FEIRA DE CIÊNCIAS 2015

272 visualizações

Publicada em

Apresentação do Projeto de Feira de Ciências a ser executado em outubro de 2015.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
272
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

FEIRA DE CIÊNCIAS 2015

  1. 1. EDUCAÇÃO AMBIENTAL, ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA ATRAVÉS DE VIVEIRO FLORESTAL
  2. 2. PERGUNTA: Que conhecimentos podem ser compartilhados a partir de um viveiro florestal?
  3. 3. CONCEITOS TEÓRICOS ►Educação Ambiental ►BOTÂNICA: Sistemática Vegetal Morfologia Vegetal Fisiologia Vegetal
  4. 4. JUSTIFICATIVA ► Nas EMEFs, temos poucos materiais práticos para trabalho. ► Estudar a parte teórica com o suporte da parte prática.
  5. 5. ALGUNS OBJETIVOS ► Vivenciar algumas etapas da METODOLOGIA CIENTÍFICA ► Promover visitas técnicas em ESPAÇOS EDUCATIVOS EXTRA-SALA ► Criar uma Proposta Pedagógica para o ensino de Ciências e Biologia a partir da EA.
  6. 6. FUNDAMENTAÇÃO ► Uma estratégia de ensino que constitui caminhos para produzir uma prática escolar autônoma é a Pedagogia Histórico-Crítica em que o conhecimento passa a ser teórico-prático. (GASPARIN, 2002). ►Hoje, o foco de discussão para complementar as aulas de Ciências e Biologia na escola é a diversificação dos procedimentos metodológicos (SILVA, 2008). ►Uma boa estratégia didática é o trabalho em campo: possibilita a articulação das questões teóricas com os aspectos reais. (SCHWANTES et al., 2013). ►O trabalho manual é um meio importante para o ensino científico. (LEGRAND, 2010).
  7. 7. METODOLOGIA 24 alunos : 7ºs e 8ºs FORMAÇÃO DE 08 grupos de 03 alunos. ETAPAS: ►Encontros presenciais de orientação ► Pesquisas Bibliográficas ►Palestras ►Visitas no viveiro do CSCAJB, APA e Vale. ►Apresentação na Feira de Ciências CADA ETAPA TEM UMA ATIVIDADE AVALIATIVA.
  8. 8. INSCRIÇÃO NA FEIRA SOMENTE UM GRUPO DE 03 ALUNOS SERÁ INSCRITO . • O projeto poderá ser reprovado no processo seletivo. • Se for reprovado, o trabalho será apresentado na EMEF DORA. • Se aprovado, poderá ter premiações: somente para os 03 alunos inscritos.
  9. 9. EXPOSIÇÃO NA FEIRA ► MAQUETE DE UM VIVEIRO. Materiais de um viveiro: composto, mudas, sementes, algumas ferramentas (01 aluno). ► BANNER: nascente degradada e outra com vegetação nativa (01 aluno). ► PAINEL FOTOGRÁFICO DA APA (01 aluno). LOCAL: PRAÇA AMÉLIA BOROTO (dois dias de apresentação). Turnos: manhã e tarde. PREVISÃO: OUTUBRO/2015.
  10. 10. CRONOGRAMA /2015. 10 AÇÕES AÇÕES JUL AGOS SET OUT 1 X 2 X 3 X 4 X 5 X 6 X 7 X 8 X 9 X 10 X ► AÇÕES: 1/ 2/ 3 Apresentações: alunos/direção ► AÇÕES: 4/5/6 Realização de palestras/ Correções Pesquisas Bibliográficas ► AÇÕES: 7/8 Visitas e Correções ► AÇÕES: 9/10 Montagem do trabalho e apresentação.
  11. 11. EXPECTATIVA FINAL • Obtenção de FINANCIAMENTO para implantação de 02 viveiros de mudas: 01 na EMEF DORA; 01 na EMEF JPB.
  12. 12. REFERÊNCIAS ►GASPARIN, J. L. Uma Didática para a Pedagogia Histórico-Crítica. 3. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2002. ►LEGRAND, Louis; FREINET C. Tradução e organização: José Gabriel Perissé. Coleção Educadores (MEC). Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana, 2010. ►SCHWANTES, J.; PUTZKE, M. T. L.; PUTZKE, J.; DAL-FARRA, R. A. O trabalho em campo no ensino de Botânica: o processo de ensino e aprendizagem e a Educação Ambiental, n.43, Ano XI, mar./mai. 2013. Disponível em <http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=1459&class =02> Acesso em: 25 nov. 2014. ►SILVA, P. G. P. O Ensino da Botânica no Nível Fundamental: um enfoque nos procedimentos metodológicos. 2008. 104 p. Tese - Doutorado em Ensino de Ciências, Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, UNESP, Bauru.

×