O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Visualizando Dados - 2º Meetup R Ladies Rio

549 visualizações

Publicada em

Conceitos, processos e os sete principais estágios para criação de uma visualização de dados

Publicada em: Dados e análise
  • Seja o primeiro a comentar

Visualizando Dados - 2º Meetup R Ladies Rio

  1. 1. VISUALIZANDO DADOS 2º MEETU P R LADI ES R I O
  2. 2. ERA DA IN FO RMAÇÃO
  3. 3. Como podemos obter respostas tão rapidamente como obtemos dados? ERA DA INFO RMAÇÃO
  4. 4. DADO S
  5. 5. Dados são muito mais do que números. Como uma fotografia, os dados são pequenos momentos no tempo. DAD OS
  6. 6. Um conjunto de dados sempre vai ter agregado a ele alguns metadados importantes. DAD OS
  7. 7. Um conjunto de dados sempre vai ter agregado a ele alguns metadados importantes. DAD OS Quem O que Quando Onde Porque
  8. 8. Um conjunto de dados sempre vai ter agregado a ele alguns metadados importantes. DAD OS Quem O que Quando Onde Porque
  9. 9. Great information visualization never starts from the standpoint of the data set, it starts with questions” Ben Fry, Visualizing data.
  10. 10. CON TEXTO, VARIÂNCIA & I NCERTEZA
  11. 11. Você deve olhar para tudo ao redor do seu conjunto de dados, enxergar o que eles representam como um todo.AIN DA SO BRE DADOS Contexto As vezes você precisa ver os padrões gerais dos seus dados para depois focar em um detalhe específico. As vezes você não sabe que um único conjunto de dado vale a pena ser investigado se não tiver a noção do conjunto todo e suas relações.
  12. 12. Context can completely change your perspective on a dataset, and it can help you decide what the numbers represent” Nathan Yau, Data Points.
  13. 13. Data isn’t about numbers, is about people” Riley Newman, Data Scientist at Airbnb.
  14. 14. Somos capazes de identificar padrões, ciclos e diferentes agrupamentos em um conjunto de dados, mas nem sempre isso ocorre de forma fluida. AIN DA SO BRE DADOS Variância Total, médias, medianas e outras medidas podem ser interessantes, mas elas fazem apenas parte da história, a variância entre os dados são na maioria das vezes o ponto mais interessante e importante dessa historia.
  15. 15. Existem casos onde ter acesso a todos os dados é impossível e trabalhamos com pequenas amostragens ou distribuições. AIN DA SO BRE DADOS Incerteza Data is a moving target”
  16. 16. P RIN CÍP IOS & COMP O N ENTES V ISUA IS
  17. 17. Como tornar o complexo claro? P R INCÍP IOS & COMPONENTES VISUAIS
  18. 18. 90% dos dados processados no nosso cérebro são visuais, e esse processamento é 60.000 vezes mais rápido que o processamento textual. P R INCÍP IOS & COMPONENTES VISUAIS
  19. 19. A visão é o nosso sentido mais dominante.
  20. 20. More data doesn’t mean better. Ben Fry, Visualizing data.
  21. 21. VI SU ALI Z AÇÃO & RETÓRICA DO DESI GN
  22. 22. Visualização de dados é uma maneira de representar uma abstração do mundo real com abstrações. VISUAL IZAÇ ÃO & RETÓRICA DO DESIGN
  23. 23. Da mesma forma que as palavras são usadas para contar diferentes histórias, as visualizações também podem. VISUAL IZAÇ ÃO & RETÓRICA DO DESIGN
  24. 24. A interpretação dos dados muda baseada na forma visual ao qual eles são representados. VISUAL IZAÇ ÃO & RETÓRICA DO DESIGN
  25. 25. MU L HERES DIZ EM SOM EN TE 27% DAS FA L AS N O S F ILMES MAI S BADA LADOS DE 2016.
  26. 26. I felt like this could be the year for gender equality in Hollywood’s biggest films” Amber Thomas, Data Scientist.
  27. 27. Para toda resposta existe uma pergunta. Qual a pergunta que você quer responder? O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 0. A pergunta O processo de entendimento dos dados, como falamos, começa com uma série de questões, os passos a seguir formam o caminho para a resposta.
  28. 28. With so many powerful women in these films, some of them must be gender-equal, right?”
  29. 29. I decided to look for female equality across the Top 10 Worldwide Highest Grossing Films of 2016”
  30. 30. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 1. Obtendo os dados Precisamos extrair os dados de algum lugar. pode ser um arquivo, uma mídia ou um conjunto de dados da internet.
  31. 31. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 1. Obtendo os dados
  32. 32. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 2. Análise Defina alguma estrutura para os seus dados e ordene em categorias que signifique algo. #Adicionando gêneros aos personagens #Contagem das palavras ditas por personagem
  33. 33. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 3. Filtro Remova os dados que não são do seu interesse # Todas as palavras ditas nos filmes foram incluídas no data set
  34. 34. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 4. Mineração Aplique métodos estatísticos e mineração de dados para encontrar padrões
  35. 35. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 5. Representação Escolha um modelo de visualização mais básico, como um gráfico de barras, lista e etc.
  36. 36. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 5. Representação
  37. 37. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 6. Refine Aperfeiçoe sua representação básica para que ela se torne mais clara e mais visualmente engajada. # Bubble Chart
  38. 38. O S SET E ES TAD OS DA VISUAL IZAÇÃO 7. Interação Adicione métodos para manipulação dos dados controlando o que pode ou não estar visível.
  39. 39. PAR A TIRAR D UVIDAS, TROCAR UMA IDEIA~ Ingrid Luz @seabraluz Natália Medina @nt_medina
  40. 40. REFERÊNCIA S Data Points - Visualization that means something, Nathan Yau, Wiley, 2013; Visualizing Data - Exploring and explaining data with the processing environment, Ben Fry, O’reilly - 2008; https://medium.freecodecamp.org/women-only-said-27-of-the- words-in-2016s-biggest-movies-955cb480c3c4 Amber Thomas

×