SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
PROF. CLEVERSON ALVES PERMANENTE – 2017 EXERCÍCIOS
O CURSO PERMANENTE que mais APROVA!
1
PROVA DE AGENTE PCMS – 2013
DIREITO PENAL
Questão 26 – Quanto ao ilícito civil e ilícito penal, assinale a resposta INCORRETA.
a) É considerado ilícito civil o ato de alguém que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência,
viola direito e causa dano a outrem, ainda que exclusivamente moral.
b) É considerado ilícito civil o exercício abusivo de um direito por seu titular, quando exceder manifestamente os
limites impostos pelo seu fim econômico ou social, pela boa fé ou pelos bons costumes.
c) As sanções preconizadas no ilícito civil vão desde a obrigação de reparar o dano, a imposição de multa, a
rescisão contratual, a nulidade do ato ou negócio jurídico até, em caráter excepcional, a breve prisão coercitiva,
quando se tratar de devedor de alimentos.
d)É considerado ilícito penal qualquer conduta que lese ou não um bem jurídico, desde que a conduta possa pôr
em risco a paz e o convívio social.
e) As sanções, no ilícito penal, são aquelas que atingem a liberdade individual, notadamente a privação ou restrição da
liberdade, a perda de bens, a multa, a prestação social alternativa e a suspensão ou interdição de direitos.
Questão 27 – Com relação aos sujeitos do crime, assinale a assertiva correta.
a) Sujeito ativo trata-se do titular do bem jurídico tutelado pela norma penal.
b) Sujeito ativo pode ser dividido em sujeito ativo constante ou formal e sujeito ativo eventual ou material.
c) Pode se considerar sujeito ativo a conduta punível no comportamento de animais.
d) Pode se considerar sujeito passivo de crimes os animais, pois o direito lhes reconhece a titularidade de bens jurídicos.
e)Podem ser sujeitos passivos eventuais de crimes: o ser humano, desde a concepção, a pessoa jurídica, o Estado,
a coletividade e até entes sem personalidade jurídica.
Questão 28 – Com relação ao objeto do crime, assinale a alternativa correta.
a)O objeto do crime pode ser material ou jurídico.
b) Considera-se objeto material o bem tutelado pela norma penal incriminadora.
c) Considera-se objeto jurídico a pessoa ou coisa sobre a qual recai a conduta.
d) Temos como exemplo de objeto material no homicídio, a vida humana.
e) Temos como exemplo de objeto jurídico no furto, a coisa subtraída.
Questão 29 – Sobre a tipicidade, assinale (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) para as afirmativas falsas.
( )A tipicidade, ao lado da conduta, constitui elemento necessário ao fato típico de qualquer infração penal.
( ) Pode ser conceituada a tipicidade como sendo a contrariedade do fato com o ordenamento jurídico.
( )A tipicidade deve ser analisada em dois planos: o formal e o material.
( ) Pode ser conceituada a tipicidade como sendo a análise do caso concreto em que se avalia se o sujeito tinha
consciência de que agia de forma contrária ao direito.
( )Pode ser conceituada a tipicidade como sendo a relação de subsunção entre um fato concreto e um tipo penal
(tipicidade formal) e a lesão ou perigo de lesão ao bem penalmente tutelado (tipicidade material).
a) V, V, V, V, V
b) V, F, F, V, V
c) V, F, V, F, V
d) F, F, F, F, F
e) F, V, V, V, F
Questão 30 – Sobre as excludentes de ilicitude, conforme prevê o código penal, assinale (V) para as afirmativas
verdadeiras e (F) para as falsas.
( ) Consideram-se excludentes de ilicitude: doença mental ou desenvolvimento mental incompleto ou retardado,
embriaguez completa e involuntária, dependência ou intoxicação involuntária decorrente do concurso de drogas ilícitas.
( )Consideram-se excludentes de ilicitude: estado de necessidade, legítima defesa, exercício regular de um direito
e estrito cumprimento de um dever legal.
( ) Consideram-se excludentes de ilicitude: consentimento do ofendido, erro de proibição, erro de tipo e atenuantes.
( ) Consideram-se excludentes de ilicitude: estado de necessidade, legítima defesa, graça e anistia.
( ) Consideram-se excludentes de ilicitude: prescrição, decadência, perdão judicial e renúncia.
a) F, F, F, V, V
b) F, V, F, F, V
c) F, F, V, F, F
PROF. CLEVERSON ALVES PERMANENTE – 2017 EXERCÍCIOS
O CURSO PERMANENTE que mais APROVA!
2
d) F, F, F, F, F
e) F, V, F, F, F
Questão 31 – Sobre as penas, conforme prevê o CP, assinale (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) para as falsas.
