Aula 10 Expressionismo Abstrato

10.553 visualizações

Publicada em

AULA 10 - ARTE MODERNA E CONTEMPORANEA. PROFESSORA ALINE OKUMURA FMU

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Aula 10 Expressionismo Abstrato

  1. 1. EXPRESSIONISMO ABSTRATO
  2. 2. O início- O Cavaleiro Azul• Entre 1911 e 1914, surge o grupo de artistas residentes em Monique, que inicia a figuração da forma através da abstração. A intenção era criar uma nova forma de representação, eles foram comparados com os simbolistas tardios, artistas primitivos, populares, infantis e arte dos deficientes mentais.• “A arte deve ser sacramental, um signo visível, e exterior de uma graça espiritual interior.” Vassili Kandisnski (1866-1944) O Espiritual da Arte.
  3. 3. Expressionismo abstrato.Existe a necessidade de uma experiencia sentida – intensa, imediata, direta,sutil unificada,ardente vivida rítmica. Robert Mortherwell 1951.• O temo já havia sido usada nos anos 20 para definir as primeiras pinturas de Vassili Kandinsky etornou se referência a artistas residentes nos EUA , que ganharam destaque depois da II guerramundial.• Alguns artistas: Willian Baziotes,(1912-63); Willen de Koooning (1904-1997) Arshile Gorky(1905-48) Adolf Gotlieb (1903-74) Philip Guston ( 1913-80) , Hans Hoffman( 1880-1966) FrenazKline( 1919-62) Robert Motherwell (1915- 91) Lee Krasner (1911- 56) Barnet Newman (1905-70)Jackson Pollock (1912-56) Ad Reinhardt (1913-67) Mrak Rothko ( 1903-70 ) Clyford Still (1904-80)Mark Tobey (1890-1976).• Embora seja um movimento de pintores também existiu na fotografia, com Aaron Siskind(1903-92) , na escultura com Hebert Ferber (1906-91) , Hare Ibran Lassaw ( 1913) Seymor Lipton(1903- 83) Reuben Nakian (1897- 1986) David Smith (1906- 65) Theodore Roszak (1907 -81)• tema da arte eram as emoções humanas, pra captar isto exploram os aspectos do processopictórico; gesto, cor,forma,textura com o objetivo de conseguir caráter simbólico e expressivo.• Visão romântica do artista alheio a sociedade, onde a arte era o caminho para enfrentar o mundoabsurdo e irracional.• O termo é de Robert Coates, crítico que escreve um artigo em 46 sobre a pintura de Gorky ,Pollock e De Kooning.
  4. 4. • Existem outros termos como “Escola de Nova York”, pintura de tipo americana, action painting,pintura do campo colorido, cada uma delas descreve um aspecto do expressionismo..• Fruto da grande depressão e da 2ª guerra mundial, na qual existe a perda da fé nasideologias pré existentes sejam elas de qualquer natureza.• Havia também o fato de muitos artista europeu terem se mudado para os EUA, levandocom eles suas teorias e técnicas.• Interesse pelo automatismo psíquico para obter imagens inconscientes. Este coincidiucom o interesse cada vez maior por psicanálise junguiana em Nova York, no qual existeno homem um inconsciente coletivo onde todos possuem dentro de si de mitos,símbolos e imagens comuns.• Trata também do existencialismo, em uma viagem de auto descoberta a fim dedescobrir mitos e símbolos universais• Arshiles Gorky foi considerado o primeiro expressionista abstrato. (influenciado porMiró e Kandisnky.)• J Pollock o mais conhecido, tornou se o símbolo deste tipo de arte, ao respingar a tintana tela diretamente criando um jogo de disciplinado de movimento dando aspecto míticoa pintura.• Cada artista explorava a seu modo um tipo de sensação na pintura.
  5. 5. • Foram expostas por por Peggy Guggennheim e outros espaços dedicados aarte contemporânea. Seua críticos eram: Harold Rosenberg, Clement |Greenberg.• Alcançou reconhecimento em 1958-9 , com exposição itinerante do MOMAem 8 países da europa.• Aspectos variados do expressionismo alimentaram movimentos como arteperformática, minimalismo, e outros. Arshile Gorky. Agonía. 1947. Óleo sobre tela. 101,6 x 128,3 cm. The Museum of Moder Art.
  6. 6. Arshile Gorky. Pintura. 1947-48. Óleo sobre tela. 111,8 x 137,2 cm. Colecciónprivada.
  7. 7. Arshile Gorky. Pintura.1947. Óleo sobre lienzo. 96,2 x 127 cm.
  8. 8. Hudson River Landscape, 1951. Welded steel. Whitney Museum of AmericanArt, New York
  9. 9. Installation View at Tate Modern, Room 10. Photocredit: Tate Photography Estate of David Smith/VAGA, New York, 2006 . Disponivel em http://www.aworldtowin.net/reviews/DavidSmith.html.
