sua progressão e pode levar a uma
    estado de stability

    Os quais produzem remoção incompleta da cárie.
  • que permaneceram foram talvez explicável pelo entendimento de que a ablação a laser funciona por linha de visão, e que qualquer cárie restante foi encontrada em áreas de cavidade potencial como sob cúspides perto da junção amelodentinária.
  • não obstante
    estes resultados fornecem uma perspectiva útil , provavelmente subestimando
    a verdadeira dimensão deste problema ao usar lasers
    clinicamente , especialmente considerando que este foi um estudo de laboratório
    onde a linha de acesso visão era relativamente fácil de alcançar.

    replicando a forma como os dentes seriam acessados intraoralmente, caso os denstes adjacentes estivessem presente.

  • Considerando-se estes resultados anteriores, juntamente com o
    resultados apresentados, um ajuste de corte prático , de 7 ou 8 para
    controle de feedback da KaVo Key Laser 3TM parece
    proporcionar a remoção eficaz de tecido desmineralizada , contudo
    minimizar o risco de excesso de instrumentação . Refletindo a aparente
    precisão do controle de feedback , os pesquisadores comentaram
    que parece funcionar como se fazer uma abrupta 'sim' ou 'não'
  • Sessão Científica Bolsista Paula Casais - 2014.1