( )São espécies de pena: privativas de liberdade, restritivas de direito e multa.
( )As penas privativas de liberdade são reclusão e detenção.
( ) A pena de detenção deve ser cumprida em regime fechado, semi-aberto e aberto
( ) Considera-se regime fechado a execução da pena em colônia agrícola, industrial ou estabelecimento similar.
( )Na detração, computam-se, na pena privativa de liberdade e na medida de segurança, o tempo de prisão
provisória, no Brasil ou no estrangeiro, o de prisão administrativa e o de internação.
a) V, V, F, F, V
b) F, V, F, F, V
c) F, F, V, F, F
d) F, F, F, F, F
e) F, V, F, F, F
Questão 32 – Com relação às contravenções penais, assinale a opção INCORRETA.
a) Consideram-se contravenções penais: vias de fato; violação de lugar ou objeto; anúncio de meio abortivo.
b) Consideram-se contravenções penais: abuso na prática de aviação; arremesso ou colocação perigosa;
indevida custódia de doente metal.
c) Consideram-se contravenções penais: falso alarma; simulação da qualidade de funcionário; jogo do bicho;
perturbação da tranquilidade.
d) Consideram-se contravenções penais: embriaguez; inumação ou exumação de cadáver; uso ilegítimo de
uniforme ou distintivo.
e) Consideram-se contravenções penais: perigo de desabamento; perturbação do trabalho ou sossego alheio;
violação sepultura.
Questão 33 – Sobre a lei de abuso de autoridade, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO.
a) Constitui abuso de autoridade: qualquer atentado à liberdade de locomoção; à inviolabilidade do domicílio; à
liberdade de consciência e crença.
b) Constitui abuso de autoridade: deixar o juiz de ordenar o relaxamento da prisão ou detenção ilegal que lhe seja
comunicada; levar à prisão e nela deter quem quer que se proponha a prestar fiança, permitida em lei.
c) Constitui abuso de autoridade: deixar de comunicar, imediatamente, ao juiz competente a prisão ou detenção
de qualquer pessoa; ordenar ou executar medida privativa de liberdade individual, sem as formalidade legais ou
com abuso de poder.
d)Constitui abuso de autoridade: a prática de ato lesivo da honra ou do patrimônio de pessoa natural ou jurídica,
quando praticado com abuso ou desvio de poder ou sem competência legal; o cumprimento de ordem
manifestamente legal emanada de superior hierárquico.
e) Constitui abuso de autoridade: prolongar a execução de prisão temporária, de pena ou de medida de
segurança, deixando de expedir em tempo oportuno ou de cumprir imediatamente ordem de liberdade; levar à
prisão e nela deter quem quer que se proponha a prestar fiança, permitida em lei.
Questão 34 – Medida acauteladora de restrição da liberdade de locomoção, por tempo determinado, destinada a
possibilitar as investigações a respeito de crimes graves, durante o IP, é a:
a) Prisão em flagrante;
b) Prisão domiciliar;
c) Prisão preventiva
d) Prisão temporária;
e) Prisão definitiva.
Questão 35 – Ticio, condenado definitivamente, preso e recolhido a cumprir pena em regime fechado, após um
determinado tempo regido por lei é transferido para uma colônia industrial, obtendo, assim:
a) Regressão
b) Promoção
c) Remição
d) Comutação
PROF. CLEVERSON ALVES PERMANENTE – 2017 EXERCÍCIOS
O CURSO PERMANENTE que mais APROVA!
3
e) Progressão
Questão 36 – De acordo com o disposto na Lei 12.037/09 (identificação criminal), embora apresentado documento
de identificação, poderá ocorrer identificação criminal quando:
I – constar de registros policiais o uso de outros nomes ou diferentes qualificações.
II – a identificação criminal for essencial às investigações policiais, segundo despacho da autoridade judiciária
competente, que decidirá de ofício ou mediante representação da autoridade policial, do MP ou da defesa.
III – o documento apresentado for suficiente para identificar cabalmente o indiciado.
IV – o indiciado portar documentos de identidade distintos, com informações conflitantes entre si;
V – o estado de conservação ou a distância temporal ou da localidade da expedição do documento apresentado
possibilite a completa identificação dos caracteres essenciais.
a) I, II, IV
b) I, II, V
c) III e IV
d) II e V
e) I, II e III
Questão 37 – Havendo duas ou mais pessoas sendo acusadas do mesmo crime, a competência será fixada pela:
a) Distribuição
b) Natureza da infração
c) Prevenção
d) Continência
e) Conexão

