SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
EREM - Professor Trajano De Mendonça
1ºE/2014
Alunos:
Marcílio
Matheus
Silvio
Pedro
Thiago
 Poluição atmosférica significa a poluição do ar por
ação do homem no ambiente, resultando efeitos
prejudiciais tanto para a saúde humana,quanto
para os ecossistemas e ainda para bens materiais
e valores estéticos.
 Atualmente, quase todas as grandes cidades do mundo sofrem os
efeitos daninhos da poluição do ar. Cidades como São Paulo, Tóquio,
Nova Iorque e Cidade do México estão na lista das mais poluídas do
mundo.
 De 100 consultas no pronto-socorro do Instituto do Coração em São
Paulo, 12 estão associadas a problemas resultantes da poluição do ar.
Região da Barra Funda, Oeste de São Paulo, após greve
 Os contaminantes do ar provêm de diversas fontes, veículos ,
como fábricas, queimadas, centrais termelétricas, entre outras,
sendo classificados em poluentes Primários ou Secundários.
São aqueles jogados diretamente no ambiente, como:
 Dióxido de Enxofre (SO2)
Emitido principalmente por vulcões,
Encontrado na combustão do carvão
e do petróleo que possuem enxofre
na sua composição. Na atmosfera,
o SO2 origina sulfatos nocivos. Ele
pode também oxidar-se na presença
de um catalisador NO2 , formando
Ácido Sulfúrico (H2SO4) que cai na
forma de chuva ácida.
 Dióxido de Azoto (NO2)
Liberado apenas em combustão a altas temperaturas
(motores dos carros) Faz reações que produzem ozônio
ao nível do solo ou smog (que é a camada
cinza que se forma nas cidades).
Uma vez que o dióxido de azoto é um poluente
relacionados com o trânsito, as emissões são
geralmente mais elevada nas zonas urbanas.
Monóxido de Carbono (CO)
É produto da combustão de combustíveis como gás
natural, madeira ou carvão. Na presença de Oxigênio,
ele se oxida, formando Dióxido de Carbono (CO2) Nas
cidades, 85% a 95% de todas as emissões de CO2 são
feitas pelos veículos. O restante é emitido pelas
indústrias, queimadas, incêndios florestais. Os fogões
A gás e a fumaça de cigarro são fontes de emissões de
CO2 em espaços interiores.
 Compostos Orgânicos Voláteis (COV)
São compostos químicos orgânicos que
facilmente evaporam à temperatura
ambiente, como o metano, benzeno, xileno,
propano e carbono butano.
São chamados orgânicos porque contêm o
elemento (C) em sua estruturas, e
são de especial preocupação, pois na
presença do Sol, sofrem reações fotoquímicas
que podem originar ozono ou smog.
Partículas finas ou inaláveis
Basicamente são poeira, fumaça, fuligem,
pólen e partículas do solo, que ficam em
suspensão no ar. Causam problemas de
respiratórios, doenças oculares, alergias
entre outros.
 Ozônio Troposférico (O3)
Formado a partir de NOx e COV
(Compostos Organicos Voláteis) O ozônio
provoca
vários problemas de saúde, como dores
torácicas,
tosse e irritação da garganta, causando
ainda vários danos nas plantas e seres vivos.
 Partículas
Formadas a partir de gases poluentes primários e
compostos do nevoeiro fotoquímico, também
chamado de Smog (Faixa cinza de poluição que
fica sobre as cidades, é uma reação entre os
Saúde Humana
 Os maiores problemas são ao nível do sistema
respiratório e cardiovascular.
 Estudos efetuados em três países, Áustria, França e
Suíça, mostra que a poluição atmosférica causa 6%
das mortes ocorridas anualmente nesses países,
sendo que metade das mortes se deve á poluição
rodoviária.
 Já nas grandes cidades da Ásia e América do Sul,
provoca vitimas de problemas respiratórios e
cardíacos, infecções pulmonares e câncer, sendo o
valor de vitimas mortais a rondar os dois milhões.
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Polui%C3%A7%
C3%A3o_atmosf%C3%A9rica
 http://www.suapesquisa.com/poluicaodoar/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Poluição Ambiental - Powerpoint
A Poluição Ambiental - PowerpointA Poluição Ambiental - Powerpoint
A Poluição Ambiental - Powerpointpicoalto
 
Poluição atmosférica - 9º1
Poluição atmosférica - 9º1Poluição atmosférica - 9º1
Poluição atmosférica - 9º1Mayjö .
 
