SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
1
Bolsonaro – uma epifania digital em rede
Nós analistas políticos erramos em nossas avaliações sobre o processo
eleitoral de 2018. Ancorei minhas análises num tripé: estrutura partidária/fundo
eleitoral, tempo de televisão e redes na internet como equivalentes. As redes
de smartphones (WhatsApp e Telegram) e sociais foram preponderantes e
pautaram as mídias impressas e eletrônicas - televisões e rádios. Esse erro fez
com que não percebesse o movimento de renovação da Câmara dos
Deputados. Não percebesse o tamanho gigantesco do movimento pró-
Bolsonaro e sua influência como pólo de transferência de votos para
candidatos a governador, senador e deputados. Tenho que reconhecer que
não apliquei as sábias indicações de Sérgio Abranches em seu magnífico livro
A Era do Imprevisto. Estamos diante de um desafio metodológico. Como fazer
cenários prospectivos num mundo cibernético e com predominância das
relações sociotécnicas a nível micro e macro, numa sociedade de múltiplas e
concomitantes redes de afetos. A era é de desencaixes e reencaixes
permanentes e radicais, gerando sociabilidades instantâneas e com convicções
muito firmes. Foi a eleição mais politizada que observei desde 1974.
Os modelos tradicionais de observação política e de dinâmicas sociais
trabalham com modelo de contradições estáveis e não com as disruptivas. A
sociedade em rede traz esta novidade - rupturas constantes e rearranjos
instantâneos. As redes de afetos constituem-se na nova base social. Uma
eleição mobiliza indivíduos e suas relações com os micro e macro grupos pela
expectativa acerca das conseqüências do voto.
2
Houve por parte da maioria dos analistas políticos a super valorização de
Lula e do PT, G. Alckmin e sua imensa estrutura partidária, o tempo de
televisão e rádio no período de propaganda eleitoral e, sobretudo, o custo das
campanhas num novo modelo de financiamento que privilegiou as oligarquias
partidárias e sua imaginada capacidade de perpetuação. Todos os indícios pró-
Bolsonaro foram descartados, sua visão de mundo extremamente
conservadora e religiosa em relação aos costumes e a pauta de enfrentamento
ao identitarismo. Aquilo que o sistema político e demais partidos recriminavam
ou zombavam em Bolsonaro era exatamente o que o fortalecia junto à maioria
da população. Acusar Bolsonaro de ser um risco à democracia foi uma
contradição, pois a percepção da maioria da população era o oposto, ou seja,
quem representava ameaça era o PT.
A arrogância acadêmica e a prepotência intelectual desconsideraram o
sentimento da maioria da população classificado como tosco, vulgar,
desqualificado e moralmente inferior, não percebendo que a população havia
criado suas próprias redes de debate em suas relações intermediadas pelas
diversas plataformas digitais. Estamos imersos em novos tempos em que a
epifania individual é coletivizada pelas redes de afetos digitalizadas. O modelo
de democracia representativa está em cheque e formas de participação direta
estão se sobrepondo às intermediações políticas e sociais. Ou seja, o ser
humano está entrando numa nova fase do Humanismo, sendo transformado
por uma radicalidade do individualismo expressada em múltiplas plataformas. É
um ser humano hiper conectado. Estamos diante de um Humanismo
cibernético. Fernando Haddad e os demais apostaram nas relações sociais
clássicas do mundo capitalista do século XX. Ignoraram na prática a realidade
3
neocientífica já vivida desde os anos 1990 com a expansão da internet e da
telefonia móvel, experimentados nas manifestações de 2013 em diante.
Bolsonaro significa efetivamente o novo mesmo que seja rejeitado pela
vanguarda do pensamento encontrada nas universidades, partidos políticos e
centros culturais. O candidato se fez presente junto às multidões a partir do
check-in dentro de casa. Em contato permanente com sua imensa rede de
seguidores, formadores de opinião. O que parecia uma fragilidade se mostrou
uma fortaleza de marketing, pois estabeleceu uma relação de intimidade. Se
transformou no centro das atenções, mesmo na mais significativa manifestação
pró-oposições como #elenão. Foi um movimento capturado pela campanha
bolsonarista e ressignificado, devolvendo-o como mais um marketing a seu
favor mesmo que por vias indiretas.
Paulo Baía
Sociólogo e cientista político