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

100 questoes dir_penal_pelissari
100 questoes dir_penal_pelissari100 questoes dir_penal_pelissari
100 questoes dir_penal_pelissariDomingues da Costa
 
Direito penal i histórico e introdução ao direito penal
Direito penal i   histórico e introdução ao direito penalDireito penal i   histórico e introdução ao direito penal
Direito penal i histórico e introdução ao direito penalUrbano Felix Pugliese
 
Simulado direito penal
Simulado direito penalSimulado direito penal
Simulado direito penalCaio Martins
 
Teoria geral do direito penal
Teoria geral do direito penalTeoria geral do direito penal
Teoria geral do direito penalDay Cristina
 
Direito penal iii uneb - crimes contra a honra
Direito penal iii   uneb - crimes contra a honraDireito penal iii   uneb - crimes contra a honra
Direito penal iii uneb - crimes contra a honraUrbano Felix Pugliese
 
Aulão ao vivo pf perito e escrivao
Aulão ao vivo pf perito e escrivaoAulão ao vivo pf perito e escrivao
Aulão ao vivo pf perito e escrivaoJosé Sabe-Tudo
 
Direito penal i teoria geral do delito
Direito penal i   teoria geral do delitoDireito penal i   teoria geral do delito
Direito penal i teoria geral do delitoUrbano Felix Pugliese
 
Crimes contra a Liberdade individual
Crimes contra a Liberdade individualCrimes contra a Liberdade individual
Crimes contra a Liberdade individualcrisdupret
 
100 questoes de_direito_penalpdf
100 questoes de_direito_penalpdf100 questoes de_direito_penalpdf
100 questoes de_direito_penalpdfRodrigo Pereira
 
Extinção da Punibilidade (Teoria Geral da Pena - Direito Penal II)
Extinção da Punibilidade (Teoria Geral da Pena - Direito Penal II)Extinção da Punibilidade (Teoria Geral da Pena - Direito Penal II)
Extinção da Punibilidade (Teoria Geral da Pena - Direito Penal II)Helíssia Coimbra
 
Direito penal i fontes do direito penal
Direito penal i   fontes do direito penalDireito penal i   fontes do direito penal
Direito penal i fontes do direito penalUrbano Felix Pugliese
 
Resumão direito penal- parte geral
Resumão direito penal- parte geralResumão direito penal- parte geral
Resumão direito penal- parte geralFonseca Advocacia
 
Excludentes de ilicitudes - Resumo
Excludentes de ilicitudes - ResumoExcludentes de ilicitudes - Resumo
Excludentes de ilicitudes - ResumoDudu Chaves
 
Direito penal III - aula 01 - homicídio
Direito penal III -   aula 01 - homicídioDireito penal III -   aula 01 - homicídio
Direito penal III - aula 01 - homicídioProfPedreira
 
Homicidio
HomicidioHomicidio
HomicidioLucas
 

Mais procurados (20)

100 questoes dir_penal_pelissari
100 questoes dir_penal_pelissari100 questoes dir_penal_pelissari
100 questoes dir_penal_pelissari
 
Direito penal i histórico e introdução ao direito penal
Direito penal i   histórico e introdução ao direito penalDireito penal i   histórico e introdução ao direito penal
Direito penal i histórico e introdução ao direito penal
 
Simulado direito penal
Simulado direito penalSimulado direito penal
Simulado direito penal
 
Teoria geral do direito penal
Teoria geral do direito penalTeoria geral do direito penal
Teoria geral do direito penal
 
Direito penal
Direito penalDireito penal
Direito penal
 
277 pcgo cg1_01
277 pcgo cg1_01277 pcgo cg1_01
277 pcgo cg1_01
 
Direito penal iii uneb - crimes contra a honra
Direito penal iii   uneb - crimes contra a honraDireito penal iii   uneb - crimes contra a honra
Direito penal iii uneb - crimes contra a honra
 
Direito penal i imunidades
Direito penal i   imunidadesDireito penal i   imunidades
Direito penal i imunidades
 
Aulão ao vivo pf perito e escrivao
Aulão ao vivo pf perito e escrivaoAulão ao vivo pf perito e escrivao
Aulão ao vivo pf perito e escrivao
 
Acao penal
Acao penalAcao penal
Acao penal
 
Direito penal i lei penal do tempo
Direito penal i   lei penal do tempoDireito penal i   lei penal do tempo
Direito penal i lei penal do tempo
 
