Características que definem os fungos 
Membrana celular 
 Com transporte ativo e passivo 
de materiais; 
 Com porção hidro...
São as principais proteínas que compõem o nucleossomo. 
 Têm um papel importante na regulação dos genes; funcionam 
como a...
Parede celular 
Quitina – polissacarídeo = 
polímeros de N-acetilglicosamina 
(NAG) – monossacarídeo 
(C8H13O5N)n 
Glicana...
Cápsula 
 Polissacarídica, confere 
virulência e resposta Imune 
Ex: Cryptococcus neoformans = 
criptococose
Adaptações nutricionais 
 Ambientes hostis 
 Quimioheterotróficos – usam 
compostos orgânicos como 
fonte de energia e de ...
METABOLISMO 
 Heterotróficos ; 
 Condições aeróbias = via hexoses monofosfato 
com formação da via da glicólise; 
 Levedur...
Respiração 
 Aeróbia – metabolizar hidratos 
de carbono produzindo 
CO2 + H2O 
 Anaeróbia – fermentação dos 
hidratos de c...
Fungos unicelulares 
 Leveduras 
Células esféricas ou ovais. 
Ex: Candida albicans 
 Multiplicação: brotamento 
(gemulação...
Fungos multicelulares 
 Fungos filamentosos 
• Talo (corpo) = células longas 
filamentosas denominadas hifas 
• Hifas: sep...
Bolores - Mofos 
Algodonosas, aveludadas ou 
pulverulentas 
Diversos tipos de pigmentação 
Cores = esporos aéreos
Fungos Dimórficos 
Duas formas: 
filamentosa ou leveduriforme 
Temperatura: 
25ºC = filamentosa 
37ºC = leveduriforme 
Pat...
Reprodução 
Reprodução assexuada 
 Brotamento 
 Fragmentação da Hifa 
 Esporos assexuais 
Artrósporo 
Conidiosporo 
Claido...
Reprodução sexuada 
 Espécies são heterotálicas quando os indivíduos apresentam gametas de células 
doadoras (+) e de célu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fungos

709 visualizações

Publicada em

Muito bom, e com ótimas explicações !

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
709
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fungos

  1. 1. Características que definem os fungos Membrana celular Com transporte ativo e passivo de materiais; Com porção hidrofóbica e hidrofílica. Contem ERGOSTEROL (esterol precursor da vitamina D) – Característico de Fungos Citosol: Ribossomos, mitocôndrias, retículo endoplasmático liso e rugoso, aparelho de Golgi. Genoma fúngico: DNA associado à histonas
  2. 2. São as principais proteínas que compõem o nucleossomo. Têm um papel importante na regulação dos genes; funcionam como a matriz na qual o DNA se enrola. São encontradas no núcleo das células eucarióticas. As histonas são produzidas no citoplasma e importadas para o núcleo da célula. Ricas em lisina e arginina. São solúveis em água. Geralmente, os genes mais activos têm menos histonas ligadas. A estrutura das histonas tem sido bem conservada em termos evolutivos.
  3. 3. Parede celular Quitina – polissacarídeo = polímeros de N-acetilglicosamina (NAG) – monossacarídeo (C8H13O5N)n Glicana – polímeros de D-glicose Manana – polímeros de manose Lipídeos – 1 a 2% do peso seco celular
  4. 4. Cápsula Polissacarídica, confere virulência e resposta Imune Ex: Cryptococcus neoformans = criptococose
  5. 5. Adaptações nutricionais Ambientes hostis Quimioheterotróficos – usam compostos orgânicos como fonte de energia e de carbono. Crescimento lento - 7 a 15 dias de incubação, pH 5.0, altas concentrações de sal e açúcar Metabolizam carboidratos complexos ex: lignina são as substâncias químicas que contêm na sua estrutura Carbono e Hidrogênio, e muitas vezes com oxigênio, nitrogênio, enxofre, fósforo, boro, halogênios e outros.
  6. 6. METABOLISMO Heterotróficos ; Condições aeróbias = via hexoses monofosfato com formação da via da glicólise; Leveduras fermentadoras – aeróbias facultativas Condições anaeróbias = via Glicólise com formação do piruvato e fermentação do mesmo a alcool ou ac. lático. pH 5,6 e 7 - tolera variações
  7. 7. Respiração Aeróbia – metabolizar hidratos de carbono produzindo CO2 + H2O Anaeróbia – fermentação dos hidratos de carbono,produzindo CO2 + etanol
  8. 8. Fungos unicelulares Leveduras Células esféricas ou ovais. Ex: Candida albicans Multiplicação: brotamento (gemulação) e fissão binária Pseudo-hifa = prolongamento do broto
  9. 9. Fungos multicelulares Fungos filamentosos • Talo (corpo) = células longas filamentosas denominadas hifas • Hifas: septadas ou cenocíticas - obtêm nutrientes aéreas – esporos reprodutivos • Micélio – crescimento abundante de hifas aéreas
  10. 10. Bolores - Mofos Algodonosas, aveludadas ou pulverulentas Diversos tipos de pigmentação Cores = esporos aéreos
  11. 11. Fungos Dimórficos Duas formas: filamentosa ou leveduriforme Temperatura: 25ºC = filamentosa 37ºC = leveduriforme Patogênicos ex: Histoplasma capsulatum Blastomyces dermatitidis
  12. 12. Reprodução Reprodução assexuada Brotamento Fragmentação da Hifa Esporos assexuais Artrósporo Conidiosporo Claidosporo Blastoconídio Esporangiosporo
  13. 13. Reprodução sexuada Espécies são heterotálicas quando os indivíduos apresentam gametas de células doadoras (+) e de células receptoras (-) localizadas em talos separados ou quando apresentam ambos os sexos, mas estes são auto-incompatíveis. Espécies homotálicas ou hermafroditas são representadas por indivíduos que produzem gametas (+) e (-) autocompatíveis no mesmo talo. O tecido é denominado dicariótico quando existem dois núcleos compatíveis na mesma hifa e heterocariótico quando existem mais de dois tipos de núcleo na mesma hifa. O esporo sexual ocorre por tres etapas: 1- Plasmogamia: um núcleo haplóide de uma célula doadora penetra no citoplasma da célula receptora. 2. Cariogamia: Os núcleos e se fundem para formar um zigoto diplóide. 3. Meiose: O núcleo diplóide origina um núcleo haplóide (esporos sexuais, dos quais alguns podem ser recombinantes genéticos)

×