  10. 10. David Smith Cubi XIX,1964Stainless Steel, Tate:
  11. 11. Aaron Siskind.San Luis Potosi 16, 1961
  12. 12. Aaron Siskind. Seaweed, 1953/1970s
  13. 13. Jackson Pollock. Untitled. 1948–49 Dripped ink and enamel on paper. (56.8 x 76.2 cm.)
  14. 14. Jackson Pollock. Autumn Rhythm: Number 30, 1950. Oil on canvas. 266,7 x 525,8 cm. The MetropolitanMuseum of Art. New York. USA.
  15. 15. Jackson Pollock. Convergence. 1952. Oil on canvas. 237,7 x 393,7 cm.
  16. 16. Mark Rothkovich. No. 9 1948. Oilon canvas. 134,6 x 118,4 cm. National Gallery of Art.
  17. 17. Mark Rothko. Untitled.1949 Medium: Oiland acrylic with powdered pigments oncanvas. met museum
  18. 18. Mark Rothko.No. 13 (White,Red on Yellow). 1958. Oiland acrylic with powderedpigments on canvas 242.3 x206.7 cm. met museum
  19. 19. Mark Rothko. 1947. Oil on canvas. 96,2 x53 cm.National Gallery of Art. Washington. U.S.A..
  20. 20. Mark Rothko. Untitled.1948. Oil on canvas. 127,6x 109,9 cm. Collection of Kate Rothko
  21. 21. Barnett Newman. Achilles. 1952. Oiland acrylic resin on canvas.241,6 x 201 x 5,7 cm. The NationalGallery of Art. Washington. USA.
  22. 22. Barnett Newman. 1949. Dionysius. Óleo sobre tela. 170,2 x 124,The National Gallery of Art. Washington. USA.
  23. 23. Barnett Newman. Adán1951-1952. Óleosobre lienzo. 240 x 200 cm. Tate Gallery.Londres. Inglaterra.
  24. 24. Adolph Gottlieb. 1960. Oil on canvas. 167,6 x335,2 cm
  25. 25. Adolph Gottlieb. 1952. Óleo sobre lienzo. 150 x 180 cm. Colección de la Adolph and EstherGottlieb Foundation. Nueva York. EEUU.
  26. 26. Franz Josef Kline. Pintura número 2. 1952. Óleo sobre tela. 204 x 271 cm. Museo de Arte Moderno. NewYork. USA.
  27. 27. Franz Josef Kline. 1961. Oil onpaper. Collection of Richardand June Long Medina. USA.
  28. 28. Willem De Kooning. Sem título.1956-1958. Pastel e colagem sobrepapel. 51 x 36,5 cm. Coleção Willemde Kooning
  29. 29. Willem De Kooning.Mulher. 1952. Crayon sobrepapel, desenho esmaltados.. 51,3 x 49 cm.Centro Georges Pompidou.
  30. 30. Willem De Kooning. a visita.1967. Óleo sobre tela. 152,5 x122 cm. Tate Gallery. Londres.
  31. 31. Características• Elimina todo e qualquer elemento figurativo do quadro;• Dessa forma, suprime a forma representação da realidade visível, ou seja a “descrição visual” do objeto da composição artística;• Na pintura abstrata as sugestões são inteiramente livres: o artista parte de alguma emoção ou experiência pessoal, não precisando para isto ser representacional.• A cor e a forma possuem em si mesmas os elementos necessários para traduzir as emoções.• Para Kandinsky, estes elementos tem o mesmo efeito emocional que a música. “Ninguém pergunta: O que quer dizer o canto deste pássaro? Simplesmente ouve- se”.
  32. 32. Os grandes cavalos azuis, 1911. Franz Marc
  33. 33. Autumn in Bavaria, 1908. Kandisky
  34. 34. Cemitery and Vicarage in Kochel. 1909. Kandisky
  35. 35. The Church in Murnau. 1910. Kandisky
  36. 36. Improvisation 7, 1910. Kandisky
  37. 37. Composition, IV 1911. Kandisky
  38. 38. Small Worlds II. 1922. Kandisky
  39. 39. Gelb Rot Blau. 1925. Kandisky
  40. 40. Composition 8. 1923. Kandisky
  41. 41. Composition, 1936. Kandisky
  42. 42. Composição VII, 1914. Vassili Kandiski
  43. 43. Color Study. Squares with Concentric Circles". 1913. Vassili Kandiski
  44. 44. Improvisation 26(Rowing)". 1912. Vassili Kandiski
  45. 45. Moviment II. 1935. Kandisky
  46. 46. Movement I". 1935. Vassili Kandiski
  47. 47. Paul Klee (1879-1940)Interesse pela natureza em si e nem tanto peloespiritual como Kandinsky. Rejeita a abstração absoluta. “a arte é uma imagem alegórica da criação.”Não se sentia atraído peloespiritual. Não gostava do que era nebuloso. Porém era dotado deexcepcional fantasia e criaem seus quadros sempre encantadoras narrativas visuais.
