SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 98
2ª Guerra Mundial em imagens
Do Dia D até o fim da Guerra na
Europa
Operação Overlord:
• No dia 6 de junho de 1944, inicia-se a maior
operação militar da história, liderada pelos
Estados Unidos, Inglaterra e Canadá, com a
participações de soldados da Austrália,
Bélgica, França, Polônia, Holanda, Grécia,
Nova Zelândia e Noruega. O Brasil foi o único
país sul-americano a enviar soldados.
• A operação foi oficialmente chamada de
“Operação Overlord” e ficou conhecida em
todo mundo como “O Dia D”.
• Antes da operações ser iniciada, os Aliados
“criaram” uma grande concentração de aviões
e tanques falsos em Pas-de-Calais na qual os
alemães esperavam ser o local da invasão. No
entanto, a entrada se deu em Caen
(Normandia), distante a 400km.
Praias da Normandia:
• O objetivo deste campo de concentração
falso, era parecer que havia um exército
imenso, para que os aviões espiões alemães
pudessem ver, tirar fotos e avisar Hitler,
para que ele deslocasse seu exército para
defender aquela região e deixasse a
Normandia desprotegida.
• Todos os aviões, tanques e armas eram de
madeiras, plásticos e balões e foram
produzidos em partes, por equipes de
cenografias de filmes de Hollywood.
O Exército Fantasma:
General Patton:
A Muralha do Atlântico:
• A operação Overlord começou às 6:30 da
manhã. O comandante geral era Eisenhower.
Dwight Eisenhower:
• Soldados desciam dos barcos e eram mortos.
O mar ficou vermelho de sangue. Tanques de
guerras ao adentrar nas águas do mar saindo
nos navios, queimavam os componentes
elétricos e paravam de funcionar.
• Aos poucos, sob milhares de corpos, os
soldados iam adentrando às praias, se
protegendo e combatendo as muralhas
nazistas. Enquanto havia a invasão anfíbia,
milhares de soldados paraquedistas já
estavam em solo em uma missão que havia
iniciado às 00:00, para haver ataques de
ambos os lados.
• Ao final do dia 6 de junho, mais de 9.000
soldados aliados estavam mortos ou feridos,
mas uma tropa de outros 100.000 haviam
dominado a região. Nos dias seguintes, já
haviam entre 350.000 a 400.000 soldados em
território francês.
Tropa alemã massacrada na
Normandia:
As tropas aliadas avançam na
Normandia:
• 75 dias após a invasão da Normandia e
centenas de combates nas mais diversas
cidades, os Aliados retomam o controle de
Paris e partem para a fronteira da Alemanha.
• Enquanto havia a batalha dos aliados (Frente
Ocidental), a Rússia (Frente Oriental) vencia
suas batalhas, forçando as tropas nazistas
recuarem enquanto marchava para Berlim.
A Entrada vitoriosa dos aliados em
Paris
Operação Valkiria: O atentado
contra Hitler:
• Alguns oficiais morreram, mas Hitler
sobreviveu ao atentado. Tomado por um
assombro místico, ele considerou o episódio
um sinal, uma prova de que a divina
providência o havia salvo para continuar até a
vitória final. Os conspiradores foram presos e
julgados por um Tribunal do Povo e
executados.
A ofensiva final:
Batalha das Ardenas:
• Hitler ainda tentou em dezembro de 1944,
jogando a sua última cartada, dividir os
exércitos aliados pela surpreendente ofensiva
de Ardenas na Bélgica, mas poucas semanas
depois do ataque, sem cobertura aérea e sem
combustível para os seus tanques, viram que
era inútil.
• Em fevereiro de 1945, o exército russo já
estava a 150km de Berlim. Soldados
americanos entraram em território alemão
em março e em abril, ingleses, americanos e
russos chegam a Berlim que foi
completamente cercada.
O fim da Guerra na Europa:
• Hitler, depois de passar seus últimos dias
completamente isolando no seu bunker
subterrâneo, suicidou-se no dia 30 de abril,
deixando a chefia do Reich sob o comando do
almirante Doenitz. No dia 7 de maio de 1945,
o comando do exército alemão rendeu-se
incondicionalmente. A guerra na Europa havia
chegado a seu fim.
Bunker de Hitler:
Adolf Hitler e Eva Braun:
Vala onde estavam os corpos de
Hitler e sua esposa:
Cadáveres de Hitler e Eva Braun:
Joseph Goebbels e família:
Conferência de Teerã – 1943:
Conferência de Yalta:
Conferência de Potsdam:
2ª guerra em imagens   do dia d ao fim da guerra na europa -2017