    1. 1. AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE TECIDO CARIADO UTILIZANDO LASER DE ER: YAG DIRIGIDO POR CONTROLE DE FEEDBACK DE FLUORESCÊNCIA Universidade Federal da Bahia Faculdade de Odontologia Programa de Educação Tutorial Donald R. Schwass a,*, Jonathan W. Leichter b, David G. Purton a, Michael V. Swain a. Evaluating the efficiency of caries removal using an Er:YAG laser driven by fluorescence feedback control. Archives of Oral Biology 58 (2013) 603 – 610 Bolsista: Paula Casais
    2. 2. INTRODUÇÃO • a laser oferece uma alternativa atrativa em relação à instrumentação convencional para remoção da cárie. Ablação Ablação por laser é o processo de remoção de material a partir de uma superfície sólida (ou, ocasionalmente, um líquido) por irradiação com um feixe de laser.
    3. 3. INTRODUÇÃO Ablação ocorre: • Ausência de vibração; • Experiência de dor é frequentemente mínima. Total ausência de feedback tátil durante a ablação consiste de uma desvantagem Informação sobre a dureza do tecido
    4. 4. INTRODUÇÃO • Er,Cr:YSGG laser, estão, atualmente, entre os lasers mais populares para remoção de tecido dental cariado. Energia do Er,Cr:YSGG é absorvida pela água Ablação por vaporização explosiva da água (800 ºC) Absorção pelo grupo hidroxila da hidroxiapatita Simultaneamente Referência da imagem: http://www.juniordentist.com/wp- content/uploads/2012/10/Advantages-of-Laser-dentistry.jpg Lukac et al., 2007
    5. 5. INTRODUÇÃO • Embora a Temperatura de ablação seja inferior à temperatura de fusão e vaporização da hidroxiapatita (fusão: 1200 ºC) Cuidado é necessário,para impedir dano à polpa Laser Er:YAG, quando a ablação se inicia a uma temperatura muito inferior a 300 ºC. Harashima et al., 2005
    6. 6. INTRODUÇÃO • Luz Laser Er:YAG Absorvida pela água, Rápida vaporização da água da dentina Explosivo deslocamento da estrutura do tecido cariado.
    7. 7. INTRODUÇÃO • Laser sobre o tecido Som de estalido • No tecido cariado, onde o conteúdo de água é superior, o som de estalido é maior. • Aspecto adicional para decisão clínica: • Dentina cariada Dentina saudável Clark et al., 2001
    8. 8. INTRODUÇÃO • A radiação de Er:YAG penetra cerca de 100 mm na dentina , promovendo mínima difusão térmica no dente. Dentina cariada permite que o laser atravesse rapidamente a camada superficial Desidratação* nas camadas mais profundas
    9. 9. INTRODUÇÃO • A frente térmica precede a ablação • Desidratação e paralização da ablação • Refrigeração insuficiente ao utilizar o laser Er:YAG, pode levar formação de escaras, podendo gerar um superaquecimento*.
    10. 10. INTRODUÇÃO • Métodos comuns para determinar a extensão da remoção da cárie, incuem: • Quando exposto a um certo comprimento de luz, a dentina cariada sofre autofluorescência. Sensação tátil do operador Detecção visual Uso de radiografia Uso de coloração Bactérias dentro da placa e da lesão de cárie Porfirinas e metaloporfirinas • KaVo DIAGNOdentTM Koenig et al., 1993
    11. 11. INTRODUÇÃO • Detecção da fluorescência oferece a vantagem de provê uma alta resolução, consiste de forma não invasiva para delinear entre tecido cariado e hígido, sem precisar de coloração. • Uma proposta para aplicação do KaVo DIAGNOdentTM tem sido a detecção de cáries durante sua remoção. • Há dúvidas quanto à habilidade deste dispositivo.
    12. 12. INTRODUÇÃO Micro tomografia computadorizada oferece uma alternativa não-invasiva, que permite visualização tridimensional da estrutura. Escala de cinza derivadas do micro-CT pode ser usado para detectar o presença de cárie dentária, identificados como áreas de tons mais claros de cinza com a densidade mineral reduzida.
    13. 13. OBJETIVO • O objetivo desta pesquisa foi determinar se a detecção por fluorescência pode ser utilizada de maneira viável para melhorar o controle da remoção da dentina cariada, por meio do laser Er: YAG . • Micro-CT foi usado para medir a extensão do mineral removido, através do laser, em vários níveis de realimentação de fluorescência.
    14. 14. MATERIAIS E MÉTODOS  Dentes vitais recém-extraídos com lesões de cárie na dentina proximal. Clínica de Cirurgia Oral no Departamento de Diagnóstico Oral e Serviços, da Escola de Odontologia da Universidade de Otago. Os dentes foram selecionados para garantir ausência de sinais clínicos de anormalidades do desenvolvimento Hipoplasia Defeitos fluoróticos Coloração por Tetracilcina Restaurações anteriores Defeitos congênitos
    15. 15. MATERIAIS E MÉTODOS • Dentes adequados foram imediatamente lavados, removendo-se restos de tecido periodontal; • Cada dente foi imerso em um hipoclorito de sódio a 1% (Solução de Milton) em 48 ºC durante 24 horas; • Enxaguados com solução salina (Equilibrada de Hanks). Antes da transferência para a solução salina (HBSS), cristais de timol foram adicionados.
    16. 16. MATERIAIS E MÉTODOS • A KaVoKey Laser 3TM Er: YAG laser com uma peça de mão KaVoTM 2060 projetada especificamente para remoção de tecido duro dental, foi utilizada para este estudo. Este laser também incorpora 1 mW InGaAsP laser de diodo, que emite energia em 655 nm, para geração e detecção da autofluorescência. http://www.kavo.com/Products/Dental-Instruments/Dental-laser.aspx
    17. 17. MATERIAIS E MÉTODOS 27 dentes foram aleatoriamente designados para tratamento em várias configurações de controle de feedback de fluorescência a laser para extirpar cárie de dentina. A fluorescência é medida utilizando unidades relativas de [L] ou valores 'realimentação' de 0 a 99. O procedimento foi realizada com distância de 12 a 15 mm a partir da superfície do tecido e operado sob um jacto de água constante (1 ml / min).
    18. 18. MATERIAIS E MÉTODOS • Os dentes foram examinados antes e após a ablação. • 450 projeções sagitais foram reunidas em 0,48 etapas. Cada conjunto de imagens radiais obtidos foi reconstruído usando o Programa SkyscanTM NRecon, gerando uma série de imagens. Imagens reconstruídas em todo o nível das lesões foram examinadas (Fig. 1). Fig. 1 - (A) Exemplo de uma secção transversal de um dente tratado, obtida por micro-CT, com múltiplas lesões de cárie. (B) Mesma secção transversal colorida para aumentar a visualização dos limites de cárie.
    19. 19. MATERIAIS E MÉTODOS Fig. 2 - Histograma de valores em escala de cinza obtido através do programa NReconTM(Skyscan, Kontich, Bélgica). Picos representam concentração de valores associados com densidades diferentes, relacionados com as diferentes estruturas presentes.