Direito penal i teoria geral do delito
Direito penal i   teoria geral do delitoDireito penal i   teoria geral do delito
Direito penal i teoria geral do delito
 
Crimes contra a Liberdade individual
Crimes contra a Liberdade individualCrimes contra a Liberdade individual
Crimes contra a Liberdade individual
 
100 questoes de_direito_penalpdf
100 questoes de_direito_penalpdf100 questoes de_direito_penalpdf
100 questoes de_direito_penalpdf
 
Extinção da Punibilidade (Teoria Geral da Pena - Direito Penal II)
Extinção da Punibilidade (Teoria Geral da Pena - Direito Penal II)Extinção da Punibilidade (Teoria Geral da Pena - Direito Penal II)
Extinção da Punibilidade (Teoria Geral da Pena - Direito Penal II)
 
Direito penal i fontes do direito penal
Direito penal i   fontes do direito penalDireito penal i   fontes do direito penal
Direito penal i fontes do direito penal
 
Resumão direito penal- parte geral
Resumão direito penal- parte geralResumão direito penal- parte geral
Resumão direito penal- parte geral
 
Excludentes de ilicitudes - Resumo
Excludentes de ilicitudes - ResumoExcludentes de ilicitudes - Resumo
Excludentes de ilicitudes - Resumo
 
Direito penal III - aula 01 - homicídio
Direito penal III -   aula 01 - homicídioDireito penal III -   aula 01 - homicídio
Direito penal III - aula 01 - homicídio
 
Homicidio
HomicidioHomicidio
Homicidio
 

Semelhante a PROF. CLEVERSON ALVES EXERCÍCIOS PERMANENTE

Prova concurso mpgo 2004
Prova concurso mpgo 2004Prova concurso mpgo 2004
Prova concurso mpgo 2004J M
 
Direito penal i parte geral
Direito penal i   parte geralDireito penal i   parte geral
Direito penal i parte geralvolemar
 
Aula 08 - Direitos e Garantias Fundamentais
Aula 08 -  Direitos e Garantias FundamentaisAula 08 -  Direitos e Garantias Fundamentais
Aula 08 - Direitos e Garantias FundamentaisTércio De Santana
 
Direito penal ii uneb - causas extintivas de punibilidade
Direito penal ii   uneb - causas extintivas de punibilidadeDireito penal ii   uneb - causas extintivas de punibilidade
Direito penal ii uneb - causas extintivas de punibilidadeUrbano Felix Pugliese
 
Direito penal - Parte Geral - Profa. Cristiane Dupret
Direito penal - Parte Geral - Profa. Cristiane DupretDireito penal - Parte Geral - Profa. Cristiane Dupret
Direito penal - Parte Geral - Profa. Cristiane Dupretcrisdupret
 
Noções De Direito Penal
Noções De Direito PenalNoções De Direito Penal
Noções De Direito PenalAPMBA
 
04 abuso de autoridade 02
04   abuso de autoridade 0204   abuso de autoridade 02
04 abuso de autoridade 02thiago sturmer
 
Crimes de abuso de autoridade
Crimes de abuso de autoridadeCrimes de abuso de autoridade
Crimes de abuso de autoridadeNeto Melkiades
 
Direito constitucional(obcursos) questões selecionadas
Direito constitucional(obcursos)   questões selecionadasDireito constitucional(obcursos)   questões selecionadas
Direito constitucional(obcursos) questões selecionadasrodrigocp1986
 
CAUSA DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PENALpptx.pptx
CAUSA DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PENALpptx.pptxCAUSA DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PENALpptx.pptx
CAUSA DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PENALpptx.pptxCleberDiias
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-DIREITO PENAL-CPP
ANTONIO INACIO FERRAZ-DIREITO PENAL-CPPANTONIO INACIO FERRAZ-DIREITO PENAL-CPP
ANTONIO INACIO FERRAZ-DIREITO PENAL-CPPAntonio Inácio Ferraz
 
Direito penal slides - parte geral
Direito penal   slides - parte geralDireito penal   slides - parte geral
Direito penal slides - parte geraledgardrey
 
Direitopenal slides-partegeral-150202161153-conversion-gate01
Direitopenal slides-partegeral-150202161153-conversion-gate01Direitopenal slides-partegeral-150202161153-conversion-gate01
Direitopenal slides-partegeral-150202161153-conversion-gate01Michelle Lopes L Köhler
 
Direito constitucional-exercicios-obcursos
Direito constitucional-exercicios-obcursosDireito constitucional-exercicios-obcursos
Direito constitucional-exercicios-obcursosLuma Rodrigues
 