  48. 48. Dream City. 1921. Paul Klee
  49. 49. Dream City. 1921. Paul Klee
  50. 50. Dream City. 1921. Paul Klee
  51. 51. Dream City. 1921. Paul Klee
  52. 52. Dream City. 1921. Paul Klee
  53. 53. Composição abstracionista na arquitetura urbana
  54. 54. A arte não expressa o visível, mas torna visível! Paul Klee
  55. 55. EXPRESSIONISMO ABSTRATO• Foi um movimento artístico com origem nos Estados Unidos, muito popular no pós-guerra. Ele foi o primeiro movimento especificamente americano a atingir influência mundial e também colocou Nova York no centro do mundo artístico.• O movimento ganhou este nome por combinar a intensidade emocional do expressionismo alemão com a estética antifigurativa das Escolas Abstratas da Europa, como o Futurismo, o Bauhaus, e o Cubismo Sintético. O termo foi usado pela primeira vez para designar o movimento americano em 1952 pelo crítico H. Rosenberg.
  56. 56. Características• Expressionismo Abstrato foi uma escola que nasceu de um ato de rompimento, de dizer não ao figurativismo e repensar as várias tendências que chegavam da Europa. Foi um grito pela liberdade do gesto livre, uma escola que, paradoxalmente, segundo alguns críticos, trouxe razão aos sentidos.• Eles incorporaram, o emprego de uma palheta agressiva, conjugando traços geométricos e aleatórios da “pintura automática”um empaste pesado e grosseiro de pigmentos sobrepostos. O modo de pintar americano rompeu com a pintura de cavalete e elegeu como suporte a parede e o chão que permitia que o artista tivesse uma resistência dura para trabalhar dos quatro lados, passando a estar literalmente “na” ou “dentro da pintura”. Utilizavam novos pigmentos, como o pesado empaste feito de areia, vidro moído, cinza vulcânica e a técnica do “dripping”.
  57. 57. • As principais características do Expressionismo Abstrato eram a revolta contra a pintura tradicional, a liberdade e a espontaneidade.Quanto a espontaneidade, em especial, as Action Paintings de Pollock - outro nome pelo qual é conhecido o Expressionismo Abstrato, ou seja, o método de pintura que privilegia a rapidez da execução, a espontaneidade “eruptiva”e condenava a premeditação.
  58. 58. Automatismo• O automatismo, conceito forte em movimentos como o Surrealismo, aqui também encontra-se presente, principalmente na forma das Action Paintings, e tinha, entre seu principal expoente, Jackson Pollock.• AUTOMATISMO s.m. Caráter do que é automático/ Falta de vontade própria/ Diz-se de uma atividade literária, em que o autor se deixa levar exclusivamente pelo subconsciente.
  59. 59. Artistas• Arshile Gorky (1904-1948), Escultores:• Jason Pollock (1912-1956), • Henry Moore(1898-1986),• Willem de Kooning(1904- 1997), • Alexander Calder (1898-1976),• Franz Kline (1910-1962), • David Smith (1906-1965),• Hans Hofmann(1880-1966), • Louise Bourgeois (1912-2010),• Clyfford Still (1904-1980), • Louise Nevelson(1900-1988)• Robert Motherwell(1915-1991),• Mark Rothko (1903-1970),• Barnett Newman (1905- 1970),• Helen Frankenthaler(1928-2011),• Morris Louis (1912-1962)
  60. 60. Arshile Gorky. The Liver is the Cocks Comb (1944), oil on canvas, 73¼ × 98" (186 × 249 cm), Albright–Knox Art Gallery,Buffalo, New York.
  61. 61. Organization”, 1936
  62. 62. •Mitologia Jungiana Pássaro, 1941. Pollock•Surrealismo Abstrato•Evocação do Inconsciente
  63. 63. Phasipae, 1943. Pollock
  64. 64. Guardiões do Segredo, 1943. Pollock
  65. 65. Action Painting A partir de 1946 Pollock começa a pintar de uma maneira totalmente abstrata.Numero Um, 1949
  66. 66. Quatro Contrários, 1953. Pollock
  67. 67. Retrato de um sonho, 1953. Pollock
  68. 68. Gotham News, 1955Willem de Kooning
  69. 69. Mulher II, 1952Willem de Kooning
  70. 70. Mahoning, 1956 Franz Kline
  71. 71. Herald. 1954, Franz Kline
  72. 72. Fermented Soil, Hans Hofmann, 1965, (oil on canvas, 122 x 152 cm)
  73. 73. Hans HofmannPompeii 1959
  74. 74. Clyfford Still1947-J, 194768 x 62 inchesOil on canvas
  75. 75. Untitled, 1974 . Clyfford StillOil on canvas, 114 x 172 inchesSan Francisco Museum of Modern Art
  76. 76. Robert Motherwell, At Five in the Afternoon 1949
  77. 77. ROBERT MOTHERWELLGesture Painting #10September 1975acrylic on handmade paper26 x 21 inches
  78. 78. Twilight Sounds, 1947.Norman Lewis
  79. 79. Mark RothkoUntitled c.1946-7
  80. 80. Mark Rothko: Orange and Yellow de 1956
  81. 81. Mark RothkoLight Red Over Black 1957
  82. 82. Mark RothkoUntitled Mural for EndWall, 1959.
