Planejamento participativo 30 3

2.517 visualizações

Publicada em

AUHSUAHS

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.517
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
55
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planejamento participativo 30 3

  1. 1. Avaliação <ul><li>A avaliação deve ser contínua, gradual, </li></ul><ul><li>constante, cumulativa, coerente e participativa. </li></ul>Norma F. Marinho
  2. 2. Posturas em Avaliação <ul><li>Tradicionais  fazem as relações: </li></ul><ul><li>erro = fracasso </li></ul><ul><li>dúvida = falta de saber </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Construtivistas  erro e dúvida considerados como “episódios altamente significativos e impulsionadores da ação educativa”. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Então </li></ul><ul><li>Avaliar é dinamizar oportunidades de ação-reflexão </li></ul>
  5. 5. Tipos de Avaliação <ul><li>Objetiva (ex.: de múltipla escolha): </li></ul><ul><li>Mede em extensão mas superficialmente, são fáceis de corrigir, mas difíceis de elaborar </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Dissertativa  respostas escritas </li></ul><ul><li>Mede com mais profundidade, são fáceis de elaborar, mas de difícil correção. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Avaliação com consulta: </li></ul><ul><li>É válida pois se assemelha às condições reais do trabalho intelectual. Evita a decoreba. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Avaliação Prática  é usada para verificar o grau de domínio de determinadas habilidades. </li></ul>
  9. 9. Normas para Elaboração de Questões de Múltipla Escolha
  10. 10. <ul><li>1º) Elaborar questões curtas que não contenham informações desnecessárias. </li></ul><ul><li>2º) Evitar formulação negativa e se o fizer destacar a negação. </li></ul><ul><li>ex.: Das opções abaixo qual NÃO... </li></ul><ul><li>3º) Não incluir, nas opções erradas, palavras como: sempre, nunca, nenhum, somente, pois elas indicam erro da opção. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>4º) Não fornecer indícios gramaticais que sugiram a resposta corretas ou indiquem as erradas. </li></ul><ul><li>ex.: Um exemplo de fruta cítrica é o: </li></ul><ul><li>( ) caqui ( ) pera </li></ul><ul><li>( ) banana ( ) limão </li></ul><ul><li>Obs.: o banana? O pera? </li></ul><ul><li>5º) Construir opções formalmente paralelas do ponto de vista gramatical, dando continuidade á frase. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>6º) Certificar-se que o enunciado expressa o problema/pergunta, de forma clara. </li></ul><ul><li>ex.: A prática ativa: </li></ul><ul><li>( ) assegura competência. </li></ul><ul><li>( ) garante algum progresso. </li></ul><ul><li>( ) fornece oportunidade de aprender. </li></ul><ul><li>Obs.: Ficaria melhor: Qual das opções descreve o melhor efeito da prática ativa sobre a aprendizagem. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>7º) Fazer todas as opções com indicativos de mesma espécie. </li></ul><ul><li>ex.: O mineral apelidado de ouro negro é o: </li></ul><ul><li>( ) ferro ( ) carvão de pedra </li></ul><ul><li>( ) petróleo ( ) pinho </li></ul><ul><li>Obs.: Pinho não é mineral </li></ul><ul><li>8º) Evitar o emprego de NRA (nenhuma das respostas acima) pois o acerto não indicará a aprendizagem. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>9º) Usar 4 ou 5 alternativas. </li></ul><ul><li>10º) Escolha múltipla: deixar bem claro que a questão admite mais de uma resposta. </li></ul><ul><li>ex.: Assinale as respost as corret as . </li></ul>
  15. 15. Outros tipos de Questões
