Os Reinos Bárbaros (7º Ano - 2015)

1.408 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
106
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os Reinos Bárbaros (7º Ano - 2015)

  1. 1. Povos que não falavam o latim, não eram cristãos, portanto não compartilhavam dos costumes, da mentalidade e do comportamento (cultura) estabelecidos pelos romanos.
  2. 2. Relembrando
  3. 3. Relembrando
  4. 4. A partir do século III, os germanos começaram a invadir o território romano. Essa invasão nem sempre era pacífica, por vezes os grupos guerreiros conseguiam vencer os exércitos de Roma e ocupavam territórios do Império Romano. No século V, entretanto, movidos pela necessidade de terras férteis e temendo o avanço dos terríveis de outros povos bárbaros (hunos), os germanos promoveram uma maciça invasão no enfraquecido Império Romano do Ocidente, devastando cidades e campos.
  5. 5. Dentre os principais povos bárbaros estavam os germanos. Esse grupo habitavam a região norte da Europa, denominada Germânia. Eram considerados “bárbaros”, pois não possuíam aspectos da cultura romana. Dividiam-se em numerosas tribos.
  6. 6. Além dos povos germânicos, destacam-se:  os ESLAVOS – provenientes da Europa Oriental e da Ásia compreendiam os russos, tchecos, poloneses, sérvios, entre outros.  os TÁRTAROS-MONGÓIS – eram de origem asiáticos. Faziam parte desse grupo as tribos dos hunos, turcos, búlgaros, entre outros.
  7. 7. Os povos germânicos vão pouco a pouco invadindo o território do Império Romano do Ocidente e lentamente foram dominando vastas áreas e acabaram por formar REINOS.
  8. 8. Dentre as características dos Germanos destacam-se:  A GUERRA era a atividade de maior prestígio para esses grupos.  Formavam bandos chamados COMITATUS (assembleia de companheiros, onde dividiam o espólio da guerra (BUTIM)).
  9. 9. O direito era CONSUETUDINÁRIO, ou seja, baseado no costumes orais. Fragilidade das Instituições Estatais.
  10. 10. Sociedade germânica era patriarcal e as decisões mais importantes eram tomadas pelo chefe de cada grupo familiar.  Os germânicos praticavam a agricultura e criavam animais, como também a caça e a pesca.  Também praticavam o comércio trocando como produtos madeira e pelas por armas, tecidos, ouro e prata.
  11. 11. Esses povos eram POLITEÍSTAS. Eram animistas, ou seja, adoravam as forças da natureza (trovão, sol, raio, lua). Acreditavam na vida após a morte e diziam que os guerreiros mortos nos campos da batalha eram levados pelas valquírias (deusas da guerra) até uma espécie de paraíso, denominado Walhalla. Suas principais divindades eram: Odin, Tiwas e Thor.
  12. 12. Senhor dos mortos, do comércio, da guerra e das tempestades.
  13. 13. Protetor dos camponeses, cujos braços lançavam raios.
  14. 14. Deus que comandava o céu e dirigia as assembleias.
  15. 15. No processo de conquista do Império Romano do Ocidente os bárbaros germanos assimilaram muitos traços da cultura romana, como se pode observar na organização de seus reinos e na ADOÇÃO DO LATIM como língua oficial.
  16. 16. Na política, era necessário o estabelecimento de um governo estável e estruturado. Adotaram a monarquia inicialmente eletiva e depois hereditária .Os chefes germanos, copiando os romanos, criaram Códigos de Leis e seus conselheiros eram requisitados entre os romanos mais cultos e experientes.
  17. 17. Na economia as invasões germanas precipitaram a decadência econômica e a RURALIZAÇÃO da Europa Ocidental. O Mar Mediterrâneo continuava sendo a via de comunicação com outros povos do Oriente.
  18. 18. Os novos reinos converteram-se progressivamente ao catolicismo e aceitaram a AUTORIDADE DA IGREJA CATÓLICA. Com a ruptura da antiga unidade romana, a Igreja tornou-se a única instituição universal europeia.

×