A PoluiçãO Do Ar
A PoluiçãO Do ArA PoluiçãO Do Ar
A PoluiçãO Do Arekanhoca
 
Poluição do Ar - Frei João
Poluição do Ar - Frei JoãoPoluição do Ar - Frei João
Poluição do Ar - Frei Joãomalex86
 
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de BiologiaPoluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologiagabrieljusto
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosféricameninas9d
 
Poluição Atmosférica
Poluição AtmosféricaPoluição Atmosférica
Poluição Atmosféricamarco :)
 
Poluição do ar ( slide) apresentação
 Poluição do ar ( slide) apresentação Poluição do ar ( slide) apresentação
Poluição do ar ( slide) apresentaçãoJJRBOL
 
Poluição Atmosférica 8º ano / Ciências Naturais
Poluição Atmosférica 8º ano / Ciências Naturais Poluição Atmosférica 8º ano / Ciências Naturais
Poluição Atmosférica 8º ano / Ciências Naturais Francisco Nogueira
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosféricaKassia Santos
 

Mais procurados (20)

A Poluição Ambiental - Powerpoint
A Poluição Ambiental - PowerpointA Poluição Ambiental - Powerpoint
A Poluição Ambiental - Powerpoint
 
Poluição do ar
Poluição do arPoluição do ar
Poluição do ar
 
Gases poluentes
Gases poluentesGases poluentes
Gases poluentes
 
Poluição
PoluiçãoPoluição
Poluição
 
Poluição atmosférica - 9º1
Poluição atmosférica - 9º1Poluição atmosférica - 9º1
Poluição atmosférica - 9º1
 
Poluição do ar
Poluição do arPoluição do ar
Poluição do ar
 
A PoluiçãO Do Ar
A PoluiçãO Do ArA PoluiçãO Do Ar
A PoluiçãO Do Ar
 
Conceitos-Poluição
Conceitos-Poluição Conceitos-Poluição
Conceitos-Poluição
 
Poluição do Ar - Frei João
Poluição do Ar - Frei JoãoPoluição do Ar - Frei João
Poluição do Ar - Frei João
 
Trabalho escrito
Trabalho escritoTrabalho escrito
Trabalho escrito
 
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de BiologiaPoluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 
Poluição Atmosférica
Poluição AtmosféricaPoluição Atmosférica
Poluição Atmosférica
 
Poluição do ar ( slide) apresentação
 Poluição do ar ( slide) apresentação Poluição do ar ( slide) apresentação
Poluição do ar ( slide) apresentação
 
Poluiçao do ar
Poluiçao do arPoluiçao do ar
Poluiçao do ar
 
Poluentes atmosféricos
Poluentes atmosféricosPoluentes atmosféricos
Poluentes atmosféricos
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 
Poluição Atmosférica 8º ano / Ciências Naturais
Poluição Atmosférica 8º ano / Ciências Naturais Poluição Atmosférica 8º ano / Ciências Naturais
Poluição Atmosférica 8º ano / Ciências Naturais
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 
PoluiçãO Do Ar
PoluiçãO Do ArPoluiçãO Do Ar
PoluiçãO Do Ar
 

Destaque

Poluição atmosférica rui ,rafael 8ºd
Poluição atmosférica rui ,rafael 8ºdPoluição atmosférica rui ,rafael 8ºd
Poluição atmosférica rui ,rafael 8ºdRafaelSampaio
 
E se parássemos de poluir o planeta?
E se parássemos de poluir o planeta?E se parássemos de poluir o planeta?
E se parássemos de poluir o planeta?batatapodre
 
Composição do ar
Composição do arComposição do ar
Composição do arNute Jpa
 
Poluição Atmosferica Quimica
Poluição Atmosferica QuimicaPoluição Atmosferica Quimica
Poluição Atmosferica Quimicanenhum
 