  16. 16. <ul><li>Questões de Certo ou Errado (ou Falso ou Verdadeiro) </li></ul><ul><li>- elaborar questões curtas, sem informações desnecessárias. </li></ul><ul><li>- usar declarações que sejam incondicionalmente falsas ou verdadeiras (não pode haver dúvida). </li></ul><ul><li>ex.: Os números que têm como divisores comuns somente o número 1 são chamados de primos entre si. </li></ul><ul><li>( ) certo ( ) errado </li></ul>
  17. 17. - limitar cada questão a um único assunto: ex.: Os animais herbívoros são assim chamados por se alimentarem de vegetais podendo ser aves. (errado pois cobra 2 aspectos) - não usar palavras como: “todo, sempre, nunca, nenhum, somente (declarações falsas em geral)” ou “às vezes, geralmente, habitualmente, muitas vezes (declarações verdadeiras em geral).
  18. 18. - Evitar formulações negativas ou então destacá-las. - Não usar questões capciosas que só sejam falsas devido a um erro insignificante na questão. ex.: A magna carta foi assinada em 1.215 A.C. (o erro está só em A.C)
  19. 19. - Não usar expressões ambíguas em indicação de grau ou quantidade. ex.: Os métodos de questionário são raramente empregados no trabalho de cunho construtivo. (raramente fica muito vago)
  20. 20. Questões de Acasalamento (numere, ligue) Não colocar mais de dez elementos por coluna.
  21. 21. - Fazer cada coluna homogênea quanto a conteúdo e forma gramatical. - Fazer uma coluna com mais elementos que a outra (ou para sobrar ou para acasalar duplamente): ex.: Numere a 2ª coluna de acordo com a primeira: (1) Capital do Amazonas ( ) fica na cidade do Rio de Janeiro (2) Descobrir do Brasil ( ) Manaus (3) Baia de Guanabara ( ) Libertou o Brasil de Portugal (4) D. Pedro I ( ) Pedro Álvares Cabral Obs.: construção errada pelos 2 motivos acima
  22. 22. Questões de Lacuna
  23. 23. - Procurar deixar a lacuna para o fim da questão. ex.: O ácido _____ é encontrado no vinagre. (formulação errada) O ácido encontrado no vinagre chama-se ________
  24. 24. - Formular questões claras que admitam uma única resposta. ex.: Complete: A mangueira dá ____. (o certo seria  Complete com o nome da fruta: A mangueira dá ______.
  25. 25. - Não colocar artigo definido ou indefinido antes da lacuna. ex.: Manaus fica no _____. (dá margem a muitas respostas) Manaus fica ás margens do Rio ____. - Construir todas as lacunas com a mesma extensão, para não dar dicas ao aluno.
  26. 26. Questões de Ordenação
  27. 27. - Apresentar no mínimo três elementos para ordenação. - Dispor, de preferência, os elementos a serem ordenados em alguma ordem lógica, como por exemplo a ordem alfabética. - Deixar bem claros o critério e o sentido da ordenação.
  28. 28. ex.: Numere, por ordem cronológica, os fatos históricos indicados, começando pelo mais antigo. critério sentido
  29. 29. ex.: Numere, em ordem alfabética, os nomes dos autores abaixo. Para ajudá-lo já numeramos o primeiro. critério sentido
  30. 30. Questões Dissertativas
  31. 31. - Redigir as perguntas de forma precisa, não usando expressões como “o que pensa de”, “diga o que sabe de” ou “fale sobre”. - Fornecer, quando cabível, o relatório para o desenvolvimento da questão. ex.: Fale sobre provas objetivas e provas dissertativas. (errado pois não especifica o que está sendo pedido).
  32. 32. O correto seria: Compare as provas objetivas com as dissertativas, em relação aos seguintes aspectos: facilidade de construção e julgamento, tempo gasto para elaboração e problemas relativos a sua elaboração.
  33. 33. - Não formular perguntas ligadas entre si  se o aluno não souber uma errará as duas. - Organizar uma chave de correção  para se verificar se o objetivo foi atendido.
  34. 34. - Evitar escolha de questões cria uma desigualdade e os objetivos devem ser cobrados ao todo. - Preferir maior número de questões de resposta curta a menor número de questões de resposta mais extensa (com maior número cobre-se uma maior área de conteúdo)

×