Semelhante a PROF. CLEVERSON ALVES EXERCÍCIOS PERMANENTE (20)

Improbidade+administrativa
Improbidade+administrativaImprobidade+administrativa
Improbidade+administrativa
 
Prova concurso mpgo 2004
Prova concurso mpgo 2004Prova concurso mpgo 2004
Prova concurso mpgo 2004
 
Direito penal i parte geral
Direito penal i   parte geralDireito penal i   parte geral
Direito penal i parte geral
 
Aula 08 - Direitos e Garantias Fundamentais
Aula 08 -  Direitos e Garantias FundamentaisAula 08 -  Direitos e Garantias Fundamentais
Aula 08 - Direitos e Garantias Fundamentais
 
Direito penal ii uneb - causas extintivas de punibilidade
Direito penal ii   uneb - causas extintivas de punibilidadeDireito penal ii   uneb - causas extintivas de punibilidade
Direito penal ii uneb - causas extintivas de punibilidade
 
Direito penal - Parte Geral - Profa. Cristiane Dupret
Direito penal - Parte Geral - Profa. Cristiane DupretDireito penal - Parte Geral - Profa. Cristiane Dupret
Direito penal - Parte Geral - Profa. Cristiane Dupret
 
Noções De Direito Penal
Noções De Direito PenalNoções De Direito Penal
Noções De Direito Penal
 
04 abuso de autoridade 02
04   abuso de autoridade 0204   abuso de autoridade 02
04 abuso de autoridade 02
 
Crimes de abuso de autoridade
Crimes de abuso de autoridadeCrimes de abuso de autoridade
Crimes de abuso de autoridade
 
constitucional - asp
constitucional - aspconstitucional - asp
constitucional - asp
 
A ação penal
A ação penalA ação penal
A ação penal
 
Acao penal
Acao penalAcao penal
Acao penal
 
Aula 02
Aula 02Aula 02
Aula 02
 
Direito constitucional(obcursos) questões selecionadas
Direito constitucional(obcursos)   questões selecionadasDireito constitucional(obcursos)   questões selecionadas
Direito constitucional(obcursos) questões selecionadas
 
CAUSA DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PENALpptx.pptx
CAUSA DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PENALpptx.pptxCAUSA DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PENALpptx.pptx
CAUSA DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PENALpptx.pptx
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-DIREITO PENAL-CPP
ANTONIO INACIO FERRAZ-DIREITO PENAL-CPPANTONIO INACIO FERRAZ-DIREITO PENAL-CPP
ANTONIO INACIO FERRAZ-DIREITO PENAL-CPP
 
Direito penal i ilicitude
Direito penal i   ilicitudeDireito penal i   ilicitude
Direito penal i ilicitude
 
Direito penal slides - parte geral
Direito penal   slides - parte geralDireito penal   slides - parte geral
Direito penal slides - parte geral
 
Direitopenal slides-partegeral-150202161153-conversion-gate01
Direitopenal slides-partegeral-150202161153-conversion-gate01Direitopenal slides-partegeral-150202161153-conversion-gate01
Direitopenal slides-partegeral-150202161153-conversion-gate01
 
Direito constitucional-exercicios-obcursos
Direito constitucional-exercicios-obcursosDireito constitucional-exercicios-obcursos
Direito constitucional-exercicios-obcursos
 

Mais de Neon Online

Informatica ufms daniel
Informatica ufms danielInformatica ufms daniel
Informatica ufms danielNeon Online
 
Pc 2017 processo penal aula 06
Pc 2017 processo penal aula 06Pc 2017 processo penal aula 06
Pc 2017 processo penal aula 06Neon Online
 
Pc exercicios (penal) aula 15
Pc exercicios (penal)   aula 15Pc exercicios (penal)   aula 15
Pc exercicios (penal) aula 15Neon Online
 
Pc exercicios (constitucional) aula 14
Pc exercicios (constitucional)   aula 14Pc exercicios (constitucional)   aula 14
Pc exercicios (constitucional) aula 14Neon Online
 
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 05
Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 05Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 05
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 05Neon Online
 
Processo penal aula 05
Processo penal aula 05Processo penal aula 05
Processo penal aula 05Neon Online
 
Pc exercicios leis especiais aula 13
Pc exercicios leis especiais aula 13Pc exercicios leis especiais aula 13
Pc exercicios leis especiais aula 13Neon Online
 
Pc exercicios constitucional aula 12
Pc exercicios constitucional aula 12Pc exercicios constitucional aula 12
Pc exercicios constitucional aula 12Neon Online
 