A importância do ar para os seres vivos.
A importância do ar para os seres vivos.A importância do ar para os seres vivos.
A importância do ar para os seres vivos.MariaJoão Agualuza
 
Poluição Atmosférica
Poluição Atmosférica Poluição Atmosférica
Poluição Atmosférica kyzinha
 
IV.1 O ar - Composição e Propriedades
IV.1 O ar - Composição e PropriedadesIV.1 O ar - Composição e Propriedades
IV.1 O ar - Composição e PropriedadesRebeca Vale
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosféricaHelena Marques
 

Destaque (14)

Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
 
Poluição atmosférica rui ,rafael 8ºd
Poluição atmosférica rui ,rafael 8ºdPoluição atmosférica rui ,rafael 8ºd
Poluição atmosférica rui ,rafael 8ºd
 
Poluição
PoluiçãoPoluição
Poluição
 
E se parássemos de poluir o planeta?
E se parássemos de poluir o planeta?E se parássemos de poluir o planeta?
E se parássemos de poluir o planeta?
 
Composição do ar
Composição do arComposição do ar
Composição do ar
 
Ar atmosférico
Ar atmosférico Ar atmosférico
Ar atmosférico
 
O ar
O arO ar
O ar
 
O ar
O arO ar
O ar
 
Poluição Atmosferica Quimica
Poluição Atmosferica QuimicaPoluição Atmosferica Quimica
Poluição Atmosferica Quimica
 
A importância do ar para os seres vivos.
A importância do ar para os seres vivos.A importância do ar para os seres vivos.
A importância do ar para os seres vivos.
 
Poluição Atmosférica
Poluição Atmosférica Poluição Atmosférica
Poluição Atmosférica
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 
IV.1 O ar - Composição e Propriedades
IV.1 O ar - Composição e PropriedadesIV.1 O ar - Composição e Propriedades
IV.1 O ar - Composição e Propriedades
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 

Semelhante a Poluição atmosférica e seus efeitos na saúde

Poluioatmosfericaquimica 090625144935-phpapp02
Poluioatmosfericaquimica 090625144935-phpapp02Poluioatmosfericaquimica 090625144935-phpapp02
Poluioatmosfericaquimica 090625144935-phpapp02Andréa Silva
 
O dia mundial do ambiente
O dia mundial do ambienteO dia mundial do ambiente
O dia mundial do ambienteAlexandra Leal
 
O dia mundial do ambiente
O dia mundial do ambienteO dia mundial do ambiente
O dia mundial do ambienteAlexandra Leal
 
Processos Produtivos I UD II
Processos Produtivos I   UD IIProcessos Produtivos I   UD II
Processos Produtivos I UD IIPaulo Santos
 
7 - Controle de poluentes atmosféricos - 19-11.ppt
7 - Controle de poluentes atmosféricos - 19-11.ppt7 - Controle de poluentes atmosféricos - 19-11.ppt
7 - Controle de poluentes atmosféricos - 19-11.pptÂngela Tavares
 
Biologia trabalho iulian luis
Biologia trabalho iulian luisBiologia trabalho iulian luis
Biologia trabalho iulian luisbecresforte
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpointpicoalto
 
A saúde da atmosfera em slides
A saúde da atmosfera em slidesA saúde da atmosfera em slides
A saúde da atmosfera em slidesnelnoronha
 
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosféricaLeonor Vaz Pereira
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosféricaPatrick Cunha
 
Poluição do ar visão geral, alguns causadores, doenças e estudos de caso
Poluição do ar   visão geral, alguns causadores, doenças e estudos de casoPoluição do ar   visão geral, alguns causadores, doenças e estudos de caso
Poluição do ar visão geral, alguns causadores, doenças e estudos de casoLuiz Neto Aguiar
 

Semelhante a Poluição atmosférica e seus efeitos na saúde (20)

Poluioatmosfericaquimica 090625144935-phpapp02
Poluioatmosfericaquimica 090625144935-phpapp02Poluioatmosfericaquimica 090625144935-phpapp02
Poluioatmosfericaquimica 090625144935-phpapp02
 
O dia mundial do ambiente
O dia mundial do ambienteO dia mundial do ambiente
O dia mundial do ambiente
 