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grandes Batalhas Da 2ªF Ase 2ª Guerra Mundial B
Grandes Batalhas Da 2ªF Ase  2ª Guerra Mundial BGrandes Batalhas Da 2ªF Ase  2ª Guerra Mundial B
Grandes Batalhas Da 2ªF Ase 2ª Guerra Mundial Bluisant
 
Apresentação DIA D
Apresentação DIA DApresentação DIA D
Apresentação DIA DKarine Cunha
 
2º guerra mundial slides
2º guerra mundial slides2º guerra mundial slides
2º guerra mundial slidesJunior Juninho
 
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da g na europa - 2013
A 2ª guerra mundial  do dia d ao fim da g na europa - 2013A 2ª guerra mundial  do dia d ao fim da g na europa - 2013
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da g na europa - 2013historiando
 
Submarinos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Submarinos Nazista - Prof. Altair AguilarSubmarinos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Submarinos Nazista - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Fases Da 2ª Guerra Mundial
Fases Da 2ª Guerra MundialFases Da 2ª Guerra Mundial
Fases Da 2ª Guerra MundialRui Neto
 
Revista de História
Revista de HistóriaRevista de História
Revista de Históriaana_mafra
 
A segunda guerra mundial 1940 - 1942
A segunda guerra mundial   1940 - 1942A segunda guerra mundial   1940 - 1942
A segunda guerra mundial 1940 - 1942historiando
 
Guerra das trincheiras
Guerra das trincheirasGuerra das trincheiras
Guerra das trincheirasAnaxbeatriz
 
Biografia do General Wellesley
Biografia do General WellesleyBiografia do General Wellesley
Biografia do General Wellesleyguest316052
 
Guerra das trincheiras
Guerra das trincheirasGuerra das trincheiras
Guerra das trincheirasDouglas Valdo
 
A segunda guerra mundial 1940 - 1941 - urss
A segunda guerra mundial   1940 - 1941 - urssA segunda guerra mundial   1940 - 1941 - urss
A segunda guerra mundial 1940 - 1941 - ursshistoriando
 

Mais procurados (20)

Ii Guerra
Ii GuerraIi Guerra
Ii Guerra
 
Grandes Batalhas Da 2ªF Ase 2ª Guerra Mundial B
Grandes Batalhas Da 2ªF Ase  2ª Guerra Mundial BGrandes Batalhas Da 2ªF Ase  2ª Guerra Mundial B
Grandes Batalhas Da 2ªF Ase 2ª Guerra Mundial B
 
A 1ª Guerra Mundial
A 1ª Guerra MundialA 1ª Guerra Mundial
A 1ª Guerra Mundial
 
Apresentação DIA D
Apresentação DIA DApresentação DIA D
Apresentação DIA D
 
2guerra
2guerra2guerra
2guerra
 
A Guerra Das Trincheiras
A Guerra Das TrincheirasA Guerra Das Trincheiras
A Guerra Das Trincheiras
 
2º guerra mundial slides
2º guerra mundial slides2º guerra mundial slides
2º guerra mundial slides
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da g na europa - 2013
A 2ª guerra mundial  do dia d ao fim da g na europa - 2013A 2ª guerra mundial  do dia d ao fim da g na europa - 2013
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da g na europa - 2013
 
Submarinos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Submarinos Nazista - Prof. Altair AguilarSubmarinos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Submarinos Nazista - Prof. Altair Aguilar
 
Fases Da 2ª Guerra Mundial
Fases Da 2ª Guerra MundialFases Da 2ª Guerra Mundial
Fases Da 2ª Guerra Mundial
 
Revista de História
Revista de HistóriaRevista de História
Revista de História
 
A segunda guerra mundial 1940 - 1942
A segunda guerra mundial   1940 - 1942A segunda guerra mundial   1940 - 1942
A segunda guerra mundial 1940 - 1942
 