Apostila completa direito administrativo pc 2017
Apostila completa direito administrativo pc 2017Apostila completa direito administrativo pc 2017
Apostila completa direito administrativo pc 2017Neon Online
 
Pc 2017 processo penal aula 03
Pc 2017 processo penal aula 03Pc 2017 processo penal aula 03
Pc 2017 processo penal aula 03Neon Online
 
Crimes contra a pessoa 22- 07 - 2017
Crimes contra a pessoa   22- 07 - 2017Crimes contra a pessoa   22- 07 - 2017
Crimes contra a pessoa 22- 07 - 2017Neon Online
 
Complemento rodrigo f ormatado
Complemento rodrigo f ormatadoComplemento rodrigo f ormatado
Complemento rodrigo f ormatadoNeon Online
 
Crimes contra a pessoa 15 - 07 - 2017
Crimes contra a pessoa   15 - 07 - 2017Crimes contra a pessoa   15 - 07 - 2017
Crimes contra a pessoa 15 - 07 - 2017Neon Online
 
Pc 2017 processo penal aula 01
Pc 2017 processo penal aula 01Pc 2017 processo penal aula 01
Pc 2017 processo penal aula 01Neon Online
 
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 01
Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 01Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 01
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 01Neon Online
 
Crimes em espécie
Crimes em espécieCrimes em espécie
Crimes em espécieNeon Online
 
Questões diversas jhony
Questões diversas   jhonyQuestões diversas   jhony
Questões diversas jhonyNeon Online
 
Processo penal jhony - 27 - 05 - 2017
Processo penal   jhony - 27 - 05 - 2017Processo penal   jhony - 27 - 05 - 2017
Processo penal jhony - 27 - 05 - 2017Neon Online
 

Mais de Neon Online (20)

Informatica ufms daniel
Informatica ufms danielInformatica ufms daniel
Informatica ufms daniel
 
Pc 2017 processo penal aula 06
Pc 2017 processo penal aula 06Pc 2017 processo penal aula 06
Pc 2017 processo penal aula 06
 
Pc exercicios (penal) aula 15
Pc exercicios (penal)   aula 15Pc exercicios (penal)   aula 15
Pc exercicios (penal) aula 15
 
Pc exercicios (constitucional) aula 14
Pc exercicios (constitucional)   aula 14Pc exercicios (constitucional)   aula 14
Pc exercicios (constitucional) aula 14
 
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 05
Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 05Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 05
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 05
 
Processo penal aula 05
Processo penal aula 05Processo penal aula 05
Processo penal aula 05
 
Pc exercicios leis especiais aula 13
Pc exercicios leis especiais aula 13Pc exercicios leis especiais aula 13
Pc exercicios leis especiais aula 13
 
Pc exercicios constitucional aula 12
Pc exercicios constitucional aula 12Pc exercicios constitucional aula 12
Pc exercicios constitucional aula 12
 
Apostila completa direito administrativo pc 2017
Apostila completa direito administrativo pc 2017Apostila completa direito administrativo pc 2017
Apostila completa direito administrativo pc 2017
 
Pc 2017 processo penal aula 03
Pc 2017 processo penal aula 03Pc 2017 processo penal aula 03
Pc 2017 processo penal aula 03
 
Crimes contra a pessoa 22- 07 - 2017
Crimes contra a pessoa   22- 07 - 2017Crimes contra a pessoa   22- 07 - 2017
Crimes contra a pessoa 22- 07 - 2017
 
Complemento rodrigo f ormatado
Complemento rodrigo f ormatadoComplemento rodrigo f ormatado
Complemento rodrigo f ormatado
 
Crimes contra a pessoa 15 - 07 - 2017
Crimes contra a pessoa   15 - 07 - 2017Crimes contra a pessoa   15 - 07 - 2017
Crimes contra a pessoa 15 - 07 - 2017
 
Pc 2017 processo penal aula 01
Pc 2017 processo penal aula 01Pc 2017 processo penal aula 01
Pc 2017 processo penal aula 01
 
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 01
Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 01Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 01
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 01
 
Rac. lógico
Rac. lógicoRac. lógico
Rac. lógico
 
Roteiro lc 114
Roteiro lc 114Roteiro lc 114
Roteiro lc 114
 
Crimes em espécie
Crimes em espécieCrimes em espécie
Crimes em espécie
 
Questões diversas jhony
Questões diversas   jhonyQuestões diversas   jhony
Questões diversas jhony
 
Processo penal jhony - 27 - 05 - 2017
Processo penal   jhony - 27 - 05 - 2017Processo penal   jhony - 27 - 05 - 2017
Processo penal jhony - 27 - 05 - 2017
 

