O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
GESTÃO INTERNACIONAL DE PESSOAS
Profa. Me. Nereida Prudêncio Vianna
PARTE
01
ADAPTAÇÃO DOS EXPATRIADOS E REPATRIADOS
Psicóloga pela Universidade Federal de Santa Catarina (1994), Pós graduada em Treinamento e
Desenvolvimento pela FAE-PR (1...
Percepção mais ampla dos componentes envolvidos nas
questões subjetivas dos profissionais internacionais.
Objetivos
Desper...
Ou seja...
Favorecem
Dificultam
Processos de
Expatriação
& Repatriação
Baseado na literatura
internacional e na realidade ...
Para começar...
Globalização
Internacionalização
Gestão
de Pessoas
GLOBALIZAÇÃO
Processo econômico e social que estabelece uma integração entre os países e as
pessoas do mundo todo.
INTERNACIONALIZAÇÃO
“O processo em que as firmas tornam-se integradas às atividades econômicas
internacionais” (MATHEWS, 2...
ESTRATÉGIAS INTERNACIONAIS
Variáveis atuantes como forças no ambiente
economia política Leis e regulações do país produção...
GESTÃO DE PESSOAS
A ênfase dada à área de Gestão de Pessoas de uma organização deve-se à observação
dos gestores na import...
As ESTRATÉGIAS, O
PLANEJAMENTO,
POLÍTICAS E PRÁTICAS
#2DESAFIOS
Internacionalização
pessoas
Transferir /Buscar
vantagem competitiva
Quem são os expatriados e os repatriados?
Adaptação pessoal
Profissional
Familiar
ADAPTAÇÃO PESSOAL
Experiência prévia
internacional
Expectativas realistas
Capacidade reflexiva e
autoconhecimento
Soci...
Adaptação pessoal
Proximidade
cultural
Adaptação pessoal
O domínio da linguagem
Relações
sociais
locais
Adaptação pessoal
Adaptação pessoal
Ótima ida
não
significa
ótima
volta
ADAPTAÇÃO PROFISSIONAL
Papel profissional
Tarefas e deveres
Relacionamento no trabalho
Convivência com paradoxos
Disposição ao risco, flexibilidade, ambição,
competência técnica e estabilidade familiar.
Adaptação profissional
Semelhanças nas atividades da organização
de origem e anfitriã
Adaptação profissional
Perspectiva de ascensão profissional
Adaptação profissional
Adaptação profissional
Reconhecimento pela possibilidade
de compartilhar conhecimentos
ADAPTAÇÃO FAMILIAR
 Diretamente relacionada com novos aprendizados, cultura e idioma
 Integração com grupos
Adaptação
Familiar
Ao serem envidados para o exterior, os expatriados enfrentam
dificuldades relacionadas à comunicação e ...
Adaptação
Familiar
Um novo equilíbrio entre o
trabalho e a família.
A condição de adaptabilidade do
(a) cônjuge
Adaptação
Familiar
Exige um
realinhamento na
carreira
profissional do
(a) cônjuge
Adaptação
Familiar
Principais motivos do INSUCESSO da Transferência
1° Questões pessoais/familiares
2° Dificuldade adaptação cultural/social ...
Autores de referência
Adaptação pessoal - Louis (1980); Black, Mendenhall e Oddou (1991); Joly (1996);
Caligiuri (2000); K...
Obrigada!
Nereida Vianna
n.prudenciovianna@gmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gestão Internacional de Pessoas (PARTE 01) - nereidavianna

98 visualizações

Publicada em

Gestão Internacional de Pessoas é uma coletânea de informações que pesquiso desde 2008. Estão divididas em duas partes. A PARTE 01 trago informações sobre a adaptação pessoal, profissional e familiar dos expatriados e repatriados.
A PARTE 02 referencio políticas e práticas da gestão internacional de pessoas. Fico na torcida que se divirtam aprendendo um pouco deste tema fascinante. Abraço

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Gestão Internacional de Pessoas (PARTE 01) - nereidavianna

