Momento de Repensar DR<br />1<br />
100%<br />50%<br />0%<br />Mercado é Dinâmico<br />TI dinâmicoGerenciamentoliberta o potencial da virtualização<br />Desaf...
Relatórios de auditoria</li></ul>% do ambientevirtualizado<br />Desafios de Controle:<br /><ul><li>Espalhamento de VMs
Aplicação de melhorespráticas
Detecção de mudanças</li></ul>Desafios de Informação:<br /><ul><li>Identificação & rastreio de VMs
Configuração de VMs
Visões correlacionando dados</li></ul>Ontem<br />Hoje<br />Amanhã<br />2<br />
SoluçõesDinâmicas<br />Dynamic Desktop Management<br />Policy  Management<br />vWorkspace                   ( Quest)<br />...
RPO, RTO<br />COST<br />Fault-tolerant é um sistemadesenhadoparacontinuarrodando, mesmo com qualquerfalha. Ex: Stratus-VOS...
Medida de Eficiência<br />1 minuto, 15 minutos, 1 hora, 1 dia ?<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ft Ha Dr

541 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
541
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • The market is evolving into the Dynamic Data center. Customers today are dealing with challenges with VM tracking, Identification, and controlling VM sprawl, and configuration drift. As the number of VM’s grows it is important to have a way to manage the operational and compliance requirements for these environments.
  • The market is evolving into the Dynamic Data center. Customers today are dealing with challenges with VM tracking, Identification, and controlling VM sprawl, and configuration drift. As the number of VM’s grows it is important to have a way to manage the operational and compliance requirements for these environments.
  • Ft Ha Dr

    1. 1. Momento de Repensar DR<br />1<br />
    2. 2. 100%<br />50%<br />0%<br />Mercado é Dinâmico<br />TI dinâmicoGerenciamentoliberta o potencial da virtualização<br />Desafios de Gerenciamento:<br /><ul><li>Normasregulatórias
    3. 3. Relatórios de auditoria</li></ul>% do ambientevirtualizado<br />Desafios de Controle:<br /><ul><li>Espalhamento de VMs
    4. 4. Aplicação de melhorespráticas
    5. 5. Detecção de mudanças</li></ul>Desafios de Informação:<br /><ul><li>Identificação & rastreio de VMs
    6. 6. Configuração de VMs
    7. 7. Visões correlacionando dados</li></ul>Ontem<br />Hoje<br />Amanhã<br />2<br />
    8. 8. SoluçõesDinâmicas<br />Dynamic Desktop Management<br />Policy Management<br />vWorkspace ( Quest)<br />Reflex<br />System<br />Demanda<br />Capacity & Performance<br />StorageH( Quest)<br />Storage Management<br />vKernel<br />Veeam<br />HighAvailability<br />SteelEye<br />Solarwinds<br />Datacenter <br />Monitoring<br />Platespin<br />Server Analisys & <br />Migration<br />Quest<br />BlueStripe<br />Application Mapping<br />
    9. 9. RPO, RTO<br />COST<br />Fault-tolerant é um sistemadesenhadoparacontinuarrodando, mesmo com qualquerfalha. Ex: Stratus-VOS (99.999)<br />FT<br />HA<br />DR1<br />High availability (resiliency) Identifica a falha e inicia a recuperação. Possui tempo de detectar e reestabelecer(mean time to failure, and mean time to recover)<br />DR2<br />DR3<br />RPO, RTO<br />RPO – Recover Point Objective – Quantos Dados vocêestádisposto a perder:<br />RTO – Recovery Time Objective – Quanto tempo vocêaguentaficarfora do ar<br />
    10. 10. Medida de Eficiência<br />1 minuto, 15 minutos, 1 hora, 1 dia ?<br />
    11. 11. Soluções<br />RPO/RTO<br />Mercado<br />Solution<br />Detalhes<br />DuplicaçãoHardware<br />Disco Compartilhado<br />Software Adicional<br />Clusters: <br />Microsoft MSCS<br />SteelEye<br />RPO: ~0 <br />RTO: ~0<br />Server Clustering<br />VCB<br />Veeam, vRanger, Phd (VSS) e Platespin<br />NativoVMs (file level)<br />Aceleradores e Facilitadores<br />Backup Recover Incremental<br />V2VReplicação<br />P2V Recovery<br />RPO: horas<br />RTO: minutos<br />Symantec<br />Ghost, Acronis<br />SemFlexibilidade<br />Restore Demorado<br />RPO: dia<br />RTO: horas<br />Disk Imaging<br />Symantec, CA, HP<br />Commvault, IBM <br />RPO: dias<br />RTO: dia<br />TrabalhoAdministrativo<br />Devagar e Sujeito a erros<br />Tape / Manual Rebuild<br />
    12. 12. Novos Tempos e Opções<br />Microsoft Windows Server 2008 R2 e …….<br />vSphere 4.0 ……………………………………. = Tempo de pensaremOpções:<br />1) Live Migration  e VMware’s Vmotion: requeremuso de shared storage parasustentaros discos: virtual hard disks (VMDK and VHD files), o queoslimita o usoem LAN (paraRPO e RTOaceitáveis)<br />2) Microsoft’s Windows Server Failover Clustering and VMware’s High Availability (HA) . Este processoexigemque as máquinasvirtuaissejamrebootadas, poisnãoexiste tempo para o sincronismo de memória, antes de failover.<br />3) Site Recovery Manager daVMWare é um produtobom, porémo failover e o failback não é trivial e instantâneo, e podetomar o diaparaativar e reativar o site DR-&gt;Produção.<br />4) Cluster am Ambiente Virtual:<br /> a) Storage com cluster emMáquinasVirtuaissãolimitadas a iSCSI targets <br /> b) Soluções de Replicação:  SteelEyeDataKeeper Cluster Edition  <br />
    13. 13. Cluster in VMs<br />Microsoft Cluster<br />Steeleye<br />DataKeeper<br />SteelEye: Faz a Replicação dos Dados de MáquinasVirtuaisClusterizadas<br />http://www.steeleye.com/products/windows/datakeeper.php?campaign=blog&utm_medium=STEblog<br />http://steeleye.blogs.com/weblog/2009/08/making-sense-of-virtualization-availability-options.html<br />
    14. 14. Melhoram o VCB (V2V)<br />Veeam, vRanger, PhdVirtual: realizam a cópia de forma maisinteligente<br />VSS Aware e com métodosmaisrápidos, para Backup e Restore: 10x.<br />
    15. 15. Platespin – P2V2P<br />Backup<br />Replicate<br />Test<br />Failover<br />Restore<br />

    ×