Último

TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 

PROF. CLEVERSON ALVES EXERCÍCIOS PERMANENTE

  • 1. PROF. CLEVERSON ALVES PERMANENTE – 2017 EXERCÍCIOS O CURSO PERMANENTE que mais APROVA! 1 PROVA DE AGENTE PCMS – 2013 DIREITO PENAL Questão 26 – Quanto ao ilícito civil e ilícito penal, assinale a resposta INCORRETA. a) É considerado ilícito civil o ato de alguém que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, viola direito e causa dano a outrem, ainda que exclusivamente moral. b) É considerado ilícito civil o exercício abusivo de um direito por seu titular, quando exceder manifestamente os limites impostos pelo seu fim econômico ou social, pela boa fé ou pelos bons costumes. c) As sanções preconizadas no ilícito civil vão desde a obrigação de reparar o dano, a imposição de multa, a rescisão contratual, a nulidade do ato ou negócio jurídico até, em caráter excepcional, a breve prisão coercitiva, quando se tratar de devedor de alimentos. d)É considerado ilícito penal qualquer conduta que lese ou não um bem jurídico, desde que a conduta possa pôr em risco a paz e o convívio social. e) As sanções, no ilícito penal, são aquelas que atingem a liberdade individual, notadamente a privação ou restrição da liberdade, a perda de bens, a multa, a prestação social alternativa e a suspensão ou interdição de direitos. Questão 27 – Com relação aos sujeitos do crime, assinale a assertiva correta. a) Sujeito ativo trata-se do titular do bem jurídico tutelado pela norma penal. b) Sujeito ativo pode ser dividido em sujeito ativo constante ou formal e sujeito ativo eventual ou material. c) Pode se considerar sujeito ativo a conduta punível no comportamento de animais. d) Pode se considerar sujeito passivo de crimes os animais, pois o direito lhes reconhece a titularidade de bens jurídicos. e)Podem ser sujeitos passivos eventuais de crimes: o ser humano, desde a concepção, a pessoa jurídica, o Estado, a coletividade e até entes sem personalidade jurídica. Questão 28 – Com relação ao objeto do crime, assinale a alternativa correta. a)O objeto do crime pode ser material ou jurídico. b) Considera-se objeto material o bem tutelado pela norma penal incriminadora. c) Considera-se objeto jurídico a pessoa ou coisa sobre a qual recai a conduta. d) Temos como exemplo de objeto material no homicídio, a vida humana. e) Temos como exemplo de objeto jurídico no furto, a coisa subtraída. Questão 29 – Sobre a tipicidade, assinale (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) para as afirmativas falsas. ( )A tipicidade, ao lado da conduta, constitui elemento necessário ao fato típico de qualquer infração penal. ( ) Pode ser conceituada a tipicidade como sendo a contrariedade do fato com o ordenamento jurídico. ( )A tipicidade deve ser analisada em dois planos: o formal e o material. ( ) Pode ser conceituada a tipicidade como sendo a análise do caso concreto em que se avalia se o sujeito tinha consciência de que agia de forma contrária ao direito. ( )Pode ser conceituada a tipicidade como sendo a relação de subsunção entre um fato concreto e um tipo penal (tipicidade formal) e a lesão ou perigo de lesão ao bem penalmente tutelado (tipicidade material). a) V, V, V, V, V b) V, F, F, V, V c) V, F, V, F, V d) F, F, F, F, F e) F, V, V, V, F Questão 30 – Sobre as excludentes de ilicitude, conforme prevê o código penal, assinale (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) para as falsas. ( ) Consideram-se excludentes de ilicitude: doença mental ou desenvolvimento mental incompleto ou retardado, embriaguez completa e involuntária, dependência ou intoxicação involuntária decorrente do concurso de drogas ilícitas. ( )Consideram-se excludentes de ilicitude: estado de necessidade, legítima defesa, exercício regular de um direito e estrito cumprimento de um dever legal. ( ) Consideram-se excludentes de ilicitude: consentimento do ofendido, erro de proibição, erro de tipo e atenuantes. ( ) Consideram-se excludentes de ilicitude: estado de necessidade, legítima defesa, graça e anistia. ( ) Consideram-se excludentes de ilicitude: prescrição, decadência, perdão judicial e renúncia. a) F, F, F, V, V b) F, V, F, F, V c) F, F, V, F, F