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Bolsonaro e a preponderância das redes sociais na eleição de 2018

Monitoramento de Mídias Sociais para Política e Eleições
Monitoramento de Mídias Sociais para Política e EleiçõesMonitoramento de Mídias Sociais para Política e Eleições
Monitoramento de Mídias Sociais para Política e EleiçõesTarcízio Silva
 
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...Daniel Caldas
 
O julgamento do mensalão e as redes sociais de interpretação. Pistas para uma...
O julgamento do mensalão e as redes sociais de interpretação. Pistas para uma...O julgamento do mensalão e as redes sociais de interpretação. Pistas para uma...
O julgamento do mensalão e as redes sociais de interpretação. Pistas para uma...claudiocpaiva
 
COMO MORREM AS DEMOCRACIAS.docx
COMO MORREM AS DEMOCRACIAS.docxCOMO MORREM AS DEMOCRACIAS.docx
COMO MORREM AS DEMOCRACIAS.docxYuMinHiuRe1
 
Mídia e política no brasil
Mídia e política no brasilMídia e política no brasil
Mídia e política no brasilHeron Carvalho
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Tarcízio Silva
 
Midias Sociais e Eleicoes 2010
Midias Sociais e Eleicoes 2010Midias Sociais e Eleicoes 2010
Midias Sociais e Eleicoes 2010Marcel Ayres
 
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...Marcelo Pilon
 
Campanha negativa e formas de uso do Facebook nas eleições presidenciais bras...
Campanha negativa e formas de uso do Facebook nas eleições presidenciais bras...Campanha negativa e formas de uso do Facebook nas eleições presidenciais bras...
Campanha negativa e formas de uso do Facebook nas eleições presidenciais bras...Universidade Federal do Paraná
 
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther SolanoO crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther SolanoMiguel Rosario
 
O Impacto das Novas Tecnologias na Esfera Pública: Estudo de Caso do Twitter
O Impacto das Novas Tecnologias na Esfera Pública: Estudo de Caso do TwitterO Impacto das Novas Tecnologias na Esfera Pública: Estudo de Caso do Twitter
O Impacto das Novas Tecnologias na Esfera Pública: Estudo de Caso do TwitterJuliana Menezes
 
ebook -- Mídias Sociais e Eleições
ebook -- Mídias Sociais e Eleiçõesebook -- Mídias Sociais e Eleições
ebook -- Mídias Sociais e EleiçõesMartha Gabriel
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Nina Santos
 

Semelhante a Bolsonaro e a preponderância das redes sociais na eleição de 2018 (20)

Monitoramento de Mídias Sociais para Política e Eleições
Monitoramento de Mídias Sociais para Política e EleiçõesMonitoramento de Mídias Sociais para Política e Eleições
Monitoramento de Mídias Sociais para Política e Eleições
 
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
 
O julgamento do mensalão e as redes sociais de interpretação. Pistas para uma...
O julgamento do mensalão e as redes sociais de interpretação. Pistas para uma...O julgamento do mensalão e as redes sociais de interpretação. Pistas para uma...
O julgamento do mensalão e as redes sociais de interpretação. Pistas para uma...
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
COMO MORREM AS DEMOCRACIAS.docx
COMO MORREM AS DEMOCRACIAS.docxCOMO MORREM AS DEMOCRACIAS.docx
COMO MORREM AS DEMOCRACIAS.docx
 
