Fratura de Plâto Tibial Dr Omar Mohamad M. Abdallah

1.313 visualizações

Publicada em

Fratura de Plâto Tibial Dr Omar Mohamad M. Abdallah

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Fratura de Plâto Tibial Dr Omar Mohamad M. Abdallah

  1. 1. Omar Mohamad M. Abdallah R1 de Ortopedia e Traumatologia Hospital Santa Rita
  2. 2.  As fraturas de platô tibial constituem 1% de todas fraturas  8% das fratura em idosos  50 – 70% fratura do platô lateral  10 – 24% platô medial  10 -30% bicondilares  Entre 1-3% são expostas
  3. 3.  Idade, direção, grau de flexão do joelho, força gerada e a qualidade óssea.  Forças em varo e valgo conjugadas com um carregamento axial (acidentes automobilístico)  Queda simples ( idosos )  Jovens: fx por cisalhamento com maior grau de ruptura ligamentar.  Adultos mais velhos: fx em depressão e em depressão cisalhamento, com menor grau de lesão ligamentar.
  4. 4.  Lesão Neurológica - N. fibular pode ser pinçado lateralmente ao redor do colo fibular.  Lesão Vascular – Aa. Poplítea pode ser pinçada posteriormente .  Afastar síndrome compartimental  Avaliação de lesão ligamentar
  5. 5.  90 % tecidos moles;  50% lesão meniscal;  30% lesões ligamentares, aumentando o risco em adultos jovens;  Lesão do N. fibular – Envolvidos principalmente em fraturas do platô medial.  Lesão Vascular – Aa. Poplítea – Platô tibial
  6. 6.  Schatzker:  Tipo l: cisalhamento platô lateral  Tipo ll: cisalhamento e depressão platô lateral.  Tipo lll: depressão platô lateral  Tipo IV: fx platô medial  Tipo V: Bicondilar  Tipo VI: extensão metáfisaria
  7. 7.  A – Extra articular  A1: Avulsão  A2: Metafisária simples  A3: Metafisária multifragmentada  B – articular parcial  B1= simples cisalhamento  B2= simples depressão  B3= cisalhamento + depressão  C- Articular total  C1= articulares e metafisarias simples  C2= articulares simples e metafisarias cominutivas  C3: articular e metafisaria cominutiva
  8. 8.  Sem desvio ou desvio pequeno nos paciente que não apresentam condições clinicas  Carga protegida e mobilização precoce do joelho em um brace articular;  Fisioterapia para fortalecimento do quadríceps  Sem carga por 4 – 8 semanas; com liberação gradual
  9. 9.  Shatzker I-IV  Parafuso percutâneo  Placa lateral + parafusos  Se redução fechada insatisfatória:  Redução aberta da articulação  Janela inferior – elevação + enxertia do defeito metafisário  Shatzker V e VI  Placa + parafusos  Fixadores externos  Híbrido  Circular  Fixador interno de ângulo fixo  Fratura póstero-medial – placa de suporte

×