O dia mundial do ambiente
O dia mundial do ambienteO dia mundial do ambiente
O dia mundial do ambiente
 
Desequilibrios ambientais
Desequilibrios ambientaisDesequilibrios ambientais
Desequilibrios ambientais
 
Processos Produtivos I UD II
Processos Produtivos I   UD IIProcessos Produtivos I   UD II
Processos Produtivos I UD II
 
7 - Controle de poluentes atmosféricos - 19-11.ppt
7 - Controle de poluentes atmosféricos - 19-11.ppt7 - Controle de poluentes atmosféricos - 19-11.ppt
7 - Controle de poluentes atmosféricos - 19-11.ppt
 
Biologia trabalho iulian luis
Biologia trabalho iulian luisBiologia trabalho iulian luis
Biologia trabalho iulian luis
 
O ar
O arO ar
O ar
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
 
A saúde da atmosfera em slides
A saúde da atmosfera em slidesA saúde da atmosfera em slides
A saúde da atmosfera em slides
 
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
 
Ar
ArAr
Ar
 
Power point 2
Power point 2Power point 2
Power point 2
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 
A poluição do ar
A poluição do arA poluição do ar
A poluição do ar
 
Quimica Atmosfera
Quimica AtmosferaQuimica Atmosfera
Quimica Atmosfera
 
Material particulado
Material particuladoMaterial particulado
Material particulado
 
Poluição do ar visão geral, alguns causadores, doenças e estudos de caso
Poluição do ar   visão geral, alguns causadores, doenças e estudos de casoPoluição do ar   visão geral, alguns causadores, doenças e estudos de caso
Poluição do ar visão geral, alguns causadores, doenças e estudos de caso
 
Desequilíbrio em Ecossistemas
Desequilíbrio em EcossistemasDesequilíbrio em Ecossistemas
Desequilíbrio em Ecossistemas
 
1673
16731673
1673
 

Mais de Ninho Cristo

Geografia dos Recursos Naturais e Fontes Energéticas
Geografia dos Recursos Naturais e Fontes EnergéticasGeografia dos Recursos Naturais e Fontes Energéticas
Geografia dos Recursos Naturais e Fontes EnergéticasNinho Cristo
 
Síndrome de Down, Triplo X e Asperger
Síndrome de Down, Triplo X e AspergerSíndrome de Down, Triplo X e Asperger
Síndrome de Down, Triplo X e AspergerNinho Cristo
 
Esportes Aquáticos
Esportes AquáticosEsportes Aquáticos
Esportes AquáticosNinho Cristo
 
Cores, ritmos e danças do nordeste
Cores, ritmos e danças do nordesteCores, ritmos e danças do nordeste
Cores, ritmos e danças do nordesteNinho Cristo
 
Julien Alden Weir, Marie Bracquemond, Theodore Robinson, Dennis Miller Bunker...
Julien Alden Weir, Marie Bracquemond, Theodore Robinson, Dennis Miller Bunker...Julien Alden Weir, Marie Bracquemond, Theodore Robinson, Dennis Miller Bunker...
Julien Alden Weir, Marie Bracquemond, Theodore Robinson, Dennis Miller Bunker...Ninho Cristo
 
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de PernambucoImpactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de PernambucoNinho Cristo
 
Vegetação da zona da mata e litoral do nordeste
Vegetação da zona da mata e litoral do nordesteVegetação da zona da mata e litoral do nordeste
Vegetação da zona da mata e litoral do nordesteNinho Cristo
 
Papel Informativo sobre Dengue, Zika, Chikungunya e Sindrome de Guillain Barré
Papel Informativo sobre Dengue, Zika, Chikungunya e Sindrome de Guillain BarréPapel Informativo sobre Dengue, Zika, Chikungunya e Sindrome de Guillain Barré
Papel Informativo sobre Dengue, Zika, Chikungunya e Sindrome de Guillain BarréNinho Cristo
 
10 QUESTÕES DE VESTIBULARES
10 QUESTÕES DE VESTIBULARES10 QUESTÕES DE VESTIBULARES
10 QUESTÕES DE VESTIBULARESNinho Cristo
 