Usp 0611
Usp 0611Usp 0611
Usp 0611
 
Comunicação nas redes sociais e campanha política
Comunicação nas redes sociais e campanha políticaComunicação nas redes sociais e campanha política
Comunicação nas redes sociais e campanha política
 
Sobre Democracia Direta
Sobre Democracia DiretaSobre Democracia Direta
Sobre Democracia Direta
 
Mídia e política no brasil
Mídia e política no brasilMídia e política no brasil
Mídia e política no brasil
 
E-Book Mídias Sociais e Eleições 2010
E-Book Mídias Sociais e Eleições 2010E-Book Mídias Sociais e Eleições 2010
E-Book Mídias Sociais e Eleições 2010
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010
 
Midias Sociais e Eleicoes 2010
Midias Sociais e Eleicoes 2010Midias Sociais e Eleicoes 2010
Midias Sociais e Eleicoes 2010
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010
 
E-book "Mídias Sociais e Eleições 2010"
E-book "Mídias Sociais e Eleições 2010"E-book "Mídias Sociais e Eleições 2010"
E-book "Mídias Sociais e Eleições 2010"
 
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
 
Campanha negativa e formas de uso do Facebook nas eleições presidenciais bras...
Campanha negativa e formas de uso do Facebook nas eleições presidenciais bras...Campanha negativa e formas de uso do Facebook nas eleições presidenciais bras...
Campanha negativa e formas de uso do Facebook nas eleições presidenciais bras...
 
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther SolanoO crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
 
O Impacto das Novas Tecnologias na Esfera Pública: Estudo de Caso do Twitter
O Impacto das Novas Tecnologias na Esfera Pública: Estudo de Caso do TwitterO Impacto das Novas Tecnologias na Esfera Pública: Estudo de Caso do Twitter
O Impacto das Novas Tecnologias na Esfera Pública: Estudo de Caso do Twitter
 
ebook -- Mídias Sociais e Eleições
ebook -- Mídias Sociais e Eleiçõesebook -- Mídias Sociais e Eleições
ebook -- Mídias Sociais e Eleições
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010
 

Mais de Simposio Internacional Network Science

ACESSO ABERTO A DADOS DE PESQUISA NO BRASIL: PRÁTICAS E SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS
ACESSO ABERTO A DADOS DE PESQUISA NO BRASIL: PRÁTICAS E SOLUÇÕES TECNOLÓGICASACESSO ABERTO A DADOS DE PESQUISA NO BRASIL: PRÁTICAS E SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS
ACESSO ABERTO A DADOS DE PESQUISA NO BRASIL: PRÁTICAS E SOLUÇÕES TECNOLÓGICASSimposio Internacional Network Science
 
Utilizando a programação em blocos na educação como proposta da cultura maker
Utilizando a programação em blocos na educação como proposta da cultura makerUtilizando a programação em blocos na educação como proposta da cultura maker
Utilizando a programação em blocos na educação como proposta da cultura makerSimposio Internacional Network Science
 
IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA COMPUTACIONAL PAYOFF MATRIX: UMA FERRAMENTA PARA ...
IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA COMPUTACIONAL PAYOFF MATRIX: UMA FERRAMENTA PARA ...IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA COMPUTACIONAL PAYOFF MATRIX: UMA FERRAMENTA PARA ...
IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA COMPUTACIONAL PAYOFF MATRIX: UMA FERRAMENTA PARA ...Simposio Internacional Network Science
 
APLICAÇÃO DE CENTRALIDADES DE GRAFOS EM COMPETIÇÕES COM ELIMINATÓRIAS NO MODE...
APLICAÇÃO DE CENTRALIDADES DE GRAFOS EM COMPETIÇÕES COM ELIMINATÓRIAS NO MODE...APLICAÇÃO DE CENTRALIDADES DE GRAFOS EM COMPETIÇÕES COM ELIMINATÓRIAS NO MODE...
APLICAÇÃO DE CENTRALIDADES DE GRAFOS EM COMPETIÇÕES COM ELIMINATÓRIAS NO MODE...Simposio Internacional Network Science
 