  • 2. PROF. CLEVERSON ALVES PERMANENTE – 2017 EXERCÍCIOS O CURSO PERMANENTE que mais APROVA! 2 d) F, F, F, F, F e) F, V, F, F, F Questão 31 – Sobre as penas, conforme prevê o CP, assinale (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) para as falsas. ( )São espécies de pena: privativas de liberdade, restritivas de direito e multa. ( )As penas privativas de liberdade são reclusão e detenção. ( ) A pena de detenção deve ser cumprida em regime fechado, semi-aberto e aberto ( ) Considera-se regime fechado a execução da pena em colônia agrícola, industrial ou estabelecimento similar. ( )Na detração, computam-se, na pena privativa de liberdade e na medida de segurança, o tempo de prisão provisória, no Brasil ou no estrangeiro, o de prisão administrativa e o de internação. a) V, V, F, F, V b) F, V, F, F, V c) F, F, V, F, F d) F, F, F, F, F e) F, V, F, F, F Questão 32 – Com relação às contravenções penais, assinale a opção INCORRETA. a) Consideram-se contravenções penais: vias de fato; violação de lugar ou objeto; anúncio de meio abortivo. b) Consideram-se contravenções penais: abuso na prática de aviação; arremesso ou colocação perigosa; indevida custódia de doente metal. c) Consideram-se contravenções penais: falso alarma; simulação da qualidade de funcionário; jogo do bicho; perturbação da tranquilidade. d) Consideram-se contravenções penais: embriaguez; inumação ou exumação de cadáver; uso ilegítimo de uniforme ou distintivo. e) Consideram-se contravenções penais: perigo de desabamento; perturbação do trabalho ou sossego alheio; violação sepultura. Questão 33 – Sobre a lei de abuso de autoridade, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO. a) Constitui abuso de autoridade: qualquer atentado à liberdade de locomoção; à inviolabilidade do domicílio; à liberdade de consciência e crença. b) Constitui abuso de autoridade: deixar o juiz de ordenar o relaxamento da prisão ou detenção ilegal que lhe seja comunicada; levar à prisão e nela deter quem quer que se proponha a prestar fiança, permitida em lei. c) Constitui abuso de autoridade: deixar de comunicar, imediatamente, ao juiz competente a prisão ou detenção de qualquer pessoa; ordenar ou executar medida privativa de liberdade individual, sem as formalidade legais ou com abuso de poder. d)Constitui abuso de autoridade: a prática de ato lesivo da honra ou do patrimônio de pessoa natural ou jurídica, quando praticado com abuso ou desvio de poder ou sem competência legal; o cumprimento de ordem manifestamente legal emanada de superior hierárquico. e) Constitui abuso de autoridade: prolongar a execução de prisão temporária, de pena ou de medida de segurança, deixando de expedir em tempo oportuno ou de cumprir imediatamente ordem de liberdade; levar à prisão e nela deter quem quer que se proponha a prestar fiança, permitida em lei. Questão 34 – Medida acauteladora de restrição da liberdade de locomoção, por tempo determinado, destinada a possibilitar as investigações a respeito de crimes graves, durante o IP, é a: a) Prisão em flagrante; b) Prisão domiciliar; c) Prisão preventiva d) Prisão temporária; e) Prisão definitiva. Questão 35 – Ticio, condenado definitivamente, preso e recolhido a cumprir pena em regime fechado, após um determinado tempo regido por lei é transferido para uma colônia industrial, obtendo, assim: a) Regressão b) Promoção c) Remição d) Comutação
  • 3. PROF. CLEVERSON ALVES PERMANENTE – 2017 EXERCÍCIOS O CURSO PERMANENTE que mais APROVA! 3 e) Progressão Questão 36 – De acordo com o disposto na Lei 12.037/09 (identificação criminal), embora apresentado documento de identificação, poderá ocorrer identificação criminal quando: I – constar de registros policiais o uso de outros nomes ou diferentes qualificações. II – a identificação criminal for essencial às investigações policiais, segundo despacho da autoridade judiciária competente, que decidirá de ofício ou mediante representação da autoridade policial, do MP ou da defesa. III – o documento apresentado for suficiente para identificar cabalmente o indiciado. IV – o indiciado portar documentos de identidade distintos, com informações conflitantes entre si; V – o estado de conservação ou a distância temporal ou da localidade da expedição do documento apresentado possibilite a completa identificação dos caracteres essenciais. a) I, II, IV b) I, II, V c) III e IV d) II e V e) I, II e III Questão 37 – Havendo duas ou mais pessoas sendo acusadas do mesmo crime, a competência será fixada pela: a) Distribuição b) Natureza da infração c) Prevenção d) Continência e) Conexão