Texto dramático - 7º ano

408 visualizações

Publicada em

Características do texto dramático de Professora Nádia Monteiro
#descomplicarportugues.blogspot.pt

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
204
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Texto dramático - 7º ano

  1. 1. Texto Dramático 7º ano Professora Nádia Monteiro (2016)
  2. 2. “O teatro é mais honesto que o cinema, porque o cinema filma sonhos” Manoel de Oliveira (DN, 2011)
  3. 3. O texto dramático é escrito para ser representado, por isso possui uma composição especial. Por norma, não possui narrador e predomina o diálogo. Recorre também a elementos como o tom de voz, as luzes, a caracterização das personagens, ao som para se expressar.
  4. 4. O texto dramático divide-se em: ⃰ Atos: partes da peça que correspondem, normalmente, à mudança da ação. ⃰ Cenas: subdivisão do ato, marcado pela entrada e/ou saída das personagens; Estrutura Externa
  5. 5. Este tipo de texto, é composto por dois tipos de texto: • Principal: falas das personagens, que englobam os diálogos, monólogos e apartes; • Secundário: didascálias, texto que nos indica a forma como a personagem deve comportar-se, como deve ser a luz… Tipo de texto
  6. 6. Estrutura Interna Uma peça de teatro divide-se: • Exposição – apresentação das personagens e dos antecedentes da ação. • Conflito – Sucessão de acontecimentos que constituem a ação. • Desenlace – Parte final que contém o desfecho feliz/infeliz da ação.
  7. 7. Personagens Podem ser: • Plana ou Personagens tipo – não alteram o seu comportamento ao longo de toda a ação. • Modeladas – sofrem uma evolução ao longo da ação, o que pode surpreender o espetador.
  8. 8. Personagens Quanto ao relevo: • Protagonista – se são as personagens com mais destaque na ação. • Secundárias – se auxiliam os protagonistas, mas não possuem o mesmo destaque. • Figurantes – funcionam apenas como caracterizadores do espaço onde decorre a ação.
  9. 9. Personagens Relativamente à sua caracterização, estas podem ser caracterizadas de forma: • Direta – caracterização feita através das palavras da própria personagem ou dos outros intervenientes, da informação contida nas didascálias. • Indireta – caracterização deduzida pelo espetador através das suas ações.
  10. 10. Espaço Lugar caracterizados através das didascálias, onde se dão pormenores sobre o cenário, luz e som. Existem dois tipos de espaço: • Representado – constituído pelos cenários onde se realiza a ação. • Aludido – corresponde às referências a outros espaços que não estão representados.
  11. 11. Tempo Subdivide-se em: • Tempo da representação – duração do conflito em palco. • Tempo da ação – os anos ou época em que se desenrola o conflito. • Tempo da escrita – momento em que o dramaturgo escreveu a peça.
  12. 12. Intenção do autor Pode ser : • Moralizadora – pretende distinguir o bem do mal, o certo do mal. • Lúdica – pretende entreter o público. • Crítica – da sociedade e do seu tempo. • Didática – pretende transmitir um ensinamento ao público.
  13. 13. Modos de expressão As formas de expressar-se são: • Diálogo – modo do discurso em que duas personagens conversam entre si. • Monólogo – modo do discurso em que uma personagem fala consigo mesma. • Aparte – modo do discurso em que, na presença de outras personagens, uma fala para o público “sem que ela se aperceba”.
  14. 14. Professora Nádia Monteiro (2016) O mundo é um palco E todos os homens e mulheres não passam de meros atores. Eles entram e saem de cena E cada um, no seu tempo, representa diversos papéis William Shakespeare

×