O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Trabalho de conclusão de curso - Ginastica laboral

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Confira estes a seguir

1 de 17 Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (13)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a Trabalho de conclusão de curso - Ginastica laboral (20)

Mais de Nay Ribeiro (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Trabalho de conclusão de curso - Ginastica laboral

  1. 1. INSTITUTOS SUPERIORES DE ENSINO DO CENSA INSTITUTO TECNOLÓGICO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA GINÁSTICA LABORAL: UMA ANÁLISE DA MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA E DO TRABALHO DE POLICIAIS MILITARES EM FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS Por Nayara Ribeiro da Silva Príscila de Medeiros Ferreira Orientador : Prof. Esp. Júlia A Monteiro Campos dos Goytacazes – RJ Dezembro / 2016
  2. 2. ERGONOMIA Objetivo Principal • FÍSICO Posturas e movimentos • ORGANIZACIONAL Ambiente (organização temporal do trabalho) • COGNITIVO Processos cognitivos (memória, atenção, tomada de decisão) Santos e Araújo (2015); Correia e Silveira (2009); Lima, (2013); Villar et al., (2013); Silva et al., (2013) Programas preventivos de intervenção fisioterapêutica Empresas de médio e grande porte Dor, fadiga, absenteísmo Assistência médica Produtividade Lucros para empresa Inadequação de postos e intenso ritmo de trabalho Estresse laboral Doenças ocupacionais Posição fixa Movimentos repetitivos
  3. 3. AET Por que? Uma abordagem ergonômica promove a saúde do trabalhador. 1) Análise da Demanda 2) Análise da Tarefa 3) Análise da Atividade Para que? Melhora da saúde, capacidade para o trabalho e da qualidade de vida dos trabalhadores. Definição INTRODUÇÃO Martins (2005);Alexandre (2007)
  4. 4. INTRODUÇÃO O que é? Quais os tipos? Souza, 2011; Resende et al., 2007; Moraes e Silva, 2016; Lírio et al., 2012 Silva et al., 2010; Villar et al., 2013; Delani et al., 2013; Maciel, et al., 2005 Ginástica Laboral Oque é? Benefícios Quais os tipos?
  5. 5. Verificar os efeitos da Ginástica Laboral sobre a qualidade de vida, o quadro álgico e a flexibilidade de Policiais Militares que atuam na área administrativa de uma Policlínica em Campos dos Goytacazes/RJ. OBJETIVO
  6. 6. Foi realizado um estudo prospectivo série de casos, com 25 policiais militares do setor administrativo da Policlínica da Polícia Militar de Campos dos Goytacazes/RJ, com idade entre 30 e 55 anos. Procedimentos/ Instrumentação: Termo de consentimento livre e esclarecido Palestra sobre Ergonomia e Ginástica Laboral Aplicação dos questionários Direta e individual Teste 3º dedo ao Solo MATERIAIS E MÉTODOS
  7. 7. Protocolo realizado: • Exercícios de aquecimentos para MMSS; • Mobilizações ativas das articulaçoes de MMSS; • Alongamento do tronco e região cervical; • Aquecimentos para MMII; • Mobilizações ativas das articulações dos MMII; • Alongamentos de MMII; • Alongamentos de MMII; • Ao final exercícios de respiração;
  8. 8. MATERIAIS E MÉTODOS Critérios de Inclusão  Policial Militar Área administrativa;  Atividade De trabalho Exigem Movimentos Repetitivos e Posição Inadequadas. Critérios de Exclusão  Espondilite anquilosante;  Uso de próteses em membros inferiores ou superiores;  Artrodese na coluna;  Capsulite adesiva em ombro;  Síndrome da hipermobilidade ou bloqueio ósseo limitando mobilidade articular. Análise estatística  Microsoft Excel® 2016  SigmaPlot® 12.0
  9. 9. Amostra Composta Por:  25 indivíduos;  84% do sexo masculino e 16% do sexo feminino. Médias:  Idade de 40,44±6,69;  Assiduidade foi de 73,6%;  92% participaram 4 vezes por semana e 8% 3 vezes por semana. RESULTADOS
  10. 10. Questionário SF-36: RESULTADOS Domínios PRÉ PÓS Valor de p Capacidade funcional 83,4±19,8 89,8±9,2 p=0,145 Limitação por aspectos físicos 329±96,5 330±74 p=0,963 Aspectos sociais 77±23 81,9±20 p=0,33 Limitação por aspectos emocionais 320±88,2 338,7±69,8 p=0,19
  11. 11. Quadro álgico: Pré: 5.64±2.68 Pós: 3±2.86 RESULTADOS 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% Lombar Ombro Cervical Joelhos Pés Torácica Mãos Quadris 0% 1% 2% 3% 4% 5% 6% 7% 8% 9% Ombros Quadris Joelhos p <0,001
  12. 12. Flexibilidade: RESULTADOS PRÉ PÓS P VALOR 43.2±18.9 39.28±19.1 p=0.15 12 indivíduos ∆ >6 cm 7 indivíduos ∆ < -6 cm 6 indivíduos ∆ entre 5 e -5 cm
  13. 13. Questionário de Satisfação: RESULTADOS Importância 100% Preocupação com Postura 84% Continuidade 96% Bem-estar 96% Sem dor 68% Dor com redução 32%
  14. 14. • (Santos e Musso, 2011) Aplicaram a GL 3 vezes por semana, durante 15 minutos por 2 meses ao final do expediente e conseguiram melhoria em todos os domínios do SF-36. • (Mendonça, 2004) Destacou que os bons resultados da GL estão associados a alterações no ambiente de trabalho. • (Lima, 2004; Villar et.al., 2013) Indicaram que a GL aplicada ao tipo de atividade exercida, preconizando as musculaturas mais exigidas, auxilia a redução do estresse e a melhora na qualidade de vida. DISCUSSÃO
  15. 15. • (Valquíria, 2009) Observou que houve melhora na flexibilidade após 6 meses de intervenção e a avaliou com o teste “3º dedo ao solo”. • (Sacco et.al., 2008) Indicou que de acordo com a literatura o teste “3º dedo ao solo” é validado para a mensuração da flexibilidade global da cadeia posterior. DISCUSSÃO Limitações do presente estudo: • Uniforme (fardas) • Avaliação da flexibilidade (realizada uma vez no pré e pós)
  16. 16. O estudo comprovou que a ginástica laboral promoveu uma melhora na qualidade de vida dos indivíduos, através dos domínios dor, vitalidade, estado geral e saúde mental, bem como a redução do quadro álgico, através da escala visual analógica (EVA). Outros estudos devem ser realizados com maior tempo de intervenção e com diferentes metodologias para análise de flexibilidade. CONCLUSÃO
  17. 17. Obrigada! Nayara Ribeiro da Silva Príscila de Medeiros Ferreira

×