    20. 20. MATERIAIS E MÉTODOS • Controle: Remoção completa da dentina cariada foi realizada em um dente durante a operação do laser com o mecanismo de controle de feedback desligado. • Remoção do tecido cariado foi realizada em todos os outros dentes ao longo de um intervalo de , permitindo que o mecanismo de feedback determinasse o ponto final para remoção da cárie. níveis de feedback Configurações de realimentação de 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 12, 16 e 20 foram avaliados
    21. 21. MATERIAIS E MÉTODOS Além disso, como controle adicional, um dente hígido foi submetida a ablação com uma cavidade dentro da dentina, para efeitos de comparação. A remoção completa da dentina infectada foi estabelecida pela ausência de dentina remanescente desmineralizada. Determinação do limite final para remoção foi reforçada pela cor tornando as imagens de escala de cinza obtidos por micro-CT essenciais, usando cores contrastantes para esclarecer os limites entre o esmalte e a dentina, tecido hígido e tecido desmineralizadao(relativamente menos densa).
    22. 22. RESULTADOS • Através das imagens de escala de cinza dos dentes obtidos, por micro-CT, limites claros eram perceptíveis entre as diferentes estruturas de tecido. • Remoção eficiente de dentina infectada foi aparente em valores de controle de feedback inferior a 6 em todos os casos. • Valores entre 6 e 8 Remoção da dentina infectada foi menos consistente.
    23. 23. RESULTADOS • Ao nível 6, em quatro dos cinco casos a remoção da dentina infectada estava completa (fig. 3) Fig. 3 - (A) imagem Micro-CT de dente com uma lesão cariosa envolvendo dentina, e (B) tratadas com laser usando controle de gabarito nível 6 configuração.
    24. 24. RESULTADOS
    25. 25. RESULTADOS • A valores de controle de feedback superior a 8, foi observada remoção incompleta da dentina infectada (Fig. 4). Fig. 4 - (A) imagem Micro-CT de dente com lesões de cárie múltipla lesões, e (B) tratado com laser usando o controle de feedback nível 8.
    26. 26. RESULTADOS • A eficiência de ablação variou com a cor do tecido encontrado: • • Lesões progredindo rapidamente, onde a dentina infectada tinham cor pálida ou clara, sofreram ablação rapidamente, com som de estalido alto e rápido • Lesões crônicas, com manchas escuras demorou muito tempo para ser removida, com som de estalido intermitente e sofreram ablação incompleta.
    27. 27. DISCUSSÃO • Uma visão contemporânea é que nem sempre é necessário, ou desejável, remover completamente a dentina desmineralizada. Thompson et al., 2008 No presente estudo, a completa remoção de tecido desmineralizado consistiu de uma maneira de medir a eficácia do mecanismo de feedback. Os dentistas podem preferir deixar cárie, utilizando mecanismo de feedback em valores superiores.
    28. 28. DISCUSSÃO Os resultados deste estudo sugerem que o limite para remoção completa do tecido encontra-se em um valor de feedback de 7 ou 8 Em valores de feedback de 6 ou 7 ,pequenas quantidades de material desmineralizado permaneceram.
    29. 29. DISCUSSÃO • Assim, as cáries restantes podem não refletir a incapacidade de feedback de fluorescência, mas pode identificar questões relacionadas à necessidade de manter linha direta de visão ao usar este instrumento. • Ao longo do estudo foram feitos todos os esforços para restringir a utilização da peça de mão para acessar apenas por direção oclusal, evitando o acesso proximal direto.
    30. 30. DISCUSSÃO • Estudos histológicos anteriores envolvendo dentina cariada humana, tratada com a KaVo Key Laser 3TM, sob o controle de feedback, descobriram que, para um valor de feedback de 10, havia muito pouca redução das bactérias remanescentes nos túbulos dentinários ( 88 -94 % das bactérias permanecer em). • Para um valor de 8 , ocorreram reduções significativas de bactérias dentro dos túbulos ( 6.7 % de bactérias permanecem). Eberhard et al., 2005
    31. 31. DISCUSSÃO • É interessante notar que a KaVo DIAGNOdentTM tem melhor especificidade, mas sensibilidade relativamente pobre , em especial com a lesões confinadas em esmalte. • É mais sensível com lesões na dentina. • Consequentemente, há uma probabilidade significativa de diagnósticos falso positivo realizados exclusivamente com este dispositivo . Bader et al., 2004 Shi et al., 2000
    32. 32. DISCUSSÃO • A espessura de dentina residual após a remoção da cárie é de grande interesse para os dentistas que desejam evitar danos polpa, e pode afetar as decisões sobre quanto remover de cárie. • Em dentina cariada, a resistência elétrica aumenta devido à esclerose não prover som de estalido. Krause et al., 2007 Fluorescência de dentina cariada, na base das cavidades tem sido correlacionada com a resistência elétrica .
    33. 33. DISCUSSÃO • As diferenças nas taxas de ablação observadas, estavam presumivelmente relacionadas com o teor de água e de minerais das lesões encontradas . • Além disso, as questões de acesso e orientação da peça de mão identificadas também podem ajudar a explicar variações na eficácia da remoção da cárie com níveis de controle de feedback 6 e 7 .
    34. 34. DISCUSSÃO’ Estudos envolvendo ablação a laser de cárie de dentina, muitas vezes não conseguem definir claramente os critérios de inclusão utilizados, ou claramente descrever a natureza exata das lesões tratadas Mais pesquisas são necessárias para entendermos em como a eficiência ablativa é afetada pela idade e tipo de lesão e a influência da desmineralização natural ou artificialmente introduzida e processos de remineralização .
    35. 35. DISCUSSÃO Embora as taxas de ablação sejam muito mais rápidas na dentina do que no esmalte devido a diferenças no teor de água, no presente estudo, a remoção de cáries de dentina ainda provou ser muito mais lenta, quando comparado com a abordagem convencional, utilizando brocas e instrumentos rotatórios.
    36. 36. DISCUSSÃO • Micro-CT demonstrou ser uma técnica útil para determinar a eficácia da remoção do tecido cariado, com radiopacidade proporcional ao teor de minerais. • Diferenças em valores de escala de cinza permitiram distinção entre dentina desmineralizada e hígida. Angker et al., 2004
    37. 37. CONCLUSÕES O sistema de controle de realimentação para a fluorescência utilizando KaVo Key Laser 3TM, juntamente com a peça de mão KaVoTM 2060 sem contato, oferece um objetivo e relativamente conservador ponto final para a remoção de dentina infectada. Sendo útil se o objetivo é remover toda dentina infectada, ou alternativamente, se considerado desejável, deixar resquícios do tecido cariado, estando coerente com resultados de outros pesquisadores.
    38. 38. REFERÊNCIAS
    39. 39. REFERÊNCIAS

    ×