Página 1 de 3
TEMA: - Alterações na HIDROSFERA
1- A importância da água;
2- Gestão de recursos hídricos;
3- Poluição hídri...
Página 2 de 2
- Danos na qualidade das águas subterrâneas, em consequência das
atividades humanas;
- Diminuição do caudal ...
Página 3 de 3
- As águas são alimentadas com fosfatos, nitratos e azoto, libertados pela atividade humana que
provocam um ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Alteracoesnahidrosfera

161 visualizações

Publicada em

Alterações na Hidrosfera

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
161
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alteracoesnahidrosfera

  1. 1. Página 1 de 3 TEMA: - Alterações na HIDROSFERA 1- A importância da água; 2- Gestão de recursos hídricos; 3- Poluição hídrica (Contaminação da água doce/contaminação da água salgada) 1-A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA ÁGUA – Recurso natural muito importante para a vida na Terra. As reservas de água podem ser superficiais (rios, lagos, ribeiras.) e subterrâneas (aquíferos ou toalhas freáticas: reservatórios de água doce no subsolo). - Da totalidade da água existente nos diferentes reservatórios da hidrosfera, apenas um terço da água doce pode ser utilizada pelo ser humano. - A disponibilidade de água é um fator importante para a economia das regiões e para a qualidade de vida das populações. - A água é um recurso fundamental às atividades humanas, o qual tem sido excessivamente explorado e poluído (hábitos de consumo da população, irrigação dos campos, atividades desportivas, indústria, pecuária…) 2-GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS. -Apesar de ser um recurso renovável, ele não é inesgotável. O consumo exagerado de água no último século contribuiu para o surgimento de situações de escassez, principalmente nas regiões áridas. - A má gestão deste recurso coloca em perigo a sua disponibilidade, o seu abastecimento e a sua qualidade. - O consumo de água em determinado lugar condiciona a sua disponibilidade noutro local. -A PARTILHA DE RECURSOS HÍDRICOS POR VÁRIOS PAÍSES PODE ORIGINAR CONFLITOS INTERNACIONAIS. 3-POLUIÇÃO HÍDRICA. 3.1- Contaminação da água doce O consumo excessivo de água para alimentação humana, o uso industrial, e a utilização no regadio agrícola estão a contribuir para um esgotamento dos rios, águas subterrâneas e dos lagos e lagoas - Avanço da água salgada (intrusão salina) nas regiões costeiras onde os aquíferos estão em contato com o mar;
  2. 2. Página 2 de 2 - Danos na qualidade das águas subterrâneas, em consequência das atividades humanas; - Diminuição do caudal dos rios; - Estagnação das águas dos rios e ribeiras; - Eutrofização (desenvolvimento exagerado de algas, levando à morte da vida aquática; - Maus cheiros; - Contaminação das águas subterrâneas. 3.2- Contaminação da água salgada A poluição dos oceanos é menos visível do que nos rios, ribeiros e lagos, no entanto, estão a ficar cada vez mais contaminados, pois estão a transformar-se em grandes lixeiras mundiais. Os poluentes que contaminam os oceanos são muito variados e provêm de: - águas residuais urbanas e industriais; - águas contaminadas com pesticidas e fertilizantes; - Lixos domésticos e industriais; - Resíduos hospitalares; - Plásticos e metais pesados; - Petróleo resultante dos acidentes com petroleiros e cargueiros, das refinarias e da limpeza dos petroleiros; - Lixos radioativos. 3.3- Consequências da poluição das águas - São inúmeras as consequências da poluição das águas, quer ao nível da saúde pública, quer no equilíbrio dos ecossistemas ou no desenvolvimento das regiões: - Uma grave consequência da poluição da água doce é a eutrofização - fenómeno causado pelo excesso de nutrientes (compostos químicos ricos em fósforo ou nitrogénio) numa massa de água, provocando um aumento exagerado de algas.
  3. 3. Página 3 de 3 - As águas são alimentadas com fosfatos, nitratos e azoto, libertados pela atividade humana que provocam um crescimento exagerado das plantas aquáticas. - Forma-se uma “manta verde” à superfície que impede que a luz solar chegue aos seres vivos; assim, não se realiza a fotossíntese e não há produção de oxigénio. - Os seres vivos aquáticos com a falta de oxigénio morrem formando-se uma poça de águas estagnadas. -O intenso tráfego de transportes marítimos, as suas descargas ilegais e alguns acidentes (petroleiros) constituem ameaças graves para os ecossistemas aquáticos. -As enormes quantidades de petróleo derramadas no mar flutuam e alastram-se, formando extensas manchas negras (marés negras) -Para além dos impactes negativos que provocam no turismo, as marés negras destroem a fauna e a flora e provocam prejuízos na atividade pesqueira.

×