Exercício Sobre Nutrição Animal
Exercício Sobre Nutrição AnimalExercício Sobre Nutrição Animal
Exercício Sobre Nutrição AnimalNinho Cristo
 
Zoologia - Cordados: Aves
Zoologia - Cordados: AvesZoologia - Cordados: Aves
Zoologia - Cordados: AvesNinho Cristo
 
Aedes aegypti, um vetor sem controle
Aedes aegypti, um vetor sem controleAedes aegypti, um vetor sem controle
Aedes aegypti, um vetor sem controleNinho Cristo
 
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRAA INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRANinho Cristo
 
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRAA INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRANinho Cristo
 
Em busca das origens ~ a origem da vida
Em busca das origens ~ a origem da vidaEm busca das origens ~ a origem da vida
Em busca das origens ~ a origem da vidaNinho Cristo
 
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESAMEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESANinho Cristo
 
Fermentação biológica e láctea
Fermentação biológica e lácteaFermentação biológica e láctea
Fermentação biológica e lácteaNinho Cristo
 

Mais de Ninho Cristo (20)

Geografia dos Recursos Naturais e Fontes Energéticas
Geografia dos Recursos Naturais e Fontes EnergéticasGeografia dos Recursos Naturais e Fontes Energéticas
Geografia dos Recursos Naturais e Fontes Energéticas
 
Síndrome de Down, Triplo X e Asperger
Síndrome de Down, Triplo X e AspergerSíndrome de Down, Triplo X e Asperger
Síndrome de Down, Triplo X e Asperger
 
Esportes Aquáticos
Esportes AquáticosEsportes Aquáticos
Esportes Aquáticos
 
Trabalho Escravo
Trabalho EscravoTrabalho Escravo
Trabalho Escravo
 
Cores, ritmos e danças do nordeste
Cores, ritmos e danças do nordesteCores, ritmos e danças do nordeste
Cores, ritmos e danças do nordeste
 
Julien Alden Weir, Marie Bracquemond, Theodore Robinson, Dennis Miller Bunker...
Julien Alden Weir, Marie Bracquemond, Theodore Robinson, Dennis Miller Bunker...Julien Alden Weir, Marie Bracquemond, Theodore Robinson, Dennis Miller Bunker...
Julien Alden Weir, Marie Bracquemond, Theodore Robinson, Dennis Miller Bunker...
 
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de PernambucoImpactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
 
Vegetação da zona da mata e litoral do nordeste
Vegetação da zona da mata e litoral do nordesteVegetação da zona da mata e litoral do nordeste
Vegetação da zona da mata e litoral do nordeste
 
Papel Informativo sobre Dengue, Zika, Chikungunya e Sindrome de Guillain Barré
Papel Informativo sobre Dengue, Zika, Chikungunya e Sindrome de Guillain BarréPapel Informativo sobre Dengue, Zika, Chikungunya e Sindrome de Guillain Barré
Papel Informativo sobre Dengue, Zika, Chikungunya e Sindrome de Guillain Barré
 
10 QUESTÕES DE VESTIBULARES
10 QUESTÕES DE VESTIBULARES10 QUESTÕES DE VESTIBULARES
10 QUESTÕES DE VESTIBULARES
 
Oceania
OceaniaOceania
Oceania
 
Exercício Sobre Nutrição Animal
Exercício Sobre Nutrição AnimalExercício Sobre Nutrição Animal
Exercício Sobre Nutrição Animal
 
Zoologia - Cordados: Aves
Zoologia - Cordados: AvesZoologia - Cordados: Aves
Zoologia - Cordados: Aves
 
Aedes aegypti, um vetor sem controle
Aedes aegypti, um vetor sem controleAedes aegypti, um vetor sem controle
Aedes aegypti, um vetor sem controle
 
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRAA INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
 
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRAA INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA
 
Em busca das origens ~ a origem da vida
Em busca das origens ~ a origem da vidaEm busca das origens ~ a origem da vida
Em busca das origens ~ a origem da vida
 
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESAMEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
MEIOS DE COMUNICAÇÃO DA EMPRESA
 