Guerra das trincheiras
Guerra das trincheirasGuerra das trincheiras
Guerra das trincheiras
 
1ª guerra mundial
1ª guerra mundial1ª guerra mundial
1ª guerra mundial
 
Biografia do General Wellesley
Biografia do General WellesleyBiografia do General Wellesley
Biografia do General Wellesley
 
Guerra das trincheiras
Guerra das trincheirasGuerra das trincheiras
Guerra das trincheiras
 
Primeira guerra 1
Primeira guerra 1Primeira guerra 1
Primeira guerra 1
 
A segunda guerra mundial 1940 - 1941 - urss
A segunda guerra mundial   1940 - 1941 - urssA segunda guerra mundial   1940 - 1941 - urss
A segunda guerra mundial 1940 - 1941 - urss
 
II guerra (2)
II guerra (2)II guerra (2)
II guerra (2)
 

Semelhante a 2ª guerra em imagens do dia d ao fim da guerra na europa -2017

A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da guerra na europa
A 2ª guerra mundial   do dia d ao fim da guerra na europaA 2ª guerra mundial   do dia d ao fim da guerra na europa
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da guerra na europaNelia Salles Nantes
 
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da guerra na europa
A 2ª guerra mundial   do dia d ao fim da guerra na europaA 2ª guerra mundial   do dia d ao fim da guerra na europa
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da guerra na europaNelia Salles Nantes
 
A 2ª guerra mundial pontos principais
A 2ª guerra mundial   pontos principaisA 2ª guerra mundial   pontos principais
A 2ª guerra mundial pontos principaisNelia Salles Nantes
 
2ª guerra áfrica italia e alemanha
2ª guerra    áfrica italia e alemanha2ª guerra    áfrica italia e alemanha
2ª guerra áfrica italia e alemanhaNelia Salles Nantes
 
2ª guerra áfrica italia e alemanha
2ª guerra    áfrica italia e alemanha2ª guerra    áfrica italia e alemanha
2ª guerra áfrica italia e alemanhaNelia Salles Nantes
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundialflaviosa_
 
A 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundialA 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundialceufaias
 
II GUERRA MUNDIAL
II GUERRA MUNDIALII GUERRA MUNDIAL
II GUERRA MUNDIALBarretoOtto
 
3. O DESENROLAR E O FIM nhh
3. O DESENROLAR E O FIM nhh3. O DESENROLAR E O FIM nhh
3. O DESENROLAR E O FIM nhhDanielSchmaltz
 
Segunda Guerra Mundial (segunda versão)
Segunda Guerra Mundial (segunda versão)Segunda Guerra Mundial (segunda versão)
Segunda Guerra Mundial (segunda versão)Valéria Shoujofan
 
A ideologia do espaço vital
A ideologia do espaço vitalA ideologia do espaço vital
A ideologia do espaço vitalantonio anselmo
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialTiagodavid
 

Semelhante a 2ª guerra em imagens do dia d ao fim da guerra na europa -2017 (20)

A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da guerra na europa
A 2ª guerra mundial   do dia d ao fim da guerra na europaA 2ª guerra mundial   do dia d ao fim da guerra na europa
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da guerra na europa
 
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da guerra na europa
A 2ª guerra mundial   do dia d ao fim da guerra na europaA 2ª guerra mundial   do dia d ao fim da guerra na europa
A 2ª guerra mundial do dia d ao fim da guerra na europa
 
A 2ª guerra mundial pontos principais
A 2ª guerra mundial   pontos principaisA 2ª guerra mundial   pontos principais
A 2ª guerra mundial pontos principais
 
2ª guerra áfrica italia e alemanha
2ª guerra    áfrica italia e alemanha2ª guerra    áfrica italia e alemanha
2ª guerra áfrica italia e alemanha
 
2ª guerra áfrica italia e alemanha
2ª guerra    áfrica italia e alemanha2ª guerra    áfrica italia e alemanha
2ª guerra áfrica italia e alemanha
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
A 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundialA 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundial
 
Início da 2ª guerra mundial
Início da 2ª guerra mundialInício da 2ª guerra mundial
Início da 2ª guerra mundial
 
