A reciclagem de pneus 2011

5.763 visualizações

Publicada em

DESTINAÇÃO DE PNEUS

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.763
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
140
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A reciclagem de pneus 2011

  1. 1. PREFEITURA DE BOITUVA SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE A RECICLAGEM DE PNEUS .
  2. 3. Pontos de Coleta de Pneus . Ponto de Coleta são locais disponibilizados e administrados pelas Prefeitura Municipal de Boituva, por meio da SMMA, para onde são levados os pneus recolhidos pelo serviço, ou aqueles levados diretamente por borracheiros, recapadores, descartados voluntariamente pelo munícipe, etc. Eles devem tem normas de segurança e higiene, como cobertura.
  3. 4. PARCERIA COM RECICLANIP Por meio da parceria de convênio, Reciclanip fica responsável por toda gestão da logística de retirada dos pneus inservíveis do Ponto de Coleta e pela destinação ambientalmente adequada deste material no municipio de Boituva que através da SMMA e homologado pelo Ibama.
  4. 5. O CICLO DO PNEU. <ul><li>. </li></ul>
  5. 6. Para Onde Vão Os Pneus Inservíveis? <ul><li>Quando um pneu chega ao fim de sua vida útil, ou seja, não pode mais continuar rodando em um veículo, ele deve ser deixado em local apropriado, caso de um estabelecimento comercial como uma revenda de pneus e borracharia ou um Ponto de Coleta de Pneus da Prefeitura Municipal. </li></ul><ul><li>No processo de coleta, a Reciclanip é responsável pelo transporte de pneus a partir dos Pontos de Coleta até as empresas de trituração, quando necessário, de onde os pneus serão encaminhados para destinação final. </li></ul>
  6. 7. O aço dos pneus é reciclado <ul><li>Retirada do aço (talões),que é retirado dos pneus antes </li></ul><ul><li>do processo de trituração também é reaproveitado pelas </li></ul><ul><li>indústrias siderúrgicas . </li></ul>
  7. 8. <ul><li>No Brasil, uma das formas mais comuns de reaproveitamento dos pneus inservíveis é como combustível alternativo para as indústrias de cimento. </li></ul><ul><li>Outros usos dos pneus são na fabricação de solados de sapatos, borrachas de vedação, dutos pluviais, pisos para quadras poli-esportivas, pisos industriais, além de tapetes para automóveis. </li></ul><ul><li>Mais recentemente, surgiram estudos para utilização dos pneus inservíveis como componentes para a fabricação de manta asfáltica e asfalto-borracha, processo que tem sido acompanhado e aprovado pela indústria de pneumáticos </li></ul>
  8. 9. Trituração de pneus <ul><li>Os pneus seguem </li></ul><ul><li>na esteira para </li></ul><ul><li>trituração ou </li></ul><ul><li>picotagem </li></ul>
  9. 10. Esteira de trituração
  10. 11. O aço dos pneus é reciclado <ul><li>Retirada do talão, o aço (talões) retirado dos pneus antes do </li></ul><ul><li>processo de trituração também é reaproveitado pelas </li></ul><ul><li>indústrias siderúrgicas . </li></ul>
  11. 12. Borracha granulada
  12. 13. Borracha em pó <ul><li>. </li></ul>
  13. 14. Pneus triturados <ul><li>. </li></ul>
  14. 15. Reutilização de pneus <ul><li>Aplicação em solados </li></ul>
  15. 16. Pisos e Artefatos de borracha: A borracha retirada dos pneus inservíveis dá origem a diversos artefatos, entre os quais tapetes para automóveis, pisos industriais, pisos para quadras poli-esportivas, e artigos para jardinagem <ul><li>. </li></ul>
  16. 17. Tapetes <ul><li>. </li></ul>
  17. 18. Vasos <ul><li>. </li></ul>
  18. 19. Principais destinações <ul><li>Em todo o mundo, os pneus inservíveis são reaproveitados em diversas atividades comerciais e industriais. No Brasil, as formas de destinação são regulamentadas pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que determina quais processos são ambientalmente corretos. </li></ul>
  19. 20. Fabricas de cimento Co-processamento : Pelo seu alto poder calorífico, os pneus inservíveis são largamente utilizados como combustível alternativo em fornos de cimenteiras, em substituição ao coque de petróleo.
  20. 21. Industrialização <ul><li>Laminação : Nesse processo, os pneus não radiais são cortados em lâminas que servem para a fabricação de percintas (indústrias moveleiras), solas de calçados, dutos de águas pluviais etc.. </li></ul>
  21. 22. Asfalto borracha <ul><li>Asfalto-borracha : Adição à massa asfáltica de pó de borracha oriundo da trituração de pneus inservíveis. O asfalto-borracha tem uma vida útil maior, além de gerar um nível de ruído menor e oferecer maior segurança aos usuários das rodovias </li></ul>
  22. 23. Obrigado. [email_address] <ul><li>. </li></ul>

×