Como Elaborar o Orçamento Familiar

594 visualizações

Publicada em

Dicas práticas e simples para organização financeira pessoal ou familiar

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
594
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como Elaborar o Orçamento Familiar

  1. 1. Como Elaborar o Orçamento Familiar Workshop Lions CotiaWorkshop Lions Cotia Osmar Silvestre de MoraisOsmar Silvestre de Morais
  2. 2. Pois qual de vós, querendoPois qual de vós, querendo edificar uma torre, não seedificar uma torre, não se senta primeiro asenta primeiro a calcularcalcular as despesasas despesas, para ver se, para ver se tem com que a acabar?tem com que a acabar? Lucas 14:28Lucas 14:28
  3. 3. Comida A gente não quer só comida A gente quer comida, diversão e arte A gente não quer só comida A gente quer saída para qualquer parte A gente não quer só comida A gente quer bebida, diversão e balé A gente não quer só comida A gente quer a vida como a vida quer A gente não quer só comer A gente quer comer, quer fazer amor A gente não quer só comer A gente quer prazer, pra aliviar a dor A gente não quer só dinheiro A gente quer dinheiro e felicidade A gente não quer só dinheiro A gente quer inteiro, e não pela metade
  4. 4. Necessidade x Desejo  Necessidade é o que é indispensávelNecessidade é o que é indispensável para a sobrevivência;para a sobrevivência;  Desejo é aspiração, vontade, prazerDesejo é aspiração, vontade, prazer sensorial, hedonismo.sensorial, hedonismo.
  5. 5. Desequilíbrio financeiro gera:  Stress;Stress;  Depressão;Depressão;  Frustração;Frustração;  Separação/Divórcio;Separação/Divórcio;  Infelicidade;Infelicidade;  Doença;Doença;  Mais desequilíbrio financeiro....Mais desequilíbrio financeiro....
  6. 6. Para que? Para gastar mais e melhor, através do controle da renda e dos gastos, do estabelecimento de metas e da utilização consciente do dinheiro e do crédito, evitando gastos desnecessários e o desequilíbrio financeiro.
  7. 7. Como? 1.1. Mudando de atitude quanto ao que éMudando de atitude quanto ao que é necessidadenecessidade e o que é apenase o que é apenas desejodesejo;; 2.2. Definindo osDefinindo os objetivosobjetivos ee metasmetas;; 3.3. Conhecendo aConhecendo a naturezanatureza dada rendarenda e dose dos gastosgastos e dividindo-os eme dividindo-os em categoriascategorias;; 4.4. Elaborando oElaborando o orçamentoorçamento;; 5.5. Elaborando oElaborando o fluxo de caixafluxo de caixa;; 6.6. ControlandoControlando o orçamento;o orçamento; 7.7. PoupandoPoupando ee investindo.investindo.
  8. 8. Dicas:  Fuja do consumismo, nunca compre por impulso;Fuja do consumismo, nunca compre por impulso;  Nunca gaste mais do que ganha;Nunca gaste mais do que ganha;  Cuidado com as datas comemorativas;Cuidado com as datas comemorativas;  Evite as “suaves prestações”, acostume-se a pouparEvite as “suaves prestações”, acostume-se a poupar para adquirir algo;para adquirir algo;  Pague sempre o valor total do cartão de crédito;Pague sempre o valor total do cartão de crédito;  Não use o “cheque especial”;Não use o “cheque especial”;  Não seja fiador;Não seja fiador;  No supermercado:No supermercado:  Tenha sempre uma lista de compras;Tenha sempre uma lista de compras;  Só o(a) mais disciplinado(a) deve ir;Só o(a) mais disciplinado(a) deve ir;  Não leve os filhos;Não leve os filhos;  Não vá com fome.Não vá com fome.
  9. 9. Objetivos e Metas  É importante definirÉ importante definir o quêo quê se desejase deseja como resultado de uma vida financeiracomo resultado de uma vida financeira mais equilibrada;mais equilibrada;  Porém, discuta antes com toda a famíliaPorém, discuta antes com toda a família para que haja consenso;para que haja consenso;  Estime o valor necessário;Estime o valor necessário;  Defina uma data e, a cada mês, re-avalieDefina uma data e, a cada mês, re-avalie se ainda é possível atingir a meta, casose ainda é possível atingir a meta, caso contrário, altere a data;contrário, altere a data;
  10. 10. Renda x Gastos  Por naturezas:Por naturezas:  Fixas ou variáveis?Fixas ou variáveis?  Básicas ou supérfluas?Básicas ou supérfluas?  Contínuas ou sazonais?Contínuas ou sazonais?  Por categorias:Por categorias:  RendasRendas:: Rendimentos do trabalho/OutrosRendimentos do trabalho/Outros rendimentos;rendimentos;  GastosGastos:: Alimentação, Habitação, Saúde, Transporte,Alimentação, Habitação, Saúde, Transporte, Vestuário, Educação, Cultura & Lazer e DespesasVestuário, Educação, Cultura & Lazer e Despesas Gerais;Gerais;  TransferênciasTransferências:: de entradas/de saídasde entradas/de saídas