II GUERRA MUNDIAL
II GUERRA MUNDIALII GUERRA MUNDIAL
II GUERRA MUNDIAL
 
3. O DESENROLAR E O FIM nhh
3. O DESENROLAR E O FIM nhh3. O DESENROLAR E O FIM nhh
3. O DESENROLAR E O FIM nhh
 
Segunda Guerra Mundial.pptx
Segunda Guerra Mundial.pptxSegunda Guerra Mundial.pptx
Segunda Guerra Mundial.pptx
 
Segunda Guerra Mundial (segunda versão)
Segunda Guerra Mundial (segunda versão)Segunda Guerra Mundial (segunda versão)
Segunda Guerra Mundial (segunda versão)
 
II guerra mundial
II guerra mundialII guerra mundial
II guerra mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
A ideologia do espaço vital
A ideologia do espaço vitalA ideologia do espaço vital
A ideologia do espaço vital
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Trabalho ..[1]
Trabalho ..[1]Trabalho ..[1]
Trabalho ..[1]
 
Trabalho ..[1]
Trabalho ..[1]Trabalho ..[1]
Trabalho ..[1]
 

Mais de Nelia Salles Nantes

Mais de Nelia Salles Nantes (20)

A ditadura militar no brasil 2017
A ditadura militar no brasil   2017A ditadura militar no brasil   2017
A ditadura militar no brasil 2017
 
O período regencial 2017
O período regencial   2017O período regencial   2017
O período regencial 2017
 
Brasil 1945 1964 -
Brasil 1945   1964 -Brasil 1945   1964 -
Brasil 1945 1964 -
 
O 1º reinado
O 1º reinadoO 1º reinado
O 1º reinado
 
A independência do brasil
A independência do brasilA independência do brasil
A independência do brasil
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
2 guerra japão e estados unidos - 2017
2 guerra   japão e estados unidos - 20172 guerra   japão e estados unidos - 2017
2 guerra japão e estados unidos - 2017
 
2ª guerra 1942 a 1945 imagens
2ª guerra 1942 a 1945   imagens2ª guerra 1942 a 1945   imagens
2ª guerra 1942 a 1945 imagens
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
A 2ª guerra mundial 2017
A 2ª guerra mundial   2017A 2ª guerra mundial   2017
A 2ª guerra mundial 2017
 
A era napoleônica 2017
A era napoleônica   2017A era napoleônica   2017
A era napoleônica 2017
 
A era napoleônica 2017
A era napoleônica   2017A era napoleônica   2017
A era napoleônica 2017
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
 
Os regimes totalitários na europa
Os regimes totalitários na europaOs regimes totalitários na europa
Os regimes totalitários na europa
 
A crise de 1929 e o new deal 2017
A crise de 1929 e o new deal   2017A crise de 1929 e o new deal   2017
A crise de 1929 e o new deal 2017
 
O despotismo esclarecido 2017
O despotismo esclarecido   2017O despotismo esclarecido   2017
O despotismo esclarecido 2017
 
O iluminismo 2017
O iluminismo   2017O iluminismo   2017
O iluminismo 2017
 
A república velha 2017
A república velha   2017A república velha   2017
A república velha 2017
 
Trabalho daniel
Trabalho danielTrabalho daniel
Trabalho daniel
 
Slidesthaismilenelucaspablojose
SlidesthaismilenelucaspablojoseSlidesthaismilenelucaspablojose
Slidesthaismilenelucaspablojose
 

Último

Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasnarayaskara215
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 

Último (20)

Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 

2ª guerra em imagens do dia d ao fim da guerra na europa -2017

  • 1. 2ª Guerra Mundial em imagens Do Dia D até o fim da Guerra na Europa
  • 3. • No dia 6 de junho de 1944, inicia-se a maior operação militar da história, liderada pelos Estados Unidos, Inglaterra e Canadá, com a participações de soldados da Austrália, Bélgica, França, Polônia, Holanda, Grécia, Nova Zelândia e Noruega. O Brasil foi o único país sul-americano a enviar soldados.
  • 4. • A operação foi oficialmente chamada de “Operação Overlord” e ficou conhecida em todo mundo como “O Dia D”.
  • 5. • Antes da operações ser iniciada, os Aliados “criaram” uma grande concentração de aviões e tanques falsos em Pas-de-Calais na qual os alemães esperavam ser o local da invasão. No entanto, a entrada se deu em Caen (Normandia), distante a 400km.
  • 7.
  • 8. • O objetivo deste campo de concentração falso, era parecer que havia um exército imenso, para que os aviões espiões alemães pudessem ver, tirar fotos e avisar Hitler, para que ele deslocasse seu exército para defender aquela região e deixasse a Normandia desprotegida.
  • 9. • Todos os aviões, tanques e armas eram de madeiras, plásticos e balões e foram produzidos em partes, por equipes de cenografias de filmes de Hollywood.
  • 10.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18. A Muralha do Atlântico:
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29. • A operação Overlord começou às 6:30 da manhã. O comandante geral era Eisenhower.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40. • Soldados desciam dos barcos e eram mortos. O mar ficou vermelho de sangue. Tanques de guerras ao adentrar nas águas do mar saindo nos navios, queimavam os componentes elétricos e paravam de funcionar.
  • 41.
  • 42.
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46. • Aos poucos, sob milhares de corpos, os soldados iam adentrando às praias, se protegendo e combatendo as muralhas nazistas. Enquanto havia a invasão anfíbia, milhares de soldados paraquedistas já estavam em solo em uma missão que havia iniciado às 00:00, para haver ataques de ambos os lados.
  • 47.
  • 48.
  • 49.
  • 50. • Ao final do dia 6 de junho, mais de 9.000 soldados aliados estavam mortos ou feridos, mas uma tropa de outros 100.000 haviam dominado a região. Nos dias seguintes, já haviam entre 350.000 a 400.000 soldados em território francês.
  • 51. Tropa alemã massacrada na Normandia:
  • 52.
  • 53. As tropas aliadas avançam na Normandia:
  • 54. • 75 dias após a invasão da Normandia e centenas de combates nas mais diversas cidades, os Aliados retomam o controle de Paris e partem para a fronteira da Alemanha. • Enquanto havia a batalha dos aliados (Frente Ocidental), a Rússia (Frente Oriental) vencia suas batalhas, forçando as tropas nazistas recuarem enquanto marchava para Berlim.
  • 55. A Entrada vitoriosa dos aliados em Paris
  • 56.
  • 57.
  • 58.
  • 59. Operação Valkiria: O atentado contra Hitler:
  • 60.
  • 61.
  • 62.
  • 63.
  • 64. • Alguns oficiais morreram, mas Hitler sobreviveu ao atentado. Tomado por um assombro místico, ele considerou o episódio um sinal, uma prova de que a divina providência o havia salvo para continuar até a vitória final. Os conspiradores foram presos e julgados por um Tribunal do Povo e executados.
  • 67.
  • 68.
  • 69.
  • 70.
  • 71. • Hitler ainda tentou em dezembro de 1944, jogando a sua última cartada, dividir os exércitos aliados pela surpreendente ofensiva de Ardenas na Bélgica, mas poucas semanas depois do ataque, sem cobertura aérea e sem combustível para os seus tanques, viram que era inútil.
  • 72. • Em fevereiro de 1945, o exército russo já estava a 150km de Berlim. Soldados americanos entraram em território alemão em março e em abril, ingleses, americanos e russos chegam a Berlim que foi completamente cercada.
  • 73. O fim da Guerra na Europa:
  • 74.
  • 75.
  • 76.
  • 77.
  • 78.
  • 79.
  • 80.
  • 81.
  • 82. • Hitler, depois de passar seus últimos dias completamente isolando no seu bunker subterrâneo, suicidou-se no dia 30 de abril, deixando a chefia do Reich sob o comando do almirante Doenitz. No dia 7 de maio de 1945, o comando do exército alemão rendeu-se incondicionalmente. A guerra na Europa havia chegado a seu fim.
  • 84.
  • 85.
  • 86. Adolf Hitler e Eva Braun:
  • 87.
  • 88.
  • 89. Vala onde estavam os corpos de Hitler e sua esposa:
  • 90. Cadáveres de Hitler e Eva Braun:
  • 91.
  • 92. Joseph Goebbels e família:
  • 93.
  • 94.