Ativos Intangíveis Culturais e Produção de Valor em Fluxos Informacionais
Ativos Intangíveis Culturais e Produção de Valor em Fluxos InformacionaisAtivos Intangíveis Culturais e Produção de Valor em Fluxos Informacionais
Ativos Intangíveis Culturais e Produção de Valor em Fluxos InformacionaisSimposio Internacional Network Science
 
KMAP CANVAS - UMA PROPOSTA DE PRÁTICA PARA MAPEAR CONHECIMENTO APLICANDO DESI...
KMAP CANVAS - UMA PROPOSTA DE PRÁTICA PARA MAPEAR CONHECIMENTO APLICANDO DESI...KMAP CANVAS - UMA PROPOSTA DE PRÁTICA PARA MAPEAR CONHECIMENTO APLICANDO DESI...
KMAP CANVAS - UMA PROPOSTA DE PRÁTICA PARA MAPEAR CONHECIMENTO APLICANDO DESI...Simposio Internacional Network Science
 
Vigilância cega, o que as pegadas digitais podem revelar sobre o indivíduo
Vigilância cega, o que as pegadas digitais podem revelar sobre o indivíduoVigilância cega, o que as pegadas digitais podem revelar sobre o indivíduo
Vigilância cega, o que as pegadas digitais podem revelar sobre o indivíduoSimposio Internacional Network Science
 
Blockchain para Transparência e Eficiência no Uso dos Recursos Públicos
Blockchain para Transparência e Eficiência no Uso dos Recursos PúblicosBlockchain para Transparência e Eficiência no Uso dos Recursos Públicos
Blockchain para Transparência e Eficiência no Uso dos Recursos PúblicosSimposio Internacional Network Science
 

Mais de Simposio Internacional Network Science (20)

Censo: Redes de Conhecimento
Censo: Redes de ConhecimentoCenso: Redes de Conhecimento
Censo: Redes de Conhecimento
 
Big data exploration and information metrics exams
Big data exploration and information metrics examsBig data exploration and information metrics exams
Big data exploration and information metrics exams
 
Organização do Conhecimento para a Memória Empresarial Sebrae -RJ
Organização do Conhecimento para a Memória Empresarial Sebrae -RJOrganização do Conhecimento para a Memória Empresarial Sebrae -RJ
Organização do Conhecimento para a Memória Empresarial Sebrae -RJ
 
ACESSO ABERTO A DADOS DE PESQUISA NO BRASIL: PRÁTICAS E SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS
ACESSO ABERTO A DADOS DE PESQUISA NO BRASIL: PRÁTICAS E SOLUÇÕES TECNOLÓGICASACESSO ABERTO A DADOS DE PESQUISA NO BRASIL: PRÁTICAS E SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS
ACESSO ABERTO A DADOS DE PESQUISA NO BRASIL: PRÁTICAS E SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS
 
Recuperação de Informação em Processos do MPSC
Recuperação de Informação em Processos do MPSCRecuperação de Informação em Processos do MPSC
Recuperação de Informação em Processos do MPSC
 
Orçamento Popular: Estatística, Transparência e Tecnologia
Orçamento Popular: Estatística, Transparência e TecnologiaOrçamento Popular: Estatística, Transparência e Tecnologia
Orçamento Popular: Estatística, Transparência e Tecnologia
 
Utilizando a programação em blocos na educação como proposta da cultura maker
Utilizando a programação em blocos na educação como proposta da cultura makerUtilizando a programação em blocos na educação como proposta da cultura maker
Utilizando a programação em blocos na educação como proposta da cultura maker
 
IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA COMPUTACIONAL PAYOFF MATRIX: UMA FERRAMENTA PARA ...
IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA COMPUTACIONAL PAYOFF MATRIX: UMA FERRAMENTA PARA ...IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA COMPUTACIONAL PAYOFF MATRIX: UMA FERRAMENTA PARA ...
IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA COMPUTACIONAL PAYOFF MATRIX: UMA FERRAMENTA PARA ...
 
