Contribuição para
Pressupostos de uma educação
Problematizadora
São milhões de jovens e
adultos, que apesar de todos
os esforços que vêm se
...
Reconhecendo as
necessidades dos educandos
As Necessidades dos alunos da EJA vão além da
necessidade de saber ler e escrev...
Superação da contradição
Educador e Educando
O diálogo como elemento
formativo do ser humano
Tomando o educando
como sujeito de sua
aprendizagem, Freire
propunha uma a...
O método Paulo Freire não ensina a repetir palavras, não se
restringe a capacidade
de desenvolver a capacidade de pensá-la...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Paulo freire

340 visualizações

Publicada em

Para trabalhar EJA

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Paulo freire

  1. 1. Contribuição para
  2. 2. Pressupostos de uma educação Problematizadora São milhões de jovens e adultos, que apesar de todos os esforços que vêm se efetivando nas várias esferas, sejam governamentais ou não, continuam à margem da escola ou, dentro dela, sem aprender, ou, ainda, aprendendo, mas não sabendo o que fazer com o que aprenderam em seu processo de escolarização, por terem sido obrigados a estudar conteúdos sem significação para suas vidas.
  3. 3. Reconhecendo as necessidades dos educandos As Necessidades dos alunos da EJA vão além da necessidade de saber ler e escrever
  4. 4. Superação da contradição Educador e Educando
  5. 5. O diálogo como elemento formativo do ser humano Tomando o educando como sujeito de sua aprendizagem, Freire propunha uma ação educativa que não negasse sua cultura, mas que fosse transformando através do diálogo.
  6. 6. O método Paulo Freire não ensina a repetir palavras, não se restringe a capacidade de desenvolver a capacidade de pensá-las segundo as exigências lógicas do discurso abstrato; simplesmente coloca o alfabetizando em condições de poder re-existenciar criticamente as palavras de seu mundo, para, na oportunidade devida, saber e poder dizer sua palavra. Eis porque, em uma cultura letrada, aprende a ler e a escrever, mas a intenção última com que o faz vai além da alfabetização Paulo Freire

×