  83. 83. Barnett NewmanAdam 1951-2
  84. 84. Barnett NewmanCanto XII 1963-4
  85. 85. Barnett NewmanMoment 1946
  86. 86. Blessing of the Fleet,1969Helen Frankenthaler
  87. 87. Untitled, n.d.Helen Frankenthaler
  88. 88. Alpha-Pi, 1960Morris Louis (American, 1912–1962)Acrylic on canvas
  89. 89. 1959-1960, Hirshhorn‘scollection. Morris Louis
  90. 90. Floral V, 1959-60Morris Louis (American, 1912-1962)
  91. 91. Two Piece Mirror Knife Edge, 1976-77
  92. 92. Three Points, 1939-40
  93. 93. Three Standing Figures, 1953
  94. 94. Four Piece Reclining Figures
  95. 95. Animal Head, 1951
  96. 96. Atom Piece, 1964
  97. 97. Bird, 1959
  98. 98. Double Oval, 1966
  99. 99. Draped Reclining Mother and Baby, 1983
  100. 100. Figure, 1931
  101. 101. Goslar Warrior, 1973-74
  102. 102. Head of a Serpent, 1927
  103. 103. Helmet Headand Shoulders, 1952
  104. 104. Helmet Head No. 1, 1950
  105. 105. Hill Arches, 1973
  106. 106. Large Spindle Piece, 1974
  107. 107. Locking Piece Two, 1963-64
  108. 108. Locking Piece, 1963-64
  109. 109. Moon Head, 1964
  110. 110. Mother and Child, 1983
  111. 111. Mother and Child Egg Form, 1977
  112. 112. The Arch, 1962-63
  113. 113. Two Standing Figures, 1963
  114. 114. Four Forms Drawing for a Sculpture, 1938
  115. 115. Seventeen Reclining Figures Studies, 1963-69
  116. 116. Artists Hands, 1974
  117. 117. Artists Hands Holding Bone, 1981
  118. 118. Family Group Drawing, 1944
  119. 119. Figures in Settings and Sculptural Ideas, 1949
  120. 120. Ideas for Carvings, 1980
  121. 121. Reclining Figure, 1976
  122. 122. Studies for Sculptures, 1967
  123. 123. Reclining Figure Sunset Drawing, 1978
  124. 124. Two Reclining Figures Drawing, 1961
  125. 125. Henry MooreChac-Mool – a Pre-Columbian, MesoAmerican (ancient Mexican) stone altar
  126. 126. Henry Moore
  127. 127. Henry Moore, Reclining Figure, 1929.
  128. 128. Henry Moore“It was the art of ancientMexico that spoke to memost . . . I admit clearlyand frankly that earlyMexican art formed myviews of carving as muchas anything I could do.”Henry Moore, 1947
  129. 129. Henry Moore, Reclining Figure, 1935-36. Elmwood.
  130. 130. Henry Moore, Reclining Figure, 1938. Bronze. (dedicated in Singapore in 1983)
  131. 131. Maquettes createdby Henry MoorePhotos taken by M. Curless
  132. 132. of Ontario
  133. 133. of Ontario
  134. 134. of Ontario
  135. 135. of Ontario
  136. 136. Moore in Studio, 1971
  137. 137. Louise Nevelson, 1970.
  138. 138. Louise Nevelson, Sky Cathedral, 1958.
  139. 139. Louise NevelsonSilent Music II, 1964.
  140. 140. Louise NevelsonSky Landscape, 1976.
  141. 141. Louise NevelsonRoyal Tide I, 1960.
  142. 142. Alexander Calder(1898-1976)
  143. 143. Calder’s First Wire SculpturesCalder, Elephant, 1928. Calder, Two Acrobats, 1928.
  144. 144. Alexander CalderAluminum Leaves,Red Post1941.
  145. 145. Alexander Calder, Lobster Trap & Fish Tail, 1930.
  146. 146. Alexander Calder, Flamingo, 1974.
  147. 147. Illegal Immigration Protest, March 2006.
  148. 148. Car designed by Calder

×