APLICAÇÃO DE CENTRALIDADES DE GRAFOS EM COMPETIÇÕES COM ELIMINATÓRIAS NO MODE...
APLICAÇÃO DE CENTRALIDADES DE GRAFOS EM COMPETIÇÕES COM ELIMINATÓRIAS NO MODE...APLICAÇÃO DE CENTRALIDADES DE GRAFOS EM COMPETIÇÕES COM ELIMINATÓRIAS NO MODE...
APLICAÇÃO DE CENTRALIDADES DE GRAFOS EM COMPETIÇÕES COM ELIMINATÓRIAS NO MODE...
 
Ativos Intangíveis Culturais e Produção de Valor em Fluxos Informacionais
Ativos Intangíveis Culturais e Produção de Valor em Fluxos InformacionaisAtivos Intangíveis Culturais e Produção de Valor em Fluxos Informacionais
Ativos Intangíveis Culturais e Produção de Valor em Fluxos Informacionais
 
KMAP CANVAS - UMA PROPOSTA DE PRÁTICA PARA MAPEAR CONHECIMENTO APLICANDO DESI...
KMAP CANVAS - UMA PROPOSTA DE PRÁTICA PARA MAPEAR CONHECIMENTO APLICANDO DESI...KMAP CANVAS - UMA PROPOSTA DE PRÁTICA PARA MAPEAR CONHECIMENTO APLICANDO DESI...
KMAP CANVAS - UMA PROPOSTA DE PRÁTICA PARA MAPEAR CONHECIMENTO APLICANDO DESI...
 
Vigilância cega, o que as pegadas digitais podem revelar sobre o indivíduo
Vigilância cega, o que as pegadas digitais podem revelar sobre o indivíduoVigilância cega, o que as pegadas digitais podem revelar sobre o indivíduo
Vigilância cega, o que as pegadas digitais podem revelar sobre o indivíduo
 
My Health Data
My Health Data My Health Data
My Health Data
 
Grand Challenges Exploration - CNPQ
Grand Challenges Exploration - CNPQGrand Challenges Exploration - CNPQ
Grand Challenges Exploration - CNPQ
 
Grand Challenge Brasil
Grand Challenge BrasilGrand Challenge Brasil
Grand Challenge Brasil
 
Data Science em Humanidades Digitais
Data Science em Humanidades Digitais Data Science em Humanidades Digitais
Data Science em Humanidades Digitais
 
Para onde nos leva a sociedade das redes
Para onde nos leva a sociedade das redesPara onde nos leva a sociedade das redes
Para onde nos leva a sociedade das redes
 
Blockchain para Transparência e Eficiência no Uso dos Recursos Públicos
Blockchain para Transparência e Eficiência no Uso dos Recursos PúblicosBlockchain para Transparência e Eficiência no Uso dos Recursos Públicos
Blockchain para Transparência e Eficiência no Uso dos Recursos Públicos
 
Sociedade das redes - Joaquim Fialho
Sociedade das redes - Joaquim FialhoSociedade das redes - Joaquim Fialho
Sociedade das redes - Joaquim Fialho
 
Humanidades digitais: desafios e expectativas
Humanidades digitais: desafios e expectativas Humanidades digitais: desafios e expectativas
Humanidades digitais: desafios e expectativas
 

Último

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 

Último (20)