  1. 1. GESTÃO INTERNACIONAL DE PESSOAS Profa. Me. Nereida Prudêncio Vianna PARTE 01 ADAPTAÇÃO DOS EXPATRIADOS E REPATRIADOS
  2. 2. Psicóloga pela Universidade Federal de Santa Catarina (1994), Pós graduada em Treinamento e Desenvolvimento pela FAE-PR (1996), Especialista em Dinâmica dos Grupos pela SBDG (2001), Mestre em Administração pela UNISINOS (2008) e Pós graduanda no MBA em Marketing Estratégico pela ESPM (Sul). Palestrante e Consultora em Gestão de Pessoas. Coordenadora dos Cursos Superiores de Tecnologia em Marketing e Gestão ComercialSENACRS Docente em Cursos de Graduação e Pós-Graduações. Estudiosa baseia-se nos conteúdos da psicologia, recursos humanos e marketing para o desenvolvimento de seus trabalhos. Eu sou Nereida Prudêncio Vianna 22 anos de inovações
  3. 3. Percepção mais ampla dos componentes envolvidos nas questões subjetivas dos profissionais internacionais. Objetivos Despertar o pensamento global estratégico. Reconhecer o poder de influência da Gestão das Pessoas nos processos internacionais. Trabalhar aspectos relacionados ao papel do profissional de RH junto aos profissionais globais.
  4. 4. Ou seja... Favorecem Dificultam Processos de Expatriação & Repatriação Baseado na literatura internacional e na realidade de algumas empresas com operações internacionais Vamos estudar elementos que Dividido em Perfil dos Profissionais Internacionais Políticas e Práticas de gestão de Pessoas PARTE 01 PARTE 02
  5. 5. Para começar... Globalização Internacionalização Gestão de Pessoas
  6. 6. GLOBALIZAÇÃO Processo econômico e social que estabelece uma integração entre os países e as pessoas do mundo todo.
  7. 7. INTERNACIONALIZAÇÃO “O processo em que as firmas tornam-se integradas às atividades econômicas internacionais” (MATHEWS, 2002, p. 41).
  8. 8. ESTRATÉGIAS INTERNACIONAIS Variáveis atuantes como forças no ambiente economia política Leis e regulações do país produção competitividade pessoas descentralização comunicação Cultura, valores, comportamento, tradições diversidade investimentos cenários tecnologia matéria-prima
  9. 9. GESTÃO DE PESSOAS A ênfase dada à área de Gestão de Pessoas de uma organização deve-se à observação dos gestores na importância de seus empregados para a consecução das metas da empresa.
  10. 10. As ESTRATÉGIAS, O PLANEJAMENTO, POLÍTICAS E PRÁTICAS
  11. 11. #2DESAFIOS Internacionalização pessoas Transferir /Buscar vantagem competitiva
  12. 12. Quem são os expatriados e os repatriados? Adaptação pessoal Profissional Familiar
  13. 13. ADAPTAÇÃO PESSOAL Experiência prévia internacional Expectativas realistas Capacidade reflexiva e autoconhecimento Sociabilidade junto aos anfitriões
  14. 14. Adaptação pessoal Proximidade cultural
  15. 15. Adaptação pessoal O domínio da linguagem
  16. 16. Relações sociais locais Adaptação pessoal
  17. 17. Adaptação pessoal Ótima ida não significa ótima volta
  18. 18. ADAPTAÇÃO PROFISSIONAL Papel profissional Tarefas e deveres Relacionamento no trabalho Convivência com paradoxos
  19. 19. Disposição ao risco, flexibilidade, ambição, competência técnica e estabilidade familiar. Adaptação profissional
  20. 20. Semelhanças nas atividades da organização de origem e anfitriã Adaptação profissional
  21. 21. Perspectiva de ascensão profissional Adaptação profissional
  22. 22. Adaptação profissional Reconhecimento pela possibilidade de compartilhar conhecimentos
  23. 23. ADAPTAÇÃO FAMILIAR  Diretamente relacionada com novos aprendizados, cultura e idioma  Integração com grupos
  24. 24. Adaptação Familiar Ao serem envidados para o exterior, os expatriados enfrentam dificuldades relacionadas à comunicação e às questões do dia-a- dia. O cônjuge e os filhos acabam sendo “as maiores vítimas dessas migrações internacionais” (PERROW, 1976, p.145). A falta de apoio à família no novo ambiente é um tema que preocupa organizações e profissionais.
  25. 25. Adaptação Familiar Um novo equilíbrio entre o trabalho e a família.
  26. 26. A condição de adaptabilidade do (a) cônjuge Adaptação Familiar
  27. 27. Exige um realinhamento na carreira profissional do (a) cônjuge Adaptação Familiar
  28. 28. Principais motivos do INSUCESSO da Transferência 1° Questões pessoais/familiares 2° Dificuldade adaptação cultural/social da familía 3° Dificuldade adaptação cultural/social do funcionário 4° Performance profissional 5° Turnover voluntário do expatriado 6° Questões de segurança e ambientais 7° Infraestrutura inadequada no destino (educação, saúde, etc). 8° Barreira linguística Fonte: Mobility Brasil 2015
  29. 29. Autores de referência Adaptação pessoal - Louis (1980); Black, Mendenhall e Oddou (1991); Joly (1996); Caligiuri (2000); Kohonen (2005). Adaptação profissional - Black, Mendenhall e Oddou (1991); Shaffer, Harrison e Gilley (1999); Deresky (2002). Adaptação familiar - Solomon (1994); Copeland (1995); Joly (1996); Adler (1997); Freitas (2000). Políticas de expatriação e repatriação Tung (1987, 1998); Bartlett e Ghoshal (1992); Adler e Bartholomew (1992); Dowling, Welch e Schuler (1998); Briscoe e Schuler (2004); Tanure e Duarte (2006). Práticas de expatriação e repatriação - Dowling, Welch e Schuler (1998); Bohlander, Snell e Sherman (2005). Recrutamento e Seleção - Fish (1999); Bolino e Feldman (2000). Treinamento e Desenvolvimento - Hodgetts e Luthans (2003); Hill (2003); Scullion e Linehan (2005). Remuneração e Benefícios - Szalai (1998); Hodgetts e Luthans (2003);Vögel (2005).
  30. 30. Obrigada! Nereida Vianna n.prudenciovianna@gmail.com

×