Violência
ViolênciaViolência
Violência
 
Fermentação biológica e láctea
Fermentação biológica e lácteaFermentação biológica e láctea
Fermentação biológica e láctea
 

Último

HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADOcarolinacespedes23
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 

Último (20)

HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 

Poluição atmosférica e seus efeitos na saúde

  • 1. EREM - Professor Trajano De Mendonça 1ºE/2014 Alunos: Marcílio Matheus Silvio Pedro Thiago
  • 2.
  • 3.  Poluição atmosférica significa a poluição do ar por ação do homem no ambiente, resultando efeitos prejudiciais tanto para a saúde humana,quanto para os ecossistemas e ainda para bens materiais e valores estéticos.
  • 4.  Atualmente, quase todas as grandes cidades do mundo sofrem os efeitos daninhos da poluição do ar. Cidades como São Paulo, Tóquio, Nova Iorque e Cidade do México estão na lista das mais poluídas do mundo.  De 100 consultas no pronto-socorro do Instituto do Coração em São Paulo, 12 estão associadas a problemas resultantes da poluição do ar. Região da Barra Funda, Oeste de São Paulo, após greve
  • 5.  Os contaminantes do ar provêm de diversas fontes, veículos , como fábricas, queimadas, centrais termelétricas, entre outras, sendo classificados em poluentes Primários ou Secundários. São aqueles jogados diretamente no ambiente, como:  Dióxido de Enxofre (SO2) Emitido principalmente por vulcões, Encontrado na combustão do carvão e do petróleo que possuem enxofre na sua composição. Na atmosfera, o SO2 origina sulfatos nocivos. Ele pode também oxidar-se na presença de um catalisador NO2 , formando Ácido Sulfúrico (H2SO4) que cai na forma de chuva ácida.
  • 6.  Dióxido de Azoto (NO2) Liberado apenas em combustão a altas temperaturas (motores dos carros) Faz reações que produzem ozônio ao nível do solo ou smog (que é a camada cinza que se forma nas cidades). Uma vez que o dióxido de azoto é um poluente relacionados com o trânsito, as emissões são geralmente mais elevada nas zonas urbanas. Monóxido de Carbono (CO) É produto da combustão de combustíveis como gás natural, madeira ou carvão. Na presença de Oxigênio, ele se oxida, formando Dióxido de Carbono (CO2) Nas cidades, 85% a 95% de todas as emissões de CO2 são feitas pelos veículos. O restante é emitido pelas indústrias, queimadas, incêndios florestais. Os fogões A gás e a fumaça de cigarro são fontes de emissões de CO2 em espaços interiores.
  • 7.  Compostos Orgânicos Voláteis (COV) São compostos químicos orgânicos que facilmente evaporam à temperatura ambiente, como o metano, benzeno, xileno, propano e carbono butano. São chamados orgânicos porque contêm o elemento (C) em sua estruturas, e são de especial preocupação, pois na presença do Sol, sofrem reações fotoquímicas que podem originar ozono ou smog. Partículas finas ou inaláveis Basicamente são poeira, fumaça, fuligem, pólen e partículas do solo, que ficam em suspensão no ar. Causam problemas de respiratórios, doenças oculares, alergias entre outros.
  • 8.  Ozônio Troposférico (O3) Formado a partir de NOx e COV (Compostos Organicos Voláteis) O ozônio provoca vários problemas de saúde, como dores torácicas, tosse e irritação da garganta, causando ainda vários danos nas plantas e seres vivos.  Partículas Formadas a partir de gases poluentes primários e compostos do nevoeiro fotoquímico, também chamado de Smog (Faixa cinza de poluição que fica sobre as cidades, é uma reação entre os
  • 9.
  • 10. Saúde Humana  Os maiores problemas são ao nível do sistema respiratório e cardiovascular.  Estudos efetuados em três países, Áustria, França e Suíça, mostra que a poluição atmosférica causa 6% das mortes ocorridas anualmente nesses países, sendo que metade das mortes se deve á poluição rodoviária.  Já nas grandes cidades da Ásia e América do Sul, provoca vitimas de problemas respiratórios e cardíacos, infecções pulmonares e câncer, sendo o valor de vitimas mortais a rondar os dois milhões.