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 

Bolsonaro e a preponderância das redes sociais na eleição de 2018

  • 1. 1 Bolsonaro – uma epifania digital em rede Nós analistas políticos erramos em nossas avaliações sobre o processo eleitoral de 2018. Ancorei minhas análises num tripé: estrutura partidária/fundo eleitoral, tempo de televisão e redes na internet como equivalentes. As redes de smartphones (WhatsApp e Telegram) e sociais foram preponderantes e pautaram as mídias impressas e eletrônicas - televisões e rádios. Esse erro fez com que não percebesse o movimento de renovação da Câmara dos Deputados. Não percebesse o tamanho gigantesco do movimento pró- Bolsonaro e sua influência como pólo de transferência de votos para candidatos a governador, senador e deputados. Tenho que reconhecer que não apliquei as sábias indicações de Sérgio Abranches em seu magnífico livro A Era do Imprevisto. Estamos diante de um desafio metodológico. Como fazer cenários prospectivos num mundo cibernético e com predominância das relações sociotécnicas a nível micro e macro, numa sociedade de múltiplas e concomitantes redes de afetos. A era é de desencaixes e reencaixes permanentes e radicais, gerando sociabilidades instantâneas e com convicções muito firmes. Foi a eleição mais politizada que observei desde 1974. Os modelos tradicionais de observação política e de dinâmicas sociais trabalham com modelo de contradições estáveis e não com as disruptivas. A sociedade em rede traz esta novidade - rupturas constantes e rearranjos instantâneos. As redes de afetos constituem-se na nova base social. Uma eleição mobiliza indivíduos e suas relações com os micro e macro grupos pela expectativa acerca das conseqüências do voto.
  • 2. 2 Houve por parte da maioria dos analistas políticos a super valorização de Lula e do PT, G. Alckmin e sua imensa estrutura partidária, o tempo de televisão e rádio no período de propaganda eleitoral e, sobretudo, o custo das campanhas num novo modelo de financiamento que privilegiou as oligarquias partidárias e sua imaginada capacidade de perpetuação. Todos os indícios pró- Bolsonaro foram descartados, sua visão de mundo extremamente conservadora e religiosa em relação aos costumes e a pauta de enfrentamento ao identitarismo. Aquilo que o sistema político e demais partidos recriminavam ou zombavam em Bolsonaro era exatamente o que o fortalecia junto à maioria da população. Acusar Bolsonaro de ser um risco à democracia foi uma contradição, pois a percepção da maioria da população era o oposto, ou seja, quem representava ameaça era o PT. A arrogância acadêmica e a prepotência intelectual desconsideraram o sentimento da maioria da população classificado como tosco, vulgar, desqualificado e moralmente inferior, não percebendo que a população havia criado suas próprias redes de debate em suas relações intermediadas pelas diversas plataformas digitais. Estamos imersos em novos tempos em que a epifania individual é coletivizada pelas redes de afetos digitalizadas. O modelo de democracia representativa está em cheque e formas de participação direta estão se sobrepondo às intermediações políticas e sociais. Ou seja, o ser humano está entrando numa nova fase do Humanismo, sendo transformado por uma radicalidade do individualismo expressada em múltiplas plataformas. É um ser humano hiper conectado. Estamos diante de um Humanismo cibernético. Fernando Haddad e os demais apostaram nas relações sociais clássicas do mundo capitalista do século XX. Ignoraram na prática a realidade
  • 3. 3 neocientífica já vivida desde os anos 1990 com a expansão da internet e da telefonia móvel, experimentados nas manifestações de 2013 em diante. Bolsonaro significa efetivamente o novo mesmo que seja rejeitado pela vanguarda do pensamento encontrada nas universidades, partidos políticos e centros culturais. O candidato se fez presente junto às multidões a partir do check-in dentro de casa. Em contato permanente com sua imensa rede de seguidores, formadores de opinião. O que parecia uma fragilidade se mostrou uma fortaleza de marketing, pois estabeleceu uma relação de intimidade. Se transformou no centro das atenções, mesmo na mais significativa manifestação pró-oposições como #elenão. Foi um movimento capturado pela campanha bolsonarista e ressignificado, devolvendo-o como mais um marketing a seu favor mesmo que por vias indiretas. Paulo Baía Sociólogo e cientista político