Nr 18 segurança do trabalho na industria da contruçao

13.230 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
934
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nr 18 segurança do trabalho na industria da contruçao

  1. 1. NR 18 -CONDIÇÕES E MEIOAMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIADA CONSTRUÇÃO Estudantes: Costa Ferreira, Darline Lima, Natália Lima e Quézia Araújo
  2. 2. NR aprovada pela Portaria do Ministério do trabalho nº 3.241, de 08 de junho 1978
  3. 3. Objetivo Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece diretrizes de ordem administrativa, de planejamento e de organização, que objetivam a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos de segurança nos processos, nas condições e no meio ambiente de trabalho na Indústria da Construção.
  4. 4. Comunicação Prévia É obrigatória a comunicação à Delegacia Regional do Trabalho, antes do início das atividades, das seguintes informações: a) endereço correto da obra; b) endereço correto e qualificação (CEI,CGC ou CPF) do contratante, empregador ou condomínio; c) tipo de obra; d) datas previstas do início e conclusão da obra; e) número máximo previsto de trabalhadores na obra.
  5. 5. Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção - PCMAT. A partir de 20 (vinte) trabalhadores ou mais. NR 9 - Programa de Prevenção e Riscos Ambientais. Mantido na obra. Elaborado e executado por profissional legalmente habilitado. Documentos que integram o PCMAT: a) Memorial sobre condições e meio ambiente de trabalho: riscos de acidentes; doenças do trabalho; medidas preventivas. b) Projeto de execução das proteções coletivas - etapas de execução da obra; c) Especificação técnica das proteções coletivas e individuais; d) Cronograma de implantação das medidas preventivas; e) Layout inicial do canteiro de obras; f) Programa educativo: prevenção de acidentes; doenças do trabalho; carga horária.
  6. 6. Demolição Define-se como condição de trabalho, a estrutura necessária para que seja possível desenvolver atividades laborais pelas pessoas. Fazem parte desta estrutura, instalações prediais, máquinas, equipamentos e ferramentas.
  7. 7. Escavações, Fundações e Desmonte de Rochas As escavações com mais de 1, 25m de profundidade devem dispor de escadas de acesso em locais estratégicos, que permitam a saída rápida e segura dos trabalhadores em caso de emergência.
  8. 8. Carpintaria As operações em máquinas e equipamentos necessários à realização da atividade de carpintaria somente podem ser realizadas por trabalhador qualificado nos termos desta NR
  9. 9. Armações de aço  Dobragem e o corte de vergalhões de aço sobre bancadas;  Armações de pilares, vigas apoiadas e escoradas;  Proibida pontas verticais de vergalhões de aço desprotegidas;  Durante descarga área deve ser isolada;  Pranchas de madeira sobre as armações.  EPI’s utilizados: capacete, botinas, luvas, protetor auricular, cinto de segurança, visor de proteção facial, uniforme, avental.
  10. 10. Estruturas de concreto  Importante elaboração de projeto de formas;  Suportes e escoras de formas devem ser inspecionados antes e durante a concretagem;  Durante desforma impedir queda livre de seções de fôrmas e escoramentos;  Amarração das peças;  Isolamento e sinalização ao nível do terreno;  Armações de pilares escoradas antes do escoramento.
  11. 11. Estruturas metálicas  As peças devem ser previamente fixadas antes de serem soldadas, rebitadas ou parafusadas;  O piso provisório dever montado sem frestas, a fim de se evitar queda de materiais ou equipamentos;  Deve ficar a disposição do trabalhador, em seu posto de trabalho, recipiente adequado para depositar pinos, rebites, parafusos e ferramentas.
  12. 12. Operações de soldagem e corte a quente  Somente podem ser realizadas por trabalhadores qualificados;  Os fios condutores dos equipamentos, as pinças de alicates de soldagem devem ser mantidos longe de locais com óleo, graxa ou umidade, e devem ser deixados em descanso sobres superfície isolantes;  Os equipamentos de soldagem elétrica dever ser aterrados.
  13. 13. Escadas, rampas e passarelas  Dever ser construção sólida e dotadas de corrimão e rodapé;  Não deve existir ressaltos entre o piso e a passarela;  Degraus antiderrapantes;  Apoiada em piso resistente;
  14. 14. Medidas de proteção contra quedas de altura  É obrigatória a instalação de proteção coletiva onde houver risco de queda de trabalhadores ou de projeção de materiais;  As aberturas do piso devem ter fechamento provisório resistente.
  15. 15. Tapumes e galerias  É obrigatória a colocação de tapumes ou barreiras sempre que se executarem atividades da indústria da construção, de forma a impedir o acesso de pessoas estranhas aos serviços;  Os tapumes deverão ser construídos e fixados de forma resistente, e ter altura mínima de 2,20 m, em relação ao nível do terreno;  As galerias devem ser mantidas sem sobrecargas que prejudiquem a estabilidade de suas estruturas.
  16. 16. Andaimes  O dimensionamentos dos andaimes, sua estrutura de sustentação e fixação, devem ser realizados por profissional legalmente habilitado;  Devem ser dimensionados e construídos de modo a suportar, com segurança, as cargas de trabalho a que estarão sujeitos.
  17. 17. Sinalização de Segurança É obrigatório o uso de coletes ou tiras refletivas na região do tórax e costa quando o trabalhador estiver a serviço em vias publicas, sinalizando acessos ao canteiro de obras e frentes de serviços ou em movimentação de transporte vertical de materiais
  18. 18. Treinamento  Todos os empregados devem receber treinamentos admissional e periódicos, visando a garantir a execução se suas atividades com segurança;  O treinamento admissional deve ter carga horária mínima de 6 horas, ser ministrado dentro do horário de trabalho, antes de o trabalhador iniciar suas atividades
  19. 19. Disposição finais  Devem ser colocados, em lugar visível para os trabalhadores, cartazes alusivos à prevenção de acidentes e doenças de trabalho;  É obrigatório o fornecimento de água potável, filtrada e fresca para os trabalhadores por meio de bebedouros de jato inclinado ou equipamento similar que garanta as mesmas condições, na proporção de 1 (um) para cada grupo de 25 (vinte e cinco) trabalhadores ou fração;  Em regiões do país ou estações do ano de clima quente deve ser garantido o fornecimento de água refrigerada;  Em regiões do país ou estações do ano de clima quente deve ser garantido o fornecimento de água refrigerada  É obrigatório o fornecimento gratuito pelo empregador de vestimenta de trabalho e sua reposição, quando danificada;
  20. 20. Referências Manual de Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho/ Adalberto Mohai Ezabó Júnior. 5. ed. Atual. –São Paulo: Rideel, 2013
  21. 21. Obrigado!

×