12 stc a família-prof. joão-ovídio

582 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
582
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

12 stc a família-prof. joão-ovídio

  1. 1. Agrupamento de Escolas da Quinta do Conde ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO EFA – NS – 2º Ano SOCIEDADE TECNOLOGIA E CIENCIAS A FAMILIAA família representa um grupo social primário que influencia e é influenciado poroutras pessoas e instituições. É um grupo de pessoas, ou um número de gruposdomésticos ligados por descendência (demonstrada ou estipulada) a partir de umancestral comum, matrimónio ou adoção. Nesse sentido o termo confunde-se com clã.Dentro de uma família existe sempre algum grau de parentesco. Membros de umafamília costumam compartilhar do mesmo sobrenome, herdado dos ascendentesdiretos. A família é unida por múltiplos laços capazes de manter os membrosmoralmente, materialmente e reciprocamente durante uma vida e durante asgerações.Podemos então, definir família como um conjunto invisível de exigências funcionaisque organiza a interação dos membros da mesma, considerando-a, igualmente, comoum sistema, que opera através de padrões transacionais. Assim, no interior da família,os indivíduos podem constituir subsistemas, podendo estes ser formados pelageração, sexo, interesse e/ ou função, havendo diferentes níveis de poder, e onde oscomportamentos de um membro afetam e influenciam os outros membros. A famíliacomo unidade social, enfrenta uma série de tarefas de desenvolvimento, diferindo anível dos parâmetros culturais, mas possuindo as mesmas raízes universais.Estruturas familiaresA família assume uma estrutura característica. Por estrutura entende-se, “uma formade organização ou disposição de um número de componentes que se inter-relacionamde maneira específica e recorrente”. Deste modo, a estrutura familiar compõe-se deum conjunto de indivíduos com condições e em posições, socialmente reconhecidas, ecom uma interacção regular e recorrente também ela, socialmente aprovada. A famíliapode então, assumir uma estrutura nuclear ou conjugal, que consiste em duaspessoas adultas (tradicionalmente uma mulher e um homem) e nos seus filhos,biológicos ou adotados, habitando num ambiente familiar comum. A estrutura nucleartem uma grande capacidade de adaptação, reformulando a sua constituição, quandonecessário.
  2. 2. Agrupamento de Escolas da Quinta do Conde ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO EFA – NS – 2º Ano SOCIEDADE TECNOLOGIA E CIENCIASExistem também famílias com uma estrutura de pais únicos ou monoparental, tratando-sede uma variação da estrutura nuclear tradicional devido a fenómenos sociais, como odivórcio, óbito, abandono de lar, ilegitimidade ou adopção de crianças por uma só pessoa.O conceito de família tradicional parece ultrapassado. O clássico modelo pai, mãe e filhosestá a perder cada vez mais terreno para novas formas de organização familiar.Esqueça-se a conceção tripartida pai, mãe e filhos. O conceito de família na sociedadeportuguesa há muito que deixou de caber no rótulo tradicional para se espraiar em muitosoutras formas de organização familiar: desde homossexuais dos dois sexos que têm a seucargo filhos de anteriores relações, a mãe e pais solteiros, passando por casais queconjugam filhos de anteriores uniões com filhos nascidos no seio da nova relação.Segundo a psicóloga clínica Leonor Santos, a mudança de paradigma começou a dar osprimeiros passos entre as décadas de 1970 e 1980. A abertura das mentalidadesproporcionada pela Revolução de Abril traduziu-se num número acentuado de divórciosque, por sua vez, deram origem a novas famílias e tipos de união. Aquilo a que o psiquiatraJosé Gameiro chamou de famílias reconstruídas. A forma como a sociedade olha para asmais recentes formas de organização familiar mistura abertura com desconfiança,principalmente no que toca às mães solteiras e aos casais de homossexuais. Uma dasquestões mais enfatizadas pelos reticentes prende-se com a efetiva qualidade de vida dascrianças e adolescentes que vivem no seio destas famílias.t.wikipedia.org/wiki/FamíliaFormador: João Novais Formando: Ovídio MaurícioData: 23/11/11
  3. 3. Agrupamento de Escolas da Quinta do Conde ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO EFA – NS – 2º Ano SOCIEDADE TECNOLOGIA E CIENCIAS Uma família Brasileira Uma Família Portuguesa
  4. 4. Agrupamento de Escolas da Quinta do Conde ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO EFA – NS – 2º Ano SOCIEDADE TECNOLOGIA E CIENCIAS

×