  11. 11. Elaborando o Orçamento 1.1. Relacione os itens (renda, gastos e transferências) porRelacione os itens (renda, gastos e transferências) por categoria (e também por sub-categorias quando possível)categoria (e também por sub-categorias quando possível) em uma planilha (em uma planilha (Formulário 1Formulário 1) por pelo menos 3) por pelo menos 3 meses;meses; 2.2. Calcule uma média para estes itens e acrescente os itensCalcule uma média para estes itens e acrescente os itens sazonais (como IPTU, IPVA, PPR, 13°, Férias, etc..) nossazonais (como IPTU, IPVA, PPR, 13°, Férias, etc..) nos meses correspondentes;meses correspondentes; 3.3. Calcule os totais anuais e a média mensal;Calcule os totais anuais e a média mensal; 4.4. Avalie e ajuste os valores para chegar ao equilíbrio:Avalie e ajuste os valores para chegar ao equilíbrio:  (Renda – Gastos + Transferências) = Zero(Renda – Gastos + Transferências) = Zero
  12. 12. Formulário 1 CategoriaCategoria JANJAN FEVFEV MARMAR RendaRenda Do TrabalhoDo Trabalho 800800 800800 800800 OutrasOutras 140140 200200 500500 GastosGastos AlimentaçãoAlimentação 350350 310310 330330 Cultura & LazerCultura & Lazer 8080 5050 8080 Despesas GeraisDespesas Gerais 6060 6060 6060 EducaçãoEducação 120120 120120 120120 HabitaçãoHabitação 200200 180180 180180 SaúdeSaúde 130130 130130 130130 TransporteTransporte 220220 180180 180180 VestuárioVestuário 8080 5050 5050 ResultadoResultado -300-300 -80-80 170170
  13. 13. Elaborando o Fluxo de Caixa 1.1. AnoteAnote (formulário 2)(formulário 2) o saldo inicial das contas bancáriaso saldo inicial das contas bancárias e dinheiro;e dinheiro; 2.2. Relacione todas as entradas (rendas) e todas as saídasRelacione todas as entradas (rendas) e todas as saídas (gastos) dos próximos 3 meses.(gastos) dos próximos 3 meses. É fundamental que sejaÉ fundamental que seja mantida a ordem cronológicamantida a ordem cronológica, ou seja, começando pelas, ou seja, começando pelas datas mais cedo e terminando pelas datas mais tarde;datas mais cedo e terminando pelas datas mais tarde; 3.3. Calcule o saldo final previsto para cada período;Calcule o saldo final previsto para cada período; 4.4. Avalie e ajuste quando necessário para evitar que o saldoAvalie e ajuste quando necessário para evitar que o saldo final previsto fique negativofinal previsto fique negativo
  14. 14. Formulário 2 DataData DescriçãoDescrição EntradaEntrada SaídaSaída SaldoSaldo 55 Conta TelefoneConta Telefone 5050 7070 1010 SalárioSalário 480480 550550 1010 Conta LuzConta Luz 4040 510510 1515 AdiantamentoAdiantamento 320320 830830 1717 SupermercadoSupermercado 230230 600600 2020 AçougueAçougue 3030 570570 2525 EscolaEscola 120120 450450 Saldo InicialSaldo Inicial 120120
  15. 15. Gráfico de Fluxo de Caixa 0 100 200 300 400 500 600 700 800 900 5 10 10 15 17 20 25 Data Saldo
  16. 16. Controlando o Orçamento 1.1. RelacioneRelacione (formulário 3)(formulário 3) os valoresos valores reaisreais recebidos ourecebidos ou pagos num determinado período na colunapagos num determinado período na coluna Real;Real; 2.2. Copie do orçamento (formulário 1) os valoresCopie do orçamento (formulário 1) os valores previstosprevistos para o mesmo período na colunapara o mesmo período na coluna Previsto;Previsto; 3.3. Calcule a diferença entre o real e o previsto;Calcule a diferença entre o real e o previsto; 4.4. Verifique as maiores diferenças e procure entender suasVerifique as maiores diferenças e procure entender suas causas;causas; 5.5. Tome ações corretivas (como redução dos gastos eTome ações corretivas (como redução dos gastos e ajuste dos valores previstos dos próximos períodos)ajuste dos valores previstos dos próximos períodos) 6.6. Não se esqueça de ajustar também o fluxo de caixaNão se esqueça de ajustar também o fluxo de caixa (formulário 2)(formulário 2)
  17. 17. Formulário 3 CategoriaCategoria PREVISTOPREVISTO REALREAL DIFERENÇADIFERENÇA RendaRenda Do TrabalhoDo Trabalho 800800 800800 -- OutrasOutras 140140 200200 -60-60 TotalTotal 940940 10001000 -60-60 GastosGastos AlimentaçãoAlimentação 350350 310310 4040 Cultura & LazerCultura & Lazer 8080 5050 3030 Despesas GeraisDespesas Gerais 6060 6060 -- EducaçãoEducação 120120 120120 -- HabitaçãoHabitação 200200 180180 2020 SaúdeSaúde 130130 130130 -- TransporteTransporte 220220 180180 4040 VestuárioVestuário 8080 5050 3030 TotalTotal 12401240 10801080 160160
  18. 18. Poupando e investindo  Procure poupar pelo menos 10% do que ganha;Procure poupar pelo menos 10% do que ganha;  Este valor deve ser separado de início e considerado comoEste valor deve ser separado de início e considerado como um gasto normal e não esperar para “ver se sobra”;um gasto normal e não esperar para “ver se sobra”;  Invista este dinheiro na aplicação que julgar maisInvista este dinheiro na aplicação que julgar mais conveniente (procure se informar a respeito e, na dúvida,conveniente (procure se informar a respeito e, na dúvida, deixe na caderneta de poupança mas nunca na contadeixe na caderneta de poupança mas nunca na conta corrente);corrente);  Faça um planejamento para a aposentadoria, pode ser umFaça um planejamento para a aposentadoria, pode ser um plano de previdência privada ou investimento específicoplano de previdência privada ou investimento específico para isso;para isso;

×