Determinismo 306 2015

1.974 visualizações

Publicada em

Trabalhos do curso de Filosofia escola estadual Augusto Meyer Prof. Osmar

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.974
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.408
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Determinismo 306 2015

  1. 1. DETERMINISMO “Tudo está determinado”
  2. 2. São opostos o DETERMINISMO está determinado por uma força maior (A que pode ser Deus o destino...) E a LIBERDADE é aquilo que através de nossa livre vontade fazemos para "afrontar" certos princípios!
  3. 3. Duas teorias da incompatibilidade: Determinismo Radical ◦ É defendido pelos que acreditam que só o determinismo é verdadeiro. Ou seja tudo está determinado. Liberalismo ◦ É defendido pelos que acreditam que algumas das ações humanas não são casualmente determinadas, mas também não são aleatórias. ◦ Rejeita quer o Determinismo quer o indeterminismo.
  4. 4. O livre-arbítrio é o uso pleno da Liberdade! Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos. Provérbios 16:9 O Calvinismo (também conhecido como Fé Reformada, Confissão Reformada ou Teologia Reformada) é tanto um movimento religioso protestante quanto uma ideologia sociocultural com raízes na Reforma Protestante iniciada por João Calvino em Genebra no século XVI. Aquele que se vincula ao pensamento de João Calvino. Acredita que o homem para obter a salvação deve ser escolhido por Deus. Esse deve seguir uma vida voltada para o trabalho e afastada das ostentações materiais.
  5. 5. Nosso futuro depende, em grande parte, de nossas escolhas. A Bíblia nos incentiva a ‘escolher a vida por escutar a voz de Deus’, ou seja, por escolher obedecer aos seus mandamentos. (Deuteronômio 30:19, 20) Essa oferta não faria sentido, ou até mesmo seria cruel, se nós não tivéssemos livre-arbítrio. Em vez de nos obrigar a fazer o que ele diz, Deus nos faz o comovente apelo: “Oh! se tão somente prestasses realmente atenção aos meus mandamentos! A tua paz se tornaria então como um rio.” — Isaías 48:18. O destino não determina se o que fazemos vai dar certo ou não. Para sermos bem-sucedidos em qualquer coisa, precisamos nos esforçar. “Tudo o que a tua mão achar para fazer”, diz a Bíblia, “faze-o com o próprio poder que tens”. (Eclesiastes 9:10) Ela também diz: “Os planos do diligente seguramente resultam em vantagem.” — Provérbios 21:5.
  6. 6. ◦ Os calvinistas tem alguns versículos de prateleira, que eles sempre tiram de lá quando veem oportunidade, a fim de provarem que o determinismo, apesar de tudo, é bíblico. Uma passagem que foi repetidamente usada por Calvino foi Lucas 12:6, que diz: ◦ “Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus” (Lucas 12:6) ◦ Porém, este texto não está tratando de determinismo, mas de presciência. Cristo diz que nenhum pardal é “esquecido”, ou seja, que ele se lembra de todos, e não que determina cada ação de cada pardal, o que seria ir muito além daquilo que está escrito. Outra passagem bastante usada por Calvino foi Mateus 10:29-30, que a ACF[1] traduziu assim: ◦ “Não se vendem dois passarinhos por um ceitil? E nenhum deles cairá em terra sem a vontade de vosso Pai. E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados” (Mateus 10.29-30) ◦ De fato, o texto fala da “vontade” de Deus, mas seria uma vontade decretiva ou permissiva? Por exemplo: se um filho diz à sua mãe que vai sair para jogar bola e voltar mais tarde e a mãe consente, pode-se dizer que o filho não saiu de casa sem a vontade da mãe, embora a mãe não tenha decretado isso (ela não disse para o filho sair de casa, mas meramente permitiu que o filho saísse). É a mesma coisa que ocorre aqui. Não está em jogo um decreto divino sobre a ação de cada passarinho, mas uma vontade permissiva. A NVI[2] traduz com perfeição o sentido do texto: ◦ “Não se vendem dois pardais por uma moedinha? Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados” (Mateus 10.29,30)
  7. 7. As nossas ações são livres ou determinadas???

×